orçamento empresa site em Lençóis


Encontre orçamento empresa site em Lençóis na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Empresa

Empreendimento.
Negócio.
Associação, organizada para explorar uma indústria.
Aqueles que dirigem ou administram essa associação.


Empresa

Símbolo, divisa.

 Nota: Se procura por outras acepções, veja Lençol (desambiguação).
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2015). Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior. A neutralidade deste artigo ou se(c)ção foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão. (desde outubro de 2018)
Município de Lençóis
"Capital das Lavras" "Vila Rica da Bahia"
Praça Horácio de Matos, Lençóis.Bandeira indisponívelBrasãoHino
Fundação1844
Gentílicolençoense
LemaPro Deo, Pro Patria"Por Deus, pela Pátria"
Prefeito(a)Marcos Aírton de Araújo[1] (2017 – 2020)
Localização
Localização de Lençóis na BahiaLençóis Localização de Lençóis no Brasil
12° 33' 46" S 41° 23' 24" O12° 33' 46" S 41° 23' 24" O
Unidade federativaBahia
MesorregiãoCentro-Sul Baiano IBGE/2008[2]
MicrorregiãoSeabra IBGE/2008[2]
Municípios limítrofesAndaraí, Palmeiras, Iraquara e Bonito
Distância até a capital410Â km
Características geográficas
Área1Â 240,362 km² [3]
DistritosAfrânio Peixoto, Coronel Octaviano Alves e Lençóis (sede).
População11Â 315 hab. IBGE/2018[4]
Densidade9,12 hab./km²
ClimaSemiárido
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,623 médio PNUD/2010[5]
PIBR$ 113Â 963 mil IBGE/2016[6]
PIB per capitaR$ 9Â 872,05 IBGE/2016[6]Lençóis é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2018 era de 11Â 315 habitantes.Índice1 História1.1 O Garimpo
1.2 O Coronelismo
1.3 Crise financeira
2 Geografia
3 Turismo
4 Referências
5 Ver tambémHistória[editar | editar código-fonte]
A cidade de Lençóis surgiu em meados do século XIX com a descoberta de muitas jazidas de diamantes na região da cidade de Mucugê.
A tradição oral, levantada não se sabe por quem, dá conta de que, por volta de 1844Â um personagem, de existência não confirmada, chamado Casusa Prado e o seu escravo teriam vindo do Mucugê para descobrirem diamantes.
Segundo o relato, o escravo extraiu muitas gemas e seu senhor mandou o pagem vendê-las em Chapada Velha. Ali, o homem foi preso sob a alegação de ser um ladrão de estrada (é razoável supor que foi torturado para revelar a origem das lavras).
No entanto, a notícia teria disparado uma "corrida do diamante" rumo a esta Lavra nova. Desse modo, diz-se que quem chegasse por último poderia ver, de cima da serra, os tetos das barracas estendidas lá em baixo, como se fora uma cidade de lençóis. A notícia da descoberta propagou-se e para a localidade onde seria Lençóis afluíram logo aventureiros de toda a parte da Província (atual estado da Bahia): seja gente de condições baixas, seja gente de linhagem e de grandes recursos, inclusive numerosa escravatura, mas todos com o mesmo ideal. Cachoeira do Mosquito.
O Garimpo[editar | editar código-fonte]
O garimpo foi atividade típica local, nas Lavras Diamantinas. Desde os primeiros tempos de mineração, a região foi salpicada com ranchos, bateias e outros instrumentos para busca de diamantes e carbonatos.
Na base das rochas, encontram-se planícies em redor das águas. As jazidas de diamantes estão nessa camada, bem como nos leitos de rios, riachos e nos canais naturais.
Ali, homens trabalhavam ao som do disco giratório (bateia) e o bater das águas na roda que impulsionava a indústria que fazia brilhar as gemas que ornaram as damas de então e de hoje.O Coronelismo[editar | editar código-fonte]
Lençóis foi a "capital das Lavras", com um vice-consulado francês e apontada como "Vila Rica da Bahia". Depois de todo esse progresso, porém, a região transformou-se no maior centro do coronelismo e da jagunçada na região da Bahia.
A década de 20 foi o auge do barbarismo na região, pouco afeitos à civilidade e à lei: uma época dos chamados "homens valentes", onde o modo de resolver conflitos era medieval (vulgo "revólver na cinta"), e das gatas-bravas (mulheres guerrilheiras).
