orçamento empresa site em Lajeado Grande


Encontre orçamento empresa site em Lajeado Grande na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Empresa

Empreendimento.
Negócio.
Associação, organizada para explorar uma indústria.
Aqueles que dirigem ou administram essa associação.


Empresa

Símbolo, divisa.


Município de Lajeado
Sede da prefeitura.BandeiraBrasãoHino
Aniversário26 de janeiro
Fundação20 de março de 1855 (164Â anos)
Gentílicolajeadense
Padroeiro(a)Nossa Senhora da Imaculada Conceição
CEP95900-001 até 95914-999
Prefeito(a)Marcelo Caumo (PP)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Lajeado no Rio Grande do SulLajeado Localização de Lajeado no Brasil
29° 28' 01" S 51° 57' 39" O29° 28' 01" S 51° 57' 39" O
Unidade federativaRio Grande do Sul
MesorregiãoCentro Oriental Rio-grandense IBGE/2008[1]
MicrorregiãoLajeado-Estrela IBGE/2008[1]
Municípios limítrofesNorte: Arroio do Meio e Marques de SouzaSul: Santa Clara do Sul e Cruzeiro do SulLeste: EstrelaOeste: Forquetinha e Santa Clara do Sul
Distância até a capital112Â km
Características geográficas
Área91,16 km² [2]
População79 819 hab. (RS: 26º) ? est. IBGE/2017[2]
Densidade875,59 hab./km²
Altitude34 m
ClimaSubtropical
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,778 alto PNUD/2010[3]
PIBR$ 2 884 715 783 47 mil (RS:19º) ? IBGE/2014[4]
PIB per capitaR$ 41Â 682Â 22 IBGE/2014[4]
Página oficial
Prefeiturahttp://www.lajeado.rs.gov.br
Câmarahttp://www.lajeado.rs.leg.brLajeado é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul, situado a 112km da capital, Porto Alegre.
Pertence à mesorregião do Centro Oriental Rio-Grandense e à Microrregião de Lajeado-Estrela, sendo sua cidade mais populosa. Com uma população estimada em 79.819 habitantes[5] distribuída em apenas 91,16 km², é uma das dez cidades com maior densidade populacional do estado.[6]
Com um Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de 0,778,[7] Lajeado é a 16ª cidade com melhor qualidade de vida do estado, e, junto a Bento Gonçalves, é a terceira entre municípios com mais de 50 mil habitantes, atrás apenas de Porto Alegre e Caxias do Sul.
De acordo com o ranking da FIRJAN de cidades mais desenvolvidas do Brasil, Lajeado ocupa a 13ª posição, sendo a primeira do Rio Grande do Sul.[8][9] É apontada também como a 7ª melhor cidade para se viver após os 60 anos em cidades entre 50 e 100 mil habitantes, ocupando o primeiro posto dentre os municípios gaúchos, de acordo com pesquisa da Fundação Getúlio Vargas.[10]Índice1 História1.1 Origens
1.2 Colonização de Lajeado
2 Idiomas regionais
3 Símbolos oficiais3.1 Brasão de Armas
3.2 Bandeira
3.3 Hino
4 Geografia4.1 Divisão territorial
5 Demografia5.1 População por gênero
5.2 População por bairros
5.3 População por área de residência
5.4 Composição étnica
6 Infra-estrutura6.1 Educação
6.2 Saúde
6.3 Transporte
7 Economia
8 Esporte
9 Turismo
10 Cultura10.1 Parque Histórico
10.2 Atrações culturais
11 Mídia
12 Referências
13 Ligações externas
14 Ver tambémHistória[editar | editar código-fonte]
Origens[editar | editar código-fonte]
O nome Lajeado vem do ponto de referência que se dava às sesmarias. No Rio Taquari e no Arroio do Engenho, as águas formavam cascatas sobre lajeiros, daí o nome da cidade. Entretanto, em virtude da barragem de Bom Retiro do Sul, os lajeados do Taquari, bem como suas cascatas, estão submersos.
Antônio Fialho de Vargas foi o fundador e patriarca de Lajeado. Tendo sido um dos primeiros a estabelecer-se por Lajeado, adquirindo fazendas e estabelecido casa, senzala e demais dependências, além de ter promovido a colonização local. As terras foram inicialmente comercializadas pela imobiliária Batista Fialho & Cia.
