criar site 1 centavo em Xanxerê

Encontre criar site 1 centavo em Xanxerê na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Centavo

Centésima parte: centésimo.


Centavo

Moeda portuguesa, que é a centésima parte de um escudo e correspondente a 10 reis do anterior sistema monetário.


Xanxerê


Município de Xanxerê
"Capital Estadual do Milho""Campina da Cascavel"
Igreja Matriz da CidadeBandeiraBrasãoHino
Aniversário27 de fevereiro
Fundação27 de fevereiro de 1954 (65 anos)
Gentílicoxanxerense
Padroeiro(a)Senhor Bom Jesus
CEP89.820-000
Prefeito(a)Avelino Menegolla[1] (PSD)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Xanxerê em Santa CatarinaXanxerê Localização de Xanxerê no Brasil
26° 52' 37" S 52° 24' 14" O26° 52' 37" S 52° 24' 14" O
Unidade federativaSanta Catarina
MesorregiãoOeste Catarinense IBGE/2008[2]
MicrorregiãoXanxerê IBGE/2008[2]
Região metropolitanaRegião Metropolitana de Chapecó
Municípios limítrofesFaxinal dos Guedes, Xaxim, Arvoredo, Bom Jesus, Ipuaçu, Lajeado Grande, Xavantina
Distância até a capital508 km
Características geográficas
Área377,764 km² [3]
População50 309 hab. Censo IBGE/2017[3]
Densidade133,18 hab./km²
Altitude800 m
ClimaSubtropical úmido
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,775 alto PNUD/2010[4]
PIBR$ 882 527,825 mil IBGE/2008[5]
PIB per capitaR$ 21 130,29 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeiturahttps://www.xanxere.sc.gov.br/
Câmarahttp://www.camaraxanxere.sc.gov.br/Xanxerê é um município brasileiro localizado no oeste do estado de Santa Catarina, distando 508 km da capital estadual, Florianópolis. Sendo uma cidade média-pequena com uma população estimada em 50 309 habitantes, é a terceira maior cidade do oeste catarinense (atrás de Chapecó e Concórdia). É sede da Região Geográfica Imediata de Xanxerê, composta por 13 municípios, e está inserida na Região Metropolitana de Chapecó, na Bacia do rio Uruguai.[6]
Destaca-se pela qualidade de vida oferecida a seus moradores e por ser um importante entroncamento rodoviário regional, favorecendo o comércio com o Mercosul. Exerce significativa influência no oeste catarinense, seja do ponto de vista econômico, cultural ou político. Segundo o IBGE, Xanxerê é uma das cidades que mais cresce no estado e é a 22ª economia de Santa Catarina.[7]
Ostenta o título de "Capital estadual do milho" graças ao seu forte potencial na agroindústria. A cultura predominante é a italiana e a alemã, trazida por imigrantes que chegaram no início do século XX, procedentes em sua maioria do Rio Grande do Sul.Índice1 Etimologia
2 História2.1 Origens e disputas territoriais
2.2 Fundação e História recente
3 Geografia3.1 Limites
3.2 Topografia
3.3 Clima
4 Subdivisões4.1 Divisão Administrativa
5 Economia
6 Infraestrutura6.1 Meios de Comunicação
6.2 Transportes
6.3 Aeroporto Regional João Winckler
6.4 Educação
7 Turismo7.1 Cascata S. Manela
7.2 Praça Tiradentes
7.3 Kartódromo Jean Paulo Picinatto
7.4 Parque de Exposições Rovilho Bortoluzzi
7.5 CTG Espelho da Tradição
8 Referências
9 Ver também
10 Ligações externasEtimologia[editar | editar código-fonte]
Na língua indígena Kaingang, Xanxerê significa "Campina da Cascavel", através da junção dos termos xãxã ("cascavel") e rê ("campo, campina")[8].História[editar | editar código-fonte]
Origens e disputas territoriais[editar | editar código-fonte]
Até o início do século XIX, índios guaranis e kaingangs habitavam a região de Xanxerê. Nesta época, estabeleceram-se na região alguns fazendeiros, dando início ao ciclo da madeira e pecuária. Anos mais tarde, imigrantes vindos do Rio Grande do Sul, descendentes de italianos e alemães, radicaram-se na cidade, que havia sido uma área de litígios entre o Brasil e a Argentina.[9]
Criaram-se duas colônias militares (decreto nº 2.502 de 16 de novembro de 1859)[10] denominadas Chapecó ("Xapecó") e Chopim. O capitão José Bernardino Bormann foi incumbido da tarefa, fundando a Colônia Militar de Chapecó em 1880, instalada efetivamente em 14 de março de 1882. Bormann dirigiu a colônia (também conhecida como colônia de Xanxerê) durante dezessete anos. Faleceu em 1919 no Rio de Janeiro, no posto de marechal. A colônia foi extinta em 1890, tornando-se distrito do município de Palmas, no Paraná. Na época pertencia a Santa Catarina, com o nome de Distrito de Generozópolis.[11]
Um litígio quanto aos limites entre Santa Catarina e Paraná, provocou em 1916, a intervenção do presidente da república Venceslau Brás, que resolveu a questão junto com o General Felipe Schmidt, governador de Santa Catarina e o Coronel Cavalcanti, governador do Paraná.
Santa Catarina passa a ser dividido em novos municípios, entre eles Chapecó, com a Lei Estadual nº 1.147, de 24 de agosto de 1917.[9] É nomeado provisoriamente para superintendente municipal (equivalente a prefeito nos dias atuais), o coronel Manoel dos Santos Marinho.
Nas primeiras eleições realizadas em Passo Bormann, Xanxerê, São Domingos, Campo Erê e Barracão, distritos do município de Chapecó, foi eleito o próprio coronel Marinho, que nomeou o José Julio Farrapo como intendente em Xanxerê, através da Resolução nº 05 de 1 de Setembro de 1917. A sede do município é transferida pelo governador Hercílio Luz para o distrito de Xanxerê em 5 de novembro de 1919, através da Lei nº 1.260. Em 5 de dezembro de 1923, a sede muda novamente, desta vez para Passo Bormann, passando o distrito de Xanxerê a ser denominado "Rui Barbosa", pertencente à comarca de Chapecó até dezembro de 1929, quando voltou novamente a chamar-se Xanxerê. Em 3 de outubro de 1929, pela Lei Estadual nº 1.645, Xanxerê volta a ser sede do município de Chapecó.[9]
O General Ptolomeu de Assis Brasil, com a revolução de 1930, assume a função de governador do estado, designando para prefeito de Chapecó, Nicácio Portela Diniz, que novamente instalou a sede do município em Passo Bormann. Com a morte de Portela em fevereiro de 1931, assume o cargo João Candido Marinho, capitão da Força Pública do Estado, que pediu ao governador que a sede municipal fosse para o povoado de Passo dos Índios. Em 1938, a sede muda o nome de Passo dos Indios para Chapecó, que passou a fazer parte do recém criado Território do Iguaçú em 1943. O território foi extinto em 1946 e Xanxerê e outros distritos integrantes de Chapecó passaram novamente para o território catarinense.
Muitas famílias migraram para a região, vindas principalmente do Rio Grande do Sul. No Censo realizado no ano de 1950, havia 1 311 habitantes na área urbana de Xanxerê (643 homens e 668 mulheres). Xanxerê registrava na época uma das maiores populações rurais do estado, com 86,7% de sua população vivendo na área rural.[11]Fundação e História recente[editar | editar código-fonte]
Xanxerê passou a se desenvolver e em 17 de dezembro de 1953 a vila se emancipou, sendo criado o município de Xanxerê, sendo instalado oficialmente em 27 de fevereiro de 1954. Foi designado pelo governador Irineu Bornhausen, o professor Teodósio Mauricio Wanderley, como prefeito provisório de Xanxerê.
As primeiras eleições foram realizadas em 3 de outubro de 1954. Saiu vitorioso das urnas o candidato Adilio Fortes (PSD), que foi o primeiro prefeito eleito do município.[11]Geografia[editar | editar código-fonte]
Com uma população estimada em 2017 pelo IBGE de aproximadamente 50 309 habitantes, localiza-se a uma latitude 26º52'37" sul e a uma longitude 52º24'15" oeste, estando a uma altitude de 800 metros.[3] A área do município é de 377 764 km². É sede da Região Geográfica Imediata de Xanxerê e pertence à Região Geográfica Intermediária de Chapecó Vista panorâmica do centro da cidade
Limites[editar | editar código-fonte]
O município limita-se com: Faxinal dos Guedes, Xaxim, Arvoredo, Bom Jesus, Ipuaçu, Lajeado Grande, Entre Rios e Xavantina
Topografia[editar | editar código-fonte]
O município encontra-se dentro da serra geral, pertencente ao grupo geológico denominado São Bento, constituído basicamente por rochas vulcânicas e vulcanismos basálticos, possui relevo forte ondulado com terra roxa estruturada.[12]Clima[editar | editar código-fonte]
O clima é considerado mesotérmico úmido com verões quentes e invernos frios, sendo a sua temperatura média anual de 18,7 °C. Segundo o EPAGRI/CIRAM, em Xanxerê foi registrada a segunda menor temperatura, em registros oficiais, já observada no Brasil, de -11,6 °C, em 25 de junho de 1945 (a menor foi de -14 °C em Caçador, no mesmo estado, em 11 de junho de 1952).[13][14] No período de 1945 a 1990, a menor temperatura registrada no município foi de -11,6 °C em 6 de agosto de 1963,[15] e a maior atingiu 36,2 °C em 3 de janeiro de 1963.[16] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 145 mm em 27 de outubro de 1966. Outros grandes acumulados foram 132,5 mm em 16 de abril de 1971, 120 mm em 10 de janeiro de 1975, 117,9 mm em 27 de setembro de 1972, 112,9 mm nos dias 2 de outubro de 1975 e 20 de maio de 1983, 108,6 mm em 8 de novembro de 1969, 105,1 mm em 21 de abril de 1971, 103,8 mm em 11 de julho de 1983, 103,3 mm em 26 de agosto de 1972, 102 mm em 31 de agosto de 1974 e 100,1 mm em 8 de julho de 1983.[17] O menor índice de umidade relativa do ar foi registrado em 27 de outubro de 1981, de 15%.[18]
Dados climatológicos para Xanxerê (1961-1990)
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima recorde (°C)36,2343430,829,628,128,230,632,533,234,835 36,2
Temperatura máxima média (°C)27,827,826,62421,619,420,321,522,624,125,827,1 24,1
Temperatura média (°C)21,221,320,317,515,113,213,714,71617,519,220,7 17,5
Temperatura mínima média (°C)16,316,615,512,410,28,68,99,71111,913,615,5 12,5
Temperatura mínima recorde (°C)433,60-3,8-11,6-11,1-7,9-3,801,64,4 -11,6
Chuva (mm)223,9222,3192,4141,8148,6164,4162,2186,3220,7221,8170,5172,6 2 227,4
Dias com chuva (? 1 mm)1313128899101211910 124
Umidade relativa (%)80,380,78179,979,780,277,176,976,276,275,177,4 78,4
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET).[15][16][19][20][21][22][23][24] Subdivisões[editar | editar código-fonte]
Divisão Administrativa[editar | editar código-fonte]
O município de Xanxerê é constituído pelo distrito sede e pelo distrito de Cambuinzal. O distrito Sede de Xanxerê possui uma área de 13 km² e uma malha viária urbana de 141,5 km², e é formado por 29 bairros:[12]
Aparecida
Bela Vista
Bortolon
Castelo Branco
Centro
Colatto
Esportes
Frederico Ferronato
Jardim Tarumã
João Batista Tonial
João Winckler
La Salle
Leandro
Maria Winckler
Matinho
Monte Castelo
Nossa Senhora de Fátima
Nossa Senhora de Lourdes
Pinheiros
Primo Tacca
Santa Cruz
Santos Dias
São Jorge
São Pedro
São Romero
Sufiatti
Veneza
Vila Césamo
Vista AlegreEconomia[editar | editar código-fonte]
A base da economia está constituída no setor primário, principalmente no plantio de milho, soja, feijão e trigo. Também se destacam a criação de aves, suínos, bovinos e ovinos e a apicultura, considerada fonte expressiva de renda do município. Essa região é bastante favorável a plantações, pois um modelo fundiário de milhares de pequenas propriedades integradas com a agroindústria. Isso favorece o surgimento de pequenas indústrias e empresas prestadoras de serviços, que resulta em elevados níveis de produtividade. Pode-se dizer que Xanxerê é dos municípios mais desenvolvidos do Oeste catarinense e o segundo maior criador de gado de corte do Estado.Infraestrutura[editar | editar código-fonte]
Meios de Comunicação[editar | editar código-fonte]
Xanxerê possui, uma emissora de TV afiliada a Rede Record de Televisão (RIC TV Xanxerê - atualmente não produzindo conteúdo local, somente publicidade deste modo recebendo apenas a retransmissão da RIC TV Chapecó utilizando tanto canal analógico - 3 vhf - quanto digital - 3.1 (28 uhf)), 2 canais analógicos (NSC TV Chapecó e Record News SC) e outros 2 canais digitais (SBT Santa Catarina e TV Evangelizar), estações retransmissoras de emissoras que integram as principais redes de TV do Brasil. Possui ainda cinco emissoras de rádio: três FM (duas comerciais - 101 FM, Momento FM - e uma comunitária - Xanxerê FM) e duas AM (Rádio Princesa e Difusora). A cidade possui quatro jornais impressos e dois portais da internet com notícias da cidade e região.Transportes[editar | editar código-fonte]
O principal acesso a Xanxerê é pela rodovia BR-282, recentemente duplicada, para quem vem do litoral ou do oeste. Pela SC-480, para quem vem do norte. Pela SC-155, para quem vem do sul. Também é possível chegar utilizando o Aeroporto de Xanxerê para aeronaves de pequeno porte e que conta com serviço de Táxi aéreo 24h ou pelo Aeroporto de Chapecó, distante cerca de 55 km, e que conta com voos regulares para todo o país através das empresas Gol Linhas Aéreas, Avianca e Azul Linhas Aéreas Brasileiras .O transporte público é providenciado por uma empresa de ônibus local que opera diversas linhas diárias que interligam os bairros da área urbana.[25]Aeroporto Regional João Winckler[editar | editar código-fonte]
Sua pista de 1 149 metros de comprimento, por 18 metros de largura, está localizada a uma altitude de 898 metros e recebeu classificação Código 1-VFR, o que possibilita peso máximo de decolagem de 11 000 quilogramas, e permite pousos e decolagens de aviões com capacidade de aproximadamente 40 passageiros. É totalmente asfaltada e sinalizada e tem capacidade para operar no período noturno. Com a pavimentação da pista, já há manifestação de empresas para implantar uma linha de voo regular em Xanxerê, que funcionaria como uma alternativa aos voos do Aeroporto de Chapecó.[26]Educação[editar | editar código-fonte]
Segundo o IBGE, Xanxerê conta com 26 escolas de nível fundamental e 07 de nível médio. Entre as principais instituições de ensino técnico estão presentes o Instituto Federal de Santa Catarina, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial e Colégio La Salle. Entre as principais instituições de ensino superior estão presentes a Universidade do Oeste de Santa Catarina, Universidade Estácio de Sá, Centro Universitário Internacional e Universidade Salvador.Turismo[editar | editar código-fonte]
Cascata S ManellaXanxerê atrai os visitantes com cascatas escondidas no meio da mata, com a cultura indígena e com a abundância de recursos naturais. Pode ser visitado o Posto Indígena Xapecó, uma reserva indígena e florestal habitada por índios kaingangs, guaranis e xoklengs ? eles confeccionam arcos, flechas, cestas e balaios, que vendem no local. Outro destaque é o museu de entomologia e a Casa da Cultura Maria Rosa. Xanxerê é uma das maiores cidades do Oeste catarinense e conta com boa infraestrutura turística.
Cascata S. Manela[editar | editar código-fonte]
Não deixe de conhecer as três cascatas do Rio Chapecozinho, na divisa do município com a reserva indígena. Apesar das corredeiras, o rio permite a travessia a pé, por ter o fundo lajeado. Vá também à Ilha do Rio Chapecozinho, situada antes das cascatas e à Cascata S. Manella (Salomão Manella), um conjunto de três saltos com grande volume de água, em meio à mata preservada, ali existe área para camping, churrasqueiras, restaurantes, mesas, campos de futebol e sanitários. É o principal ponto de atração turística da cidade, a cascata ganhou um selo turístico da Embratur para desenvolvimento do turismo. Uma reserva ecológica que atrai muitos turistas anualmente. Durante o verão, mais de 1.000 famílias de toda a região acampam à margem do rio. Agora está em más condições, mas em torno de um ano será melhorada. "Milho de 50m de altura", localizado no parque de exposições Rovilho Bortoluzzi
Praça Tiradentes[editar | editar código-fonte]
É o cartão postal do centro da cidade e uma das praças mais arborizadas e harmoniosas da região. Atrai milhares de pássaros das espécies chupim e pardais todas as tardes, num raro espetáculo. Durante o verão as árvores servem de pousada também para o ciclo das andorinhas. Sendo que foi revitalizada e inaugurada na celebração dos 56 anos.Kartódromo Jean Paulo Picinatto[editar | editar código-fonte]
É uma atração a mais para quem gosta de velocidade. Periodicamente o Automóvel Clube realiza provas locais regionais, estaduais e interestaduais, atraindo kartistas do sul do Brasil.Parque de Exposições Rovilho Bortoluzzi[editar | editar código-fonte]
Localizado às margens da BR-282 tem uma área de 200 mil m² e sedia a ExpoFemi (Exposição Festa Estadual do Milho), uma das maiores e melhores expo-feiras do Sul do país.CTG Espelho da Tradição[editar | editar código-fonte]
As tradições gaúchas também fazem parte da cultura do povo xanxerense, que preserva com orgulho as tradições herdadas de antepassados através de vários CTGs. O CTG Espelho da Tradição realiza anualmente o Rodeio Interestadual, além de fandangos tradicionalistas. São festas que homenageiam as etnias, demonstram a integração dos povos e a preservação dos costumes e tradiçõesReferências? «Eleições 2016 - Avelino Menegolla é prefeito eleito de Xanxerê pelo PSD na coligação SOMOS TODOS XANXERÊ» Acessado em 25 de abril de 2016? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b c Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2014 http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=421950&search=santa-catarina. Consultado em 8 de maio de 2015 Parâmetro desconhecido |t%C3%ADtulo= ignorado (ajuda); Em falta ou vazio |título= (ajuda)? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 15 de fevereiro de 2014 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? «Centro sub-regional». Wikipédia, a enciclopédia livre. 2 de fevereiro de 2017 ? «IBGE | Brasil em Síntese». www.cidades.ibge.gov.br. Consultado em 2 de maio de 2017 ? http://www.portalkaingang.org/Lgua_Kaingang.pdf? a b c Xanxerê? Decreto nº 2.502, de 16 de Novembro de 1859? a b c História do município de Xanxerê? a b «Aspecto Geográfico - Aspecto Geográfico - Município de Xanxerê». www.xanxere.sc.gov.br. Consultado em 2 de maio de 2017 ? EPAGRI/CIRAM. «Informações sobre o tempo». Consultado em 23 de março de 2017 ? «Quarta-feira pode ter recorde de temperatura mínima neste ano em Santa Catarina» A Notícia - Joinville, 13 de julho de 2010.? a b «BDMEP - Série Histórica - Dados Diários - Temperatura Mínima (°C) - Xanxerê». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 23 de junho de 2015 ? a b «BDMEP - Série Histórica - Dados Diários - Temperatura Máxima (°C)- Xanxerê». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 23 de junho de 2015 ? «BDMEP - Série Histórica - Dados Diários - Precipitação (mm) - Xanxerê». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 23 de junho de 2015 ? «BDMEP - Série Histórica - Dados Horários - Umidade Relativa (%) - Xanxerê». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 23 de junho de 2015 ? «Temperatura Média Compensada (°C)». Instituto Nacional de Meteorologia. 1961?1990. Consultado em 8 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 5 de maio de 2014 ? «Temperatura Máxima (°C)». Instituto Nacional de Meteorologia. 1961?1990. Consultado em 8 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 5 de maio de 2014 ? «Temperatura Mínima (°C)». Instituto Nacional de Meteorologia. 1961?1990. Consultado em 8 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 5 de maio de 2014 ? «Precipitação Acumulada Mensal e Anual (mm)». Instituto Nacional de Meteorologia. 1961?1990. Consultado em 8 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 5 de maio de 2014 ? «Número de Dias com Precipitação Maior ou Igual a 1 mm (dias)». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 8 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 5 de maio de 2014 ? «Umidade Relativa do Ar Média Compensada (%)». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 8 de agosto de 2014. Cópia arquivada em 5 de maio de 2014 ? «Conheça a Auto Viação - Auto Viação Xanxerê». Auto Viação Xanxerê. Consultado em 2 de maio de 2017 ? «Aeroporto de Xanxerê». Wikipédia, a enciclopédia livre. 25 de abril de 2017
Ver também[editar | editar código-fonte]
Lista de municípios de Santa Catarina por data de criação
Lista de municípios de Santa Catarina por população
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre XanxerêPágina da prefeitura
Página da câmara de vereadores
Página da Festa Estadual do Milho
Xanxerêvde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [1] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)vdeRegião Metropolitana de ChapecóNúcleo metropolitanoÁguas de Chapecó * Águas Frias * Arvoredo * Chapecó * Coronel Freitas * Guatambu * Nova Erechim * Nova Itaberaba * Paial * Pinhalzinho * Planalto Alegre * Saudades * São Carlos * Seara * Xanxerê * XaximÁrea de expansãoCaxambu do Sul * Cunhataí * Faxinal dos Guedes * Itá * Marema * Palmitos * Quilombo * União do Oeste * Xavantina Santa Catarina, Brasilvde Canais de televisão aberta de XanxerêVHF analógico
03 RIC TV (RecordTV)
05 NSC TV (Globo)
07 Record News SC (Record News)
Sinal digital
23 (27.1) SBT Santa Catarina (SBT)
28 (3.1) RIC TV HD
51.1 TV Evangelizar
Autorizados ouem implantação
31 (7.1) Record News SC HD
34 (5.1) NSC TV HD
39 (9.1) Band HD
21 (21.1) RCI
Sem sinal
09 TV Barriga Verde (Band)
Extintas
27 SBT SC (SBT) (2007-2017)
Predefinições deregiões adjacentes
Chapecó
Joaçaba
vdeEstações de rádio de XanxerêRádio FMRádios comunitárias285 (104,9 MHz)Por frequência (MHz)250 (97,9 MHz)
267 (101,3 MHz)

Por nomeRádio Momento FM
Rádio 101 FM (Sistema Princesa)
Rádio AMPor frequência (kHz)960 kHz
1.130 kHzPor nomeRádio Difusora
Rádio Princesa

Predefinições de regiões adjacentes
Chapecó
Joaçaba Portal do Brasil Portal de Santa Catarina