No Sertão baiano, homem valente já foi sinônimo de jagunço. Lutador por ideal ou profissão, jagunço não era o mesmo que cangaceiro. Era "soldado" (entre aspas, porque serviam a um "coronel" entre aspas) sertanejo, a serviço de uma causa e de um chefe (cujo mando era a força, não a lei ou o reconhecimento da população), que, segundo o mito, desconhecia o medo no campo de batalha. No entanto, era apenas mais um pobre, excluído, da história do Brasil, servindo ao poder local, muitas vezes contra a lei e o Estado de Direito (mas as notícias jamais chegavam ao governo central).
É tanto que, até hoje, há forças no Nordeste brasileiro que enaltecem os coronéis, como se isso fosse motivo de orgulho para o país. Fazem isso por interesse pessoal, já que muitas vezes são descendentes daqueles oligarcas que conseguiam e se mantinham no poder pela violência, o assassinato e o roubo (vide o escravo que, convenientemente, foi acusado de ladrão de estrada, pilhado em seus diamantes e deu origem à Lavra).
Horácio de Matos, que dominou a região das Lavras Diamantinas, foi o último e o maior de todos os chefes dos jagunços (as gangues rurais da época). O próprio governo de Epitácio Pessoa foi obrigado a assinar com ele um acordo de pacificação, e a Coluna Prestes teve de sair do país depois que invadiu os seus domínios, tal como sempre ocorre com os governos brasileiros, que não podem contra as milícias particulares até a presente época (exemplo, o governo do estado de São Paulo se viu obrigado a fazer acordo como PCC em 1996 e 2012, diante do assassinato sistemático de policiais e tiros em unidades do governo).
Os feitos (bons e ruins) de Horácio de Matos estão no passado de um Brasil superado e inscritas no calcinado sertão das Lavras.
Lençóis não só teve lutas políticas, como ressaltam os escritores que daqui falaram. Também viveu grandes momentos de júbilo embalado nas mais belas e requintadas (nos limitações do interior do Brasil bárbaro da época) comemorações festivas, quer políticas, religiosas ou populares.
As classes beneficiadas pela situação econômica mantinham um grande deslumbramento por exibirem as modas estrangeiras vindas de Paris e de outras partes do mundo, ainda que com mais de 5 anos de atraso, em virtude das comunicações e transportes da época (nossas elites tinham que aprender boas maneiras no balcão da loja e compravam moda defasada como se fosse nova). De volta à terra natal, apresentavam tais produtos como sinal (quase tribal) de privilégio dos senhores donos de garimpos e possuidores de escravos.Crise financeira[editar | editar código-fonte]
A partir de meados do século XX, a cidade de Lençóis enfrentou uma grande crise econômica, pois, com a grande procura por diamantes, a pedra se esgotou na região. A partir daí a cidade se viu em um dilema: prosseguir na mineração ou aproveitar suas belezas naturais e arquitetônicas para a atividade turística.
A partir do movimento social chamado MCC (Movimento de Criatividade Comunitária), composto por Steve Horman e moradores da cidade, Lençóis conseguiu em 1973 ser tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Artístico Nacional) como Patrimônio Nacional. Esse foi o primeiro passo para o desenvolvimento do turismo na região da Chapada Diamantina.Geografia[editar | editar código-fonte]
Clima
Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1961 a 1962, 1964 a 1970, 1973 a 1980, 1986 a 1989 e a partir de 1992, a menor temperatura registrada em Lençóis foi de 10,2Â °C em 22 de fevereiro de 1992,[7] e a maior atingiu 39,6Â °C em três ocasiões, duas delas em 2015, nos dias 25 de novembro e 4 de dezembro, e a outra em 3 de janeiro de 2016.[8] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 178,5 milímetros (mm) em 21 de março de 1997. Outros grandes acumulados iguais ou superiores a 150Â mm foram: 171,6Â mm em 2 de outubro de 1976, 171,5Â mm em 15 de dezembro de 1977 e 159,8Â mm em 20 de novembro de 1980.[9] Março de 1997, com 814,7Â mm, foi o mês de maior precipitação, seguido por janeiro de 2016 (591,9Â mm).[10]
Dados climatológicos para Lençóis
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima recorde (°C)39,638,437,336,437,63633,735,637,939,239,639,6 39,6
Temperatura máxima média (°C)31,531,730,829,62826,626,227293130,730,4 29,4
Temperatura média compensada (°C)25,325,72524,223,121,621,321,923,524,824,924,9 23,9
Temperatura mínima média (°C)21,321,321,420,919,718,317,517,91920,420,921,1 20
Temperatura mínima recorde (°C)13,410,212,412,412,911,710,8111312,412,414,4 10,2
Precipitação (mm)11696,4182,7124,959,850,736,935,428,572,5132,3132,6 1Â 068,7
Dias com precipitação (? 1 mm)87111187764599 92
Umidade relativa compensada (%)71,97075,777,678,478,97571,166,265,170,773,7 72,9
Horas de sol198,9186,6193,6175,6164143,9166,6185,3182,2186,7161,3167,7 2Â 112,4
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[11] recordes de temperatura: 01/01/1961 a14/11/1962, 14/09/1964 a 31/12/1970, 01/01/1973 a 31/12/1980, 01/01/1986 a 31/03/1989 e 01/01/1992-presente)[7][8] Turismo[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Cachoeira da Fumaça (Bahia)
Vista a partir do Morro do Pai Inácio.
A cidade de Lençóis está a 394 metros de altitude. Fica localizada na Chapada Diamantina, e é famosa por ser o principal destino turístico da região. Os amantes da natureza têm Lençóis como um destino obrigatório.
De 1980 até 1994 o turismo a cidade recebia poucos turistas. Nesse período, os turistas que visitavam Lençóis eram geralmente jovens mochileiros de aproximadamente 25 anos. O turismo se expandiu na cidade e conta com uma ótima infraestrutura para absorver a demanda do turismo. Visitam Lençóis cerca de 120.000 turistas por ano, que ficam em média 8 dias na cidade.
Em 1985, foi criado o Parque Nacional da Chapada Diamantina para proteger e preservar a área.[12]
Em 2010, pela quarta vez consecutiva, Lençóis foi considerada um dos 10 melhores destinos turísticos do Brasil, segundo o GUIA 4 RODAS - um dos mais importantes guias de viagem do Brasil.
Também foi eleita o melhor destino ecoturístico do Brasil pelo GUIA 14+ BRASIL TELECOM, do Portal IBest na Internet.Referências? «Marcão prefeito de lençóis vence processo no TSE e tem registro aprovado». Site Se Liga Chapada. 19 de dezembro de 2017. Consultado em 2 de abril de 2018Â ? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008Â ? IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010Â ? «estimativa_ibge_2018.xls». agenciadenoticias.ibge.gov.br. Consultado em 11 de junho de 2019Â ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 10 de agosto de 2013Â ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2010 à 2016». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de junho de 2019Â ? a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Lençóis». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 14 de julho de 2018Â ? a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Lençóis». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 14 de julho de 2018Â ? «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Lençóis». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 14 de julho de 2018Â ? «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Lençóis». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 14 de julho de 2018Â ? «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 14 de julho de 2018Â ? «"Lençois"». Ecoviagem UOL. Consultado em 6 de maio de 2014Â
Ver também[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre LençóisAeroporto Horácio de Mattos
vdeUniversidade Estadual de Feira de SantanaAlunos ? Professores ? ReitoresCampi
Campus Universitário (Feira de Santana)
Casarão Sinhazinha Sobral (Lençóis)
Solar do Biju (Santo Amaro)
Departamentos
Ciências Biológicas
Ciências Exatas
Ciências Humanas e Filosofia
Ciências Sociais Aplicadas
Educação
Física
Letras e Artes
