orçamento loja virtual em Guaiçara

Encontre orçamento loja virtual em Guaiçara na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Loja

Casa térrea.
Pavimento térreo de, uma casa.
Casa para venda de mercadorias.
Oficina.
Habitação assobradada, ao rés do chão.
Casa de associação maçónica.


Loja

Designação do ânus da cavalgadura.


Virtual

Que existe como faculdade, mas sem exercício ou efeito actual.
Possível; susceptível de se realizar.
Potencial.
Diz-se do foco de um espelho, determinado pelo encontro dos prolongamentos geométricos dos raios luminosos.


Guaiçara

Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde Fevereiro de 2008). Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Guaiçara
"Cidade Berço das Plantas"
Portal turístico da cidadeBandeiraBrasãoHino
Aniversário13 de dezembro
Fundação14 de dezembro de 1926 (92 anos)
Gentílicoguaiçarense
Prefeito(a)Oswaldo Afonso Costa (Vadinho) (DEM)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Guaiçara em São PauloGuaiçara Localização de Guaiçara no Brasil
21° 37' 19" S 49° 47' 56" O21° 37' 19" S 49° 47' 56" O
Unidade federativaSão Paulo
MesorregiãoBauru IBGE/2008 [1]
MicrorregiãoLins IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofesLins, Promissão e Sabino
Distância até a capital470 km
Características geográficas
Área269,300 km² [2]
População10 671 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade39,62 hab./km²
Altitude461 m
ClimaNão disponível
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,778 alto PNUD/2000 [4]
PIBR$ 104 016,549 mil IBGE/2008[5]
PIB per capitaR$ 9 431,19 IBGE/2008[5]Guaiçara é um município brasileiro do estado de São Paulo.Índice1 História
2 Geografia2.1 Demografia
3 Comunicações
4 Referências
5 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
Geografia[editar | editar código-fonte]
Localiza-se a uma latitude 21º37'19" sul e a uma longitude 49º47'55" oeste, estando a uma altitude de 461 metros. Sua população estimada em 2006 é de aproximadamente 10.357 habitantes. Guaiçara está em pleno desenvolvimento sendo uma das que mais cresceram na região centro-oeste paulista. Um dos destaques da cidade é a Estação Criatividade - Geraldino da Silva, onde uma antiga estação ferroviária da Noroeste do Brasil (NOB) foi restaurada, dando início a um espaço cultural.
Possui uma área de 269,3 km².Demografia[editar | editar código-fonte]
Dados do Censo - 2000
População total: 9.211Urbana: 8.070
Rural: 1.141
Homens: 4.584
Mulheres: 4.627
Densidade demográfica (hab./km²): 34,20
Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 14,38
Expectativa de vida (anos): 72,03
Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,54
Taxa de alfabetização: 90,76%
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,778IDH-M Renda: 0,681
IDH-M Longevidade: 0,784
IDH-M Educação: 0,868
(Fonte: IPEADATA)Comunicações[editar | editar código-fonte]
A cidade foi atendida pela Companhia Telefônica Brasileira (CTB) até 1973[6], quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP), que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[7], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[8] para suas operações de telefonia fixa.Referências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? «Relação do patrimônio da CTB incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo ? «Nossa História». Telefônica / VIVO ? GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Página da prefeitura