software loja virtual em Volta Redonda


Encontre software loja virtual em Volta Redonda na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Loja

Casa térrea.
Pavimento térreo de, uma casa.
Casa para venda de mercadorias.
Oficina.
Habitação assobradada, ao rés do chão.
Casa de associação maçónica.


Loja

Designação do ânus da cavalgadura.


Virtual

Que existe como faculdade, mas sem exercício ou efeito actual.
Possível; susceptível de se realizar.
Potencial.
Diz-se do foco de um espelho, determinado pelo encontro dos prolongamentos geométricos dos raios luminosos.

Nota: Para o clube de futebol, veja Volta Redonda Futebol Clube.
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2014). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.?Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Volta Redonda
"Cidade do Aço""VR"
Vista parcial noturna da cidadeBandeiraBrasãoHino
Fundação17 de julho de 1954 (64 anos)
Gentílicovolta-redondense
LemaFlumen Fulmini Flexit "O rio ante o raio dobrou-se"
Padroeiro(a)Santo Antônio
Prefeito(a)Samuca Silva (PSDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Volta Redonda no Rio de JaneiroVolta Redonda Localização de Volta Redonda no Brasil
22° 31' 23" S 44° 06' 15" O22° 31' 23" S 44° 06' 15" O
Unidade federativaRio de Janeiro
Região intermediária
Volta Redonda-Barra Mansa IBGE/2017[1]Região imediata
Volta Redonda-Barra Mansa IBGE/2017[1]Municípios limítrofesBarra do Piraí, Barra Mansa, Pinheiral, Piraí e Rio Claro
Distância até a capital127 km
Características geográficas
Área182,483 km² [2]
População271 998 hab. estatísticas IBGE/2018[3]
Densidade1 490,54 hab./km²
Altitude390 m
Climatropical de altitude Cwa
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,771 (RJ: 4º) ? alto PNUD/2010[4]
PIBR$ 10 322 954,65 mil IBGE/2015[5]
PIB per capitaR$ 39 255,26 IBGE/2015[5]
Página oficial
Prefeiturawww.voltaredonda.rj.gov.brVolta Redonda é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro, Região Sudeste do país. Situado no Sul Fluminense, também é conhecido como a "Cidade do Aço", por abrigar a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). Localiza-se a 22º31'23" de latitude sul e 44º06'15" de longitude oeste, a uma altitude de 390 metros. É cortada pelo Rio Paraíba do Sul, que corre de oeste para leste, sendo a principal fonte de abastecimento de água do município e também responsável pelo seu nome, devido a uma curva do rio[6].
Sua população estimada em 2017 era de 265 201 habitantes[3] e a área é de 182,483 km², o que a torna a maior cidade do Sul Fluminense e a terceira maior do interior do estado. Uma pesquisa do IBGE, divulgada em 2013, classificou Volta Redonda como a segunda cidade com a maior vocação poluidora do estado, ficando atrás somente da capital, Rio de Janeiro.[7] Seu santo padroeiro é Santo Antônio e seu lema em latim é Flumen Fulmini Flexit, ou seja, "o rio ante o raio dobrou-se".
Volta Redonda está numa área estratégica, a 321 km da cidade de São Paulo, maior metrópole do Brasil, e a 131 km da cidade do Rio de Janeiro, segunda maior metrópole nacional e capital fluminense. Também está próxima de cidades-polos regionais de outros estados, como Juiz de Fora (181 km) e São José dos Campos (229 km) e de outras cidades importantes, como Angra dos Reis (93 km), Taubaté (189 km), Petrópolis (149 km), Resende (51 km), Cabo Frio (280 km), dentre outras. Possui o quarto mais alto IDH entre os municípios fluminenses, de 0.771 (em 2010), ficando atrás somente de Niterói e da capital, Rio de Janeiro, no Grande Rio, e de Rio das Ostras.[4]Índice1 História
2 Política
3 Subdivisão
4 Geografia4.1 Demografia
4.2 Religião
4.3 Qualidade de Vida
4.4 Etnias
4.5 Clima
4.6 Hidrografia
4.7 Relevo
5 Economia5.1 Setor primário
5.2 Setor secundário
5.3 Setor terciário
6 Transportes6.1 Transporte público
6.2 Veículos e Emplacamentos
6.3 Rodoviária e Terminais Rodoviários
6.4 Rodovias e Entroncamentos Viários
6.5 Transporte Aéreo
7 Turismo [23]
8 Sociedade8.1 Educação8.1.1 Instituições de ensino superior
8.2 Saúde
8.3 Segurança Pública e Defesa Civil
9 Cultura
10 Esporte10.1 Imprensa
10.2 Eventos
11 Galeria
12 Ver também
13 Referências
14 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
Até meados do século XVIII, a região era habitada pelos índios puris-coroados. A partir de então, começaram a chegar os seus primeiros ocupantes não índios, procedentes de "Nossa Senhora da Conceição do Campo Alegre da Paraíba Nova" (a atual cidade de Resende), à procura de ouro e pedras preciosas[6].
Em 1765, José Alberto Monteiro obteve, do vice-rei Antônio Álvares da Cunha,
conde da Cunha, uma sesmaria à margem do Rio Paraíba do Sul, onde, hoje, se encontra a maior parte do território do município, sendo considerado o primeiro "homem branco" a habitar suas terras. A partir de então, algumas povoações cresceram próximas às grandes fazendas de café que se formaram no século XIX, durante o ciclo do café.
Em 3 de outubro de 1832, foi criado o município de Barra Mansa. Parte considerável de Volta Redonda pertencia às suas terras. Por volta de 1860, foi criado o primeiro núcleo urbano, chamado "Arraial de Santo Antônio da Volta Redonda", no atual bairro histórico de Niterói. Em 1864, foi construída uma ponte de madeira sobre o Rio Paraíba do Sul, o que permitiu o escoamento da produção cafeeira das fazendas da margem direita do rio através do porto, que se localizava na margem esquerda. O porto permitia o comércio fluvial até a cidade de Barra do Piraí[6].
As primeiras aspirações de autonomia do lugarejo surgem em 1874, quando os moradores pleitearam a elevação do povoado à categoria de freguesia, sendo que, em 1926, Volta Redonda conseguiu o seu estabelecimento definitivo como oitavo distrito de Barra Mansa. As fazendas de café da região foram sendo gradualmente substituídas por fazendas de gado leiteiro quando do declínio da produção cafeeira após a abolição da escravatura, em 1888[6]. Cerimônia de instalação do Município de Volta Redonda, 1955. Arquivo Nacional.
Dessa época até a chegada da Companhia Siderúrgica Nacional, o então distrito denominado Santo Antônio de Volta Redonda (o oitavo do Município de Barra Mansa) cresceu lentamente, com o aparecimento de pequenas indústrias e cooperativas e pouco desenvolvimento estrutural e social.
Então, por volta de 1941, quando a usina começou a ser construída, Volta Redonda ganhou um desenvolvimento incomum, com a chegada de milhares de pessoas em busca de trabalho no "Eldorado" brasileiro. Em 1946, a Companhia Siderúrgica Nacional entrou em operação e a população de Volta Redonda continuou crescendo vertiginosamente com o surgimento de edificações por todos os lados.
Em 17 de julho de 1954, a "Cidade do Aço" se emancipou de Barra Mansa.
No entorno da siderúrgica, foi-se erguendo (na margem direita do Rio Paraíba) a vila operária, chamada então de "Cidade Nova", que só passaria à administração municipal em 1968 e que possuía melhor infraestrutura urbana e de serviços públicos que o restante do município, também chamado de "Cidade Velha" ou "Cidade Livre". Até essa data, a prefeitura da cidade somente administrava a área correspondente à margem esquerda e alguns poucos bairros situados na margem direita, que ainda careciam de vários serviços básicos.
Em 1973, a cidade foi declarada pelo governo federal "área de segurança nacional", situação que perdurou até 1985 e que impossibilitou a população de eleger o prefeito do município, sendo este indicado pelo presidente da República. Na década de 1980, várias greves na Companhia Siderúrgica Nacional (que contava com mais de 30 000 empregados diretos e indiretos na própria empresa e em outras coligadas, somente em Volta Redonda) agitaram o meio político e social do município, culminando, durante a Greve de 1988, com a morte de três operários no interior de sua usina por militares do Exército, o que foi acompanhado de grande mobilização popular.
Em 1993, com a privatização da siderúrgica, a cidade enfrentou redução no crescimento populacional e graves problemas econômicos, que só foram contornados com a intervenção do poder público e com a reorientação da economia municipal para o comércio e a prestação de serviços, sendo, atualmente, a mais forte nesses quesitos no sul fluminense.
A partir de meados da década de 1990, diversas obras de urbanização, remodelação do mobiliário urbano, bem como outras de engenharia de grande porte (viadutos, reforma do Estádio Municipal, praças, escolas, ginásios) deram nova feição à cidade, tida hoje como a de melhor qualidade de vida no interior do estado do Rio, segundo pequisa feita pela Universidade Federal Fluminense.Política[editar | editar código-fonte]