Saúde
Tecnologia
Unidades
Centro de Educação Básica
Centro de Treinamento Xavantes
Centro Universitário de Cultura e Arte
Memorial da Chapada Diamantina
Observatório Astronômico Antares
Sede de Educação Ambiental
Museus
Museu Casa do Sertão
Museu de Garimpo
Museu de Geologia
Museu de Jarê
Museu do Coronelismo
Museu Galeria de Arte Caetano Veloso
Museu Regional de Arte
Outros órgãos
TV Olhos D'Água
Reitores
Geraldo Leite
Waldy da Silva Pitombo
José Maria Nunes Marques
Yara Maria Cunha Pires
Josué da Silva Mello
Anaci Bispo Paim
José Onofre Gurjão Boavista da Cunha
José Carlos Barreto de Santana
Evandro do Nascimento Silva
Portal da Bahia ? Categoria
vde Cidades históricas do Brasil segundo o IPHANRegião Centro-Oeste
Acorizal
Barão de Melgaço
Brasília
Cáceres
Cavalcante
Corumbá de Goiás
Corumbá
Crixás
Cuiabá
Diamantino
Goiás
Jaraguá
Luziânia
Miranda
Niquelândia (Tupiraçaba)
Pilar de Goiás
Pirenópolis
Poconé
Santa Cruz de Goiás
Vila Bela da Santíssima Trindade
Região Nordeste
Acaraú
Alcântara
Andaraí
Aquiraz
Aracati
Aratuípe
Areia
Bom Jesus da Lapa
Brejo da Madre de Deus
Cabo de Santo Agostinho
Cachoeira
Cairu (Morro de São Paulo)
Camamu
Campo Maior
Canavieiras
Caravelas
Caruaru
Feira de Santana
Flores
Fortaleza
Garanhuns
Goiana
Icó
Igarassu
Ilha de Itamaracá
Ilhéus
Ipojuca
Itaparica
Jaboatão dos Guararapes
Jacobina
Jaguaripe
João Pessoa
Juazeiro
Laranjeiras
Lençóis
Maragogipe
Marechal Deodoro
Monte Santo
Moreno
Natal
Nazaré
Nazaré da Mata
Oeiras
Olinda
Parnaíba
Penedo
Pesqueira
Petrolina
Piracuruca
Piranhas
Porto Calvo
Porto de Pedras
Porto Seguro (Arraial d'Ajuda)
Recife
Rio de Contas
Rio Formoso
Russas
Salvador
Santa Cruz Cabrália
Santa Luzia do Norte
Santa Rita
Santo Amaro
Santo Antônio de Jesus
São Cristóvão
São Félix
São Francisco do Conde
São Lourenço da Mata
São Luís
Sirinhaém
Sobral
Tamandaré
Tracunhaém
Triunfo
Valença
Vera Cruz
Vicência
Viçosa do Ceará
Vitória de Santo Antão
Região Norte
Almas
Pontal
Arraias
Barcelos
Belém
Boa Vista
Borba
Bragança
Cametá
Chapada da Natividade
Conceição do Tocantins
Costa Marques
Dianópolis
Itacoatiara
Macapá
Manaus
Monte do Carmo
Natividade
Paranã
Porto Nacional
Rio Branco
Santarém
Tefé
Região Sudeste
Angra dos Reis
Areias
Bananal
Barão de Cocais
Belo Vale
Cabo Frio
Caeté
Campos dos Goytacazes
Cananeia
Cantagalo
Catas Altas
Conceição da Barra
Congonhas
Coronel Xavier Chaves
Cunha
Diamantina
Embu das Artes
Guaratinguetá
Iguape
Ilhabela
Itabirito
Itanhaém
Itu
Jacareí
Jundiaí
Mariana
Mogi das Cruzes
Ouro Preto
Paraty
Petrópolis
Pindamonhangaba
Piranga
Pitangui
Prados
Resende
Resende Costa
Rio de Janeiro
Sabará
Sacramento
Santa Bárbara
Santa Luzia
Santana de Parnaíba
Santos
São Gonçalo do Rio Preto
São João del-Rei
São João Marcos
São José do Barreiro
São Luiz do Paraitinga
São Mateus
São Paulo
São Pedro da Aldeia
São Sebastião
São Vicente
Serro (Milho Verde)
Sorocaba
Taubaté
Teresópolis
Tiradentes
Ubatuba
Valença
Vila Velha
Vitória
Região Sul
Antonina
Castro
Curitiba
Florianópolis
Guaraqueçaba
Laguna
Lapa
Morretes
Paranaguá
Pelotas
Rio Grande
São Borja
São Francisco do Sul
São Miguel das Missões
Temas afins
Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas
Lista do patrimônio histórico no Brasil Portal da Bahia

POSTAGENS RELACIONADOS


ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM LENÇÓIS PAULISTA


orçamento empresa site em Lençóis Paulista

Encontre orçamento empresa site em Lençóis Paulista na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM LEOBERTO LEAL


orçamento empresa site em Leoberto Leal

Encontre orçamento empresa site em Leoberto Leal na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM LEOPOLDINA


orçamento empresa site em Leopoldina

Encontre orçamento empresa site em Leopoldina na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM LEOPOLDO DE BULHÕES


orçamento empresa site em Leopoldo de Bulhões

Encontre orçamento empresa site em Leopoldo de Bulhões na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO