orçamento webdesign em Tabuleiro

Encontre orçamento webdesign em Tabuleiro na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Tabuleiro

Ver também: Mesas girantes
@media all and (max-width:720px){.mw-parser-output .tmulti>.thumbinner{width:100%!important;max-width:none!important}.mw-parser-output .tmulti .tsingle{float:none!important;max-width:none!important;width:100%!important;text-align:center}}Tabuleiro ouija em espanholTabuleiro ouija anglófonoUma prancheta para psicografiaSessão com uso de um copo
Aparato experimental para testar o tabuleiro ouijaCaptura de vídeo em experimento que detecta a movimentação involuntária[1][2][3]
Tabuleiro ouija ou tábua ouija é qualquer superfície plana com letras, números ou outros símbolos em que se coloca um indicador móvel. Foi criado para ser usado como método de necromancia ou comunicação com espíritos.[4][5]
Os participantes colocam os dedos sobre o indicador que então se move pelo tabuleiro para responder perguntas e enviar mensagens dos supostos espíritos. Há um jogo de tabuleiro registrado no Departamento de Comércio dos Estados Unidos da América com o nome de Ouija, mas a designação passou a ser usada para caracterizar qualquer tabuleiro que se utilize da mesma ideia.
No Brasil há variantes conhecidas como brincadeira do copo, jogo do copo, ou ainda sessão de copo, em que um copo faz as vezes do indicador para as respostas. Também é conhecido como brincadeira do compasso, quando se usa um compasso como indicador. Existem também apoios para a utilização de lápis durante as sessões.
O tabuleiro não necessita ter um formato retangular. Muitos tabuleiros ouija são circulares. Como indicadores, em vez do ponteiro, podem utilizar uma moeda ou um copo de vidro. Afirma-se que este último não é aconselhável porque o espírito poder vingar-se utilizando o copo.Índice1 Origens
2 Explicação científica
3 Explicação espiritualista
4 Críticas das religiões
5 Tabuleiro ouija na mídia
6 Referências
7 Bibliografia
8 Ligações externasOrigens[editar | editar código-fonte]
O princípio em que se baseia o tabuleiro Ouija ficou conhecido depois de 1848, ano em que duas irmãs norte-americanas, Kate e Margaret Fox, supostamente contactaram um vendedor que havia morrido anos antes e espalharam uma febre espiritualista pelos Estados Unidos e Europa.[6][7][8]
Há também indícios de que o princípio teria sido aperfeiçoado por um espiritualista chamado M. Planchette, que por volta de 1853 teria inventado o indicador de madeira, utilizado até hoje.[9][10]
Em 1890, Elijah J. Bond, de Baltimore, solicitou a patente do "Ouija" ou "Tabuleiro egípcio da sorte", concedida em 1891. Nesta patente se descreve o funcionamento e alega-se que o tabuleiro é capaz de responder "perguntas de qualquer tipo".[11]Explicação científica[editar | editar código-fonte]
As movimentações que ocorrem no tabuleiro ouija se devem ao efeito ideomotor.[12][13] As pessoas participantes da sessão involuntariamente exercem uma força imperceptível sobre o indicador utilizado, e a conjunção da força exercida por várias pessoas faz o objeto se mover. O efeito ideomotor foi descoberto pelo naturalista britânico William Benjamin Carpenter em 1852.[14]
O físico também britânico Michael Faraday realizou experimentos[15] que comprovaram que os movimentos das mesas girantes, atribuídos a fontes ocultas, eram realizados inconscientemente pelos próprios participantes dos experimentos. O mesmo princípio se aplica ao tabuleiro ouija.[16] O mágico ilusionista e cético estadunidense James Randi também realizou um experimento, citado em seu livro An Encyclopedia of Claims, Frauds, and Hoaxes of the Occult and Supernatural. Randi demonstrou que quando os participantes do tabuleiro ouija são vendados eles não conseguem produzir mensagens inteligíveis.[17]Explicação espiritualista[editar | editar código-fonte]
Espiritualistas que acreditam na possibilidade de contato com o mundo dos mortos argumentam que o espírito comunicante utilizaria os sentidos do participante durante as sessões. Os adeptos dessa teoria acreditam que o tabuleiro não tem poder em si mesmo, servindo apenas como ferramenta para o médium se comunicar com o mundo dos espíritos.[18]Críticas das religiões[editar | editar código-fonte]
Além das críticas científicas dos céticos, o tabuleiro Ouija também é criticado entre os espiritualistas. Edgar Cayce declarou-os perigosos.[19] Críticos avisam que maus espíritos poderiam enganar os participantes e possuí-los espiritualmente.[carece de fontes?]
No meio especializado[necessário esclarecer] há diversos avisos contra o uso do tabuleiro por pessoas desavisadas. Há também notícias de tabloides relatando casos de suposta possessão demoníaca em decorrência de sessões envolvendo espíritos malignos.[20]
A Igreja Católica critica o tabuleiro e a brincadeira do copo, assim como as experiências de seus fiéis na busca do contato com os mortos em geral. A recomendação dos padres é que os fiéis se mantenham distantes de participações nesse tipo de evento.[21][22] Segundo alguns padres exorcistas, Grabriele Amorth, este tipo de jogo pode contactar demônios. Em seus livros ele relata inúmeras possessões causadas pelo uso desses jogos.[carece de fontes?]
Da mesma forma, Igrejas Evangélicas definem essas práticas como "brincadeiras com demônios".[23][24]
Allan Kardec, codificador da Doutrina Espírita, orienta em seu O Livro dos Médiuns, no caso de comunicações frívolas (fúteis ou levianas), que estas práticas devem ser evitadas porque, normalmente, são utilizadas para curiosidades em geral e somente são feitas perguntas vãs, longe da seriedade exigida no intercâmbio com a espiritualidade benfeitora. Assim, o espiritismo, nesse caso particular de comunicações frívolas, considera que é mais provável a presença de espíritos levianos e zombeteiros, sem nenhum interesse com a verdade e com a dignidade, do que espíritos bons e esclarecidos comprometidos com a divulgação de propostas morais e éticas.[25]Tabuleiro ouija na mídia[editar | editar código-fonte]
O escritor G. K. Chesterton utilizou um tabuleiro ouija durante um período de depressão e ceticismo e depois disso passou a ser fascinado pelo ocultismo.[26]
O cantor inglês Morrissey, em compacto de 1989 incluído na coletânea Bona Drag, do ano seguinte, gravou uma música intitulada "Ouija Board, Ouija Board", referente a uma comunicação com o espírito de uma amiga morta.[27]
Brandon Flowers, vocalista da banda The Killers, utilizou o tabuleiro e passou a ter medo do número 621. A data também se relaciona com o dia de seu aniversário, 21 de junho.[28]
Sam Winchester, um dos protagonistas da série Supernatural, usa uma Tábua Ouija no primeiro episódio da segunda temporada (2:01 - Na hora da minha morte) para se comunicar com seu irmão morto, Dean Winchester.[29]
? Na série Friends, episódio 14 da terceira temporada, as personagens Phoebe e Mônica estão brincando com o jogo, quando são interrompidas por Joey.Referências[editar | editar código-fonte]? Sørensen, Jesper; Roepstorff, Andreas; Pfeiffer, Thies; Schjoedt, Uffe; Nielbo, Kristoffer L.; Andersen, Marc (17 de julho de 2018). «Predictive minds in Ouija board sessions». Phenomenology and the Cognitive Sciences (em inglês): 1?12. ISSN 1572-8676. doi:10.1007/s11097-018-9585-8 ? Hoffmann, Thomas. «How Ouija boards really work». sciencenordic.com (em inglês). Consultado em 26 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 26 de janeiro de 2019 ? Sandoiu, Ana; Collier, Jasmin. «Ouija boards: Science explains the spooky sensation». Medical News Today (em inglês). Consultado em 26 de janeiro de 2019. Cópia arquivada em 26 de janeiro de 2019 ? «Clique Ciência: Como funcionam as brincadeiras do copo e da tábua de Ouija? - Notícias - Ciência». Consultado em 23 de setembro de 2015 ? Lorràine, A.J. (maio de 1920). «Do spirits talk through ouija board?». HathiTrust (em inglês). Popular Science Monthly. v.96, p. 60-63. Consultado em 22 de abril de 2018 ? «Museum of Talking Boards: History of the Talking Board». www.museumoftalkingboards.com (em inglês). 1996?2015. Consultado em 10 de outubro de 2015 !CS1 manut: Formato data (link)? Mitch Horowitz. «Ouija!» (em inglês). Consultado em 10 de outubro de 2015. Arquivado do original em 3 de janeiro de 2009 ? «Cool Things - Ouija Board». Kansapedia. Kansas Historical Society. Consultado em 27 de maio de 2016 ? «Ancient Ouija Boards, Fact or Fiction?». www.museumoftalkingboards.com. 1996?2013. Consultado em 10 de outubro de 2015 !CS1 manut: Formato data (link)? Spence, 1920? Bond, J. (1891). Elijah j. [S.l.]: Google Patents. My invention relates to improvements in toys or games, whichldesignate as an Ouija or Egyptian luck-board, and the objects ofV the invention are to produce a toy or game by which two or more persons can amuse themselves by asking questions of any kind and having them answered by the device used and operated by the touch of the hand, so that the answers are designated by letters on a board. ? Projeto Ockham, A Brincadeira do Copo? Wegner DM. The Illusion of Conscious Will. Cambridge, MA: MIT Press;2002? William Benjamin Carpenter (1852). «On the influence of suggestion in modifying and directing muscular movement, independently of volition». Londres: Internet Publikation für Allgemeine und Integrative Psychotherapie. Proceedings of the Royal Institution of Great Britain (em inglês). 1: 147-153. ISSN 1430-6972. Consultado em 20 de fevereiro de 2015 ? Faraday, Michael (1853). Finally, I beg to direct attention to the discourse delivered by Dr. Carpenter at the Royal Institution on the 12th of March, 1852, entitled 'On the influence of Suggestion in modifying and directing Muscular Movement, independently of Volition':-which, especially in the latter part, should be considered in reference to table moving by all who are interested in the subject.. «Experimental Investigation of Table-Moving». Journal of the Franklin Institute. 56 (5): 328-33. doi:10.1016/S0016-0032(38)92173-8. Consultado em 6 de agosto de 2014 ? (em inglês)Como as pessoas são enganadas pelo efeito ideomotor, Ray Hyman, Ph.D? (em inglês) Ouija Board, James Randy Educational Foundation? (em inglês) Museum of Talking Boards, Theories? (em inglês) The Ouija Board - Part One? (em inglês) Ghost Research - Ouija: Not a game? Doutrina Católica, Perguntas e respostas? «A Brincadeira do Compasso e o envolvimento com o Oculto». blog.cancaonova.com. Consultado em 28 de abril de 2016 ? (em português) Igreja Batista Independente em Pato Branco[ligação inativa]? (em português) Igreja Evangélica da Paz, O Exorcista, Quando o demônio vira astro de cinema Arquivado em 17 de junho de 2009, no Wayback Machine.? Kardec, Allan (1944). O livro dos médiuns. Rio de Janeiro: Federação Espírita Brasileira. p. 135, 209-210 As comunicações frívolas emanam de Espíritos levianos, zombeteiros, ou brincalhões, antes maliciosos do que maus, e que nenhuma importância ligam ao que dizem. Como nada de indecoroso encerram, essas comunicações agradam a certas pessoas, que com elas se divertem, porque encontram prazer nas confabulações fúteis, em que muito se fala para nada dizer. Tais Espíritos saem-se às vezes com tiradas espirituosas e mordazes e, por entre facécias vulgares, dizem não raro duras verdades, que quase sempre ferem com justeza. Em torno de nós pululam os Espíritos levianos, que de todas as ocasiões aproveitam para se intrometerem nas comunicações. A verdade é o que menos os preocupa; daí o maligno encanto que acham em mistificar os que têm a fraqueza e mesmo a presunção de neles crer sob palavra. As pessoas que se comprazem nesse gênero de comunicações naturalmente dão acesso aos Espíritos levianos e falaciosos. Delas se afastam os Espíritos sérios, do mesmo modo que na sociedade humana os homens sérios evitam a companhia dos doidivanas.? «BBC - Radio 4 - Great Lives - Richard Ingrams on GK Chesterton - 9 May 2003». www.bbc.co.uk. Consultado em 10 de outubro de 2015 ? «OUIJA BOARD, OUIJA BOARD (TRADUÇÃO) - Morrissey - LETRAS.MUS.BR». www.letras.mus.br. Consultado em 22 de setembro de 2018 ? «Flowers' Ouija death threat» (em inglês). www.monstersandcritics.com. 3 de outubro de 2006. Consultado em 10 de outubro de 2015. Arquivado do original em 18 de junho de 2009 ? «Tabuleiro ouija». Consultado em 25 de julho de 2016
Bibliografia[editar | editar código-fonte] Vários autores (1911). «Table-turning». In: Chisholm, Hugh. Encyclopædia Britannica. A Dictionary of Arts, Sciences, Literature, and General information (em inglês) 11.ª ed. Encyclopædia Britannica, Inc. (atualmente em domínio público)
Carrol, Robert Todd (setembro de 2014). «Ouija board» (em inglês). The Skeptic's Dictionary. Consultado em 15 de maio de 2016
Lewis Spence (1920). «Table-turning». An encyclopaedia of occultism: a compendium of information on the occult sciences, occult personalities, psychic science, magic, demonology, spiritism and mysticism. Londres: George Routledge & sons, ltd. pp. 398?399. Consultado em 23 de setembro de 2015
McCabe, Joseph (1920). Is Spiritualism Based on Fraud?: The Evidence Given by Sir A.C. Doyle and Others Drastically Examined (em inglês). Londres: Watts & Co. 180 páginas. Consultado em 14 de Abril de 2015
McCabe, Joseph (1920). Spiritualism: A Popular History 1847 (em inglês). Nova Iorque: Dodd, Mead and Company. 243 páginas. Consultado em 14 de Abril de 2015
Massimo Pigliucci & Maarten Boudry (eds.) (2013). Philosophy of Pseudoscience: Reconsidering the Demarcation Problem (em inglês). Chicago: University of Chicago Press. 464 páginas. ISBN 9780226051826. Consultado em 14 de Abril de 2015
Smith, Jonathan C (2011). Pseudoscience and Extraordinary Claims of the Paranormal: A Critical Thinker's Toolkit (em inglês). Chichester: John Wiley & Sons. 432 páginas. ISBN 9781444358940. Consultado em 29 de abril de 2015
Cain, D. Lynn, "OUIJA ? For the Record" 2009 ISBN 978-0-557-15871-3 (em inglês)
Cornelius, J. Edward, Aleister Crowley and the Ouija Board. Feral House, 2005. ISBN 1-932595-10-4 (em inglês)
Gruss, Edmond C., The Ouija Board: A Doorway to the Occult 1994 ISBN 0-87552-247-5 (em inglês)
Hunt, Stoker, Ouija: The Most Dangerous Game. 1992 ISBN 0-06-092350-4 (em inglês)
Murch, R., "A Brief History of the Ouija Board", Fortean Times, No.249, (June 2009), pp. 32?33. (em inglês)
Schneck, R.D., "Ouija Madness", Fortean Times, No.249, (June 2009), pp. 30?37. (em inglês)
Mesmerismo, Odilismo, Mesas-girantes e Espiritualismo I, Popular Science Monthly, Volume 11, Maio de 1877 no Wikisource em inglês.
Mesmerismo, Odilismo, Mesas-girantes e Espiritualismo II, Popular Science Monthly, Volume 11, Junho de 1877 no Wikisource em inglês.
Percília, Eliene. «Jogos Sobrenaturais». Brasil Escola. Consultado em 15 de maio de 2016
Carvalho, Vera Lucia Marinkzeck de; (Espírito), Antonio Carlos. Copos que Andam. São Paulo: Petit Editora e Distribuidor. ISBN 9788572530187
González-Quevedo, Oscar (1 de janeiro de 1989). Antes que os demônios voltem: explicação dos fenômenos e análise das teorias à luz da psicologia, filosofia, teologia e parapsicologia. [S.l.]: Loyola. ISBN 9788515000982
Dell?Isola, Alberto (1 de fevereiro de 2016). Mentes Fantásticas. [S.l.]: Universo dos Livros Editora. ISBN 9788579309526
Lima, Ronie (3 de dezembro de 2005). A vida além da vida: um jornalista no mundo das materializações de espíritos relata histórias reais e experiências de cura espiritual. [S.l.]: Mauad Editora Ltda. ISBN 9788574785493
Reis, Widson Porto (2005). «Conversando com os Mortos - A História da "Brincadeira do Copo"». www.projetoockham.org. Consultado em 15 de maio de 2016
«Nova 'brincadeira do copo', desafio do Charlie vira fenômeno na internet - 27/05/2015 - Tec - Folha de S.Paulo». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 15 de maio de 2016
«A Brincadeira do copo: fatos e mitos». estudoespiritualista.org. Consultado em 15 de maio de 2016. Arquivado do original em 15 de maio de 2016 Ligações externas[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tabuleiro ouijavdePseudociênciasTerminologia
Argumentum ad ignorantiam
Charlatanismo
Ciência culto à carga
Ciência Lixo
Ciência marginal
Ciência patológica
Ciência vodu
Ignoratio elenchi
Teoria científica obsoleta
Astronomia e Astrofísica
Acusações de falsificação nas alunissagens do Programa Apollo
Astrologia
Face em Marte
Dogon
Efeito lunar
Teoria dos astronautas antigos
Geografia
Flat Earth Society
Geologia diluviana
Teoria das hidroplacas
Terra oca
Terra plana
Triângulo das Bermudas
Física
Moto-contínuo
Radiestesia
Misticismo quântico
Medicina e Saúde
Acupuntura
Acupuntura médica
Apometria
Bioenergia
Bioterapia
Brain Gym
Cromoterapia
Cura pela fé
Doença espiritual
EMDR
Essência floral
Fitoterapia
Fitoterapia chinesa
Hipnose
Homeopatia
Iridologia
Magnetoterapia
Medicina alternativa
Medicina antroposófica
Medicina tradicional chinesa
Medicina ortomolecular
Medicina quântica
Memória celular
Naturologia
Negacionismo da SIDA
Orgônio
Osteopatia
Power Balance
Quiropraxia
Reiki
Rolfing
Tratamento espiritual
Toque terapêutico
Urinoterapia
Ventosaterapia
Vitalismo
Paranormalidade eParapsicologia
Aura
Campo morfogenético
Criança índigo
Fenómeno da voz eletrónica
Imposição de mãos
Johrei
Levitação
Magnetismo animal
Maldição do faraó
Materialização
Mediunidade
Mesas girantes
Passe espírita
Passe magnético
Percepção extrassensorial
Psicografia
Psicopictografia
Sessão espírita
Tabuleiro ouija
Telecinésia
Telepatia
Psicologia
Constelações familiares
Terapia de reorientação sexual
Frenologia
Grafologia
Memética
Mensagem subliminar
Ontopsicologia
Polígrafo
Psicanálise
Psiquiatria biológica
Religião
Cientologia
Complexidade especificada
Complexidade irredutível
Criacionismo científico
Dianética
Design inteligente
Espiritismo científico
Feng shui
Lei da atração
Pró-Vida
Alegações de originalidade do Sudário de Turim
Ufologia
Círculos nas plantações
Conspiração de ocultação alienígena
Evento de Tunguska
Greys
Mutilação de gado
Reptilianos
Outras
Conscienciologia
Criptozoologia
Negacionismo climático
Negacionismo do Holocausto
Teoria da conspiração
Piramidologia
Pifilologia
Pseudoarqueologia
Pseudohistória
Pseudocientistas
Amit Goswami
Andrew Taylor Still
Andrew Wakefield
Antonio Meneghetti
Bert Hellinger
Carlos María de Heredia
David Irving
Erich von Däniken
Erlendur Haraldsson
Esalen Institute
Franz Anton Mesmer
Hernani Guimarães Andrade
Institute of Noetic Sciences
Instituto Brasileiro de Pesquisas Psicobiofísicas
J. B. Rhine
Michael Behe
Padre Quevedo
Princeton Engineering Anomalies Research
Ricardo Augusto Felício
Rupert Sheldrake
Samuel Hahnemann
Waldo Vieira
William Dembski
Críticos das Pseudociências
Ayaan Hirsi Ali
Bertrand Russell
Carl Sagan
Carlos Orsi
Christopher Hitchens
Daniel Dennett
Eugenie Scott
Harry Houdini
James Alcock
James Randi
Jerry Coyne
Lawrence Krauss
Martin Gardner
Massimo Pigliucci
Michael Shermer
Neil deGrasse Tyson
Paulo Miranda Nascimento
Penn & Teller
Richard Dawkins
Richard Wiseman
Sam Harris
Steven Novella
Ray Hyman
Tim Minchin
Relacionados
Ceticismo
Ceticismo científico
Comitê para a Investigação Cética
Conselho Europeu de Organizações Céticas
Lista de livros sobre ceticismo
Lista de revistas céticas
Método científico
Navalha de Occam
Lista de tópicos considerados pseudociências
Portal do ocultismo Portal da ciência Portal da história da ciência Portal do espiritismo
Controle de autoridade
: Q672107
EBID: ID
JSTOR: ouija-boards
LCCN: sh85096121

Posts Relacionados

24-08-2016 11:34:16

orçamento webdesign em Tabuleiro do Norte

Encontre orçamento webdesign em Tabuleiro do Norte na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

24-08-2016 11:34:16

orçamento webdesign em Tacaimbó

Encontre orçamento webdesign em Tacaimbó na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

24-08-2016 11:34:16

orçamento webdesign em Tacaratu

Encontre orçamento webdesign em Tacaratu na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

24-08-2016 11:34:16

orçamento webdesign em Taciba

Encontre orçamento webdesign em Taciba na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.