Poder Legislativo
O Poder Legislativo de Volta Redonda funciona no Palácio Vereador Francisco Evangelista Delgado, situado na avenida Lucas Evangelista de Oliveira Franco, no bairro Aterrado e conta hoje com 21 vereadores, sendo presidido atualmente pelo vereador Edson Carlos Quinto, do Partido da República (PR).
A Câmara de Vereadores da cidade é composta, atualmente, pelos seguinte nomes, eleitos para a legislatura 2016:NomePartido
Carlinho Sant´AnnaSD
Edson QuintoPR
Fábio BuchechaPTB
Fernando MartinsMDB
Washington GranatoPTC
Isaac Bernardo de AraújoPatriota
Jari Simão de Oliveira JúniorPSB
José Augusto de MirandaPDT
Laydson Carlos de Souza CruzMDB
Luciano MineirinhoPR
Maurício PessoaPSC
Nilton Alves de Faria "Nenem"PSB
NovaesPP
Pastor WashingtonPRB
Paulinho do Raio XMDB
Paulo ConradoPRTB
Rodrigo FurtadoPTC
Rosana BergonePRTB
Sidney DinhoPatriota
José Martins de Assis "Tigrão"MDB
Vair DuréPPPoder Executivo
Ver artigo principal: Poder Executivo de Volta Redonda Palácio 17 de Julho, sede da Prefeitura Municipal, no bairro AterradoVer artigo principal: Lista de prefeitos de Volta Redonda
O Poder Executivo de Volta Redonda funciona no Palácio 17 de Julho, na praça Sávio Gama, bairro Aterrado.
O chefe do executivo é o prefeito Élderson Ferreira da Silva, conhecido como Samuca Silva (Podemos), tendo Maycon Abrantes (Partido Verde) como vice-prefeito, com ambos a exercer suas funções desde 1 de janeiro de 2017. Samuca está à frente da prefeitura da cidade pela primeira vez.
Ao longo de sua história, Volta Redonda já teve dezenove prefeitos, sendo que todos aqueles que ocuparam o cargo, entre 1977 e 1985, foram indicados pelo Governo Federal, haja vista o município, à época, ser considerado, a partir de 1973, área de segurança nacional. A cidade teve ainda o primeiro prefeito brasileiro a sofrer o processo de impedimento para o exercício do cargo, que foi César Cândido Lemos, no ano de 1960.Poder Judiciário
O Poder Judiciário estadual em Volta Redonda funciona em instalações novas, havendo o prédio sido inaugurado em agosto de 2008, localizado no bairro Vila Americana, no qual foram unificadas as instalações da Justiça estadual e dos Juizados Especiais Cível e Criminal. O Fórum conta com seis varas Cíveis, três varas de Família, duas varas Criminais, dois Cartórios do Juizado Especial Cível e um Criminal.
Volta Redonda conta, também, com três varas da Justiça do Trabalho, todas situadas no bairro Aterrado, região central do município, além de três varas federais mistas, bem como dois Juizados Especiais Federais, da Seção Judiciária fluminense da Justiça Federal, as quais têm jurisdição sobre os municípios de Volta Redonda, Barra Mansa e Pinheiral.
Segundo a Justiça Eleitoral, cuja sede local também está no bairro Aterrado, Volta Redonda possui o 10º maior colégio eleitoral do estado do Rio de Janeiro (maior da região sul-fluminense), com 221.563 eleitores, sendo 118.194 mulheres e 103.307 homens, distribuídos em duas zonas eleitorais, com 663 seções em 76 locais de votação, tendo uma densidade demográfica de eleitores em torno de 1.215 por quilômetro quadrado.Subdivisão[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Zoneamento de Volta Redonda
Para melhor atender aos volta-redondenses e planejar com maior eficiência o desenvolvimento urbano, a prefeitura dividiu o Município em sete setores na organização do Plano Diretor da cidade.
Os sete setores foram definidos com 51 bairros "oficiais" e outros tantos "não oficiais", contando a cidade com apenas um distrito.Geografia[editar | editar código-fonte]
De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE,[8] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Volta Redonda-Barra Mansa.[1] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião do Vale do Paraíba Fluminense, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Sul Fluminense.[9]
A cidade é limitada pelos municípios de Barra Mansa (Norte, Noroeste, Oeste e Sudoeste), Barra do Piraí (Nordeste), Pinheiral e Piraí (Sudeste e Leste), e Rio Claro (Sul). Juntamente com os municípios de Barra Mansa (7 km de distância), de Pinheiral (15 km de distância) constitui uma aglomeração que ultrapassa os 460 mil habitantes, conforme as estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística para 2009.
Alguns bairros que continuam a mancha urbana da cidade pertencem a Barra do Piraí, mas estão totalmente interligados ao cotidiano de Volta Redonda, devido a uma grande distância por rodovia de 30 km de sua cidade sede. O mesmo acontece em outra extremidade de Volta Redonda com bairros conurbados a esta mas em território oficial de Barra Mansa. A população destes bairros utiliza de todo equipamento público de Volta Redonda, e está completamente inserida no dia-a-dia da cidade, como comércio, trabalho, escolas, etc. A população oficial de Volta Redonda em seu território de 262 259 habitantes estimada em 2014, salta para uma população real aproximada de 310 mil habitantes.Demografia[editar | editar código-fonte]
A Floresta da Cicuta, ao fundo, reserva de mata atlântica que desenha a paisagem da Vila Santa Cecília e outros bairros centrais da cidade.
A população do município de Volta Redonda, de acordo com o último censo realizado pelo IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, divulgado em 1 de dezembro de 2010, apresenta os seguintes dados:População masculina: 122.919 habitantes - 47,67%,
População feminina: 134.884 habitantes - 52,33%,
Total das populações por gênero: 257.803 habitantes - 100,00%.
Zona urbana: 257.686 habitantes - 99,95%,
Zona rural: 117 habitantes - 0,05%,
Total da população do município: 257.803 habitantes - 100,00%.
Até o início da década de 1940, Volta Redonda se apresentava como um pequeno povoado, com uma população que não alcançava 3.000 pessoas, concentradas na margem esquerda do Rio Paraíba do Sul, além de pequenos núcleos esparsos. Com o início das obras da Companhia Siderúrgica Nacional sua população saltou para mais de 9.000 pessoas, levando-se em consideração que, aproximadamente dois terços desse contingente era formado dos empregados diretos da empresa. Esta foi, ainda, responsável pelo crescimento demográfico acelerado que se verificou nas décadas seguintes, resultando, já para 1950, quatro anos antes de sua emancipação, uma população fixa de 35 965 pessoas, que perfaziam a maior parte dos habitantes do município de Barra Mansa, ao qual pertencia como distrito naquele momento. Até os anos 1980, quando a Companhia Siderúrgica Nacional finalizou seus planos de expansão e o país começou a atravessar grave crise econômica, a empresa e outras indústrias que vieram a se instalar no município se mantinham como o principal indutor da migração de pessoas para a cidade. Nos anos 1990, após transformações na economia municipal, verificou-se um decréscimo na ampliação do quadro demográfico, com os últimos dados mostrando uma população recenseada de 257.803 habitantes no ano de 2010, e estimada em 262.970 no ano de 2015[10].Evolução demográfica da cidade de Volta Redonda.[11]Religião[editar | editar código-fonte]
Quanto à religião, a maioria da população do município é adepta do catolicismo, declarando-se católicos apostólicos romanos. Logo em seguida, em número, vêm os evangélicos de diversas orientações (pentecostais, batistas etc.). Segue o quadro com as principais denominações religiosas encontradas em Volta Redonda, segundo dados do censo 2010 do IBGE:
ReligiãoPorcentagemNúmero
Católicos49,01%126.349
Evangélicos33,44%86.209
Sem religião9,25%23.846
Espíritas5,07%13.071
Umbanda e Candomblé0,46%1.185
Budistas0,06%155
Judeus0,02%52
Outras religiões ou denominações2,75%7.089Fonte: IBGE 2010 (dados obtidos por meio de pesquisa de autodeclaração).[12]Qualidade de Vida[editar | editar código-fonte]
Volta Redonda foi classificado pela PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) como 4 de 92 municípios no Estado do Rio de Janeiro em termos de qualidade de vida que leva em conta fatores como renda, longevidade e educação da população, apresentando um Índice de Desenvolvimento Humano para o ano de 2010 de 0,771, considerado como "Alto", e pouco superior ao do estado do Rio de Janeiro (0,761) e do Brasil (0,744).[13]Etnias[editar | editar código-fonte]
O censo do ano 2010 do IBGE apresenta a seguinte composição etnográfica no município de Volta Redonda:
Cor/RaçaPopulação
Branca135 308
Parda87 549
Preta32 832
Amarela1 897
Indígena217
Fonte: Censo 2010 - IBGE[14]
Gráfico climático para Volta RedondaJFMAMJJASOND


240

30
20

195

30
20

158

30
20

86

28
18

45

26
15

33

25
13

24

25
13

28

26
14

67

26
15

110

27
17

153

28
18

208

29
20Temperaturas em °C ? Precipitações em mmFonte: Tempo AgoraClima[editar | editar código-fonte]
O clima é Tropical de altitude Cwa mesotérmico, com verões quentes e chuvosos e invernos secos. A umidade relativa do ar é alta (77%), mesmo nos meses de frio, quando varia entre 71% e 72%. A temperatura média compensada é de 20°C, a média mínima anual de 16,5 °C e média máxima anual de 27,8 °C. A precipitação média anual é de 1.377,9mm, sendo janeiro e fevereiro os meses com maior incidência de chuvas. Sentido noroeste, porém a localização do município, em fundo de vale, faz com que na maior parte do tempo haja calmaria. Isso dificulta a dispersão dos gases e partículas, lançadas principalmente pela usina siderúrgica e pela grande quantidade de veículos automotores circulantes, os quais perfazem mais de 100 000 veículos registrados no município,[15] e provoca alterações no microclima.
É comum, no inverno, o fenômeno da inversão térmica, causado pela camada de poluição que permanece sobre a cidade, formando uma barreira à penetração dos raios solares, diminuindo a insolação e impedindo a liberação do calor e das novas cargas de poluentes lançados a cada dia.Hidrografia[editar | editar código-fonte]
O Rio Paraíba do Sul domina a paisagem urbana de Volta Redonda; é o corpo-receptor natural de toda a malha hidrográfica do município e, ao mesmo tempo, o grande manancial de que a cidade dispõe para seu abastecimento.
A estrutura hidrográfica da região caracteriza-se pela grande quantidade de riachos e córregos perpendiculares ao rio Paraíba do Sul, conformando pequenas bacias ao longo de seu curso. Na região, destacam-se as bacias do rio Turvo, à margem esquerda, e a do rio Piraí, à margem direita.
Em Volta Redonda, os afluentes do rio Paraíba do Sul são, pela margem esquerda, o Ribeirão do Inferno e os córregos do Peixe, Santo Antônio, Santa Rita, União, Coqueiros, do Açude, dos Carvalhos, Bugio e Ano Bom; e, pela margem direita, os córregos Ponte Alta, Secades, Brandão, Água Limpa, Minerlândia, Cachoeirinha, Dourados, São Geraldo, Jardim Amália, Cafuá, Vila Rica, Serenon e o ribeirão Três Poços.
Para o abastecimento de água da população, são captados, em média, quase 1000 litros por segundo, ou 86,4 milhões de litros por dia. Esta captação é feita no rio Paraíba, na altura do bairro Belmonte.
Em Volta Redonda, o rio Paraíba do Sul sofre uma redução em sua vazão média, com relação ao município de Barra Mansa, que está situado imediatamente a montante. A vazão média verificada em Volta Redonda é de, aproximadamente, 318 m³/s, enquanto que em Barra Mansa a vazão média é superior em, pelo menos, 6 m³/s. Tal fato deriva da diferença entre o volume de captação e o volume de contribuição que incidem sobre o rio, no trecho que corta a cidade. A presença da usina da CSN é fundamental para explicar essa diferença, pois a empresa consome grande volume de água, captando cerca de 12 m³/s, através de uma derivação lateral.Relevo[editar | editar código-fonte]
Acompanhando o Rio Paraíba do Sul, que corta Volta Redonda pelo meio, no sentido sudoeste-leste, a área urbana do Município fica situada às suas margens, em uma planície circundada por colinas. A altitude varia de 350 metros, às margens do rio, a 707 metros, na ponta nordeste.
Do ponto de vista topográfico, o território municipal pode ser dividido em duas grandes áreas: a área de planície aluvial e a área de "mar de morros".
A área da planície aluvial tem, aproximadamente, 20 km²: 15 km² na margem direita e 5 km² na margem esquerda do Rio Paraíba do Sul. Encontra-se embutida no conjunto de elevações circundantes, que formam a área do "mar de morros".
Esses morros têm forma de "meia-laranja" emborcada, com alturas que variam de 50 a 200 metros de declividades da ordem de 25 a 50%. No "mar de morros", as áreas mais planas correspondem a pequenos setores descontínuos, situados nos topos achatados dos morros e no fundo dos pequenos vales intermediários.
Observe-se que as altitudes e declividades se acentuam nas próximas da Serra do Mar, ao sul, e da Serra da Mantiqueira, ao norte. Em especial, na porção norte do Município são encontradas encostas íngremes e as maiores altitudes.
Na porção sul, em meio ao "mar de morros", encontram-se algumas áreas planas ou de topografia suave, que formam dois conjuntos de áreas planas agregadas (clareiras topográficas), cada um deles com, aproximadamente, um quilômetro quadrado[carece de fontes?]. O primeiro conjunto é o que vem sendo ocupado nas últimas décadas por empreendimentos habitacionais, a partir dos bairros Casa de Pedra e Siderópolis, no sentido norte-sul. O segundo localiza-se nas proximidades da Rodovia Presidente Dutra.Economia[editar | editar código-fonte]
Companhia Siderúrgica Nacional e Rodovia Lúcio Meira, altura do bairro Vila Santa Cecília.
Setor primário[editar | editar código-fonte]
Com pequena expressão na economia municipal, haja vista a cidade ter tido por muitos anos a sua economia voltada basicamente para indústria, a agropecuária se faz presente, principalmente, na criação de gado no extremo Sul (na divisa com Rio Claro), no extremo Norte próximo ao distrito de Nossa Senhora do Amparo (Barra Mansa), e no extremo Leste, no bairro Três Poços, próximo à divisa com Pinheiral, com destaque para a produção de leite. Ao todo, o município conta com cerca de 10 mil cabeças de gado. No extremo Oeste do município, o bairro Santa Rita de Cássia é o maior produtor de hortaliças do sul fluminense.
Anualmente, o município organiza a Expo-VR na Ilha São João, onde há exposição da produção agropecuária de Volta Redonda e região além de shows abertos ao público.Setor secundário[editar | editar código-fonte]
Além da maior siderúrgica da América Latina, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), destacam-se na indústria do município as empresas CSN Cimentos (do grupo CSN), Usina de Oxigênio e Nitrogênio da White Martins, Companhia Estanífera Brasileira (CESBRA), Votorantim Cimentos e Cimento Tupi. Há, ainda, em diversos pontos da cidade, principalmente às margens da Rodovia dos Metalúrgicos, outras indústrias de menor porte, voltadas tanto para a área de metal-mecânica, alimentos e vestuário. Está prevista a criação de um novo pólo industrial às margens da Rodovia do Contorno, e outro próximo à Rodovia Presidente Dutra.Companhia Siderúrgica Nacional
A CSN foi fundada em 9 de abril de 1941, e iniciou suas operações em 1 de outubro de 1946. A usina é um marco no processo brasileiro de industrialização, pois foi a primeira produtora de aço do país. Privatizada em abril de 1993, no governo Itamar Franco, passou por um profundo processo de reestruturação, o que a transformou num dos maiores complexos siderúrgicos da América Latina, com capacidade de produção de 5,8 milhões de toneladas anuais de aço bruto.Setor terciário[editar | editar código-fonte]
Apesar de ainda fortemente marcada pela indústria, Volta Redonda não é mais considerada uma cidade operária, pois, além de ser a maior cidade de toda a região sul fluminense em termos econômicos e populacionais, possui uma infraestrutura de comércio e serviços que não fica restrita a um só bairro. Há, na Vila Santa Cecília, inúmeras clínicas e consultórios médico-odontológicos, centros comerciais e escritórios de profissionais liberais que não só atendem a população local como atraem pessoas de várias cidades vizinhas, e de outros estados, já que a cidade possui uma área de influência que atinge municípios do Vale do Paraíba Paulista e Sul de Minas Gerais. A Vila, como é popularmente conhecida na cidade e toda a região, possui estabelecimentos que faz dela um importante local da cidade. Além do forte comércio, possui teatro, cinemas, biblioteca pública, universidade federal, faculdades, hipermercado, escolas, e ainda um shopping de médio porte no coração deste grande centro. Essas características fazem da Vila um local também com vida noturna, não resumida ao fechamento das lojas no início da noite.
Três outros grandes centros comerciais se destacam: Centro, Aterrado e Retiro (média centralidade) atendendo a toda a cidade e no Santo Agostinho, outro de menor proporção (pequena centralidade), concentrando-se no próprio bairro e atendendo as localidades circunvizinhas.
Como representação de sua força econômica no terceiro setor, o município é a sede do maior jornal diário da região Sul Fluminense, o Diário do Vale, entre outros órgãos semanários de imprensa (Jornal aQui, Foco Regional, Folha do Aço, entre outros menores), das superintendências regionais no Sul Fluminense das instituições públicas Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal, além da gerência regional dos bancos Itaú e Bradesco, ambos privados. Havia no município, em 2015, 35 agências bancárias diversas, além de outras instituições financeiras.
Várias lojas de redes nacionais estão instaladas em Volta Redonda, destacando-se: Ricardo Eletro (1), Ponto Frio (2), Casas Bahia (2), Lojas Americanas (4), Casa e Vídeo (2), Leader Magazine (1), C&A (1) Lojas Renner (1), entre outras. Entre as lanchonetes de fast-food destaca-se: Burger King (1), MacDonald's (1), Bob's (2), Subway (2), e Habib's (1). Entre os hipermercados, destaque para as unidades da rede Extra (1), Walmart (1), Makro (1). Está em obras novo complexo comercial (shopping center Park Sul), visando suprir a cidade das redes de comércio ainda não instaladas.Mercado Popular
Praça de Alimentação do Mercado Popular ao fundo da imagem.
Com uma Praça de Alimentação que funciona de segunda-feira a segunda-feira, durante 24 horas por dia, o mercado popular situa-se na Vila Santa Cecília e possui em seu entorno, à esquerda, a Praça Brasil; à direita, a Escola de Engenharia Industrial Metalúrgica da Universidade Federal Fluminense; ao fundo, o Colégio Estadual Manuel Marinho e, em frente, o Banco do Brasil.
Foi inaugurado em 27 de abril de 2001, com o objetivo de estruturar e organizar o mercado informal na Vila Santa Cecília, concentrando os ambulantes que atuavam no entorno da Praça Brasil. A construção em alvenaria e estrutura metálica abriga 92 quiosques com comércio diversificado e uma praça de alimentação, com diversas lanchonetes.
Iniciativas idênticas, mas em tamanho menor, foram criadas no Centro da cidade (Av. Amaral Peixoto), e nos bairros Aterrado (Viaduto Nossa Senhora das Graças) e Retiro (Av. Sávio Gama).Transportes[editar | editar código-fonte]
Transporte público[editar | editar código-fonte]
Atualmente, quatro empresas de transporte coletivo servem o município, num total aproximado de 200 veículos, 43 linhas municipais, média de 120 mil viagens, e 65 mil passageiros/dia.
Os horários de maior movimento são os do início da manhã e o do final da tarde. Os principais bairros de origem são o Retiro e o Santo Agostinho. Já os de destino são a Vila Santa Cecília, o Aterrado e Retiro. Ônibus urbano padronizado com cores do transporte público do município.
Está em curso um reordenamento da distribuição do transporte coletivo municipal, tendo em vista que o plano atual está em vigor desde a década de 1970, que visa à modernização e à racionalização do transporte de massa e a diminuição do número de veículos nas ruas da cidade.
Em 16 de junho de 2018, a prefeitura implantou o projeto ?Tarifa Comercial Zero?, com a circulação de um ônibus 100% elétrico e nacional. Com isso, Volta Redonda se tornou a primeira cidade do país a ter um ônibus elétrico circulando sem cobrar tarifas da população[16], e a primeira cidade do estado do Rio de Janeiro a ter um ônibus 100% elétrico circulando por suas vias[17]. Além de não emitir gases poluentes, nem provocar ruídos, ele é equipado com ar condicionado, internet Wi-Fi e ligações USB para recarregar celulares[16]. Que agora já tem mais de um circulando na cidade e o projeto é ter quatro ônibus funcionando. Veículos e Emplacamentos[editar | editar código-fonte]
Em março de 2010, o número de veículos emplacados na cidade ultrapassou os 100 mil, de acordo com o site do Detran.[18] Assim, considerando a população de 261.403 pessoas estimada pelo IBGE para a cidade (dados de 2010), a proporção entre veículos e moradores é de 2,61 habitantes por veículos, a segunda maior entre os 10 municípios mais populosos do estado.[18] Porém, se for considerada a relação entre o número de carros e a área do município, Volta Redonda tem 549,76 carros por quilômetro quadrado, uma proporção maior do que as de Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Petrópolis e Campos dos Goitacases. Já São João de Meriti, Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo e Belford Roxo têm uma quantidade maior de veículos por quilômetro quadrado.[18]
Em 2013, Volta Redonda foi a única cidade, entre as quatro maiores da região (o que inclui Angra dos Reis, Barra Mansa e Resende), a superar a marca dos 1.500 emplacamentos no ano (chegou a 1.570).[19]Rodoviária e Terminais Rodoviários[editar | editar código-fonte]
Foto da rodoviária da cidade. Por conta da cidade ter um bom entrocamento viário, é possível comprar passagens para várias localidades do país.
A Rodoviária Prefeito Francisco Torres, popularmente conhecida como Rodoviária de Volta Redonda, foi inaugurada em 1972, e recebe cerca de 6 mil pessoas por dia, que, além de utilizarem o transporte rodoviário, aproveitam outros serviços oferecidos. É nesta rodoviária, por exemplo, que está localizada a sede da Superintendência de Serviços Rodoviários (Suser), que oferece emissão de cartões de estacionamento para idosos e pessoas com deficiência, além de realizar serviços de fiscalização de táxis, ônibus e veículos de transporte escolar. O local conta ainda com auxílio a imigrantes (serviço oferecido pela Secretaria Municipal de Ação Comunitária ? Smac), unidades de fiscalização do Departamento de Transportes Rodoviário (Detro) e da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), ponto da Guarda Municipal de Volta Redonda (GMVR), seção de achados e perdidos, entre outros[20].
Além da rodoviária, o Terminal Rodoviário mais importante da cidade é o Terminal Rodoviário da Ponte Alta, que fica localizado embaixo do Elevado Castelo Branco, conhecido como Ponte Alta. No local, fazem ponto final cerca de 15 linhas municipais e 3 intermunicipais.Rodovias e Entroncamentos Viários[editar | editar código-fonte]
Volta Redonda é cortada por duas das principais rodovias brasileiras. A Rodovia Presidente Dutra (BR-116), ligando a cidade do Rio de Janeiro à cidade de São Paulo, e a Rodovia Lúcio Meira (BR-393). Rodovia Presidente Dutra, no trecho que atravessa Volta Redonda. À direita, o terreno que irá abrigar o Hospital Regional do Médio Paraíba.
Além destas, conta ainda com a RJ-153, rodovia estadual que liga o município ao Sul de Minas Gerais, passando pelo distrito de Nossa Senhora do Amparo. Esta é uma importante estrada para o escoamento da produção de leite das fazendas do distrito barra-mansense e do bairro Santa Rita do Zarur.
Entre as estradas e rodovias municipais, cabe destacar a Rodovia do Contorno (braço da BR-393), estrada que está tirando o tráfego pesado da Zona Central do município, ligando a rodovia Lúcio Meira à Rodovia dos Metalúrgicos (VRD-001), que liga o Centro à Rodovia Presidente Dutra, bem como aos bairros do Complexo Roma, facilitando o acesso entre as Zonas Leste e Sul da cidade. Entre os bairros Casa de Pedra e Vila Santa Cecília, cabe citar a Rua 60 (VRD-004), alternativa para o acesso ao centro comercial do município.
Outra via de acesso a cidade é a Via Sérgio Braga (VRD-100), principal acesso daqueles que vêm da cidade de Barra Mansa em direção à Zona Central de Volta Redonda, é uma autopista com tráfego intenso porém dificilmente congestionado, devido à quantidade de faixas de rolamento e vias de escoamento, que corta os bairros da Zona Oeste que se situam na margem direita do rio Paraíba do Sul, marcadamente o Ponte Alta e o Conforto. Para tentar conter o tráfego, a Prefeitura construiu a Via Expressa Afrânio Bastos, paralela à Via Sérgio Braga, que contorna o cruzamento semaforizado desta com a entrada/saída do Elevado Castelo Branco, permitindo mais rapidez na ligação para Barra Mansa.
A Radial Leste Antonio Pedro da Costa, ou, simplesmente "Radial Leste", liga a Rodovia Lúcio Meira ao bairro Niterói, evitando o trânsito intenso da avenida Amaral Peixoto (Centro) e do viaduto Nossa Senhora das Graças.
A Estrada Francisco Vilela Arantes (parte da VRD-001), conhecida como "Estrada Volta Redonda - Getulândia", que liga o bairro Roma II à Getulândia (distrito de Rio Claro) onde esta encontra a RJ-155, é uma alternativa para ir ao município de Angra dos Reis, no litoral sul fluminense. Esta estrada atravessa a área rural sul do município. É necessário tomar alguns cuidados ao usá-la, pois é estreita e cheia de curvas. Diminui em cerca de 20 quilômetros a distância entre Volta Redonda e o litoral.
A Avenida Francisco Torres (VRD-102), que faz a ligação dos bairros Voldac e São Luís, a Avenida Sávio Cotta de Almeira Gama (VRD-103) interligando o bairro Niterói ao bairro Açude, por meio da Avenida Antônio de Almeida (também parte da VRD-103), todos situados à margem esquerda do Rio Paraíba, conjuntamente com a Avenida Almirante Adalberto de Barros Nunes (VRD-105), popularmente conhecida como "Beira-Rio", entre os bairros Niterói e Jardim Belmonte.
A Estrada Volta Redonda - Pinheiral Avenida Paulo Erlei Alves Abrantes (VRD-101), atravessando bairros como o Pedreira, Três Poços e Vila Rica, é hoje um dos principais vetores de desenvolvimento urbano da cidade.
O sistema viário da cidade é baseado em vias radiais, sendo um dos melhores dentre as de seu porte, e está configurado da seguinte maneira, observada a disposição dos principais troncos coletores:tronco Centro - Oeste/Sul, pela margem direita do Rio Paraíba, representado pela Via Sérgio Braga e a secundária Rua 4;
tronco Centro - Oeste/Norte, pela margem esquerda do Rio paraíba, compreendendo a Avenida Beira-Rio e subsidiariamente as Avenidas Sávio Gama e sua principal continuação, a Antônio de Almeida;
tronco Centro - Leste/Sul, pela margem direita do Rio Paraíba, correspondendo à Rodovia Lúcio Meira;
tronco Centro - Leste/Norte, pela margem esquerda do Rio Paraíba do Sul, representado pela Estrada Francisco Torres;
tronco Centro - Sul/Oeste, representado pelo leito da Rodovia Lúcio Meira (Rua 207) e secundariamente pela Rua 249;
tronco Centro - Sul/Centro, tendo a Rodovia dos Metalúrgicos como vetor principal e o eixo da Rua Sessenta e suas subsequentes como vetores secundários;
tronco Centro - Sul/Leste, correspondendo à Estrada Volta Redonda - Pinheiral;
tronco Centro - Norte/Centro, representado pela RJ-153.
Diversas outras vias constam no planejamento do sistema viário municipal, havendo estradas, avenidas e rodovias planejadas, implantadas e/ou já pavimentadas, como a VRD-004, entre o bairro Ponte Alta e a Rodovia Presidente Dutra; VRD-003, entre os bairros Santa Rita do Zarur e Vila Brasília; VRD-006, atualmente acesso ao bairro Candelária, com previsão de implantação até a VRD-104, entre o bairro Santa Cruz e a RJ-153, em entroncamento com a VRD-105, na região Norte do município, próximo à divisa com Barra Mansa na altura do distrito de Nossa Senhora do Amparo; e VRD-200, entre o bairro Voldac e a BR-393, atravessando o bairro Santo Agostinho e a Ilha São João.Transporte Aéreo[editar | editar código-fonte]
Volta Redonda conta, atualmente, com apenas uma pista de pouso e decolagem de 823 m², localizada no bairro Aero Clube, que não é homologada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), e, por isso, não pode receber aviação comercial[21].
Devido ao crescimento do Município no seu entorno ao longo dos anos, está prevista a construção, no bairro Roma II, na divisa com o município de Piraí, do Aeroporto Regional Vale do Aço, numa área de 1 600 000 metros quadrados, que irá atender a todo o Vale do Paraíba Fluminense. Para que a obra tenha início, é necessária a liberação do Instituto Estadual do Ambiente devido a questões ambientais. Apesar desta situação, a cidade mantém o Código IATA "QVR"[22] e o Código ICAO "SSVR"[22].Turismo [23][editar | editar código-fonte]
Zoológico Municipal de Volta Redonda - "Parque Municipal da Criança"
Localizado no bairro Vila Santa Cecília, numa área verde de 150 mil metros quadrados, o Zoológico Municipal de Volta Redonda, também conhecido como "Horto Municipal" e oficialmente nomeado "Parque Municipal da Criança", completou 30 anos em 2011. Conta com quatrocentos animais de cem espécies diferentes e uma excelente estrutura para receber os visitantes, sendo uma das opções de lazer mais concorridas da cidade, principalmente em finais de semana e feriados, devido também à proximidade com a Floresta da Cicuta com uma das reservas de Mata Atlântica do Município. É também o único zoológico do interior do estado do Rio de Janeiro.Fazenda Santa Cecília do Ingá
É a maior área verde da cidade, com 211 hectares. Desde novembro de 2005, o local foi transformado num Parque Natural Municipal, aberto à visitação pública. Fica a cerca de 10 quilômetros do Centro de Volta Redonda, no bairro Santa Cruz. No local são produzidas 5000 mudas de árvores por mês, que recompõem áreas degradadas do município.Fazenda Santa Cecília
Uma das grandes e importantes fazendas oriundas dos desmembramentos ocorridos nas extensas sesmarias da região do Vale do Paraíba Fluminense, em meados de 1820. A fazenda foi adquirida pelo governo do estado do Rio de Janeiro, em 1 de setembro de 1941, e doada à Companhia Siderúrgica Nacional com o objetivo de viabilizar a instalação da Usina e da Vila Operária, hoje Vila Santa Cecília. Para garantir a preservação do ecossistema, todos os equipamentos de esporte e lazer foram colocados à disposição do público na área da Fazenda Santa Cecília, que vem a ser o entorno da Reserva da Mata da Cicuta. Foram instaladas placas indicativas em diversos pontos da reserva, para orientar os visitantes de que a entrada na mata é proibida. A principal preocupação é garantir a integridade do espaço e criar uma cultura ambientalista direcionada para a população e os visitantes.Sede da Fazenda Três Poços
O atrativo é afastado do centro urbano, no bairro Três Poços, em área arborizada, com alamedas e canteiros gramados. Possui em seu entorno a Fundação Osvaldo Aranha, alguns morros e um grande jardim com árvores de grande e médio porte, além de arbustos e flores. A construção, que desde 1970 abriga a Escola de Engenharia de Volta Redonda, era propriedade do Comendador Lucas Antônio Monteiro de Barros. Após sua morte, sua viúva assumiu a administração da Fazenda e ao falecer, deixou-a em testamento aos padres beneditinos. Atrás dela encontram-se ruínas de uma beneficiadora de arroz, onde hoje funciona uma oficina que atende à escola. Nos fundos dessa oficina havia um alambique e em uma das fachadas há a inscrição "1864".Morro Bela Vista
O Morro Bela Vista, situado em bairro residencial do Bela Vista, possui 435 metros de altitude, oferecendo vista parcial da Usina Presidente Vargas e de grande parte da área do município. Destacam-se, ainda, as instalações do Hotel Bela Vista, situado no topo desse morro.Morro da Torre de TV
O Morro da Torre de TV, situado no bairro Coqueiros, com altitude aproximada de 512 metros, possui um pequeno mirante próximo às instalações da torre de retransmissão de TV. No seu entorno, encontram-se morros com cumes arredondados e com vegetação de pequeno porte, denominados "meias laranjas". Do mirante, também é possível observar uma significativa área do município, com ênfase no complexo da Companhia Siderúrgica Nacional e em grande extensão do Rio Paraíba do Sul.Praça Sávio Gama
Na praça que homenageia o primeiro prefeito do município, o Doutor Sávio Gama, e onde situa-se o Palácio 17 de Julho (Prefeitura Municipal), encontram-se quatro jardins que fazem parte do "Projeto de Paisagismo", com o objetivo de mostrar, à população, um pouco dos estilos de jardins existentes no mundo:
- Asiático (Japão / China): jardim utilizando espécies que aceitam topiaria (poda escultural), como por exemplo, tuias, azaleias e ixóreas.
- Europeu (França / Espanha / Inglaterra): caracteriza-se por formar espécies geometricamente simétricas, estátuas etc. Visa a mostrar a riqueza econômica e cultural dos povos europeus (buchinho e cinerária).
- Africano (África): apesar de ser uma região com pouco recurso hídrico e muito sol, retrata-se as espécies existentes nesta região que apresentam seus valores ornamentais (cactos e barba-de-bode).
- América (Brasil): é a região do continente que apresenta uma grande diversidade de espécies e principalmente de grande valor ornamental (orquídeas e bromélias).Praça Oscar Cardoso
Localizada no bairro Casa de Pedra, às margens da Rodovia dos Metalúrgicos, a praça Oscar Cardoso, a maior do município, possui um chafariz interativo bastante frequentado pela população durante os dias de calor. Bem no meio da praça, 126 bicos de 2" de diâmetro lançam jatos variados de água de 5 metros de altura. A praça de 23 000 metros quadrados, possui ainda um pequeno chafariz, uma pista de 550 metros para cooper, um anfiteatro, raias para jogos de bolas de gude, playground, mesas de damas e xadrez e um amplo estacionamento.Praça Brasil
Foto da Praça Brasil, e do Obelisco Getúlio Vargas.
Inaugurada em 24 de janeiro de 1957 no bairro Vila Santa Cecília, com a presença do presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira. A comissão de construção foi presidida pelo Tenente Oscar Arthur de Mello de Morais e o projeto e a execução do arquiteto Leão Velloso. Na praça existem quatro estátuas: a de Getúlio Vargas; a de homenagem especial ao General Edmundo de Macedo Soares e Silva, idealizador e construtor de Volta Redonda; a do Trabalhador e a em homenagem aos Engenheiros e Técnicos que orientaram a construção da usina.Obelisco Getúlio Vargas
O monumento é um obelisco em formato quadrangular, pesando mais de 900 toneladas de granito e medindo 27 metros de altura. Possui em sua larga base uma superfície esculpida em baixo relevo com representação dos quatro principais setores da Companhia Siderúrgica Nacional: a coqueria, o alto-forno, a aciaria e a laminação. A obra ostenta ainda os seguintes dizeres: "Ao presidente Getúlio Vargas, criador de Volta Redonda, esta homenagem: 54/59". Ao seu redor existe um espelho d'água. A estátua em bronze de Getúlio Vargas encontra-se em pé, com a mão esquerda no bolso e a direita na posição de segurar o charuto. Ao lado, encontram-se duas figuras de mulheres nuas, simbolizando a indústria e a agricultura. Finalmente, fechando o círculo, encontra-se a escultura em bronze do operário siderúrgico, com indumentária característica. O obelisco, assim como a Praça Brasil, encontra-se tombado pelo Patrimônio Histórico do município.Memorial 9 de Novembro
O Memorial 9 de Novembro, de autoria do arquiteto Oscar Niemeyer, foi inaugurado no dia 1 de maio de 1989, na Praça Juarez Antunes, na Vila Santa Cecília, em homenagem aos três operários da CSN (William, Walmir e Barroso), mortos durante conflito com as tropas do Exército, que aconteceu na greve dos operários em 1988. No dia seguinte à inauguração, por volta das três horas da manhã, o local foi parcialmente destruído por um atentado à bomba. Com a explosão, o memorial tombou para frente, ficando preso apenas pelos vergalhões. O memorial é composto por um bloco de concreto com imagem de três corpos em baixo relevo. O do meio é transpassado por uma lâmina, também de concreto. A pedido do próprio Niemeyer ele não foi remodelado e sim mantido como ficou. O arquiteto pediu ainda que se colocasse a seguinte frase em uma placa: " Um monumento aqueles que lutam pela Justiça e pela Igualdade ". Foi reinaugurado em 12 de agosto de 1989.Memorial Volta Redonda
Localizado na interseção da Rodovia Presidente Dutra com a Rodovia dos Metalúrgicos, no bairro Rio das Flores o monumento, de autoria do arquiteto Roberto Pimenta da Cruz, é uma alegoria à curva do Rio Paraíba do Sul e à divisa constante do Brasão de Armas do município: "Flvmen Fvlmini Flexit", expressão latina que significa: "O rio, ante o raio, dobrou-se". A construção, relacionada à atividade maior da cidade, é de estrutura metálica, pintada em verde para confundir-se com o fundo (floresta) e deixar a curva, pintada em cor laranja, com aparência de solta no ar.Chaminé Centenária
Construída em 1903, pelo Dr. José Rodrigues Peixoto, foi um antigo engenho produtor de aguardente e açúcar, que mais tarde foi adquirido pelo Coronel Aprígio Cravo para produção de laticínios. Situada no bairro de Nossa Senhora das Graças, foi utilizada também como funerária e outras atividades comerciais. O prédio do engenho foi demolido no governo do prefeito João Paulo Pio de Abreu, quando foi construído o viaduto de Nossa Senhora das Graças. Porém, a chaminé do engenho foi mantida, por ter sido considerada marco histórico da cidade. Dessa forma, foi tombada pela prefeitura de Volta Redonda, em 18 de dezembro de 1985, pelo decreto 2 105, no governo de Benevenuto dos Santos Neto. A chaminé está situada em um pedestal, toda revestida em tijolo aparente, contornada por beiral. Com altura aproximada de 40 metros, a chaminé chega ao topo com dois metros de largura, onde há um beiral com a data de construção. Nos dias que antecedem o natal, é colocado um Papai Noel em uma escada como se estivesse subindo a chaminé chamando a atenção de quem passa pelo viaduto de Nossa Senhora das Graças.Sociedade[editar | editar código-fonte]
Volta Redonda possui a maior malha urbana do interior do Rio. Com 95% das ruas asfaltadas, 100% dos domicílios com atendimento de água potável, 89,2% de rede de esgoto e 90% de energia elétrica. Os bairros de maior população são o Retiro, Santo Agostinho, Vila Brasília e Casa de Pedra.
Embora não haja registros de metros quadrados de área verde por habitante, a cidade ainda conta com uma arborização bastante significativa e relevante. Existe uma floresta que margeia boa parte da cidade, denominada Floresta da Cicuta, bem como o Parque Natural Municipal Fazenda Santa Cecília do Ingá, na parte Norte/Noroeste do município, além de suas ruas e avenidas contarem com uma quantidade satisfatória de áreas verdes. Volta Redonda possui uma grande quantidade de veículos por habitante, somado à presença de uma siderúrgica na cidade, justificariam o investimento na construção de um grande parque para controlar a qualidade do ar numa área mais central da cidade.Educação[editar | editar código-fonte]
Volta Redonda possui uma rede de ensino que oferece desde o estudo básico até o avançado, com inúmeros cursos superiores e técnicos, principalmente nas áreas mecânica e metalúrgica. A rede municipal de ensino público e particular conta com mais de 80 escolas, em sua grande maioria de ensino fundamental.
Destacam-se na cidade os colégios João XXIII (bairro Retiro), Getúlio Vargas (bairro Laranjal), José Botelho de Athayde (bairro Vila Americana), Professora Themis de Almeida Vieira (bairro Conforto) e Professora Delce Horta Delgado (bairro Aterrado), todos administrados pela Fundação Educacional de Volta Redonda - Fevre, órgão subordinado à Prefeitura que oferece desde o ensino fundamental ao ensino médio, assim como os da rede particular, nos quais se destacam os colégios MV1 Macedo Soares, Nossa Senhora do Rosário, Colégio do Instituto Batista Americano (Ciba), Instituto de Cultura Técnica (ICT), Colégio Anglo-Americano, CAP-UGB, Garra Vestibulares, Centro Educacional Jardim Amália (CEJA), Instituto Tecnológico de Capacitação (ITEC), Interativo, entre outros.
A cidade também conta com uma escola especializada em formação de professores, o Instituto de Educação Professor Manuel Marinho, no bairro Vila Santa Cecília, além da Escola Técnica Pandiá Calógeras (ETPC), especializada em formação técnico-profissional em Mecânica, Eletrônica, Eletromecânica, Telecomunicações, Telemática, Informática, Metalurgia, Metalmecânica, Administração, Segurança do Trabalho, localizada no bairro Sessenta. No bairro não oficial de Volta Grande III, está, ainda, localizada uma unidade da Fundação de Apoio à Escola Técnica (FAETEC), do governo estadual fluminense, voltada principalmente para o ensino técnico de Informática. No bairro Nossa Senhora das Graças está localizado um campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ.
Por fim, há ainda o Hotel-Escola Bela Vista, quem, via Fundação CSN, oferec cursos de graça de hotelaria.
Diversas instituições de ensino superior, que oferecem vários cursos universitários, também podem ser encontradas na cidade.Instituições de ensino superior[editar | editar código-fonte]
Universidade Federal Fluminense (UFF) - Polo Universitário de Volta Redonda (PUVR)
Criada, em 1961, pelo presidente da República Jânio Quadros como Universidade Nacional do Trabalho, localiza-se na Vila Santa Cecília através da Escola de Engenharia Industrial Metalúrgica de Volta Redonda (EEIMVR), que oferece cursos na área de Engenharia Metalúrgica, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção, Engenharia de Agronegócios, além de pós-graduações em nível mestrado e doutorado em Engenharia Metalúrgica.
Em 2005, a Universidade se expandiu na cidade, e ganhou mais 2 campi: o Instituto de Ciências Humanas e Sociais de Volta Redonda (ICHSVR), com os cursos de graduação em Administração de Empresas, Administração Pública, Ciências Contábeis, Direito e Psicologia, e pós graduação em nível mestrado em Administração, e o Instituto de Ciências Exatas (ICEx), com cursos de Física Computacional, Matemática Computacional, Química e Química Tecnológica, e pós-graduação em nível mestrado em Modelagem Computacional em Ciência e Tecnologia.Centro Universitário de Volta Redonda (UniFOA)
Localizado em Volta Redonda, o UniFOA possui diversos campus na cidade que oferecem cursos nas áreas de Design, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica (mecânica industrial e energia e petróleo), Fisioterapia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Serviço Social, Sistemas de Informação, Manutenção Industrial, Produção Industrial, Redes de Computadores, Administração, História, Letras, Recursos Humanos, Formação de Docentes para Ensino Superior, Psicopedagogia, Meio Ambiente e Marketing; esses campus e núcleos situam-se nos bairros Três Poços, Aterrado, Tangerinal, Vila Santa Cecília e Colina (anexo ao Hospital Municipal São João Batista).Centro Universitário Geraldo Di Biase (UGB) - campus Aterrado
Pertencente à Fundação Educacional Rosemar Pimentel (FERP), localiza-se no bairro Aterrado, cujo campus oferece cursos nas áreas de Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Biológicas, Direito, Economia, Geografia, História, Letras, Computação, Matemática e Pedagogia. Possui, ainda, unidades nas cidades de Barra do Piraí e Nova Iguaçu.Centro Universitário de Barra Mansa (UBM) - campus Cicuta
Localizado entre os municípios de Volta Redonda e Barra Mansa, o campus oferece cursos em áreas diversas, tais como: Administração, Artes Visuais, Direito, Engenharia da Computação, Engenharia de Produção, Engenharia de Automação e Controle, Engenharia de Petróleo e Enfermagem.Centro de Educação a Distância do Estado do Rio de Janeiro (CEDERJ) ? Campus Volta Redonda
Da união de várias universidades públicas criou-se no município um polo de ensino semipresencial do Cederj, localizado nas dependências do estádio Raulino de Oliveira no bairro Nossa Senhora das Graças com o nome de Professor Darcy Ribeiro. Com capacidade para cerca de 5000 alunos, o pólo possui cursos de Matemática, Ciências Biológicas, Administração Pública, Engenharia de Produção,Tecnologia em Computação, Física e Pedagogia.Instituto Federal do Rio de Janeiro - IFRJ - Campus Volta Redonda
Em funcionamento desde agosto de 2008 e inaugurado em março de 2009, quando da mudança e ampliação do antigo Cefet Química do Rio de Janeiro, o IFRJ possui cursos técnicos de Metrologia e Automação Industrial além das licenciaturas de Física e Matemática. Possui também cursos de atualização e especialização.Saúde[editar | editar código-fonte]
A cidade de Volta Redonda possui uma das redes de saúde mais completas do interior do estado do Rio de Janeiro[carece de fontes?], sendo no entanto referência para toda a região do Vale do Paraíba Fluminense, Sul de Minas Gerais e Vale do Paraíba Paulista, contando com 72 postos de saúde, 8 hospitais (2 públicos) e 86 clínicas particulares de diversas especialidades. O município conta ainda com dois Centros de Assistência Intermediária em Saúde (CAIS), sendo um localizado no bairro Conforto e outro no bairro Aterrado, este tendo um moderno centro de diagnóstico por imagem.
O município ainda conta com cinco unidades Centros de Especialidades Médicas localizadas nos bairros Retiro, Jardim Belmonte, Santo Agostinho, Vila Santa Cecília e Aterrado. Nas unidades do CEM, há especialistas em cardiologia, neurologia, nefrologia, otorrinolaringologia, nutrição, endocrinologia e ortopedia. A população ainda pode agendar exames de média complexidade como: hemograma, ultrassonografia, mamografia, raios-X e eletrocardiograma.
O número de internações mensais no município chega a 1.586, o de consultas a 61.530, o de cirurgias chega a 331 com Volta Redonda contando hoje com aproximadamente 557 médicos especializados em todas as especialidades e mais 96 odontólogos e 118 enfermeiros.
Na rua 33, na Vila Santa Cecília, concentra-se a maior variedade de clínicas particulares da cidade.
A população de baixa renda do município também é assistida pelo "Programa Saúde da Família", no qual jovens médicos recém formados lhe prestam assistência visitando suas moradias.
Já os idosos da cidade contam com o programa "Melhor Idade", desenvolvido pela prefeitura em parceria com a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SMEL). Com polos espalhados pelo município, os idosos da cidade tem acesso as aulas de hidroginástica, viagens e ainda contam com dezenas de monitores para que possam lhe oferecer melhores condições de vida com aulas de ginástica.Hospitais
Hospital Municipal São João Batista (HSJB) ? bairro Colina
Hospital Municipal Dr. Munir Rafful (popularmente conhecido como Hospital Municipal do Retiro) ? bairro Retiro
Hospital da CSN (atualmente Hospital Santa Cecília de Volta Redonda) ? bairro Vila Santa Cecília
Vita Maternidade ? bairro Laranjal
Hospital do Idoso ? bairro Vila Santa Cecília
Hospital Jardim Amália (HINJA) ? bairro Jardim Amália I
Hospital Santa Margarida ? bairro Niterói
Casa de Saúde São José ? bairro Retiro
Hospital da Unimed - bairro Jardim Belvedere
Unidade de Pronto Atendimento (UPA) - bairro Santo Agostinho
Hospital Regional do Médio Paraíba (HRMP) - bairro Roma I
Segurança Pública e Defesa Civil[editar | editar código-fonte]
Polícia Militar
Na cidade de Volta Redonda, ficam situadas as sedes do 5º Comando de Policiamento de Área (5º CPA), que é o comando intermediário da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro para todo o Sul e Centro-Sul Fluminense, e do 28º Batalhão de Polícia Militar (28º BPM), que é responsável ainda pelo policiamento ostensivo em Barra Mansa e Pinheiral.5º Comando de Policiamento de Área
O 5º CPA, localizado no bairro Vila Mury é a unidade responsável pela organização e mobilização do policiamento em todas as cidades da região Sul e Centro-Sul Fluminense, desde Paraty até a cidade de Rio das Flores e desde Itatiaia até Piraí, estando a este comando subordinados o 10º Batalhão de Polícia Militar (com sede em Barra do Piraí), o 28º BPM (com sede em Volta Redonda), o 33º BPM (com sede em Angra dos Reis) e o 37º BPM (com sede em Resende), contando com um efetivo de cerca de dois mil e quinhentos homens nessa unidades.28º Batalhão de Polícia Militar
Para efeitos de organização, o policiamento ostensivo da cidade está a cargo da 1ª Companhia do 28º Batalhão de Polícia Militar (28º BPM/1ª Cia), sediada no bairro Voldac, no interior do batalhão, que ainda faz a guarda dos tribunais e do fórum municipal, entre outros estabelecimentos públicos, controlando também os Postos de Policiamento Comunitários (PPC), instalados em locais estratégicos nas saídas do município (nove ao todo), têm como finalidade coibir atos ilícitos nas regiões em que estão situados, bem como facilitar o cerco à meliantes que possam tentar empreender fuga da cidade após o cometimento de um crime.
Os PPC estão instalados nos bairros Santa Cruz, às margens da RJ-153, e Retiro (na Zona Norte); Vila Rica, à beira da Rodovia dos Metalúrgicos e Roma I, próximo à Rodovia Presidente Dutra (ambos na Zona Sul); São Lucas, na Rodovia Lúcio Meira (BR-393), Ponte Alta, às margens da Via Sérgio Braga e Jardim Belmonte, próximo à divisa com Barra Mansa (os três na Zona Oeste); e nos bairros Santo Agostinho e Três Poços, próximo à divisa com Pinheiral (ambos na Zona Leste). Todas as cabines contam com viaturas que patrulham as regiões em que estão localizadas.Polícia Federal
Localizada no bairro Aterrado, região Central do município, próximo ao início da Rodovia dos Metalúrgicos, a Delegacia de Polícia Federal de Volta Redonda é responsável pela circunscrição de 14 municípios na região Sul Fluminense. Sua missão é reprimir a ação do crime organizado, que usa o Vale do Paraíba fluminense como entrada de drogas, armas, munições e contrabando, além de atuar no combate a crimes de grande repercussão que extrapolem as fronteiras estaduais. Na Delegacia da Polícia Federal de Volta Redonda, a população pode também obter o passaporte ou a carteira de estrangeiro.Polícia Rodoviária Federal
Na Rodovia Presidente Dutra, próximo à entrada da cidade, na altura do bairro Rio das Flores, localiza-se um posto da Polícia Rodoviária Federal, subordinado à Delegacia da PRF no distrito de Floriano, em Barra Mansa.Polícia Civil
5° Departamento de Polícia de Área
Localizado no bairro Vila Mury, junto ao 5º CPA da Polícia Militar, é responsável por coordenar o funcionamento das delegacias de Polícia Civil no Sul Fluminense, abrangendo as áreas das antigas 8ª, 9ª e 10ª Coordenadorias Regionais de Polícia do Interior.93ª Delegacia de Polícia
Também localizada no bairro Aterrado, a 93ª DP é responsável pelos serviços de polícia judiciária, tendo jurisdição sobre todo o município de Volta Redonda.Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher
Localizada no bairro Aterrado, no mesmo edifício da 93ª DP, a DEAM de Volta Redonda é responsável pelo atendimento às mulheres, crianças e idosos que sofrem algum tipo de maus tratos. A delegacia assiste tanto a cidade de Volta Redonda como também de seus municípios vizinhos.Posto Regional de Polícia Técnico-Científica
Localiza-se no bairro Três Poços, a beira da Avenida Paulo Erlei Alves Abrantes, o PRPTC de Volta Redonda atende às demandas de serviço médico legal e de perícia forense nos município de Volta Redonda, Barra Mansa e Pinheiral.Corpo de Bombeiros Militar
Sede do Corpo de Bombeiros de Volta Redonda.
O 22º Grupamento de Bombeiros Militar (22º GBM) está localizado no bairro Aterrado e é subordinado ao Comando de Bombeiros de Área - Sul (CBA SUL) localizado em Ribeirão das Lages no município de Piraí. Este GBM possui cinco Destacamentos de Bombeiro Militar subordinados: DBM 1/22 - Barra do Piraí, DBM 2/22 - Valença, DBM 3/22 - Miguel Pereira, DBM 4/22 - Piraí e DBM 5/22 - Vassouras. É também responsável pelas atividades de Defesa Civil Estadual (SREDEC - Sub-regional de Defesa Civil) concernentes ao CBMERJ. O Grupamento possui uma Viatura Auto Bomba Tanque - ABT, uma viatura Auto Cavalo Mecânico e Tanque Reboque - ACM/TR utilizadas para combate a incêndio, além de uma viatura Auto Busca e Salvamento Híbrido - ABS, utilizada para salvamentos diversos e combate a princípios de incêndio. Possui também uma viatura tipo Auto Socorro de Emergência Avançado - ASE/A utilizada como UTI móvel e uma viatura Auto Tático de Emergência - ATE, viatura utilizada para salvamentos diversos, combate a princípios de incêndio com um compartimento para o Atendimento Pré-Hospitalar básico de vítimas de acidentes. Além dessas possui também uma viatura Auto Remoção de Cadáver - ARC e uma viatura Auto Rápido - AR.Guarda e Defesa Civil municipais
Posto da Guarda Municipal do bairro Retiro.
Com um efetivo de 200 homens, a Guarda Municipal de Volta Redonda, atua na organização do tráfego municipal, além de realizar o patrulhamento escolar e a vigilância do patrimônio público da cidade, inclusive o patrimônio ambiental.
A Defesa Civil Municipal é responsável pelo monitoramento de áreas sujeitas à invasão, controle das construções em área de risco e notificação de moradores que residam nessas áreas, bem como o auxílio aos atingidos por desastres de natureza química, hídrica, geológica e humana. A corporação apresenta um efetivo de 20 homens e conta com 02 motocicletas, 05 veículos leves, 03 veículos médios, 02 veículos pesados e 02 embarcações. A sede está localizada na Ilha Pequena, ao lado da entrada principal da Ilha São João, no bairro Voldac.Centro Integrado de Operações de Segurança Pública
A cidade de Volta Redonda conta com um moderno centro que integra as ações de comando operacional das forças de segurança pública. Pioneiro no país, o CIOSP recebe todas as chamadas telefônicas de urgência/emergência originadas dentro do município e direcionadas aos telefones 190 (Polícia Militar), 199 (Defesa Civil), 153 (Guarda Municipal), 197 (Polícia Civil) e 08007021190 (Central de Ambulâncias). De lá são despachadas todas as viaturas para o atendimento à população. As informações são protocoladas eletronicamente e as conversações e despachos gravados em sistema informatizado. 110 viaturas de emergência são monitoradas via GPS visando agilizar o atendimento às ocorrências.Unidade prisional
Localizada no bairro Roma I, Zona Sul da cidade, a Casa de Custódia Dr. Franz de Castro Holzwarth tem capacidade para abrigar 300 detentos enquanto aguardam julgamento. A unidade de Volta Redonda possui ainda, em seu interior, uma biblioteca e uma fábrica de vassouras feitas com materiais recicláveis.Cultura[editar | editar código-fonte]
Ilha São João
A Ilha São João, além de ter o maior ginásio da cidade e um mini-estádio, é sede de algumas secretarias municipais e conta com uma boa estrutura para eventos, feiras e exposições, sendo o local normalmente escolhido para grandes eventos no Município. Nela também se situa a única escola pública de Hipismo do Brasil.Cine 9 de Abril
Cine 9 de Abril é uma sala de cinema em Volta Redonda, a mais antiga da cidade. É considerada atualmente a maior sala de cinema da America Latina. O nome do cinema remete à fundação da principal indústria e motivo de fundação do município, a CSN. É uma das poucas salas de cinemas ?de rua? em atividade do Estado, mesmo se incluída a capital.Memorial Zumbi dos Palmares
Projetado em 1989, pelo arquiteto Selso Dal Belo, o Memorial Zumbi dos Palmares é composto por um anfiteatro e um salão de exposições. Em 2003, foi instalada uma cobertura em lona e estrutura metálica sobre o anfiteatro. A utilização é principalmente voltada para manifestações da cultura negra. Na área existe uma escultura em homenagem a Zumbi dos Palmares e está também situado no bairro Vila Santa Cecília.Memorial Getúlio Vargas
Para eternizar a memória de Getúlio Vargas, o Memorial mantém a "Exposição Permanente Getúlio Vargas", que oferece à população a oportunidade de conhecer um pouco mais da história de uma das figuras mais ilustres do período republicano no país. O projeto foi concebido pelo Centro de Pesquisa e Documentação da História Contemporânea do Brasil (CPDOC), da Fundação Getúlio Vargas.
Vargas foi o principal mentor da implantação da grande siderurgia no Brasil, no final da década de 1930, e foi responsável pela construção da Companhia Siderúrgica Nacional, em torno da qual se desenvolveu Volta Redonda.
Integram ainda o espaço, um local idealizado para exposições e a sala de multimédia que possibilitará a um grupo de visitantes, estudantes e professores participarem de aulas interativas, explorando o material disponibilizado. Permitirá também a realização de mini cursos, debates, conferências e diversas outras atividades. No interior do Memorial está também instalada a Biblioteca Municipal Raul de Leoni.Memorial dos Ex-Combatentes de Volta Redonda
Localizado na Praça Monte Castelo, no bairro Sessenta, foi construído em homenagem justa àqueles que lutaram na frente de batalha em defesa da Democracia e da Soberania Nacional na Segunda Guerra Mundial.
O memorial está tombado desde 29 de dezembro de 1992, através do Decreto 4 319, considerando que a Lei Municipal 2 075, de 6 de novembro de 1985, institui o tombamento de bens que devam ficar sob a proteção especial do poder público municipalEspaço Zélia Arbex
Inaugurado em 17 de março de 2005, o Espaço Zélia Arbex tem 200 metros quadrados de área construída, todo em vidro e estrutura metálica. Na prática, é como se fossem três galerias de arte, comportando no total cem obras. Foi projetado tendo em vista a popularização das artes. O espaço é destinado à exposições de artes plásticas e outras manifestações culturais, como o Concurso ?Salão de Humor?, que elege as melhores charges e caricaturas. Aberto de 2ª a domingo (inclusive feriados), das 10 às 19 horas.Clube Foto Filatélico e Numismático de Volta Redonda
Fundado em 31 de março de 1954, é um dos mais atuantes fotoclubes do Brasil, participando de todos os eventos promovidos pela Confederação Brasileira de Fotografia e seus filiados.Museu da Memória do Trabalhismo Brasileiro
Inaugurado em 8 de maio de 2012. Fica localizado dentro Clube Foto Filatélico e Numismático de Volta RedondaEsporte[editar | editar código-fonte]
Ver artigos principais: Volta Redonda Futebol Clube, Volta Redonda Futebol Clube (voleibol masculino) e Volta Redonda Rugby Clube
Quadra do ginásio público no bairro Mariana Torres. Praticamente todos os bairros da cidade possuem um tipo de quadra como essa.
Nos últimos anos, Volta Redonda tem investido muito no esporte e lazer. Atualmente há dez ginásios poliesportivos espalhados pela cidade. Várias escolas municipais têm quadras cobertas.
O vôlei é o esporte mais popular, praticado em várias quadras espalhadas pela cidade. Com a conquista do Bicampeonato Estadual pelos "Gigantes de Aço" em 2009, Volta Redonda tornou-se a "Cidade do vôlei" no Rio de Janeiro, entrou para a elite do vôlei brasileiro participando da Superliga Nacional. Com isso, as melhores equipes de vôlei do Brasil estão sempre vindo à Volta Redonda desafiar os Gigantes de Aço. Esses confrontos disputados tem mobilizado a população, que lota as arquibancadas nos dias de jogos da equipe do Volta Redonda.
A cidade também possui a única escola pública de Hipismo do Brasil, que fica localizada na Ilha São João.Ginásio Municipal de Skate Fernando Schmidt
Localizado no bairro Jardim Tiradentes. Inaugurado em 2003, foi o primeiro - e por enquanto o único - na região Sul Fluminense dedicado à prática de skate[24]. O "complexo" contém ainda uma área de esporte e lazer anexa[25].Complexo Esportivo Oscar Cardoso
O Complexo esportivo jornalista Oscar Cardoso, no bairro Aero Clube, conta com uma estrutura de quatro campos de futebol, vestiários, playground e um mini-estádio onde treinam os jogadores do Volta Redonda Futebol Clube.Kartódromo Marcel Luís Sette Fortes de Almeida
Kartódromo
Inaugurado no ano de 1966, teve suas instalações reformadas e ampliadas, sendo palco da etapa fluminense do campeonato brasileiro de kart e uma das sedes do campeonato estadual. Nele funciona, ainda, uma escola pública de kart, sendo aberta ao público a locação de veículos para entretenimento. Funciona no bairro Aero Clube, próximo do Complexo Esportivo Oscar Cardoso.Estádio General Sílvio Raulino de Oliveira - O "Estádio da Cidadania"
Torcida do Voltaço no Raulino
Um dos mais modernos estádios de futebol do país e situado no bairro Nossa Senhora das Graças, o Estádio General Sílvio Raulino de Oliveira, também conhecido simplesmente como "Raulino" e ultimamente como "Estádio da Cidadania" é o primeiro a abrigar em seu interior um grande complexo de esportes, lazer, saúde e educação. Tem capacidade para vinte e um mil espectadores e quando não há partidas, a população tem acesso gratuito à orientação de profissionais para a prática de atividades esportivas. É ainda a "casa" do Volta Redonda Futebol Clube, ou "Voltaço", principal time de futebol do Sul. Sua principal campanha foi na ocasião em que o "Voltaço" enfrentou o Fluminense Football Club na final do campeonato carioca em 20 de Janeiro de 2011 .Parque Aquático Municipal de Volta Redonda
Foi construído em 1981 como "Parque Aquático General Euclides Figueredo" e desativado em 1987. Dez anos depois, foi revitalizado e atualmente atende mais de três mil voltarredondenses por dia. Funciona na Ilha Pequena, vizinha à Ilha São João, no meio do rio Paraíba do Sul.Imprensa[editar | editar código-fonte]
Televisão
Volta Redonda tem a cobertura da TV Rio Sul (afiliada da Rede Globo), da TV Bandeirantes Rio Interior, antiga TV Sul Fluminense (afiliada da Band), TV Volta Redonda (afiliada da TV Brasil), além de contar com repetidoras das principais redes de televisão nacional dentro do estado do Rio de Janeiro, como SBT Interior RJ (afiliada do SBT), TV Record Rio (afiliada da Rede Record), Rede TV!, entre outras.Rádio
A cidade tem ainda a cobertura de diversas rádios regionais, situando-se nela as rádios "Cidade do Aço FM", "Volta Redonda FM", "88 FM", "Mania FM" e outras menores. Vista parcial do bairro Vila Santa CecíliaJornais e Revistas
Na mídia impressa, possui o Diário do Vale, o maior diário sediado na cidade e na região, e o Jornal Aqui, maior semanário do município, contando ainda com outros jornais de circulação menor.
Circulam também na cidade os principais diários nacionais e estaduais (Estado de São Paulo, Folha de S.Paulo, O Globo, O Dia etc.), bem como o jornal "A Voz da Cidade", de Barra Mansa, entre outros periódicos regionais.Eventos[editar | editar código-fonte]
Feira da Primavera - Grande festa popular que acontece no mês de setembro, na Ilha São João, que atrai visitantes de toda a região.
Expo-VR - Exposição Agropecuária do município, que é realizada no mês de maio, também na Ilha São João.
Aniversário da Cidade - Extensa programação nos bairros durante todo o mês de julho.
Réveillon - Espetáculo com queima de fogos e shows na curva do rio Paraíba do Sul, no bairro Barreira Cravo.
Trilha da Meia-Noite - Maior evento off-road do estado do Rio de Janeiro, conta com a presença de vários jipeiros. Sua concentração é realizada na praça Brasil, na Vila Santa Cecília, onde, a partir da meia-noite, larga o primeiro carro rumo às trilhas da cidade e cidades vizinhas. O evento é organizado pelo Jeep Clube de Volta Redonda anualmente no mês de julho.
Encontro anual de carros antigos e fora de série - Realizado anualmente no mês de julho pelo Clube de Antiguidades Automotivas de Volta Redonda na Ilha São João, conta com a presença de diversas raridades automobilísticas.
Encontro Nacional de Motociclistas - Realizado anualmente no mês de Setembro, o Encontro Nacional de Motociclistas é organizado pelo grupo "Falcões de Aço Moto Clube" durante 3 dias na Ilha São João e conta com diversas atrações, entre shows, feira, exposições e o campeonato nacional de Wheelling.
VR Folia - Shows na época de agosto que acontecem na Ilha São João ou no Clube Comercial
Galeria[editar | editar código-fonte]Ver também[editar | editar código-fonte]
Volta Redonda Futebol Clube
Fluminenses de Volta Redonda
Interior do Rio de Janeiro
Companhia Siderúrgica Nacional
Diário do Vale
Cine 9 de Abril
Lista de municípios do Brasil acima de cem mil habitantes
Referências? a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 1 de dezembro de 2017 ? Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (15 de janeiro de 2013). «Áreas dos Municípios». Consultado em 11 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2018 ? a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (30 de agosto de 2017). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2017» (PDF). Consultado em 11 de fevereiro de 2018 ? a b Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 29 de julho de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 ? a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2015). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2015». Consultado em 11 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2018 ? a b c d LIMA, R. G. S. Museu virtual: a Volta Redonda do café e do leite. Disponível em http://portalvr.com/cultura/museu/apoio/arquivos/robertoguiao.pdf. Acesso em 28 de março de 2013.? «folhadointerior.com.br/» Volta Redonda tem um carro para cada 2,9 habitantes? Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 11 de fevereiro de 2018. Cópia arquivada em 11 de fevereiro de 2018 ? Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Divisão Territorial Brasileira 2016». Consultado em 11 de fevereiro de 2018 ? [1]? «Histórico demográfico do município de Volta Redonda». Prefeitura de Volta Redonda. Consultado em 7 de janeiro de 2011 ? [2]? [3]? Volta Redonda? «Frota de VR passa de 100 mil veículos». Jornal Diário do Vale. Consultado em 11 de abril de 2009 ? a b diariodotransporte.com.br/ Ônibus elétrico gratuito passa a circular em definitivo em Volta Redonda? diariodovale.com.br/ Ônibus gratuito começa a circular em Volta Redonda? a b c «smdet.com.br/» Frota de veículos em VR ultrapassa 100mil? «diariodovale.com.br/» Frota de Volta Redonda passa de 120 mil veículos? diariodovale.com.br/ Obras na rodoviária de Volta Redonda devem terminar em dezembro? brasil.gov.br/ Cidade de Volta Redonda (RJ) pode receber novo aeroporto? a b world-airport-codes.com/ Airports By World Area Code? «Turismo em Volta». Turismo em Volta Redondas | Turismo em Volta (em inglês). Consultado em 24 de maio de 2018 ? mapadecultura.rj.gov.br/ Ginásio Municipal de Skate? avozdacidade.com/ Obra de revitalização do Ginásio do Skate de Volta Redonda é concluída
Ligações externas[editar | editar código-fonte]Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Definições no Wikcionário
Categoria no Commons
Commons
WikcionárioPrefeitura de Volta Redonda (em português)
Câmara Municipal (em português)
Volta Redonda no WikiMapia
Volta Redondavde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [4] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)vde Rio de Janeiro Portal ? Geografia, Política, Cultura, EsportesCapitalRio de JaneiroDivisão regional vigente (desde 2017)Regiões geográficas intermediárias e imediatasDivisão regional extinta (vigente até 2017)Mesorregiões e microrregiõesRegiões demarcativasBaixada Fluminense ? Grande Niterói ? Interior ? Leste Fluminense ? Litoral ? Região dos Lagos ? Serra Fluminense (Sul Fluminense ? Vale do Paraíba)Regiões Metropolitanas e RIDEsRio de JaneiroMais de 1.000.000 habitantesRio de Janeiro ? São GonçaloMais de 700.000 habitantesDuque de Caxias ? Nova IguaçuMais de 400.000 habitantesCampos dos Goytacazes ? Belford Roxo ? Niterói ? São João de MeritiMais de 200.000 habitantesPetrópolis ? Volta Redonda ? Magé ? Itaboraí ? Macaé ? Cabo FrioMais de 100.000 habitantesMesquita ? Nova Friburgo ? Barra Mansa ? Nilópolis ? Teresópolis ? Angra dos Reis ? Queimados ? Resende ? Maricá ? Araruama ? Itaguaí ? Itaperuna ? Barra do Piraí ? Japeri ? Rio das OstrasSudeste, Brasil vdeBairros de Volta RedondaZona LesteÁgua Limpa ? Brasilândia ? Santo Agostinho ? Três Poços ? Vila Americana ? Vila RicaZona SulCasa de Pedra ? Jardim Belvedere ? Roma ? SiderópolisZona CentralCentro ? Aterrado ? Bela Vista ? Jardim Amália ? Jardim Paraíba ? Laranjal ? Monte Castelo ? Nossa Senhora das Graças ? São João ? Sessenta ? Vila Santa Cecília ? Vila São GeraldoZona OesteAçude ? Belmonte ? Conforto ? Duzentos e Quarenta e Nove ? Eucaliptal ? Jardim Belmonte ? Jardim Europa ? Jardim Padre Josimo Tavares ? Jardim Suíça ? Minerlândia ? Ponte Alta ? Rústico ? Santa Rita de Cássia ? São Cristóvão ? São Lucas ? Santa Inez ? SiderlândiaZona NorteAero Clube ? Barreira Cravo ? Belo Horizonte ? Candelária ? Dom Bosco ? Niterói ? Pinto da Serra ? Retiro ? São João Batista ? São Luiz ? Santa Cruz ? Santa Cruz II ? Santa Rita do Zarur ? Vila Brasília ? Vila Mury ? Voldac
Portal do Rio de Janeiro Portal do Brasil

POSTAGENS RELACIONADOS


SOFTWARE LOJA VIRTUAL EM VOTORANTIM


software loja virtual em Votorantim

Encontre software loja virtual em Votorantim na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

SOFTWARE LOJA VIRTUAL EM VOTUPORANGA


software loja virtual em Votuporanga

Encontre software loja virtual em Votuporanga na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

SOFTWARE LOJA VIRTUAL EM WAGNER


software loja virtual em Wagner

Encontre software loja virtual em Wagner na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

SOFTWARE LOJA VIRTUAL EM WALL FERRAZ


software loja virtual em Wall Ferraz

Encontre software loja virtual em Wall Ferraz na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO