orçamento webdesign em Porto Mauá

Encontre orçamento webdesign em Porto Mauá na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Porto Mauá

Nota: Para o barão brasileiro, consulte Barão de Mauá; para outras acepções, veja Mauá (desambiguação).Município de Mauá
"Capital da Porcelana"
Visão parcial do Centro da Cidade. Ao fundo Vila BocainaBandeiraBrasãoHino
Aniversário8 de dezembro
Fundação1 de janeiro de 1954
Emancipação22 de novembro de 1953 (plebiscito)
Gentílicomauaense
LemaCapital of Crockery and Pottery"Capital da Louça e da cerâmica"
Padroeiro(a)Nossa Senhora da Imaculada Conceição
CEP09300-000 até 09399-999
Prefeito(a)Alaíde Damo (MDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Mauá em São PauloMauá Localização de Mauá no Brasil
23° 40' 04" S 46° 27' 39" O23° 40' 04" S 46° 27' 39" O
Unidade federativaSão Paulo
Região intermediária
São Paulo IBGE/2017 [1]Região imediata
São Paulo IBGE/2017Região metropolitanaSão Paulo
Municípios limítrofes4 Norte: São Paulo e Ferraz de Vasconcelos Sul e Leste: Ribeirão Pires Oeste: Santo André
Distância até a capital26 km
Características geográficas
Área62,293 km² [2]
População468 148 hab. (SP: 10º) ? estimativa IBGE/2018[3]
Densidade7 515,26 hab./km²
Altitude850 m
Climasubtropical
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,766 alto PNUD/2010 (1º)[4]
PIBR$ 13 963 846 49 mil (BR: 74º) ? IBGE/2016
PIB per capitaR$ 30 509 00 IBGE/2016[5]
Página oficial
Prefeiturahttp://www.maua.sp.gov.br
Câmarahttp://www.camaramaua.sp.gov.brMauá é um município da Região Metropolitana de São Paulo, no estado de São Paulo, no Brasil. Pertence à região do ABC Paulista, na Zona Sudeste da Grande São Paulo, em conformidade com a lei estadual nº 1.139, de 16 de junho de 2011[6] e, consequentemente, com o Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo (PDUI)[7]. A densidade demográfica é de 6 463,7 habitantes por quilômetro quadrado. Porém a densidade urbana é bem maior, já que um terço do município é área industrial e 10% pertence à área rural e ao Parque Estadual da Serra do Mar. Em 2014, era o 20° município do estado em produto interno bruto, e em 2018 o 10º em população, com 468 148 habitantes.[3] Mauá está entre as 50 cidades mais populosas de todo o Brasil.Índice1 Etimologia
2 História
3 Economia
4 Cultura e lazer4.1 Parques municipais
5 Esporte5.1 Estádio
5.2 Clubes esportivos
5.3 Ginásios poliesportivos
6 Comunicações6.1 Telefonia
7 Transportes7.1 Ferroviário
7.2 Viário
8 Vias8.1 Rodovias
8.2 Vias Arteriais[17]
9 Geografia9.1 Clima
9.2 Relevo
9.3 Hidrografia
9.4 Vegetação
9.5 Subdivisões9.5.1 Regiões de Planejamento (RP´s)
10 Política municipal10.1 Poder executivo
10.2 Poder legislativo
11 Cidades-irmãs
12 Ver também
13 Referências
14 Ligações externasEtimologia[editar | editar código-fonte]
O tupinólogo Eduardo de Almeida Navarro sugere que o topônimo "Mauá" pode provir de "Magûeá", que era o nome de uma aldeia tamoia que se localizava na baía de Guanabara no século 16.[8] Originalmente, o nome "Mauá" designava uma área onde hoje situa-se o bairro de Mauá, em Magé, onde Irineu Evangelista de Souza construiu um grande porto. O imperador dom Pedro II, reconhecendo a importância da obra, nomeou-o barão de Mauá.
Na criação do distrito de Mauá, durante o processo de emancipação, o nome "Mauá" passou a designar a estação local e o povoado que surgiu ao seu redor em substituição ao antigo "Pilar", que fazia referência ao Caminho do Pilar (antigo nome da Avenida Barão de Mauá), que ligava a vila de São Bernardo à Igreja do Pilar.História[editar | editar código-fonte]
Busto de Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá
Quando houve, por parte dos portugueses, a primeira expedição a avançar para o interior do continente brasileiro (até então, a exploração se restringia ao litoral), ainda em meados do Século XVI, a qual saiu de São Vicente e chegou até as tribos indígenas de Piratininga, na confluência dos rios Tamanduateí, Anhangabaú e Tietê, o percurso utilizado foi o Caminho do Peabiru: mais exatamente, a Trilha dos Tupiniquins, a qual atravessava o território da atual Mauá, em um traçado ancestral e muito próximo da atual Avenida Barão de Mauá.[9] João Ramalho, o qual fundou a Vila de Santo André original em 1553, tomou posse de muitas terras que hoje fazem parte do território mauaense.
No Século XVIII, a região era conhecida como Cassaquera, um nome indígena que significa "Cercados Velhos" ou "Cercado dos Velhos". Mais tarde, a antiga Trilha dos Tupiniquins tornou-se o Caminho do Pilar, uma vez que levava até a Capela Nossa Senhora do Pilar, fundada em 1714, localizada onde hoje fica Ribeirão Pires. Do nome da estrada, surgiu a nova denominação local: Pilar.[9]
Apesar de haver alguns moradores na região, só houve progresso local relevante a partir da construção, por parte da São Paulo Railway, da Ferrovia Santos-Jundiaí, a qual foi inaugurada em 1867. Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá, mais tarde elevado a Visconde de Mauá, grande empreendedor no comando desse projeto ferroviário, que chegou a ter grandes propriedades na região, adquirindo a Fazenda Bocaina do capitão João José Barboza Ortiz. O crescimento da agora Vila do Pilar levou a São Paulo Railway a inaugurar a estação de trem Pilar em 1º de abril de 1883.[10][11] Um núcleo populacional surgiu e cresceu em volta da estação pelas décadas seguintes.Em 1926, a estação ferroviária teve o nome alterado para Mauá em homenagem ao ilustre empreendedor e construtor da ferrovia. Assim, o então bairro de Pilar, pertencente ao município de São Bernardo do Campo, foi mudado pra Mauá. Com o Decreto-lei Estadual nº 6 780, de 18 de outubro de 1934, Mauá foi elevada a distrito, ainda pertencente a São Bernardo.[12] Com o Decreto-lei Estadual nº 9775, de 30 de novembro de 1938, foi recriado o município de Santo André, passando o distrito de Mauá a pertencer ao novo município.[12]
O distrito cresceu, mas boa parte da população considerava o local quase abandonado pela Prefeitura de Santo André. Surgiu, assim, a partir de 1943, o Movimento Emancipacionista, liderado por Egmont Fink[9]. Em 22 de novembro de 1953, foi realizado um plebiscito com os moradores locais para que eles escolhessem pela emancipação local ou não. A maioria votou a favor, e a Lei Estadual nº 2 456, de 30 de dezembro de 1953, decretou a emancipação e surgimento do Município de Mauá.[12] A instalação de fato do novo município e administração autônoma se deu a partir de 1º de janeiro de 1954.[12] Os vereadores, no entanto, decidiram, por votação na Câmara Municipal, que a Data Magna da cidade seria 8 de dezembro, dia da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, padroeira da cidade, e Dia da Justiça.Economia[editar | editar código-fonte]

No passado, as fábricas de porcelana ? como a Porcelana Schmidt ? eram o grande foco da economia local, o que deu à cidade os apelidos de "Capital da louça e da cerâmica" ou "Capital da porcelana",[13] porém atualmente uma destas grandes fábricas fechou e a outra mudou de estado. Atualmente, há vários ramos de atividade econômica na cidade, como logística, metalurgia, indústria química, de materiais elétricos e petroquímica. Existem dois polos industriais (Capuava e Sertãozinho) e um grande polo petroquímico, onde está localizada a refinaria da Petrobras, a Refinaria de Capuava. Estes polos transformaram Mauá em um dos maiores parques industriais do país. As inaugurações do Trecho Sul do Rodoanel e do prolongamento da Avenida Jacu-Pêssego/Nova Trabalhadores geraram a expectativa da retomada do crescimento da atividade industrial, que, atualmente, sofre com o estrangulamento da malha viária e com sua crônica falta de manutenção.
Um dos principais polos industriais é Associação Condomínio Industrial Barão de Mauá (ACIBAM), um dos pioneiros na cidade. Atualmente, a ACIBAM conta com 80 empresas instaladas de diversos ramos de atividades, gerando empregos para aproximadamente 6000 pessoas. Outras empresas com sede ou filial no município de Mauá são: Foz do Brasil (comercialização de água e tratamento de esgoto), Dixie Toga (filmes em alumínio), Grecco Transportes (logística), CGE (metalúrgica), Petrobrás (refino de petróleo, nitrogenados e gás de cozinha), Ultragaz (gás de cozinha), Bandeirante Química (derivados de petróleo), Saint-Gobain (vidros para construção civil e linha automotiva), Liquigás (gás de cozinha), Copagaz (gás de cozinha), Braskem (polietileno), Vitopel (resinas petrolíferas para fabricação de papel e celulose), Chevron-Oronite (derivados de petróleo), Oxiteno-Ultra (gases derivados de petróleo exceto GNV), Firestone (pneus), Akzo Nobel-Tintas Coral (pigmentos), Lipos (parafusos), Magneti Marelli (antiga Cofap) (metalurgia e peças automotivas), Polimetri (estampados e metalurgia), Tupy (metalurgia), ALMAN (metalúrgica em alumínio), Multibrás-Brastemp (componentes para eletrodomésticos), Líder Brinquedos, Lara Ambiental (coleta e logística de resíduos sólidos), Goodyear Gatorback (borrachas para maquinário pesado e caminhões),Lincoln Electric -Harris (Materiais para solda) entre outras. Cultura e lazer[editar | editar código-fonte]
Museu Barão de Mauá
O Teatro Municipal Anselmo Haraldt Walendy é referência na região do ABC, recebe diversos artistas renomados da dramartugia. Há um espaço nas dependências do Teatro, que recebe diversificadas obras de artes de artistas da cidade. O Teatro fica localizado próximo ao centro de Mauá, na Vila Noêmia.
A memória e cultura da cidade é conservada no Museu Barão de Mauá, na Vila Guarani. O local possui rico acervo de fotografias, objetos e documentos relativos á história de Mauá e do Grande ABC, o local foi tombado pelo Condephaat como patrimônio histórico da cidade.
A cidade conta com dois complexos de cinema localizados no Mauá Plaza Shopping, no centro da cidade, ambos da rede Cine Araújo.
O município possui seis bibliotecas, sendo uma no centro e outras cinco distribuídas nos bairros da cidade.
A Tradicional Festa Junina de Mauá ocorre anualmente, a atração recebe os principais artistas da música da atualidade, é realizado pela Estância Alto da Serra e Markas Eventos, e conta com apoio da Prefeitura de Mauá.Parques municipais[editar | editar código-fonte]
Parque da Juventude de Mauá
O Parque Ecológico Gruta Santa Luzia localizado no bairro Jardim Itapeva, é um importante espaço de lazer e esporte da região, o local é composto por mata nativa, e abriga pequenos mamíferos, répteis e aves. Possui uma bela paisagem natural, pedreiras, caverna natural e lago com tartarugas. O parque conta também com trilhas, academia ao ar livre e quadra poliesportiva.
Localizado no Jardim Guapituba, o Parque Ecológico Guapituba é um dos lugares mais belos e calmos da cidade, possui rotas para caminhada, lagoas, jardins, bosques, museu, teatros abertos, área para exercícios e playground. O local pode ser acessado pela Avenida Capitão João e pela Estação Guapituba da Linha 10 da CPTM.
No Parque São Vicente, próximo o Paço Municipal se situa o Parque da Juventude, o local possui três quadras, duas de futebol e uma de basquete. Conta também com pistas de skate com obstáculos, jardim, parquinho, bancos, academia ao ar livre, bebedouros e banheiros.
Esporte[editar | editar código-fonte]
Estádio[editar | editar código-fonte]
A cidade possui o Estádio Municipal Pedro Benedetti. Localizado na Vila Noêmia, com capacidade para 10.590 pessoas.Clubes esportivos[editar | editar código-fonte]
O município de Mauá conta atualmente com o clube de futebol Grêmio Esportivo Mauaense. Foi fundado em 15 de dezembro de 1981 e suas cores são azul e branco.
Outra equipe de futebol de Mauá é o Mauá Futebol Clube. Fundado em 23 de outubro de 2017, suas cores são amarelo e preto.Ginásios poliesportivos[editar | editar código-fonte]
Ginásio Poliesportivo Celso Daniel - Localizado na Vila Noêmia
Ginásio Poliesportivo Atílio Damo - Localizado na Vila São João
Ginásio Poliesportivo Profª Berenice Rumiko Endo - Localizado na Vila Assis
Ginásio Poliesportivo Fernando Conceição - Localizado na Vila Vitória
Ginásio Poliesportivo José Boscariol - Localizado no Parque das Américas
Ainda em Mauá, no Parque das Américas fica o CEU (Centro de Artes e Esportes Unificado), o local oferece aulas de música, dança de salão, treinos de basquete, futsal, muay thay, boxe, taekwondo e capoeira. Além de aulas de alongamento, fisioterapia, dança, ginástica e yoga para a terceira idade. Comunicações[editar | editar código-fonte]
Telefonia[editar | editar código-fonte]
A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica da Borda do Campo (CTBC)[14] até 1998, quando esta empresa foi privatizada e vendida juntamente com a Telecomunicações de São Paulo (TELESP) para a Telefônica[15], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[16] para suas operações de telefonia fixa.Transportes[editar | editar código-fonte]
Ferroviário[editar | editar código-fonte]
O município é servido pelos trens da Linha 10 Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, com as estações:Capuava;
Mauá;
Guapituba; Vista das plataformas da estação Mauá da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos
A linha liga Mauá, à cidade de São Paulo, e as demais cidades da região do ABC. Tem interligação com a linha 2-Verde do Metrô, na estação Tamanduateí, linha 3-Vermelha do Metrô e linhas 11-Coral e 12-Safira da CPTM, na estação Brás. Pela estação Mauá, é possível ter acesso ao terminal de ônibus municipais da cidade, mas sem a possibilidade de transferência gratuita entre trem e ônibus. Viário[editar | editar código-fonte]
O sistema viário mauaense conta com ônibus municipais em um único lote (1- Suzantur) e intermunicipais geridos pela Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo.Vias[editar | editar código-fonte]
Rodovias[editar | editar código-fonte]
Rodoanel Mário Covas
SPA-086/021
Vias Arteriais[17][editar | editar código-fonte]
Entendem-se, como vias arteriais, os principais corredores viários do município de Mauá, sendo eles vias de intenso fluxo de veículos e transporte coletivo. São vias pavimentadas e eixos de ligação entre principais pontos da cidade:Avenida Papa João XXIII - Liga o Polo Industrial de Sertãozinho e SPA 086/021 ao centro da cidade;
Avenida Oscar Niemeyer -[18] (Jacu-Pêssego) - Ligação entre a SPA 086/021 ao município de São Paulo (até a Rodovia Ayrton Senna e aeroporto de Cumbica, em Guarulhos);
Avenida João Ramalho - Principal ligação entre as cidades de Santo André e Mauá;
Avenida Alberto Soares Sampaio - Ligação entre o Polo Industrial Capuava ao centro da cidade;
Avenida Ayrton Senna da Silva - Ligação entre os bairros Sônia Maria e Oratório ao centro de Mauá, corredor alternativo aos distritos paulistanos de São Mateus e Sapopemba;
Avenida Antônia Rosa Fioravanti - Ligação entre a região central aos bairros das regiões norte e leste da cidade, continuação do corredor oriundo da Avenida do Estado, marginal do Rio Tamanduateí;
Avenida Capitão João - Principal ligação entre as cidades de Mauá e Ribeirão Pires;
Estrada Adutora do Rio Claro - Ligação alternativa entre os bairros da região norte da cidade (Vila Magini, Nova Mauá, Jardim Paranavaí) ao município de São Paulo (região Parque São Rafael)
Avenida Barão de Mauá - Principal corredor interbairros da cidade, possuindo cerca de 8 quilômetros de extensão;
Avenida Brasil - Ligação alternativa marginal a linha 10 da CPTM;
Avenida Itapark - Ligação interbairros da região sudeste de Mauá, região do Itapark, antigo ramal ferroviário da pedreira;
Avenida Presidente Castelo Branco - Principal ligação do Jardim Zaíra ao centro da cidade;
Avenida Benedita Franco da Veiga - Principal ligação entre a cidade de Mauá ao Ramal Sapopemba;
Avenida Dom José Gaspar - Ligação da área central da cidade de Mauá com os bairros da região oeste (Vila Assis Brasil, Jardim Anchieta, Jardim Camilla e Jardim Primavera) servindo como alternativa de ligação com o Polo Industrial Sertãozinho e Avenida Papa João XXIII.
Geografia[editar | editar código-fonte]
Clima[editar | editar código-fonte]
O município localiza-se a 818 metros acima do nível do mar, no limite entre a Serra do Mar e o planalto. Em decorrência disso, o clima da cidade é considerado subtropical, com temperatura média durante o ano em torno dos 18 graus Celsius, raramente ultrapassando os 30 graus Celsius no verão. No inverno, a média é de 9 a 14 graus Celsius.
Dados climatológicos para Mauá
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima média (°C)252524,322,620,919,819,320,12121,822,924 22,2
Temperatura média (°C)20,620,619,91816,114,714,114,91617,318,419,6 17,5
Temperatura mínima média (°C)16,216,315,613,511,39,68,99,811,112,81415,2 12,9
Precipitação (mm)24923821110875635259102166153217 1 693
Fonte: Climate-Data.org[19] Relevo[editar | editar código-fonte]
Vegetação típica da Mata Atlântica na região do Jardim Zaíra
A paisagem mauaense é dominada pela formação de morros e picos íngremes, típicos da Serra do Mar e por profundos vales alagadiços, hoje na grande maioria aterrados e ocupados de forma desordenada, o que justifica a alta incidência de enchentes. Somente a região do vale do Rio Tamanduateí, no bairro Capuava, é tipicamente plana. Relatos históricos descrevem o local como sendo onde os primeiros bandeirantes, vindos de São Vicente, avistaram o planalto paulista e deram à região o nome de Borda do Campo, por fazer transição entre a Serra do Mar e o Planalto Paulista. O ponto mais alto da cidade é o Morro Pelado, com 867 metros de altitude (o terceiro mais alto da Grande São Paulo), porém, a cidade é em média a mais alta da região metropolitana, devido à carência de áreas planas.Hidrografia[editar | editar código-fonte]
A cidade tem como característica hidrográfica especial não ser cortada por nenhum curso d'água proveniente de outro município, visto que, devido a altitude elevada, todos os cursos d'água que cortam o território de Mauá nascem na cidade. No município, nasce o Rio Tamanduateí, o terceiro maior afluente do Rio Tietê na Grande São Paulo e ainda o Rio do Oratório e os rios Pinheirinho e Guaió. Os cursos d'água mais importantes em trecho urbano são o Córrego Taboão, o Córrego Corumbé e o Córrego Capitão João (sob o qual está a Praça XXII de Novembro). Devido à ocupação desordenada das várzeas, muitos trechos antes alagadiços que funcionavam como absorvedores do excesso de água das chuvas foram aterrados e a cidade, hoje, tem vários pontos sob forte risco de enchentes. A situação foi amenizada com a construção de quatro piscinões pelo governo do Estado em parceria com a Prefeitura entre os anos de 1998 e 2002. Um no Parque do Paço para o Córrego Taboão, um no Jardim Zaíra para o Córrego Corumbé, um no Jardim Sônia Maria para o Rio Oratório e um no Bairro Capuava para o próprio Rio Tamanduateí (este último é o maior da América Latina). Porém, devido à falta de manutenção, ao excesso de lixo e ao assoreamento, os piscinões não conseguem conter, com eficiência total, o risco de enchentes.
Além da ocupação desordenada, a falta de redes de esgoto e de tratamento de resíduos faz com que os cursos d'água urbanos da cidade estejam completamente poluídos.
A partir de 2017 a cidade de Mauá viveu sua pior crise hídrica. Em janeiro de 2018 o Repórter Diário[20] publicou matéria indicando mais 5 dias sem água na grande maioria dos bairros da cidade. Como motivos para essa crise além da dívida com a SABESP a rede de Mauá lidera a taxa de perda de água, mas a SAMA (Saneamento Básico do Município de Mauá) não se pronunciou sobre o assunto[21].Vegetação[editar | editar código-fonte]
O município, devido à grande variação de altitude, possui um vasto espectro de paisagens naturais, embora grande parte tenha sido transformada pela ocupação humana. As encostas dos morros eram, originalmente, ocupadas por uma exuberante vegetação de Mata Atlântica, embora já misturada com espécies do Planalto Paulista e com araucárias típicas do clima de altitude. Na cidade, as áreas de mata Atlântica mais preservadas são as áreas de mananciais, o Tanque da Paulista, o Parque Ecológico Santa Luzia e as encostas do Guaraciaba. As várzeas eram de modo geral cobertas por juncos e taboas, plantas típicas de áreas alagadiças e pantanosas. Atualmente, apenas o Córrego Taboão possui vegetação original em ambiente urbano, mas, deverá perder boa parte dela, devido as obras de retificação para a ligação com o Rodoanel. Os vales dos rios Guaió e Pinheirinho na região de Capiburgo estão ainda com essa vegetação, apesar da crescente favelização local. Os picos dos morros, principalmente os mais elevados eram cobertos por gramíneas e vegetações ralas, atualmente, o maior representante é o Morro Pelado, que leva esse nome pela vegetação muito baixa que o cobre. O Parque Ecológico Gruta Santa Luzia preserva remanescente da mata Atlântica e abriga pequenos mamíferos, aves e répteis.
Subdivisões[editar | editar código-fonte]
Regiões de Planejamento (RP´s)[editar | editar código-fonte]
O Planejamento e a Gestão desenvolvidos pela Administração Municipal baseiam-se na divisão do Município de Mauá em catorze regiões de planejamento - RP, parte integrante do Plano Diretor desde 1998, sofrendo algumas alterações em 2007. As RP?s são:
RP
Nome
Bairros
1
Centro
Centro, Bairro da Matriz, Bairro Bocaina, Vila Guarani, Vila Ana Maria, Vila Fausto Neves Morelli, Vila Alice e Vila Dirce;
2
Sertãozinho
Vila Carlina, Loteamento Industrial Coral e Sítio Sertão;
3
Parque São Vicente
Parque São Vicente, Jardim Araguaia, Parque das Orquídeas, Jardim Itrapoã, Jardim Isabella e Vila João Ramalho;
4
Vila Assis / Vila Vitória / Guapituba
Vila Assis Brasil, Jardim Anchieta, Jardim Guapituba, Jardim Idel, Jardim Primavera, Vila Mercedes, Jardim São Jorge do Guapituba, Jardim Camila, Vila Isabel, Vila Morelli, Jardim Pedroso, Jardim Haydée, Jardim Pilar, Vila Nossa Senhora das Vitórias e Jardim São Judas;
5
Capuava
Bairro Capuava (incluindo Polo Petroquímico);
6
Sônia Maria
Jardim Sônia Maria e Jardim Silvia Maria;
7
Magini ; Oratório / Nova Mauá
Jardim Oratório, Vila Santa Cecília, Jardim Rosina, Parque Rosalinda, Jardim Paranavaí, Vila Nova Mauá, Jardim Cerqueira Leite, Jardim Ipê, Vila Nova Canaã e Vila Magini;
8
Zaíra
Jardim Zaíra, Jardim Alto da Boa Vista, Vila Pereira, Vila Maria José, Vila Coronel Pires, Vila Abdouni e Parque Boa Esperança;
9
Parque das Américas
Parque das Américas, Vila Flórida, Vila Santa Rosa, Jardim Salgueiro, Jardim Brasília, Vila Cláudia, Vila Correia, Jardim Rosinelli, Vila Otávio Miniguinni, Vila Bocaina, Vila Augusto e Jardim Santa Lídia;
10
Itapark
Jardim Mauá, Jardim Miranda d?Aviz, Vila Independência, Vila Falchi, Vila Batoni, Sítio Bocaina, Jardim Nóbrega, Vila Emílio, Jardim Campo Verde, Jardim Eliana, Jardim Bocaina, Vila São Francisco, Vila N. Sra. de Fátima, Vila N. Sra. de Aparecida, Jardim Bela Vista, Jardim Bógus, Jardim Aracy, Jardim Cecília Tereza, Jardim Itapark e Parque Jaguary
11
Feital
Vila Lisboa, Sítio Feital, Jardim Agatti, Jardim Cruzeiro, Jardim São Gabriel, Jardim Columbia, Chácara Maria Aparecida, Chácara Maria Francisca, Sítio Bela Vista, Jardim Taquarussu, Jardim Itaussu, Núcleo Sampaio Vidal (parte) e Vila Feital;
12
São João / Maringá
Parque dos Bandeirantes, Jardim Maringá, Jardim Maria Eneida, Jardim Olinda, Jardim Nilza Miranda, Jardim Ingá, Núcleo Pajussara, Jardim Canadá, Vila Ana, Jardim Cleide, Jardim Santana, Cidade Kennedy, Jardim São Luiz, Jardim Bom Recanto, Jardim Estrela, Jardim São João, Jardim São Miguel, Vila São Roberto, Jardim Paulista, Jardim Sílvia, Vila São José, Vila Sônia, Jardim Cinerama, Parque Centenário, Jardim Centenário, Parque Centenário II, Núcleo Cincinato Braga, Parque Alvorada e Vila São João;
13
Itapeva
Jardim IV Centenário, Jardim Esperança, Jardim Adelina, Jardim Santista, Jardim Planalto, Vila Tavares, Jardim Luzitano, Jardim Nossa Terra, Jardim Hélida, Jardim Éden, Jardim Elizabeth, Jardim São Sebastião, Vila Real, Jardim Camargo, Parque Pilarópolis, Recanto Vital Brasil (parte), Núcleo Sampaio Vidal (parte) e Jardim Itapeva;
14
Mananciais
Núcleo Sampaio Vidal (parte), Núcleo Dr. Carlos de Campos, Chácara Santa Tereza, Chácara São Brás, Chácara São Lúcido e Recanto Vital Brasil (parte);Política municipal[editar | editar código-fonte]
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2013). Ajude a inserir referências.O conteúdo não verificável pode ser removido.?Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Prefeitura Municipal de Mauá
Historicamente, a esquerda política é bastante influente na política mauaense. Ainda na Década de 1940, a população local elegeu o comunista Ennio Brancalion (PCB) como seu representante na Câmara de Vereadores de Santo André e contribuiu para a vitória de Armando Mazzo (PCB) tornando-o o primeiro comunista eleito prefeito na história do Brasil.[22] Na primeira metade do Século XX a população de Mauá era predominantemente operária e pobre, tendo preterido na primeira eleição para Prefeito em 1954 o líder emancipacionista Egmont Fink (PSP), coligado à União Democrática Nacional, de vertente conservadora, para eleger Ennio Brancalion (agora no Partido Trabalhista Brasileiro de Getúlio Vargas), que sequer participara do movimento emancipacionista, e Élio Bernardi, que fora contrário à emancipação, para vice-prefeito.[23]
Durante a Ditadura Militar Brasileira, a Aliança Renovadora Nacional, o partido de apoio ao regime, dominou tanto o Executivo quanto o Legislativo.[22] Amaury Fioravanti (MDB) quebrou a hegemonia da ARENA elegendo-se prefeito em 1972. A partir dessa eleição, e durante todas as décadas de 1970 e 1980, a política mauaense passou a viver uma disputada polarizada em duas correntes principais: os Damistas, de Leonel Damo e seus apoiadores, como José Carlos Grecco; e o grupo de Amaury Fioravanti, com outros grupos menos influentes em paralelo.[23]
Após a redemocratização, o Partido dos Trabalhadores passou a polarizar a política da cidade com o Damismo. Os principais expoentes do PT no município são o ex-prefeito Oswaldo Dias e o deputado estadual e prefeito eleito em 2012 Donisete Braga. O ex-prefeito Leonel Damo foi figura central do grupo conservador da cidade, e após sua aposentadoria política alçou a filha, a deputada Vanessa Damo, como sua herdeira política. Ao longo de sua trajetória de oposição ao petismo, a família Damo contou com o apoio dos ex-prefeitos José Carlos Grecco e Amaury Fioravanti (que se aliou ao Damismo após a ascensão do PT na cidade).
A forte polarização política na cidade entre esses dois grupos torna difícil o sucesso de qualquer tentativa de consolidação de uma terceira via. Em 1996, o então vereador Paulo Bio (MDB) foi o 3º mais votado com cerca de 15% dos votos. Em 2000, outro vereador, Cincinato Freire (PL), obteve 14% dos votos. Na eleição de 2004, Chiquinho do Zaíra (PSB), exaltando o apoio de Fioravanti, conquistou 10% dos votos. Nesse ano, Átila Jacomussi (PPS) conquistou 14% dos votos. Mas o maior sucesso foi o do ex-prefeito interino Diniz Lopes (PSDB): nas eleições de 2008 obteve 23% dos votos e quase tirou de Chiquinho a vaga no segundo turno contra Oswaldo Dias. Entretanto, o hoje republicano sofreu com o desgaste de ter sua candidatura impugnada nas eleições de 2010 e 2014.
Oswaldo Dias é o político mauaense que mais tempo ficou a frente do comando da Prefeitura: foram 12 anos no comando do executivo municipal (entre 1997-2004 e 2009-2012).[23]
Mauá, apesar de jovem enquanto emancipada, tem um histórico de situações conturbadas em sua política local. O ex-prefeito Edgard Grecco sofreu um processo de Impeachment, movido pela Câmara de Vereadores em 1965, sendo deposto do cargo.[22] Já na sucessão de 2004, a candidatura do candidato favorito à Prefeitura, Márcio Chaves Pires, foi cassada na véspera do segundo turno pela juíza eleitoral municipal Ida Inês del Cid. A eleição não foi realizada, o presidente da Câmara Municipal, Diniz Lopes dos Santos se tornou um "prefeito-tampão" por quase um ano, enquanto a candidatura de Márcio Chaves era julgada em várias instâncias. Por fim, o Ministro do Supremo Tribunal Federal Eros Graus cassou em definitivo sua candidatura, e a juíza Ida Inês decidiu pela nulidade dos votos recebidos por ele, e pela eleição de Leonel Damo, sem a realização do segundo turno.[23]
O município tem uma dificuldade crônica, apesar de populoso, em eleger deputados estaduais e federais: no histórico de sucesso entre os candidatos a ocupar uma cadeira em Brasília estão o ex-prefeito José Carlos Grecco (MDB), eleito deputado constituinte em 1988 e Wagner Rubinelli que assumiu o posto em 2002, com a ascensão do titular Ricardo Berzoini como ministro do então presidente Luís Inácio Lula da Silva. Hélcio Silva, então vice-prefeito de Donisete Braga, assumiu em agosto de 2013 o cargo de deputado federal, no lugar de Valdemar Costa Neto, condenado no julgamento do mensalão e que renunciou ao cargo ao ter sua prisão decretada pelo Supremo Tribunal Federal. Já na Assembleia Legislativa, o histórico é ligeiramente mais amplo: o ex-prefeito Leonel Damo foi eleito em 1990 (deixou o cargo em 1992 para concorrer como vice de Grecco); o vereador Clóvis Volpi conquistou uma cadeira em 1994 pelo PSDB (hoje Volpi é ex-prefeito da vizinha Ribeirão Pires pelo Partido Verde); Donisete Braga assumiu como suplente em 2000 e foi reeleito em 2002, 2006 e 2010 (deixou o cargo no final de 2012 para assumir a Prefeitura) e Vanessa Damo foi eleita em 2006 pelo PV como a mais jovem parlamentar do país e reeleita em 2010 e 2014 já no MDB.Poder executivo[editar | editar código-fonte]
Desde 1954, ano em que Mauá recebeu o status de município ao desmembrar-se de Santo André, foram, eleitos ou nomeados, os seguintes prefeitos:Ennio Brancalion - 1 de janeiro de 1955 a 31 de dezembro de 1958
Élio Bernardi - 1 de janeiro de 1959 a 3 de setembro de 1962
Amélio Zuliani - 4 de setembro de 1962 a 31 de dezembro de 1962
Edgard Grecco - 1 de janeiro de 1963 a 17 de setembro de 1965 (sofreu impeachment)
José Mauro Lacava - 18 de setembro de 1965 a 31 de dezembro de 1966
Élio Bernardi - 1 de janeiro de 1967 a 31 de janeiro de 1970
Américo Perrella - 1 de fevereiro de 1970 a 31 de janeiro de 1973
Amaury Fioravanti - 1 de fevereiro de 1973 a 31 de janeiro de 1977
Dorival Resende - 1 de fevereiro de 1977 a 31 de janeiro de 1983
Leonel Damo - 1 de fevereiro de 1983 a 31 de dezembro de 1988
Amaury Fioravanti - 1 de janeiro de 1989 a 31 de dezembro de 1992
José Carlos Grecco - 1 de janeiro de 1993 a 31 de dezembro de 1996
Oswaldo Dias - 1 de janeiro de 1997 a 31 de dezembro de 2000
Oswaldo Dias - 1 de janeiro de 2001 a 31 de dezembro de 2004
Diniz Lopes dos Santos - 1 de janeiro de 2005 a 6 de dezembro de 2005 (interino)
Leonel Damo - 7 de dezembro de 2005 a 31 de dezembro de 2008
Oswaldo Dias - 1 de janeiro de 2009 a 31 de dezembro de 2012
Donisete Braga - 1 de janeiro de 2013 a 31 de dezembro de 2016
Atila Jacomussi - 1 de Janeiro de 2017 a 18 de abril de 2019 (sofreu impeachment)
Alaíde Damo - desde 18 de abril de 2019
Poder legislativo[editar | editar código-fonte]
A Câmara Municipal de Mauá conta atualmente com 23 vereadores eleitos em 2016:
Mandatos:[24] 1 de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2020Admir Jacomussi (PATRI)
Adelto Damasceno Gomes, o Adelto Cachorrão (AVANTE)
Cincinato Lourenço Freire Filho, o Dr. Cincinato (PDT)
Fernando Rodrigues Rubinelli, o Fernando Rubinelli (PDT)
Francisco de Carvalho Filho, o Chico do Judô (PATRI)
Francisco Esmeraldo Felipe Carneiro, o Chiquinho do Zaíra (AVANTE)
Francisco Marcelo de Oliveira, o Marcelo Oliveira (PT)
Gildásio Estevão de Miranda, o Gil Miranda (PRB)
Helenildo Alves da Silva, o Tchacabum (PATRI)
Joelson Alves dos Santos, o Jotão (PSDB)
José da Silva, o Pastor José (PSDB)
José Wilson Ferreira da Silva, o Wilson Melão (PPS)
Manoel Lopes dos Santos, o Manoel Lopes (DEM)
Osvanir Carlos Stella, o Ivan (AVANTE)
Ozelito José Benedito, o Irmão Ozelito (SD)
Ricardo Manoel de Almeida, o Ricardinho Da Enfermagem (PTB)
Roberto Rivelino Ferraz, o Professor Betinho (DC)
Robson Roberto Soares, o Betinho Dragões (PR)
Samuel Ferreira dos Santos, o Samuel Enfermeiro (PSB)
Severino Cassiano de Assis, o Severino do MSTU (PROS)
Sinvaldo Sabará Gonçalves, o Sinvaldo Carteiro (DC)
Vanderley Cavalcante da Silva, o Neycar (SD)
Vladimilson Garcia, o Bodinho (PATRI)
Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Categoria no Commons
Guia turístico no Wikivoyage
Commons
WikivoyageMauá tem, atualmente, a seguinte cidade como cidade-irmã: Hasami, Japão
Ver também[editar | editar código-fonte]
Diocese de Santo André
Referências? «O recorte das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias de 2017» (PDF). Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2017. p. 20?34. Consultado em 10 de agosto de 2017 ? IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 ? a b «Estimativas da população 2018». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 1 de janeiro de 2019. Consultado em 1 de janeiro de 2019 ? «Ranking IDHM Municípios 2010». Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? IBGE (2018). «Produto interno bruto dos municípios : 2016». 2018. Consultado em 4 de março de 2019 ? «Lei Complementar nº 1.139, de 16 de junho de 2011». Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. Consultado em 1 de fevereiro de 2017 ? «Região Metropolitana de São Paulo». Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana de São Paulo. Consultado em 1 de fevereiro de 2017. Cópia arquivada em 27 de janeiro de 2017 ? «Livro: Dicionario Tupi Antigo a Lingua Indigena Classica do Brasil - Eduardo de Almeida Navarro | Estante Virtual». Estante Virtual. Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? a b c ABC, Portal do ABC do. «Mauá ? Conheça a história de Mauá». www.abcdoabc.com.br. Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? [1]? «Mauá -- Estações Ferroviárias do Estado de São Paulo». www.estacoesferroviarias.com.br. Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? a b c d «Historia de Mauá SP - Ache Tudo e Região». www.achetudoeregiao.com.br. Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? «A capital nacional da porcelana». 3 de março de 2016. Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? «História da CTBC». Companhia Telefônica da Borda do Campo ? «Nossa História». Telefônica / VIVO ? GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 ? «Legislação Municipal - Câmara Municipal de Mauá / SP». 14 de março de 2016. Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? «Lei Ordinária 4842 2013 de Mauá SP». leismunicipais.com.br. Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? «Clima: Mauá». Climate-Data.org. Consultado em 17 de junho de 2016. Cópia arquivada em 6 de março de 2016 ? «Moradores em Mauá estão sem água desde sábado». RD - Jornal Repórter Diário. 17 de janeiro de 2018 ? «Mauá lidera taxa de perda de água - Portal Saneamento Básico». Portal Saneamento Básico. 8 de março de 2018 ? a b c «? Mauá histórica ?». www.geocities.ws. Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? a b c d «Prefeitura do Município de Mauá - Perfil Municipal - Os Prefeitos». www.maua.sp.gov.br. Consultado em 10 de janeiro de 2017 ? «TSE - Divulgação de Resultados de Eleições». divulga.tse.jus.br. Consultado em 10 de janeiro de 2017
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Página da prefeitura
Página da câmara
Mauá no WikiMapia
Mauá Memória
Mauávde Mercado Comum de Cidades ? MercocidadesMercado Comum do Sul ? Mercosul ArgentinaAvellaneda ? Bahía Blanca ? Barranqueras ? Bovril ? Bragado ? Buenos Aires ? Carlos Pellegrini ? Comodoro Rivadavia ? Córdova ? Florencio Varela ? General San Martín ? Gualeguaychú ? Guaymallén ? Hurlingham ? Junín ? La Matanza ? La Plata ? Rioja ? Las Bandurrias ? Lomas de Zamora ? Luján ? Malvinas Argentinas ? Mar del Plata ? María Susana ? Mendoza ? Montecarlo ? Morón ? Necochea ? Olavarría ? Paraná ? Pergamino ? Piamonte ? Quilmes ? Rafaela ? Reconquista ? Realicó ? Resistência ? Río Cuarto ? Rosário ? Salta ? Salto ? San Antonio de los Cobres ? San Fernando del Valle de Catamarca ? San Isidro ? San Jorge ? San Juan ? San Luis ? San Miguel de Tucumán ? San Salvador de Jujuy ? Santa Fé ? Santiago del Estero ? Tandil ? Trelew ? Ushuaia ? Vicente López ? Viedma ? Villa Gesell ? Villa María ? Villa Mercedes ? Zapala • Zárate BrasilAlvorada ? Anápolis ? Aracaju ? Araraquara ? Barra do Ribeiro ? Bela Vista ? Belém ? Belo Horizonte ? Brasília ? Camaçari ? Campinas ? Caxias do Sul ? Contagem ? Coronel Sapucaia ? Cuiabá ? Curitiba ? Diadema ? Dourados ? Esteio ? Florianópolis ? Fortaleza ? Foz do Iguaçu ? Goiânia ? Gravataí ? Guaíra ? Guarulhos ? Jacareí ? Joinville ? Juiz de Fora ? Londrina ? Macaé ? Maringá ? Mauá ? Mossoró ? Niterói ? Osasco ? Paranhos ? Penápolis ? Petrolina ? Piracicaba ? Porto Alegre ? Praia Grande ? Recife ? Ribeirão Preto ? Rio Claro ? Rio de Janeiro ? Rio Grande ? Salvador ? Santa Maria ? Santa Vitória do Palmar ? Santana de Parnaíba ? Santo André ? Santos ? São Bernardo do Campo ? São Borja ? São Carlos ? São Caetano do Sul ? São José do Rio Preto ? São Leopoldo ? São Paulo ? São Vicente ? Sumaré ? Suzano ? Taboão da Serra ? Teresina ? Uberlândia ? Várzea Paulista ? Viamão ? Vitória ? Vitória da Conquista ParaguaiAssunção ? Bella Vista Norte ? Cambyretá ? Capiatá ? Carlos Antonio López ? Concepción ? Coronel Oviedo ? Fernando de la Mora ? Hernandarias ? Horqueta ? Jesús ? Limpio ? San Pedro del Ycuamandiyú ? Pedro Juan Caballero ? Pilar ? Salto del Guairá ? San Lázaro ? Villeta ? Ypehú UruguaiCanelones ? Cerro Largo ? Colônia do Sacramento ? Durazno ? Flores ? Florida ? Maldonado ? Montevidéu ? Paysandú ? Río Negro ? Rivera ? Rocha ? Salto ? San José de Mayo ? Tacuarembó ? Treinta y Tres VenezuelaBarquisimeto ? Caracas ? Cumaná ? Libertador BolíviaCochabamba ? La Paz ? Santa Cruz de la Sierra ? Tarija ChileArica ? Calama ? Chillán Viejo ? Concepción ? El Bosque ? Los Andes ? Puerto Montt ? Quilpué ? Rancagua ? Santiago ? Valparaíso ? Viña del Mar PeruJesús María ? Lima ? Lurin ? La VictoriaCidades fundadoras em itálico.Fonte: Red de Mercociudades: Ciudades MiembrosvdeMunicípios da Região do Grande ABCSanto André ? São Bernardo do Campo ? São Caetano do Sul ? Diadema ? Mauá ? Ribeirão Pires ? Rio Grande da Serravde Região Metropolitana de São PauloSub-região norteCaieiras ? Cajamar ? Francisco Morato ? Franco da Rocha ? Mairiporã ? São Paulo (zona norte)Sub-região lesteArujá ? Biritiba Mirim ? Ferraz de Vasconcelos ? Guararema ? Guarulhos ? Itaquaquecetuba ? Mogi das Cruzes ? Poá ? Salesópolis ? Santa Isabel ? São Paulo (zona leste) ? SuzanoSub-região sudesteDiadema ? Mauá ? Ribeirão Pires ? Rio Grande da Serra ? Santo André ? São Bernardo do Campo ? São Caetano do Sul ? São Paulo (zona sudeste)Sub-região oesteBarueri ? Carapicuíba ? Itapevi ? Jandira ? Osasco ? Pirapora do Bom Jesus ? Santana de Parnaíba ? São Paulo (zona oeste)Sub-região sudoesteCotia ? Embu das Artes ? Embu-Guaçu ? Itapecerica da Serra ? Juquitiba ? São Lourenço da Serra ? São Paulo (zona sudoeste) ? Taboão da Serra ? Vargem Grande Paulista São Paulo, Brasilvde São Paulo Portal ? Geografia, Política, Cultura, EsportesCapitalSão PauloRegiões MetropolitanasComplexo Metropolitano Expandido ? Baixada Santista ? Campinas ? Ribeirão Preto ? São Paulo ? Sorocaba ? Vale do ParaíbaRegiões AdministrativasAraçatuba ? Barretos ? Bauru ? Campinas ? Central ? Franca ? Itapeva ? Marília ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Santos ? São Paulo ? São José do Rio Preto ? São José dos Campos ? SorocabaRegiões de GovernoAdamantina ? Andradina ? Araçatuba ? Araraquara ? Assis ? Avaré ? Barretos ? Bauru ? Botucatu ? Bragança Paulista ? Campinas ? Caraguatatuba ? Catanduva ? Cruzeiro ? Dracena ? Fernandópolis ? Franca ? Guaratinguetá ? Itapetininga ? Itapeva ? Jales ? Jaú ? Jundiaí ? Limeira ? Lins ? Marília ? Ourinhos ? Piracicaba ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Rio Claro ? Santos ? São Carlos ? São João da Boa Vista ? São Joaquim da Barra ? São José do Rio Preto ? São José dos Campos ? Sorocaba ? Taubaté ? Tupã ? VotuporangaRegiões geográficas intermediáriasAraçatuba ? Araraquara ? Bauru ? Campinas ? Marília ? Presidente Prudente ? Ribeirão Preto ? São José dos Campos ? São José do Rio Preto ? São Paulo ? SorocabaRegiões geográficas imediatasAdamantina-Lucélia ? Amparo ? Andradina ? Araçatuba ? Araraquara ? Araras ? Assis ? Avaré ? Barretos ? Bauru ? Birigui-Penápolis ? Botucatu ? Bragança Paulista ? Campinas ? Caraguatatuba-Ubatuba-São Sebastião ? Catanduva ? Cruzeiro ? Dracena ? Fernandópolis ? Franca ? Guaratinguetá ? Itapetininga ? Itapeva ? Ituverava ? Jales ? Jaú ? Jundiaí ? Limeira ? Lins ? Marília ? Mogi Guaçu ? Ourinhos ? Piracicaba ? Piraju ? Presidente Epitácio-Presidente Venceslau ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Rio Claro ? Santa Fé do Sul ? São José do Rio Pardo-Mococa ? Santos ? São Carlos ? São João da Boa Vista ? São Joaquim da Barra-Orlândia ? São José dos Campos ? São José do Rio Preto ? São Paulo ? Sorocaba ? Tatuí ? Taubaté-Pindamonhangaba ? Tupã ? VotuporangaMais de 1 000 000 habitantesSão Paulo ? Guarulhos ? CampinasMais de 500 000 habitantesSão Bernardo do Campo ? Santo André ? Osasco ? São José dos Campos ? Ribeirão Preto ? SorocabaMais de 200 000 habitantesMauá ? São José do Rio Preto ? Santos ? Mogi das Cruzes ? Diadema ? Jundiaí ? Carapicuíba ? Piracicaba ? Bauru ? São Vicente ? Itaquaquecetuba ? Franca ? Guarujá ? Taubaté ? Praia Grande ? Limeira ? Suzano ? Taboão da Serra ? Sumaré ? Barueri ? Embu das Artes ? São Carlos ? Indaiatuba ? Cotia ? Marília ? Americana ? Araraquara ? Jacareí ? Itapevi ? Presidente Prudente ? Hortolândia ? Rio ClaroMais de 100 000 habitantesAraçatuba ? Santa Bárbara d'Oeste ? Ferraz de Vasconcelos ? Francisco Morato ? Itapecerica da Serra ? Itu ? Bragança Paulista ? Pindamonhangaba ? São Caetano do Sul ? Itapetininga ? Mogi Guaçu ? Franco da Rocha ? Jaú ? Botucatu ? Atibaia ? Araras ? Santana de Parnaíba ? Cubatão ? Valinhos ? Sertãozinho ? Ribeirão Pires ? Jandira ? Catanduva ? Barretos ? Guaratinguetá ? Birigui ? Votorantim ? Tatuí ? Várzea Paulista ? Salto ? Caraguatatuba ? Itatiba ? Poá ? Ourinhos ? Assis ? Leme ? PaulíniaSudeste, Brasil vde Dados Estatísticos de São PauloPopulação
2018
2010
2007
2000
1996
1991
1985
1980
1978
1970
1966
1960
1958
1950
1946
1940
1937
1934
1929
1925
1920
1916
1910
1900
1890
1886
1872
Área e divisão territorial
Após 2016
2013?2015
1997?2012
1993?1996
1980?1992
1965?1979
1960?1964
1954?1959
1949?1953
1945?1948
1939?1944
1937?1938
1930?1933
1929
1920?1921
1911
1901
Processos de emancipação
Após 1996
1987?1995
1971?1985
1963
1958
1953
1948
Outros critérios
Altitude
PIB
IDH-M
Índice FIRJAN
Códigos de área (DDD)
Relacionados
Lista de municípios de São Paulo
Lista de distritos de São Paulo
vde Telecomunicações em São PauloEmpresaspaulistas
CETERP
COTESP
CTB
CTBC-Borda do Campo
TELESP
Telesp Celular
Código de área(DDD) 11
Alumínio
Araçariguama
Arujá
Atibaia
Barueri
Biritiba Mirim
Bom Jesus dos Perdões
Bragança Paulista
Cabreúva
Caieiras
Cajamar
Campo Limpo Paulista
Carapicuíba
Cotia
Diadema
Embu das Artes
Embu-Guaçu
Ferraz de Vasconcelos
Francisco Morato
Franco da Rocha
Guararema
Guarulhos
Igaratá
Itapecerica da Serra
Itapevi
Itaquaquecetuba
Itatiba
Itu
Itupeva
Jandira
Jarinu
Joanópolis
Jundiaí
Juquitiba
Mairinque
Mairiporã
Mauá
Mogi das Cruzes
Morungaba
Nazaré Paulista
Osasco
Pedra Bela
Pinhalzinho
Piracaia
Pirapora do Bom Jesus
Poá
Ribeirão Pires
Rio Grande da Serra
Salesópolis
Salto
Santa Isabel
Santana de Parnaíba
Santo André
São Bernardo do Campo
São Caetano do Sul
São Paulo
São Roque
Suzano
Taboão da Serra
Tuiuti
Vargem
Vargem Grande Paulista
Várzea Paulista
Código de área(DDD) 12
Aparecida
Arapeí
Areias
Bananal
Caçapava
Cachoeira Paulista
Campos do Jordão
Canas
Caraguatatuba
Cruzeiro
Cunha
Guaratinguetá
Ilhabela
Jacareí
Jambeiro
Lagoinha
Lavrinhas
Lorena
Monteiro Lobato
Natividade da Serra
Paraibuna
Pindamonhangaba
Piquete
Potim
Queluz
Redenção da Serra
Roseira
Santa Branca
Santo Antônio do Pinhal
São Bento do Sapucaí
São José do Barreiro
São José dos Campos
São Luís do Paraitinga
São Sebastião
Silveiras
Taubaté
Tremembé
Ubatuba
Código de área(DDD) 13
Bertioga
Cajati
Cananeia
Cubatão
Eldorado
Guarujá
Iguape
Ilha Comprida
Itanhaém
Itariri
Jacupiranga
Juquiá
Miracatu
Mongaguá
Pariquera-Açu
Pedro de Toledo
Peruíbe
Praia Grande
Registro
Santos
São Vicente
Sete Barras
Vicente de Carvalho
Código de área(DDD) 14
Águas de Santa Bárbara
Agudos
Álvaro de Carvalho
Alvinlândia
Anhembi
Arandu
Arco-Íris
Arealva
Areiópolis
Avaí
Avaré
Balbinos
Bariri
Barra Bonita
Bastos
Bauru
Bernardino de Campos
Bocaina
Bofete
Boraceia
Borebi
Botucatu
Brotas
Cabrália Paulista
Cafelândia
Campos Novos Paulista
Canitar
Cerqueira César
Chavantes
Conchas
Coronel Macedo
Dois Córregos
Duartina
Espírito Santo do Turvo
Fartura
Fernão
Gália
Garça
Getulina
Guaiçara
Guaimbê
Guarantã
Herculândia
Iacanga
Iacri
Iaras
Ibirarema
Igaraçu do Tietê
Ipaussu
Itaí
Itapuí
Itatinga
Jaú
Julio Mesquita
Lençóis Paulista
Lins
Lucianópolis
Lupércio
Macatuba
Manduri
Marília
Mineiros do Tietê
Ocauçu
Óleo
Oriente
Oscar Bressane
Ourinhos
Paranapanema
Pardinho
Paulistânia
Pederneiras
Piraju
Pirajuí
Piratininga
Pompeia
Pongaí
Pratânia
Presidente Alves
Promissão
Queiroz
Quintana
Reginópolis
Ribeirão do Sul
Sabino
Salto Grande
Santa Cruz do Rio Pardo
São Manuel
São Pedro do Turvo
Sarutaiá
Taguaí
Taquarituba
Tejupá
Timburi
Torrinha
Tupã
Ubirajara
Uru
Vera Cruz
Código de área(DDD) 15
Alambari
Angatuba
Apiaí
Araçoiaba da Serra
Barão de Antonina
Barra do Chapéu
Barra do Turvo
Boituva
Bom Sucesso de Itararé
Buri
Campina do Monte Alegre
Capão Bonito
Capela do Alto
Cerquilho
Cesário Lange
Guapiara
Guareí
Ibiúna
Iperó
Iporanga
Itaberá
Itaoca
Itapetininga
Itapeva
Itapirapuã Paulista
Itaporanga
Itararé
Jumirim
Laranjal Paulista
Nova Campina
Piedade
Pilar do Sul
Porangaba
Porto Feliz
Quadra
Ribeira
Ribeirão Branco
Ribeirão Grande
Riversul
Salto de Pirapora
São Miguel Arcanjo
Sarapuí
Sorocaba
Tapiraí
Taquarivaí
Tatuí
Tietê
Torre de Pedra
Votorantim
Código de área(DDD) 16
Altinópolis
Américo Brasiliense
Aramina
Araraquara
Barrinha
Batatais
Boa Esperança do Sul
Borborema
Brodowski
Buritizal
Cajuru
Cândido Rodrigues
Cássia dos Coqueiros
Cravinhos
Cristais Paulista
Dobrada
Dourado
Dumont
Fernando Prestes
Franca
Guará
Guariba
Guatapará
Ibaté
Ibitinga
Igarapava
Ipuã
Itápolis
Itirapuã
Ituverava
Jaboticabal
Jardinópolis
Jeriquara
Luiz Antônio
Matão
Miguelópolis
Monte Alto
Morro Agudo
Motuca
Nova Europa
Nuporanga
Orlândia
Patrocínio Paulista
Pedregulho
Pitangueiras
Pontal
Pradópolis
Ribeirão Bonito
Ribeirão Corrente
Ribeirão Preto
Rifaina
Rincão
Sales Oliveira
Santa Cruz da Esperança
Santa Ernestina
Santa Lúcia
Santa Rosa do Viterbo
Santo Antônio da Alegria
São Carlos
São Joaquim da Barra
São José da Bela Vista
São Simão
Serra Azul
Serrana
Sertãozinho
Tabatinga
Taiaçu
Taiuva
Taquaral
Taquaritinga
Trabiju
Vista Alegre do Alto
Código de área(DDD) 17
Adolfo
Altair
Álvares Florence
Américo de Campos
Aparecida d'Oeste
Ariranha
Aspásia
Auriflama
Bady Bassitt
Bálsamo
Barretos
Bebedouro
Cajobi
Cardoso
Catanduva
Catiguá
Cedral
Colina
Colômbia
Cosmorama
Dirce Reis
Dolcinópolis
Elisiário
Embaúba
Estrela d'Oeste
Fernandópolis
Floreal
Gastão Vidigal
General Salgado
Guaíra
Guapiaçu
Guaraci
Guarani d'Oeste
Guzolândia
Ibirá
Icém
Indiaporã
Ipiguá
Irapuã
Itajobi
Jaborandi
Jaci
Jales
José Bonifácio
Macaubal
Macedônia
Magda
Marapoama
Marinópolis
Mendonça
Meridiano
Mesópolis
Mira Estrela
Mirassol
Mirassolândia
Monções
Monte Aprazível
Monte Azul Paulista
Neves Paulista
Nhandeara
Nipoã
Nova Aliança
Nova Canaã Paulista
Nova Castilho
Nova Granada
Nova Luzitânia
Novais
Novo Horizonte
Olímpia
Onda Verde
Orindiúva
Ouroeste
Palestina
Palmares Paulista
Palmeira d'Oeste
Paulo de Faria
Pedranópolis
Pindorama
Pirangi
Poloni
Pontalinda
Pontes Gestal
Populina
Potirendaba
Riolândia
Rubineia
Sales
Santa Adélia
Santa Albertina
Santa Clara d'Oeste
Santa Fé do Sul
Santa Rita d'Oeste
Santa Salete
Santana da Ponte Pensa
São Francisco
São João das Duas Pontes
São João de Iracema
São José do Rio Preto
Sebastianópolis do Sul
Severinia
Tabapuã
Tanabi
Terra Roxa
Três Fronteiras
Turmalina
Ubarana
Uchoa
União Paulista
Urânia
Urupês
Valentim Gentil
Viradouro
Vitória Brasil
Votuporanga
Código de área(DDD) 18
Adamantina
Alfredo Marcondes
Alto Alegre
Álvares Machado
Andradina
Anhumas
Araçatuba
Assis
Avanhandava
Barbosa
Bento de Abreu
Bilac
Birigui
Borá
Braúna
Brejo Alegre
Buritama
Caiabu
Caiuá
Cândido Mota
Castilho
Clementina
Coroados
Cruzália
Dracena
Echaporã
Emilianópolis
Estrela do Norte
Euclides da Cunha Paulista
Flora Rica
Flórida Paulista
Florínea
Gabriel Monteiro
Glicério
Guaraçaí
Guararapes
Iepê
Ilha Solteira
Indiana
Inúbia Paulista
Irapuru
Itapura
João Ramalho
Junqueirópolis
Lavínia
Lourdes
Lucélia
Luziânia
Lutécia
Marabá Paulista
Maracaí
Mariápolis
Martinópolis
Mirandópolis
Mirante do Paranapanema
Monte Castelo
Murutinga do Sul
Nantes
Narandiba
Nova Guataporanga
Nova Independência
Osvaldo Cruz
Ouro Verde
Pacaembu
Palmital
Panorama
Paraguaçu Paulista
Parapuã
Pauliceia
Pedrinhas Paulista
Penápolis
Pereira Barreto
Piacatu
Piquerobi
Pirapozinho
Planalto
Platina
Pracinha
Presidente Bernardes
Presidente Epitácio
Presidente Prudente
Presidente Venceslau
Quatá
Rancharia
Regente Feijó
Ribeirão dos Índios
Rinópolis
Rosana
Rubiácea
Sagres
Salmourão
Sandovalina
Santa Mercedes
Santo Anastácio
Santo Antônio do Aracanguá
Santo Expedito
Santópolis do Aguapeí
São João do Pau-d'Alho
Sud Mennucci
Suzanápolis
Taciba
Tarabai
Tarumã
Teodoro Sampaio
Tupi Paulista
Turiúba
Valparaíso
Zacarias
Código de área(DDD) 19
Aguaí
Águas da Prata
Águas de Lindoia
Águas de São Pedro
Americana
Amparo
Analândia
Araras
Artur Nogueira
Caconde
Campinas
Capivari
Casa Branca
Charqueada
Conchal
Cordeirópolis
Corumbataí
Cosmópolis
Descalvado
Divinolândia
Elias Fausto
Engenheiro Coelho
Espírito Santo do Pinhal
Estiva Gerbi
Holambra
Hortolândia
Indaiatuba
Ipeúna
Iracemápolis
Itapira
Itirapina
Itobi
Jaguariúna
Leme
Limeira
Lindoia
Louveira
Mococa
Mogi Guaçu
Mogi Mirim
Mombuca
Monte Alegre do Sul
Monte Mor
Nova Odessa
Paulínia
Pedreira
Piracicaba
Pirassununga
Porto Ferreira
Rafard
Rio Claro
Rio das Pedras
Saltinho
Santa Bárbara d'Oeste
Santa Cruz da Conceição
Santa Cruz das Palmeiras
Santa Gertrudes
Santa Maria da Serra
Santa Rita do Passa Quatro
Santo Antônio de Posse
Santo Antônio do Jardim
São João da Boa Vista
São José do Rio Pardo
São Pedro
São Sebastião da Grama
Serra Negra
Socorro
Sumaré
Tambaú
Tapiratiba
Valinhos
Vargem Grande do Sul
Vinhedo
Relacionados
Códigos de área (DDD) de todos os municípios paulistas Portal de São Paulo

Posts Relacionados

24-08-2016 11:34:12

orçamento webdesign em Porto Murtinho

Encontre orçamento webdesign em Porto Murtinho na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

24-08-2016 11:34:12

orçamento webdesign em Porto Nacional

Encontre orçamento webdesign em Porto Nacional na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

24-08-2016 11:34:12

orçamento webdesign em Porto Real

Encontre orçamento webdesign em Porto Real na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

24-08-2016 11:34:12

orçamento webdesign em Porto Real do Colégio

Encontre orçamento webdesign em Porto Real do Colégio na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.