Primeiramente, pertenceu o município de Lajeado ao de ?Vila Príncipe? (Rio Pardo), criado pelo Alvará Régio de 27 de abril de 1809, juntamente com Porto Alegre, Rio Grande e Santo Antônio da Patrulha. Eclesiasticamente, ficou submetida à Freguesia de Taquari.
Uma vez criada a Freguesia de Estrela pela Lei 875 de 2 de abril de 1873, a ela foi incorporada o território de Lajeado pela Lei 916 de 24 de abril de 1874. Pela Lei 963 de 29 de março de 1875, foi instituído como 2° Distrito de paz da Freguesia de Estrela, compreendendo o território situado a margem direita do Rio Taquari (Lajeado, Arroio do Meio, Encantado e Guaporé).
Pela Lei 1.044 de 20 de maio de 1876 foi criado o município de Estrela, dele fazendo parte o Distrito de Lajeado.
Mais tarde em 27 de maio de 1881, pela Lei provincial 1351, foi criada uma freguesia no 2° Distrito de paz de Estrela, sob a invocação de Santo Inácio. Finalmente pelo Ato 57 de 26 de janeiro de 1891 foi criada a Vila de Lajeado, cuja instalação deu-se em 25 de fevereiro do mesmo ano.
Até 20 de outubro de 1891, a nova comunidade foi administrada por uma Junta Municipal, presidida por Frederico Henrique Jaeger. A 15 de novembro de 1891, foi empossado o 1° Conselho Municipal, e eleito o intendente Frederico Heineck.
A 20 de fevereiro de 1892, foi dissolvido o Conselho Municipal pelo então governador do Estado e nomeada uma Comissão para gerir os negócios da comunidade. A 19 de agosto de 1892, tomou posse do cargo de Intendente Provisório Bento Rodrigues da Rosa que administrou o município até 1894, quando foi substituído por Joaquim de Moraes Pereira. Em 1895 este foi substituído por Júlio May.
Pelo Decreto 618 de 6 de maio de 1903, instituiu a Comarca do Vale do Taquari, com sede em Lajeado, abrangendo o termo de Estrela.
Em 20 de dezembro de 1939, foi a Vila de Lajeado elevada à categoria de cidade.Colonização de Lajeado[editar | editar código-fonte]
A colonização de Lajeado remonta a 1853, com o estabelecimento da Colônia Conventos, fundada por Antônio Fialho de Vargas. Ficava esta colônia situada no lugar denominado Conventos Velhos, próximo a atual sede do município, onde por volta de 1830 se estabelecera José Inácio Teixeira, ?dono de muitos escravos? que construiu casas e adquiriu alguns lotes de terras repassando tudo para Antônio Fialho de Vargas. Em 1835 já havia muitos moradores em ambas as margens do Rio Taquari. Fialho de Vargas fez grandes derrubadas de matos e vendeu lotes de terras a pessoas de outros municípios que atraídos pela grande quantidade de terras para lavouras, mudaram-se e fixaram residência no território que aos poucos foi se desenvolvendo.
Em 1855 recebia a Colônia Conventos os primeiros imigrantes e, em 1857, já possuía 168 habitantes, dos quais 81 homens e 87 mulheres, sendo 49 deles chegados naquele ano da Europa. No ano seguinte chegavam mais 20 colonos, ficando assim distribuída a população segundo religião e a nacionalidade: 76 brasileiros e 112 alemães, sendo 71 católicos e 117 protestantes. Deste total, 100 eram do sexo masculino e 88 do feminino. A colônia produzia feijão, milho, batatas, trigo, favas e cevada.
No ano de 1860 a população já havia aumentado para 231 indivíduos.
Houve também imigração italiana, notadamente nos antigos distritos de Marques de Souza, Progresso e Fão, iniciada anos mais tarde. Também houve colonização de luso-brasileiros em menor escala.[11]Idiomas regionais[editar | editar código-fonte]
O Riograndenser Hunsrückisch, ou hunriqueano riograndense em português, é uma língua minoritária sulbrasileira de origem germânica falada desde tempos pioneiros em Lajeado bem como por milhares de pessoas espalhadas por vários outros municípios do estado do Rio Grande do Sul e mesmo em regiões adjacentes.[12]Símbolos oficiais[editar | editar código-fonte]
