criar site 1 centavo em Zabelê

Encontre criar site 1 centavo em Zabelê na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Centavo

Centésima parte: centésimo.


Centavo

Moeda portuguesa, que é a centésima parte de um escudo e correspondente a 10 reis do anterior sistema monetário.


Zabelê


Zabelê Gomes
Informação geral
Nome completoZabelê Gomes Nascimento1 de abril de 1975 (44 anos) OrigemRio de Janeiro,  Rio de Janeiro Nacionalidadebrasileira
Gênero(s)MPB, Pop Ocupação(ões)Cantora, compositora ProgenitoresMãe: Baby do BrasilPai: Pepeu Gomes Instrumento(s)Vocal
Período em atividade1997?presente Gravadora(s)WarnerIndependente Afiliação(ões)SNZ
Página oficialzabeleoficial.com.br


















Zabelê Gomes (Rio de Janeiro, 1 de abril de 1975) é uma cantora, compositora e bailarina brasileira.Índice1 Biografia1.1 Carreira solo
2 Discografia
3 Referências
4 Ligações externasBiografia[editar | editar código-fonte]
Filha de dois famosos nomes da música brasileira, Pepeu Gomes e Baby do Brasil,[1] Zabelê começou a cantar profissionalmente em 1995, enquanto estudava dança em Nova Iorque.
Em 1997, começou a carreira de cantora, como backing vocal de Pepeu Gomes e Baby do Brasil. No mesmo ano, formou o grupo SNZ, junto com as irmãs Nãna Shara e Sarah Shiva. O primeiro álbum do grupo foi lançado em 2000 pela Warner Music Brasil, com o primeiro single "Longe do Mundo" sendo lançado na trilha sonora do filme O Trapalhão e a Luz Azul.[2]
Em 2003, Sarah deixou o trio e o SNZ seguiu com uma dupla. No fim de 2009, as meninas anunciam que estavam encerrando de vez as atividades do duo, pois Nãna decidiu tomar a mesma decisão que a irmã Sarah e seguir carreira evangélica,[3] deixando o último trabalho Zunzum e Pronto como um presente de despedida para os fãs.Carreira solo[editar | editar código-fonte]
Após o fim do grupo, Zabelê foi a única que continuou na música, realizando turnês pelo Brasil com diversos músicos, cantando o repertório dos Novos Baianos. Seu primeiro álbum solo foi lançando em 2015,[3] puxado pela música "Nossas Noites". O segundo single deste trabalho foi a faixa "Prática", que ganhou um remix dançante em 2017,[4] recordando a sonoridade dos velhos tempos do grupo com as irmãs.Discografia[editar | editar código-fonte]
Para mais informações, ver Discografia de SNZ.Álbuns solo
Zabelê (2015)
Singles
Nossas Noites (2015)
Prática (2017)
Referências? «Pepeu Gomes», Dicionário MPB ? Trilha sonora de O Trapalhão e a Luz Azul, Pacific music, consultado em 25 de fevereiro de 2017, cópia arquivada em |arquivourl= requer |arquivodata= (ajuda) ?  Parâmetro desconhecido |fechaarchivo= ignorado (|arquivodata=) sugerido (ajuda)? a b «Zabelê se une a Domenico Lancellotti e Moreno Veloso na produção de um disco solo». O Globo. Consultado em 28 de setembro de 2013 ? Com mantra do "bem", filha de Baby defende família UOL Música. Pesquisa em 22/02/17
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Zabelê oficial
vdeSNZSarah Sheeva · Nãna Shara · ZabelêÁlbunsEstúdioSNZ (2000)  • Sarahnãnazabelê (2001)  • Zunzum e Pronto (2007)ColetâneaRemix Hits (2002)  • Nova Série - SNZ (2008)
Singles"Longe do Mundo" (1999)  • "Dancin' Days" (2000)  • "Retrato Imaginário" (2000)  • "Venha Dançar" (2000)  • "Nothing's Gonna Change My Love For You / Nada Vai Tirar Você de Mim" (2001)  • "Se Eu Pudesse" (2002)  • "DNA do Som" (2002)  • "Busca" (2007)  • "Maravilha" (2007)FilmografiaO Trapalhão e a Luz Azul (1999)  • Xuxa Popstar (2000)  • Artigos relacionadosDiscografia  • Baby do Brasil  • Pepeu Gomes
Portal da música Portal da cidade do Rio de Janeiro