criar site brusque em Antônio Olinto

Encontre criar site brusque em Antônio Olinto na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Antônio Olinto

Nota: Para outros significados, veja Antônio Olinto (desambiguação).Antônio Olinto Nascimento10 de maio de 1919Ubá, Minas Gerais Morte12 de setembro de 2009 (90 anos)Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasileiro

OcupaçãoEscritor
PrêmiosPrémio Machado de Assis 1994

Magnum opusCopacabana















Antônio Olinto[1] (Ubá, 10 de maio de 1919 ? Rio de Janeiro, 12 de setembro de 2009) foi um escritor brasileiro.
Sua obra abrange poesia, romance, ensaio, crítica literária, análise política, literatura infantil e dicionários.Índice1 Formação
2 Grandes paixões
3 Academia Brasileira de Letras
4 Obras
5 ReferênciasFormação[editar | editar código-fonte]
Em 1957.
Estudou filosofia e teologia nos seminários católicos de Campos, Belo Horizonte e São Paulo. Desistiu de ser padre.
Foi professor durante dez anos de latim, português, história da literatura, francês, inglês e história da civilização, em colégios do Rio de Janeiro. Foi, desde 1998, professor visitante do Curso de Letras da Universidade - Centro Universitário da Cidade do Rio de Janeiro. Em 2004, o Reitor Paulo Alonso inaugurou, no campus Méier, a Biblioteca Antônio Olinto, com a presença do imortal que, em seu discurso, demonstrou o contentamento em estar podendo participar de uma inauguração dessa importância. "Geralmente, as homenagens são prestadas em memória. O meu amigo Paulo Alonso está me fazendo a grande gentileza de me fazer mais feliz em poder estar aqui com ele e com tantos alunos e professores, neste dia e neste momento de extrema felicidade. É para mim uma enorme honra poder batizar essa bem equipada biblioteca com o meu próprio nome." O acadêmico Antônio Olinto merece todos os nossos aplausos e todas as nossas homenagens, por ser um dos mais notáveis escritores brasileiros vivos e um dos mais importantes intelectuais, em consequência do Brasil. Traduzido em mais de 35 idiomas, Olinto contribui, dessa forma, para divulgar nossa cultura, nossa literatura e nossa gente em todos os cantos do mundo. Daí, a UniverCidade, neste dia 10 de maio, dia em que comemora mais um aniversário, ter decidido prestar-lhe essa singela e mais do que merecida homenagem", acrescentou o Reitor Paulo Alonso. Sua posição contra o comunismo custa-lhe até hoje o pouco reconhecimento por parte de imprensas, editoras e mídias.Grandes paixões[editar | editar código-fonte]
Suas grandes paixões são a música africana e a cultura africana.
Quando na África, descobriu a cultura negra no Brasil e a presença brasileira na África. Na Bahia, foi escolhido, juntamente com Jorge Amado, para ser Obá de Xangô, no candomblé do Ilê Axé Opô Afonjá. Academia Brasileira de Letras[editar | editar código-fonte]
É o quinto ocupante da cadeira 8 da Academia Brasileira de Letras, cujo patrono é o poeta Cláudio Manuel da Costa. Foi eleito em 31 de julho de 1997, na sucessão de Antônio Calado e recebido em 12 de setembro de 1997 pelo acadêmico Geraldo França de Lima.Obras[editar | editar código-fonte]
Presença - poesia, Editora Pongetti, 1949.
Resumo - poesia, Liv. José Olympio Editora, 1954.
O Homem do Madrigal - poesia, Liv. José Olympio Editora, 1957.
Nagasaki - poema, Liv. José Olympio Editora, 1957.
O Dia da Ira - poema, Liv. José Olympio Editora, 1959.
The Day of Wrath - tradução inglesa de O Dia da Ira, por Richard Chappell, edição Rex Collings, Londres, 1986.
As Teorias - poesia, Edição Sinal, 1967.
Theories and Other Poems - tradução inglesa de As Teorias por Jean McQuillen, edição Rex Collings, 1972.
Antologia Poética - Editora Leitura, 1967.
A Paixão segundo Antonio - poema, Editora Porta de Livraria, 1967.
Teorias, Novas e Antigas - poesia, Editora Porta de Livraria, 1974.
Tempo de Verso - poesia, Editora Porta de Livraria, 1992.
50 Poemas escolhidos pelo autor - poesia, Editora Galo Branco, 2004
Jornalismo e Literatura - ensaio, MEC, 1955.
O Journal de André Gide - ensaio, MEC, 1955.
Dois Ensaios - Livraria São José, 1960.
Brasileiros na África - ensaio sócio-político, Edições GRD, 1964.
O Problema do Índio Brasileiro - ensaio, Embaixada do Brasil em Londres, 1973.
Para Onde Vai o Brasil?, ensaio político, Editora Arca, 1977.
Do Objeto como Sinal de Deus - ensaio sobre arte africana, RIEX, 1983.
On the Objects as a Sign God - tradução inglesa de Ira Lee, RIEX, 1983.
O Brasil Exporta - história da exportação brasileira, Banco do Brasil, 1984.
Brazil Exports - tradução inglesa, Banco do Brasil, 1984.
Literatura Brasileira, Editora Lisa, 1994.
Letteratura Brasiliana - (história da literatura brasileira), tradução italiana de Adelina Aletti, Jaca Book, 1993.
Scurt² Istorie a Literaturii Braziliene (1500-1994), tradução romena de Micaela Ghitescu, Editora ALLFA, 1997.
Antonio Olinto apresenta Confúcio e o Caminho do Meio - Rio de Janeiro, Editora Bhum - Ao Livro Técnico- 2001.
African Art Collection, tradução inglesa de Ira Lee, Printing and Binding, Londres, 1982.
A Invenção da Verdade - crítica de poesia, Editorial Nórdica, 1983
A Verdade da Ficção - crítica literária, COBRAG, 1966
Cadernos de Crítica - crítica literária, Liv. José Olympio Editora, 1958
Ainá no Reino do Baobá - literatura infantil, LISA, 1979
A Casa da Água - romance, Edições Bloch, 1969, Círculo do Livro, 1975, Círculo do Livro, 1988, Difel, 1983, Nórdica, 1988, 5ª edição, Nova Fronteira, 1999 A Casa da Água
The Water House - tradução inglesa de Dorothy Heapy, Edição Rex Collings, 1970, tradução inglesa de Dorothy Heapy, Thomas Nelson and Sons Ltd, Walton-on-Thames, 1982, tradução americana Carrol & Graff, 1985
La Maison d'Eau - tradução francesa de Alice Raillard, Edição Stock, 1973
La Casa del Água - tradução argentina de Santiago Kovadlof, Editorial Losada, 1972.
Bophata Kyka,(Macedônio), Macedônia Makepohcka Khnra (km), Skopje, 1992.
Dom Nad Woda - tradução polonesa de Elizabeth Reis, edição Wydawnictwo Literackie, 1983. (Dom Nad Woda, edição Braille polonês, Polska Braille, 1985)
Casa dell'Acqua - tradução italiana de Sonia Rodrigues, Edição Jaca Book, 1987.
O Cinema de Ubá - romance, Liv. José Olympio Editora, 1972.
Copacabana - romance, LISA, 1975, Coleção Lisa Biblioteca da Literatura Brasileira LISA, 1975, Editora Nórdica, 1981, tradução romena de Micaela Ghitescu, Univers, 1993.
O Rei de Keto - romance, Editorial Nórdica, 1980, Le Roi de Ketu, tradução francesa de Geneviève Leibrich, Edição Stock, 1983, Il Re di Keto, tradução italiana de Sonia Rodrigues, Edição Jaca Book, 1984, The King of Ketu - tradução inglesa Richard Chappell, edição Rex Collings, Londres, 1987, Kungen av Ketu - tradução sueca de Marianne Eyre, Edição Norstedts, Estocolmo, 1988.
Os Móveis da Bailarina - novela, Edição Nórdica, 1985, The Dancer's Furniture - tradução inglesa de C. Benson, Editorial Nórdica, 1994, I Mobili della Ballerina - tradução italiana de Bruno Pistocchi, L`Umana Avventura, 1986, Les Meubles de la Danseuse, tradução francesa, L`Aventure Humaine, 1986, Die Möbel der Tänzerin, tradução alemã, Humanis, 1987, Mobilele Dansatoarei - tradução romena de Micaela Ghitescu, Edição Nórdica, 1994.
Trono de Vidro - romance, Editorial Nórdica, 1987, Trono di Vetro - tradução italiana de Adelina Aletti, Jaca Book, 1993, The Glass Throne - tradução inglesa de Richard Chappell, Sel Press, 1995.
Tempo de Palhaço - romance, Editorial Nórdica, 1989, Timpul Paiatelor - tradução romena de Micaela Ghitescu, Editura Univers, Bucaresti, 1994.
Sangue na Floresta - romance, Editorial Nórdica, 1993.
Alcacer-Kibir - romance histórico, Editora CEJUP, 1997.
A dor de cada um - primeiro romance da Coleção Anjos de Branco, Mondrian, 2001.
Ary Barroso, história de uma paixão - romance, Mondrian, 2003.
O Menino e o Trem - contos, Editora Ao Livro Técnico, 2000.
Regras práticas para bem escrever / Laudelino Freire (1873-1937) - ampliada e atualizada por Antônio Olinto, Lótus do Saber Editora [1], 2000.
Autobiografia de um Iogue [2] / Paramahansa Yogananda (1893-1952) - traduzido por Antônio Olinto em 2000, Lótus do Saber Editora, 2007,2008,2009.
Minidicionário Poliglota - dicionário, Editora Lerlisa.
Minidicionário Antonio Olinto: inglês-português, português-inglês - dicionário, Editora Saraiva, 1999.
Minidicionário Antonio Olinto: espanhol-português, português- espanhol - dicionário, Editora Saraiva, 2000.
Minidicionário Antonio Olinto da língua portuguesa - dicionário, Editora Moderna, 2000
Referências? Pela grafia original, Antonio Olyntho Marques da Rocha.
Perfil no sítio da Academia Brasileira de Letras Precedido porAntônio Calado
ABL - quinto acadêmico da cadeira 81997 ? 2009
Sucedido porCleonice Berardinellivde Academia Brasileira de Letras
História
Presidentes
Sócios
Patronos e membros da Academia Brasileira de LetrasCadeiras 1 a 101 (Adelino Fontoura)Luís Murat
Afonso d'Escragnolle Taunay
Ivan Monteiro de Barros Lins
Bernardo Élis
Evandro Lins e Silva
Ana Maria Machado2 (Álvares de Azevedo)Coelho Neto
João Neves da Fontoura
Guimarães Rosa
Mário Palmério
Tarcísio Padilha

3 (Artur de Oliveira)Filinto de Almeida
Roberto Simonsen
Aníbal Freire da Fonseca
Herberto Sales
Carlos Heitor Cony
Joaquim Falcão

4 (Basílio da Gama)Aluísio Azevedo
Alcides Maia
Viana Moog
Carlos Nejar

5 (Bernardo Guimarães)Raimundo Correia
Osvaldo Cruz
Aloísio de Castro
Cândido Mota Filho
Rachel de Queiroz
José Murilo de Carvalho

6 (Casimiro de Abreu)Teixeira de Melo
Artur Jaceguai
Goulart de Andrade
Barbosa Lima Sobrinho
Raimundo Faoro
Cícero Sandroni

7 (Castro Alves)Valentim Magalhães
Euclides da Cunha
Afrânio Peixoto
Afonso Pena Júnior
Hermes Lima
Pontes de Miranda
Dinah Silveira de Queiroz
Sérgio Correia da Costa
Nelson Pereira dos Santos
Cacá Diegues

8 (Cláudio Manuel da Costa)Alberto de Oliveira
Oliveira Viana
Austregésilo de Ataíde
Antônio Calado
Antônio Olinto
Cleonice Berardinelli

9 (Gonçalves de Magalhães)Carlos Magalhães de Azeredo
Marques Rebelo
Carlos Chagas Filho
Alberto da Costa e Silva10 (Evaristo da Veiga)Ruy Barbosa
Laudelino Freire
Osvaldo Orico
Orígenes Lessa
Lêdo Ivo
Rosiska Darcy de Oliveira
Cadeiras 11 a 2011 (Fagundes Varela)Lúcio de Mendonça
Pedro Lessa
Eduardo Ramos
João Luís Alves
Adelmar Tavares
Deolindo Couto
Darcy Ribeiro
Celso Furtado
Hélio Jaguaribe
Ignácio de Loyola Brandão12 (França Júnior)Urbano Duarte
Antônio Augusto de Lima
Vítor Viana
José Carlos de Macedo Soares
Abgar Renault
Lucas Moreira Neves
Alfredo Bosi

13 (Francisco Otaviano)Alfredo d'Escragnolle Taunay
Francisco de Castro
Martins Júnior
Sousa Bandeira
Hélio Lobo
Augusto Meyer
Francisco de Assis Barbosa
Sérgio Paulo Rouanet

14 (Franklin Távora)Clóvis Beviláqua
Carneiro Leão
Fernando de Azevedo
Miguel Reale
Celso Lafer

15 (Gonçalves Dias)Olavo Bilac
Amadeu Amaral
Guilherme de Almeida
Odilo Costa Filho
Marcos Barbosa
Fernando Bastos de Ávila
Marco Lucchesi

16 (Gregório de Matos)Araripe Júnior
Félix Pacheco
Pedro Calmon
Lygia Fagundes Telles

17 (Hipólito da Costa)Sílvio Romero
Osório Duque-Estrada
Edgar Roquette-Pinto
Álvaro Lins
Antônio Houaiss
Affonso Arinos de Mello Franco

18 (João Francisco Lisboa)José Veríssimo
Barão Homem de Melo
Alberto Faria
Luís Carlos
Pereira da Silva
Peregrino Júnior
Arnaldo Niskier

19 (Joaquim Caetano)Alcindo Guanabara
Silvério Gomes Pimenta
Gustavo Barroso
Silva Melo
Américo Jacobina Lacombe
Marcos Almir Madeira
Antônio Carlos Secchin20 (Joaquim Manuel de Macedo)Salvador de Mendonça
Emílio de Meneses
Humberto de Campos
Múcio Leão
Aurélio de Lira Tavares
Murilo Melo Filho
Cadeiras 21 a 3021 (Joaquim Serra)José do Patrocínio
Mário de Alencar
Olegário Mariano
Álvaro Moreira
Adonias Filho
Dias Gomes
Roberto Campos
Paulo Coelho22 (José Bonifácio)Medeiros e Albuquerque
Miguel Osório de Almeida
Luís Viana Filho
Ivo Pitanguy
João Almino

23 (José de Alencar)Machado de Assis
Lafayette Rodrigues Pereira
Alfredo Pujol
Otávio Mangabeira
Jorge Amado
Zélia Gattai
Luiz Paulo Horta
Antônio Torres

24 (Júlio Ribeiro)Garcia Redondo
Luís Guimarães Filho
Manuel Bandeira
Cyro dos Anjos
Sábato Magaldi
Geraldo Carneiro

25 (Junqueira Freire)Franklin Dória
Artur Orlando da Silva
Ataulfo de Paiva
José Lins do Rego
Afonso Arinos de Melo Franco
Alberto Venancio Filho

26 (Laurindo Rabelo)Guimarães Passos
João do Rio (Paulo Barreto)
Constâncio Alves
Ribeiro Couto
Gilberto Amado
Mauro Mota
Marcos Vilaça

27 (Maciel Monteiro)Joaquim Nabuco
Dantas Barreto
Gregório da Fonseca
Levi Carneiro
Otávio de Faria
Eduardo Portella
Antonio Cicero

28 (Manuel Antônio de Almeida)Inglês de Sousa
Xavier Marques
Menotti Del Picchia
Oscar Dias Correia
Domício Proença Filho

29 (Martins Pena)Artur de Azevedo
Vicente de Carvalho
Cláudio de Sousa
Josué Montello
José Mindlin
Geraldo Holanda Cavalcanti30 (Pardal Mallet)Pedro Rabelo
Heráclito Graça
Antônio Austregésilo
Aurélio Buarque de Holanda
Nélida Piñon
Cadeiras 31 a 4031 (Pedro Luís)Guimarães Júnior
João Ribeiro
Paulo Setúbal
Cassiano Ricardo
José Cândido de Carvalho
Geraldo França de Lima
Moacyr Scliar
Merval Pereira32 (Manuel de Araújo Porto-Alegre)Carlos de Laet
Ramiz Galvão
Viriato Correia
Joracy Camargo
Genolino Amado
Ariano Suassuna
Zuenir Ventura

33 (Raul Pompeia)Domício da Gama
Fernando Magalhães
Luís Edmundo
Afrânio Coutinho
Evanildo Bechara

34 (Sousa Caldas)João Manuel Pereira da Silva
Barão do Rio Branco
Lauro Müller
Aquino Correia
Raimundo Magalhães Júnior
Carlos Castelo Branco
João Ubaldo Ribeiro
Evaldo Cabral de Mello

35 (Tavares Bastos)Rodrigo Otávio
Rodrigo Otávio Filho
José Honório Rodrigues
Celso Cunha
Cândido Mendes de Almeida

36 (Teófilo Dias)Afonso Celso
Clementino Fraga
Paulo Carneiro
José Guilherme Merquior
João de Scantimburgo
Fernando Henrique Cardoso

37 (Tomás Antônio Gonzaga)Silva Ramos
Alcântara Machado
Getúlio Vargas
Assis Chateaubriand
João Cabral de Melo Neto
Ivan Junqueira
Ferreira Gullar
Arno Wehling

38 (Tobias Barreto)Graça Aranha
Santos Dumont
Celso Vieira de Matos Melo Pereira
Maurício Campos de Medeiros
José Américo de Almeida
José Sarney

39 (Francisco Adolfo de Varnhagen)Oliveira Lima
Alberto de Faria
Rocha Pombo
Rodolfo Garcia
Elmano Cardim
Otto Lara Resende
Roberto Marinho
Marco Maciel40 (Visconde do Rio Branco)Eduardo Prado
Afonso Arinos
Miguel Couto
Alceu Amoroso Lima
Evaristo de Moraes Filho
Edmar BachaPortal da Literatura
Academias de letras do Brasil Portal da Academia Brasileira de Letras Portal da arte Portal do Brasil Portal de Minas Gerais Portal da educação
Controle de autoridade
: Q3470337
WorldCat
VIAF: 69050925
BNF: 12628985h
FAST: 8286
ISNI: ID
LCCN: n50025101
NTA: 073111341
SUDOC: 050122088
Itaú Cultural: antonio-olinto