Brasão de Armas[editar | editar código-fonte]
O Brasão de Armas de Lajeado adotado pelo município está em vigor desde 6 de julho de 1965, quando, no governo de Dalton de Bem Stumpf, foi sancionado pela lei 1175. De inspiração portuguesa, colaborando a influência interna nos mais diferentes setores da vida nacional, o brasão foi desenhado por Adalberto Breier e evidencia:
Escudo português plano encimado por coroa mural de quatro torres, em ouro. Ao alto, em campo de prata, a Cruz de Cristo, em goles (vermelho), centrada de ouro. No centro, em campo de sinople (verde), um lavrador em trabalho com arado rústico a boi, em ouro, e ao fundo, também em sinople, o Morro de conventos. E embaixo, cinco faixas onduladas, paralelas, alternadamente em prata e azul (blau), o ustel em azul (blau), carregado em letras e números em ouro é completado nas laterais do escudo por um pé de fumo e outro de milho, nas cores naturais.
O escudo português simboliza a origem lusa de nossa nacionalidade. A cruz, nossa fé cristã. O Morro dos conventos é um marco histórico da colonização alemã a partir de 1854. O lavrador exprime a base econômica do município, figurando no listel o fumo e o milho. As faixas onduladas representam o Rio Taquari. Em 1891, Lajeado foi emancipado. Em primeiro de janeiro de 1939 foi elevado à categoria de cidade. As cores lembram as bandeiras do Brasil e do Estado. O ouro, a riqueza; a prata, lisura, serenidade; o vermelho, a coragem, a fé, o amor; o verde é esperança; e o azul, serenidade, bondade e nobreza, características do gaúcho.Bandeira[editar | editar código-fonte]
Bandeira de Lajeado
A Bandeira de Lajeado adotada pelo Lajeado está em vigor desde 27 de abril de 1973 quando, no governo de Alipio Hüffner, foi sancionada pela Lei nº 2.641/1973. A Bandeira possui três listéis em sentido horizontal, sendo o primeiro da cor azul celeste, o do meio na cor branca e o inferior na cor vermelha, tendo ao centro o Brasão do Município nas cores aprovadas pela Lei nº 1.175 de 6 de julho de 1965. As cores significam:Azul: As águas do Rio Taquari que banham o Município;
Branco: É a cor da luz, associada à paz, calma, ordem e que é formada pelo conjunto e junção de todas as demais cores, por isto, representa, na Bandeira, a diversidade: étnica, cultural, econômica, social.
Vermelho: A inserção do Município dentro do Estado do Rio Grande do Sul, através da cor vermelha da Bandeira do Estado.[13]
Hino[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Hino de Lajeado (Rio Grande do Sul)
O Hino de Lajeado foi composto por Álvaro Santi. Foi oficializado pela Lei 5.710, de 1996, no governo de Leopoldo Pedro Feldens.Lajeado!
Neste vale abençoado,
Onde brota a ametista,
O alimento e a voz do artista...
Capital, chamam a ti,
Deste chão rico e formoso,
Vale fértil Taquari,
Rio profundo e caudaloso.
(trecho do hino de Lajeado)
Geografia[editar | editar código-fonte]
Uma das célebres características da cidade é o rio Taquari, o qual consiste-se em um importante modal locomotivo voltado ao transporte de carga muito utilizado antigamente e provém água aos habitantes, fatores que possibilitaram a fundação bem como o desenvolvimento da cidade e região. O rio marca, também, a divisa entre o município de Estrela.
O tamanho de seu território geográfico é relativamente restrito, resultado da emancipação de vários municípios à sua volta. Atualmente, Lajeado possui aproximadamente 90 quilômetros quadrados e é uma cidade predominantemente urbana, com área rural restrita a cerca de 2% de seu território.Divisão territorial[editar | editar código-fonte]
A cidade de Lajeado está dividida em 27 bairros, sendo Centro e São Cristóvão os mais populosos.Demografia[editar | editar código-fonte]
De acordo com o último Censo, Lajeado possuía, em 2010, 71.445 habitantes. Destes, apenas 265 (0,37%) residem na zona rural. A média de moradores por domicílio particular é de 2,84.[14] A população atualmente estimada pelo IBGE para 2017 é de 79.819 habitantes.[5]População por gênero[editar | editar código-fonte]
A tabela a seguir mostra informações sobre o gênero dos lajeadenses, baseada no Censo de 2010[15]:Informações sobre o gênero dos lajeadenses
GêneroPorcentual da populaçãoQuantidade da população
Feminino51,38%36.714
Masculino48,62%34.731População por bairros[editar | editar código-fonte]
BairroHomens[16]Mulheres[16]População total (censo 2010)[16]
Centro3.0893.9667.055
São Cristóvão3.4103.6297.039
Moinhos2.5962.9325.528
Florestal2.4702.5294.999
Montanha2.0071.9934.000
Universitário1.8451.8453.750
Jardim do Cedro1.8491.8433.692
Conventos1.7201.7033.423
Santo Antônio1.6251.6353.260
Americano1.2121.4722.684
Hidráulica1.0801.2882.368
Conservas1.1651.1712.336
Olarias1.0961.0992.195
Moinhos D'Água1.0681.0842.152
Campestre9701.0151.985
Santo André9739931.966
Centenário8608441.704
Alto do Parque7978211.618
São Bento7857401.525
Planalto7527501.502
Morro Vinte e Cinco6446721.316
Carneiros6286511.279
Bom Pastor5705481.118
Igrejinha485451936
Imigrante348318666
Das Nações294290584
Floresta250250500
Total34.58836.53271.180População por área de residência[editar | editar código-fonte]
ÁreaHabitantes[15]Percentagem
Área urbana71.18099,63%
Área rural2650,37%Composição étnica[editar | editar código-fonte]
De acordo com o Censo Demográfico de 2010, a composição étnica dos habitantes de Lajeado é a seguinte[15]:Cor/RaçaHabitantesPercentagem
Branca64.00689,59%
Parda5.4527,63%
Preta1.8492,59%
Amarelo780,01%
Indígena600,008%Infra-estrutura[editar | editar código-fonte]
Educação[editar | editar código-fonte]
Com uma taxa de analfabetismo de pessoas com 15 anos ou mais de 2,69%,[15] Lajeado destaca-se regionalmente no quesito educação, tendo recebido o selo "Cidade Livre do Analfabetismo" concedido pelo Ministério da Educação a cidades com mais de 96% da população alfabetizada.[17][18] A Universidade do Vale do Taquari - Univates é a principal instituição de nível superior do município, com 12.455 estudantes e 526 professores contratados no segundo semestre de 2017.[19] Além dele, conta com um polo de ensino da Uniasselvi.
A cidade tem 23 escolas municipais de educação infantil e 18 escolas municipais de ensino fundamental,[20] além de 11 escolas estaduais (sendo três de nível médio) e cinco colégios privados de ensinos fundamental e médio.[21]Saúde[editar | editar código-fonte]
Principal hospital do Vale do Taquari, o Hospital Bruno Born, instituição filantrópica, de direito privado, atua há mais de 80 anos em diferentes especialidades, de média e alta complexidade. Lajeado conta ainda com uma unidade de pronto atendimento (UPA), localizada no bairro Moinhos D'Água, além de 14 centros e postos de saúde.Transporte[editar | editar código-fonte]
Lajeado possui com ampla diversidade em termos de vias de transporte, para escoamento da produção e para integração com os outros centros econômicos do país e do exterior. A cidade localiza-se à beira da BR-386, RS-130 e à margem do Rio Taquari.
Também tem de longe a maior frota do Vale do Taquari: 62.337 veículos,[22] distribuídos conforme o seguinte gráfico:
Economia[editar | editar código-fonte]
Suas principais atividades econômicas são voltadas à indústria alimentícia. É conhecida por ser a "capital do Vale do Taquari", tendo em vista a importância sócio-econômica no mesmo.
Lajeado é um polo da alimentação, contando com grandes empresas do setor, como Brasil Foods e Minuano (frangos), Docile Alimentos e Florestal Alimentos (balas e doces), Fruki (refrigerantes) e Sorvebom (sorvetes). Além disso, a cidade conta com uma distribuidora de combustíveis de nível estadual (Charrua) e uma universidade (Univates).
Está situado no município, na BR-386, um dos maiores shoppings do Rio Grande do Sul, o Shopping Lajeado, que possui grandes marcas de lojas e restaurantes como Lojas Renner, Burger King, Lojas Americanas e Subway. O Shopping também possui as únicas quatro salas de cinema do Vale do Taquari, sendo uma 3D.
Em 2010 passou a contar com uma loja da multinacional Wal-mart, tendo a bandeira Maxxi Atacado. Além dele, outros hipermercados de Lajeado são Supercenter, Imec, Rede Super e STR Supermercados.Esporte[editar | editar código-fonte]
Lajeado é a cidade de origem do patinador Marcel Ruschel Stürmer, primeiro brasileiro a ser tetracampeão dos Jogos Pan-americanos (2003, 2007, 2011 e 2015). Marcel venceu também os Jogos Mundiais de 2013.
A cidade tem um dos mais tradicionais times de futebol do estado, o Clube Esportivo Lajeadense, vice-campeão estadual de 2013, que atualmente disputa a Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho.
A equipe de basquete da cidade, o Bira, é hexacampeão gaúcho masculino da modalidade e campeão da Copa Brasil Sul de 2012.
A Associação Lajeado de Futsal (Alaf) foi campeã da Liga Sul de Futsal em 2014 e disputou a Liga Nacional de Futsal nos anos de 2015 e 2016.Turismo[editar | editar código-fonte]
Possuindo uma ampla área de turismo, Lajeado destaca-se por ser uma cidade limpa e com vários locais de lazer.
Os principais pontos turísticos da cidade são:Parque Professor Theobaldo Dick, mais conhecido como Parque dos Dick;
Praça da Matriz;
Igreja da matriz Santo Inácio de Loiola, em frente à praça;
Casa de Cultura;
Parque do Engenho, local destinado a estudos de biologia;
Ciclovia na beira do rio Taquari;
Jardim botânico de Lajeado;
Parque histórico.
A cada dois anos acontece a feira mais importante da região, a Expovale, no mês de novembro.Cultura[editar | editar código-fonte]
A população de Lajeado é formada por descendentes de alemães e italianos, principalmente.
A cidade conta com o Parque Histórico, onde foram realocadas casas típicas alemãs da região, construídas na época da imigração, e onde foi gravado o filme "A Paixão de Jacobina".
Terra natal do cantor e compositor de MPB Filipe Catto.Parque Histórico[editar | editar código-fonte]
Local onde foram instalados, em dimensões originais, vários prédios antigos do tipo "enxaimel", uma característica das habitações dos primeiros colonizadores alemães do município. O conjunto arquitetônico do Parque Histórico forma uma autêntica "aldeia-museu", com escola, salão de baile, ferraria, moinho e todos os demais prédios que formavam uma "colônia" dos tempos dos pioneiros. No prédio destinado ao Museu do Livro Antigo será oferecido acesso a um verdadeiro acervo histórico (documentos, livros, retratos), que servirá de fonte de pesquisa regional, nacional e internacional. Além de seu valor histórico-cultural, este é um local destinado à realização de eventos de lazer e gastronomia. O Parque está localizado ao lado do Parque do Imigrante e foi inaugurado no dia 8 de novembro de 2002.Atrações culturais[editar | editar código-fonte]
Casa da Cultura
O prédio foi inaugurado em 21 de agosto de 1900 onde funcionava a Prefeitura Municipal. Em 1984 o prédio foi tombado pelo Patrimônio Histórico do Estado e passou oficialmente a chamar-se Casa de Cultura do Município de Lajeado onde, atualmente, também funciona a Secretaria de Cultura e Turismo da cidade e o Museu Municipal Bruno Born. Onde ocorrem exposições, cursos, palestras e outras atividades culturais.Biblioteca João Frederico Schaan
Atualmente, a biblioteca conta com mais de 20000 volumes e atende cerca de 300 pessoas diariamente. Possui ainda uma ala infantil, um auditório para 60 pessoas, gabinetes para pesquisa individuais e em grupos.Arquivo Histórico Municipal
Funciona no mesmo prédio da Biblioteca Pública Municipal, com acervo de documentos, fotos e mapas antigos da cidade. São fontes primárias de pesquisa sobre os mais diversos assuntos, atendendo a estudantes, historiadores, antropólogos, sociólogos e aos público em geral.Igreja Matriz Santo Inácio
Destaca-se pela sua beleza interior, onde encontramos 36 anjos adoradores, 6 lustres suspensos, imagens em gesso, bancos de madeira com capacidade para 860 fiéis sentados. Além disso, possui uma torre de 65,6m, acompanhada de duas menores e três sinos altamente sintonizados. Na sua fachada há um relógio que pode ser visto de quase todos os pontos do centro da cidadeTorre e igreja evangélica
Símbolo de Lajeado, a torre histórica com características neo-góticas e 27 metros de altura foi inaugurada em 12 de fevereiro de 1928 e atualmente encontra-se ao lado da Igreja Moderna, no centro da cidade. No seu interior destaca-se a imagem de Cristo Crucificado, esculpida em madeira.Parque do Imigrante
Com uma área de 62000m², trata-se de um parque de eventos, com uma infraestrutura para grandes feiras, exposições e competições esportivas. Possui três ginásios de esporte, churrasqueira, pavilhão para exposição agropecuária e restaurante.Museu Histórico Bruno Born
Objetos relacionados às imigrações italiana e alemã.Museu de Ciências Naturais da Univates
Dividido por áreas de pesquisa: Arqueologia, Entomologia, Ecologia, Botânica e Paleobotânica, Sensoriamento Remoto e Geoprocessamento, Zoologia de Vertebrados. A Sala de Exposição tem área de 130 metros quadrados onde são expostos os resultados das atividades de pesquisa. O acervo total é de aproximadamente 25 mil peças.
Centro Cultural Univates
Inaugurado em 2014, o espaço conta com cerca de 10 mil m² de construção, abrigando um Teatro, com 1.160 lugares, e uma Biblioteca, com espaço para 300 mil livros, salas especiais e áreas de lazer. A estrutura moderna do Teatro permite a realização de todos os tipos de espetáculo, enquanto a Biblioteca figura entre as mais modernas e tecnológicas do país.Mídia[editar | editar código-fonte]
Em Lajeado existem retransmissoras de TV em UHF e VHF no Bairro Jardim do Cedro que retransmite os sinais das seguintes emissoras de televisão:Canal 9 VHF - RBS TV dos Vales (Afiliada a Rede Globo)
Canal 21 UHF - Band RS (Emissora própria da Rede Bandeirantes)
Canal 23 UHF - TV Pampa Centro (Afiliada a RedeTV!)
Canal 27 UHF - SBT Porto Alegre (Emissora própria do Sistema Brasileiro de Televisão)
Canal 29 UHF - TV Fraternidade (Afiliada a TV Canção Nova)
Canal 39 UHF - TV Record RS (Emissora própria da Rede Record)
Canal 45 UHF - TVE RS (Afiliada a TV Brasil)
Canal 51 UHF - TV Novo Tempo (Retransmissora)
Canal 15 NET - TV Univates (Afiliada ao Canal Futura)
Canal 20 NET - TV Informativo
Canal 9.1 DIGITAL - RBS TV dos Vales (Afiliada a Rede Globo)
Canal 21.1 DIGITAL - Band RS (Emissora própria da Rede Bandeirantes)
A cidade ainda tem sinal destas emissoras de rádio:88.3 MHz - Germânia FM
90.1 MHz - Emoção dos Vales FM
90.5 MHz - Jovem Pan dos vales (Venâncio Aires)
91.7 MHz - Light FM
95.1 MHz - Univates FM
96.9 MHz - Popular FM
98.1 MHz - Rádios Comunitárias de Lajeado
98.9 MHz - Fraternidade FM
100.1 MHz - Encanto FM
102.9 MHz - Sorriso FM
103.7 MHz - Tropical FM
950 kHz - Independente AM
820 kHz - Rádio do Vale 820 AM
Possui três jornais em circulação: O Informativo do Vale, A Hora do Vale e uma edição local de Zero Hora.Referências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b «Lajeado». IBGE. Consultado em 12 de dezembro de 2016 ? «Perfil do Município - Lajeado-RS». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 12 de março de 2017 ? a b «Panorama do município de Lajeado - Economia». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 5 de dezembro de 2017 ? a b «IBGE | Cidades | Rio Grande do Sul | Lajeado». cidades.ibge.gov.br. IBGE. Consultado em 5 de dezembro de 2017 ? «IBGE Censo 2010». www.censo2010.ibge.gov.br. Consultado em 13 de março de 2017 ? «Perfil do Município - Lajeado-RS». Consultado em 12 de março de 2017 ? «IFDM | Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal: Resultado». www.firjan.com.br. Consultado em 13 de março de 2017 ? «As cidades mais desenvolvidas do Brasil, segundo a Firjan | EXAME.com - Negócios, economia, tecnologia e carreira». exame.abril.com.br. Consultado em 13 de março de 2017 ? «Lajeado | Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade». Índice de Desenvolvimento Urbano para Longevidade (em inglês). Consultado em 13 de março de 2017 ? Santos, Airton Engster dos. «Coluna Histórias da Nossa História.». Jornal Folha de Estrela ? Ethnologue: Languages of the world: Riogrand Hunsrik: A language of Brazil. Acessado em 28 de julho de 2017.? «Prefeitura Municipal de Lajeado»Â ? «Lajeado: Censo demográfico 2010: Sinopse». Censo demográfico do Brasil de 2010. IBGE. Consultado em 12 de dezembro de 2016 ? a b c d «Censo Demográfico de 2010: Características da população». IBGE. Consultado em 12 de março de 2017 ? a b c «Ranking da população» (PDF). Rádio Independente. Consultado em 12 de março de 2017 ? «Lajeado recebe certificação da Alfabetização do MEC | Independente AM 950». www.independente.com.br. Grupo Independente. 12 de junho de 2014. Consultado em 21 de março de 2017 ? «PDE». portal.mec.gov.br. Consultado em 21 de março de 2017 ? «Univates - UNIVATES em Números». www.univates.br. Univates. Consultado em 5 de dezembro de 2017 ? «Lista de Escolas ? SPML». www.spml.com.br. Consultado em 13 de março de 2017 ? «Escolas pública e particulares de Lajeado/RS». www.escolas.inf.br (em inglês). Consultado em 13 de março de 2017 ? «Lajeado: Frota - 2015». IBGE. Consultado em 12 de dezembro de 2016Â
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Página da prefeitura Municipal
Secretaria do Turismo do Rio Grande do Sul
Ver também[editar | editar código-fonte]
Vale do Taquari
Gaúchos de Lajeado
Lista de municípios do Rio Grande do Sul
Lista de municípios do Rio Grande do Sul por população
Lista de municípios do Rio Grande do Sul por data de criação
vde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [1] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)
vde Municípios do Vale do Taquari
Anta Gorda
Arroio do Meio
Arvorezinha
Bom Retiro do Sul
Canudos do Vale
Capitão
Colinas
Coqueiro Baixo
Cruzeiro do Sul
Doutor Ricardo
Encantado
Estrela
Fazenda Vilanova
Forquetinha
Ilópolis
Imigrante
Lajeado
Marques de Souza
Muçum
Nova Bréscia
Paverama
Poço das Antas
Pouso Novo
Progresso
Putinga
Relvado
Roca Sales
Santa Clara do Sul
Sério
Tabaí
Taquari
Teutônia
Travesseiro
Venâncio Aires
Vespasiano Corrêa
Westfália Portal do Brasil Portal do Rio Grande do Sul

POSTAGENS RELACIONADOS


ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM LAJEADO NOVO


orçamento empresa site em Lajeado Novo

Encontre orçamento empresa site em Lajeado Novo na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM LAJEDÃO


orçamento empresa site em Lajedão

Encontre orçamento empresa site em Lajedão na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM LAJEDINHO


orçamento empresa site em Lajedinho

Encontre orçamento empresa site em Lajedinho na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM LAJEDO


orçamento empresa site em Lajedo

Encontre orçamento empresa site em Lajedo na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO