orçamento empresa site em Joaçaba


Encontre orçamento empresa site em Joaçaba na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Empresa

Empreendimento.
Negócio.
Associação, organizada para explorar uma indústria.
Aqueles que dirigem ou administram essa associação.


Empresa

Símbolo, divisa.


Município de Joaçaba
BandeiraBrasãoHino
Fundação25 de agosto de 1917 (101Â anos)
Gentílicojoaçabense
Prefeito(a)Dioclécio Ragnini (PSDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Joaçaba em Santa CatarinaJoaçaba Localização de Joaçaba no Brasil
27° 10' 40" S 51° 30' 18" O27° 10' 40" S 51° 30' 18" O
Unidade federativaSanta Catarina
MesorregiãoMeio Oeste Catarinense IBGE/2008[1]
MicrorregiãoJoaçaba IBGE/2008[1]
Municípios limítrofesÁgua Doce, Catanduvas, Herval d'Oeste, Lacerdópolis, Luzerna, e Jaborá
Distância até a capital390Â km
Características geográficas
Área232,354 km² [2]
População29Â 608 hab. estimativa 2017
Densidade127,43 hab./km²
Altitude522 m
Climatemperado, com temperatura média de 18°C
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,827 (BR: 8°) ? muito alto PNUD/2010[3]
PIBR$ 1Â 518Â 107,210 mil IBGE/2015[4]
PIB per capitaR$ 52Â 334,09 IBGE/2015[4]Joaçaba é um município do estado de Santa Catarina, no Brasil. Localiza-se a uma latitude 27º10'41" sul e a uma longitude 51º30'17" oeste, estando a uma altitude de 522 metros. Sua população é de 28 705 habitantes segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em 2014. É a cidade-sede da Região Metropolitana do Contestado e o oitavo melhor município para se viver no Brasil segundo dados do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento.[5]Índice1 Topônimo
2 História2.1 Criação
2.2 Imigração e desenvolvimento
3 Geografia3.1 Clima
3.2 Vegetação
3.3 Fauna
3.4 Demografia3.4.1 Habitação
3.4.2 Outros índice
3.5 Distritos
4 Estrutura4.1 Transporte
5 Economia
6 Turismo6.1 Carnaval
6.2 Romaria e Monumento de Frei Bruno
6.3 Teatro Alfredo Sigwalt
6.4 Parque Natural Municipal do Vale do Rio do Peixe
6.5 Grupos culturais e folclóricos
6.6 Outros atrativos
7 Esporte7.1 Futebol
7.2 Volta Ciclística Internacional de Santa Catarina
7.3 Futebol de salão
7.4 Vôlei
7.5 Automobilismo
7.6 Handebol
7.7 Oliejho
7.8 Jogos Abertos de Santa Catarina
7.9 Pádel
8 Joaçabenses famosos
9 Referências
10 Ver também
11 Ligações externasTopônimo[editar | editar código-fonte]
"Joaçaba" se originou do tupi antigo îoasaba, que significa "entrecruzamento, cruz".[6]História[editar | editar código-fonte]
O interior do atual estado de Santa Catarina era ocupado, até o final do século XVIII, pelos índios caingangues. A partir de então, a ocupação não indígena do território se efetivou militarmente.[7] O território hoje pertencente ao município já fez parte de uma grande extensão de terra que foi reivindicada por Brasil e Argentina, na disputa de limites, com base no Tratado de Tordesilhas. Depois, essa mesma região foi motivo de uma disputa interna, envolvendo os Estados de São Paulo, Paraná e Santa Catarina.
A duplicidade de autoridade, aliada a injustiças sociais e desmandos praticados contra a população de origem cabocla, criou um clima de insatisfação e revolta. Com a construção da estrada de ferro ligando São Paulo ao Rio Grande do Sul, a situação se agravou, com a eclosão da Guerra do Contestado iniciada com a chamada Batalha do Irani.
A Guerra do Contestado chegou ao fim, enquanto o presidente brasileiro Wenceslau Brás decidia a disputa entre o Paraná e Santa Catarina, com a maior parte desta região passando a integrar-se ao território catarinense.Criação[editar | editar código-fonte]
O decreto-lei que criou o município é o de número 1 147, de 25 de agosto de 1917, sancionado pelo então governador do Estado, coronel Felipe Schmidt. O município, com o nome de Cruzeiro e sede provisória em Limeira, só foi instalado em novembro de 1917. A Lei Municipal Quinze, de 2 de janeiro de 1919, criou o Distrito de Limeira e a Lei Estadual 1 243, de 20 de agosto do mesmo ano, transferiu a sede para o povoado de Catanduva, que passou à categoria de Vila, com o nome de Cruzeiro. Em 1926, pelo Decreto Estadual 1 848, a sede retornou ao povoado de Limeira. Em 1938, pelo Decreto Estadual 86, a vila Cruzeiro do Sul foi elevada à categoria de cidade, com o nome de Cruzeiro. Finalmente, em 1943, pelo Decreto-lei Estadual 238, de 31 de dezembro, município e cidade passaram a denominar-se Joaçaba.Imigração e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]
A população atual de Joaçaba tem origem, principalmente, nos migrantes gaúchos, principalmente da região de Caxias do Sul, de origem italiana e alemã, que, de posse de pequenas colônias de terra, deram os primeiros passos na produção agrícola. A área do município, com terras férteis e matas nativas, proporcionou a exploração da madeira e da erva-mate, atividades que eram desenvolvidas paralelamente à agricultura.
Mais tarde, começaram a surgir as primeiras indústrias de implementos agrícolas, acentuando-se as atividades comerciais e formando-se a base econômica do município. Com o forte comércio já predominando e com o surgimento das primeiras indústrias (no segmento metalmecânico), Joaçaba consolidou a sua posição de destaque no cenário estadual.Geografia[editar | editar código-fonte]
Vista parcial
A área urbana do município é conurbada com os municípios de Herval d'Oeste e Luzerna totalizando um aglomerado urbano com cerca de 60 000 habitantes, sendo que esses três municípios organizam, em conjunto, diversos serviços públicos como abastecimento de água, tratamento de esgoto e transporte público, entre outros.
Clima[editar | editar código-fonte]
O clima é do tipo temperado, Cfb, com invernos frios e verões amenos, apresentando as quatro estações bem definidas. Apresenta uma temperatura média anual de 18Â °C centígrados , mas as temperaturas extremas no apogeu do verão podem ser acima dos 35 graus centígrados e no inverno a mínima a alguns graus abaixo de zero, sendo que já foi registrado no inverno temperatura de -7Â °C. É comum, nos meses mais frios, a formação de geada e mais raramente a ocorrência de neve. Precipitação média anual de 1Â 840 milímetros, bem distribuídos pelas quatro estações.
Dados climatológicos para Joaçaba
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima média (°C)28,52826,823,62119,419,421,222,424,326,427,8 24,1
Temperatura média (°C)22,722,321,117,915,113,613,314,916,518,520,221,7 18,1
Temperatura mínima média (°C)16,916,715,412,29,37,97,38,610,712,714,115,7 12,3
Precipitação (mm)198140126140134165106150196216119151 1Â 841
Fonte: Climate-Data.org[8]
Dados climatológicos para Joaçaba (Nova Petrópolis)
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima média (°C)27,326,825,722,520,218,618,520,421,523,225,326,7 23,1
Temperatura média (°C)21,421,119,916,714,312,712,313,915,517,319,120,5 17,1
Temperatura mínima média (°C)15,615,514,2118,46,96,27,59,611,512,914,4 11,1
Precipitação (mm)185146129142144162118143197203126150 1Â 845
Fonte: Climate-Data.org[9]
Dados climatológicos para Joaçaba (Santa Helena)
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima média (°C)27,526,925,822,620,218,718,720,521,723,425,426,8 23,2
Temperatura média (°C)21,721,220,116,914,312,912,514,115,717,519,220,7 17,2
Temperatura mínima média (°C)15,915,614,411,28,47,16,47,79,811,71314,6 11,3
Precipitação (mm)184145129140140159118142201200125157 1Â 830
Fonte: Climate-Data.org[10] Vegetação[editar | editar código-fonte]
Joaçaba está localizada em uma região dominada pela Floresta Ombrófila Mista (Floresta com Araucária) e pela Floresta Estacional Decidual, sendo uma espécie de zona de transição entre as duas; a primeira caracteriza-se por florestas onde o pinheiro-do-paraná está presente como elemento dominante, juntamente com um estrato baixo formado principalmente pelas Lauráceas. Exemplos desse tipo de floresta, além das araucárias, são a canela-amarela, a canela-fedida, a canela fogo, o camboatá, a grápia, angico-vermelho, a pimenteira, o guamirim, orelha-de-gato, vassourão-branco, pessegueiro-bravo, entre outras.
Já a Floresta Estacional Decídua, que acompanha o Rio Uruguai e sobe pela parte próxima dos rios que nele desaguam, apresenta-se com menos incidência de pinheiro-do-paraná e com estrutura distinta, composta por árvores deciduais como grápia, angico, timbaúva e outras. Sob esta cobertura, caracteriza-se uma formação densa formada por árvores perenifólias, predominando as canelas. O estrato das arvoretas é uniforme, predominando a laranjeira-do-mato e a sororoca.Fauna[editar | editar código-fonte]
O município de Joaçaba possui diversos estudos sobre a fauna que ocorre em sua área. Em toda extensão do município (área urbana e rural) há o registro de mais de 184 espécies de aves, com ocorrência de espécies ameaçadas de extinção, como o papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea)[11]. Em sua área urbana, há o registro de 83 espécies de aves[12] e 14 espécies de mamíferos, incluindo a paca (Cuniculus paca), uma espécie ameaçada de extinção[13]. No município há o registro de 93 espécies de Lepidoptera (borboletas e mariposas), registradas em sua maioria na área urbana e fragmentos florestais adjacentes a esta[14][15]. Estudos com insetos aquáticos foram realizados no município, resultando no registro de 15 famílias deste grupo taxonômico em um pequeno lago artificial (açude) nas proximidades da área urbana[16]. Foram também realizados estudos sobre a distribuição de aranha-marrom (Loxosceles sp.) no município e perfil epidemiológico de acidentes com este artrópode[17][18]. Pesquisas recentes identificaram a presença de 18 espécies de mosquitos (DIptera: Culicidae) em um fragmento florestal urbano, neste trabalho merece destaque o registro da espécie Anopheles darlingi, vetor primário da malária no Brasil, e de Haemagogus leucocelaenus, vetor da febre amarela silvestre[19].Demografia[editar | editar código-fonte]
Mesmo com poucos habitantes, possui alto nível de verticalização
População Total: 28 705 habitantes segundo os últimos dados oficiais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.
Habitação[editar | editar código-fonte]
Nº de domicílios: 10 772 [20]
Média de habitantes por domicílio: 2,97 [20]
Crescimento Populacional Anual (1991 ? 2000): 1,23%[20]
Joaçaba é a oitava cidade do país em qualidade de vida, e a terceira de Santa Catarina apresentando um Índice de Desenvolvimento Humano da ordem de 0,866 segundo o relatório do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento/2000.Outros índice[editar | editar código-fonte]
Analfabetismo: 4,87%
Analfabetismo entre jovens até 17 anos: 0,03%
Percentagem de crianças entre 7 e 14 anos frequentando escolas: 99%
Expectativa de vida ao nascer: 76,35 anos
Mortalidade infantil até 1 ano: 8,96/1000 DATASUS/2006
Distritos[editar | editar código-fonte]
Nova Petrópolis
Santa Helena
Estrutura[editar | editar código-fonte]
Transporte[editar | editar código-fonte]
Transporte coletivo municipal
Não possui sistema de transporte municipal.Transporte coletivo intermunicipal
O Terminal Rodoviário Horivil Zago, inaugurado em 16 de janeiro de 2014, está localizado na rodovia BR-282.
As empresas que operam atualmente são: Auto Viação Catarinense Ltda., Reunidas S.A. Transportes Coletivos, Real Transporte e Turismo S.A., Empresa União Cascavel de Transporte e Turismo Ltda. ? Eucatur, Unesul de Transportes Ltda., Planalto Transportes, Viação Ouro e Prata, Transportes Rcst Ltda. ? Castilho & Cia., Transportes Coletivos Zarpelon Ltda., Empresa Joaçabense de Transportes Coletivos Ltda., Estrelatur Transporte Coletivo Ltda..Economia[editar | editar código-fonte]
As principais atividades econômicas do município são a Indústria, em especial o setor metal-mecânico, processamento de madeira e produtos alimentícios. Possui comércio diversificado e desenvolvido, já que muitas cidades vizinhas têm no turismo a atividade econômica principal e Joaçaba está estrategicamente localizada no centro da região, sendo considerada o polo econômico e político do meio-oeste catarinense, influenciando uma área que atinge aproximadamente 300 000 habitantes. Como sede da Universidade do Oeste de Santa Catarina, uma das grandes universidades do estado de Santa Catarina, Joaçaba é também considerada dos centros universitários de Santa Catarina.Turismo[editar | editar código-fonte]
Carnaval[editar | editar código-fonte]
Com quatro escolas de samba, Três de Joaçaba (Vale Samba, Acadêmicos do Grande Vale e Aliança) e uma de Herval d'Oeste (Unidos do Herval), o Carnaval de Joaçaba, se destaca não só em Santa Catarina, mas em todo o país, numa grande festa organizada pela Liga das Escolas de Samba em parceria com a Prefeitura. A menor das escolas tem mais de 1.000 integrantes, o que assegura a presença de mais de 5 000 figurantes na avenida. Toda produção de fantasias, carros alegóricos e adereços ocupa numerosa mão de obra, gerando trabalho e renda para artistas de diversos gêneros.
Uma grande estrutura de arquibancadas e camarotes é montada ao longo da avenida, abrigando a multidão que se surpreende a cada minuto com a criatividade e o talento das escolas de samba Vale Samba, Aliança, Unidos do Herval e Acadêmicos do Grande Vale, e com seus enredos que abordam o folclore, a cultura, a história, o imaginário e, também, aspectos diversos da própria cidade ou região.
O evento Carnafolia, Carnaval de Blocos agrega, a cada dia, mais turistas para Joaçaba, vindos de todas as regiões do País. Ocorre sempre durante o carnaval, entre sexta e terça-feira. O evento é realizado na Praça da Catedral. Os blocos mais famosos e tradicionais são bloco PÉ DE CANA que desdo ano de 2017 leva o Nome de Bloco OS' TENTAÇÃO . Bloco Los Iguanas, bloco DNA, bloco Baviera.Romaria e Monumento de Frei Bruno[editar | editar código-fonte]
Um esforço concentrado do comércio local, através da Câmara de Dirigentes Lojistas - CDL, Prefeitura, Governo do Estado e doações da comunidade fizeram com que a estátua com a imagem de Frei Bruno Linden fosse inaugurada no ano de 2006. Medindo 37 metros de altura, o monumento abriga o Museu Frei Bruno, um restaurante e loja de souvenir e permite uma vista panorâmica da cidade.
A obra foi idealizada em função do crescente sucesso da Romaria Penitencial Frei Bruno, que a cada ano reúne, aproximadamente, 10000 fiéis vindos de várias regiões do país.
A iniciativa também motivou os fiéis a redobrarem seus esforços em busca da canonização do Padre de origem alemã, que fez história no Meio Oeste. O processo de beatificação, que antecede ao de canonização, já está em andamento.Teatro Alfredo Sigwalt[editar | editar código-fonte]
O projeto elaborado pelos arquitetos Jair José Cardoso e Arthur Peruzzo, fruto de muita pesquisa em literatura especializada, visitas a teatros e auditórios, entrevistas e contatos com operadores e administradores de teatros, resultou numa obra que dotaria Joaçaba de uma moderna casa de espetáculo, capaz de abrigar todas as manifestações artísticas, desde teatro, dança, grandes espetáculos musicais, além de reservar espaço para oficinas e exposições.
As obras iniciaram-se, ainda, em 1977, com a liberação da primeira verba obtida junto ao governo estadual, com previsão de término para 1979 ou 1980. Porém, em 1979, as obras do teatro já se encontravam paralisadas. A busca por recursos era incansável e a obra avançava em passos lentos, intercalado por períodos de total paralisação.
A Sociedade de Cultura Artística Joaçaba e Herval d´Oeste (Scajho) lutou para a conclusão da obra do teatro, na tentativa de dar condições de uso à Casa da Cultura, que era requisitado por entidades para eventos, porém o seu uso era limitado devido aos perigos que uma obra inacabada oferece. A construção inacabada, que chegou a ser intitulada de "elefante branco", era alvo de vândalos que, inclusive, incendiaram um piano, patrimônio este que pertenceu ao maestro Sigwalt. Pois, mesmo em condições precárias, o Teatro vinha sendo utilizado para manifestações artístico-culturais da cidade.
Em agosto de 2001, o Prefeito Municipal de Joaçaba, Armindo Haro Neto, nomeou, pelo Decreto-lei 2 176, de 28 de agosto de 2001, a Comissão de Gestão para a elaboração do Projeto ICMS/SCAJHO junto à Fundação Catarinense de Cultura, composta por sete membros. Uma vez empossada, a comissão elaborou o projeto pró-conclusão e foi em busca de recursos para a conclusão do teatro. Felizmente em meados de dezembro de 2002, o Governador do Estado repassou uma verba, sendo possível dar início de toda a obra de conclusão. Porém, logo foi constatado que os investimentos seriam maiores e, que a verba recebida não seria o suficiente. Seria necessário conseguir mais recursos e o caminho escolhido foi buscar doações junto aos órgãos públicos municipais, entidades, empresas e pessoas físicas. Os desafios tomavam proporções gigantes, cada vez mais era necessário investir. Porém, os órgãos públicos municipais, entidades, empresários e cidadãos joaçabenses acreditaram na comissão nomeada e estenderam a mão e, a comunidade toda começou a vibrar junto. O sonho estava se tornando realidade.
Assim, com doações vindas de diversas fontes, com a dedicação de toda a Comissão pró-conclusão, que foi incansável, deixando muitas vezes seus afazeres profissionais para se dedicar às obras que exigiam soluções rápidas e necessárias, a obra caminhava a passos largos, pois a data da inauguração estava fixada: 30 de agosto de 2003. Dia em que a obra foi entregue aos Joaçabenses, e prestada uma justa homenagem ao Maestro Alfredo Rudolfo Sigwalt.
Desde sua inauguração, em agosto de 2003, o teatro de Joaçaba tem sediado grandes eventos nacionais e até internacionais, provocando um grande salto de qualidade na movimentação cultural da região. A valorização de artistas da região tem sido uma das prioridades da Sociedade de Cultura Artística Joaçaba e Herval d´Oeste (Scajho), entidade mantenedora do teatro. Atualmente, o prédio é ocupado para ensaios da Banda Carlos Gomes, Coral Fratelli d´Itália, Coral Infantil do Município, Coral da terceira Idade, e um grupo de dança.Parque Natural Municipal do Vale do Rio do Peixe[editar | editar código-fonte]
No município de Joaçaba existe o Parque Natural Municipal do Vale do Rio do Peixe, criado pela Lei Municipal nº 2800/2002[21], com uma área de aproximadamente 300 hectares localizada às margens da BR-282, em frente ao CPJ e com entrada para a trilha principal em anexo à escola NUPERAJO. Na área do parque foram registradas 130 espécies de aves, incluindo espécies ameaçadas de extinção como o papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea)[22][23], também foram registradas no parque 19 espécies de anfíbios (sapos, pererecas e rãs)[24] e 20 espécies de mamíferos, algumas ameaçadas a nível estadual como paca (Cuniculus paca) e jaguatirica (Leopardus pardalis)[25][26]. O parque também possui a presença de diversas orquídeas e bromélias, sendo 24 espécies de orquídeas e sete espécies de bromélias[27]. Em relação aos insetos, na área do parque foram registradas 13 espécies de mosquitos (Diptera: Culicidae), com três espécies que não haviam sido encontradas em Santa Catarina até a realização do estudo: Mansonia indubitans, Sabethes whitmani e Wyeomyia sabethea[28][29]. Além deste estudos, no parque natural também foram realizadas pesquisas com interações planta-animal, referente a beija-flores visitantes de bromélias e insetos que vivem nestas plantas[30][31].Grupos culturais e folclóricos[editar | editar código-fonte]
Estúdio de Dança Teatro Alfredo Sigwalt - SCAJHO
Grêmio Recreativo Escola de Samba Aliança;
Grupo de Dança Colégio Santíssima Trindade;
Associação Regional de Capoeira Raios do sol;
Associação Orquestra e Coral Martinho Lutero;
Grupo de Dança Italiana Fratelli D'Itália;
Banda Carlos Gomes;
Grupo de Dança Colégio Super Ativo
Grupo italiano I Cacciatori;
Coral Infantil de Joacaba;
Coral Melhor Idade Vozes de Outrora;
Coral Colégio Santíssima Trindade;
Coral Italiano Ritorna;
Coral Municipal;
Coral da SCAJHO;
Associação Cultural Esportiva e Recreativa Escola de Samba Vale Samba;
Grêmio Recreativo Escola de Samba Aliança;
Grupo de Dança Colégio Marista Frei Rogério;
Escola de Samba Unidos do Herval.
Grupo de Dança Colégio Cenecista Joaçabense - CNEC
Orquestra de Câmara Luterana de Joaçaba;
Coral Independente 5 de Maio
Outros atrativos[editar | editar código-fonte]
Monumento Frei Bruno - Um monumento de 37 metros, contra 38 do Cristo Redentor.
Catedral Santa Terezinha - Centro
Catedral de Joaçaba
Museu Frei Bruno - Junto ao Monumento Frei Bruno
Jantar Italiano - Santa Clara
Café Colonial - Santa Clara
Pousada Pica Pau Verde - Linha Abatti
Barracões das Escolas de Samba
Complexo Esportivo UNOESC
Monumento Nossa Senhora das Graças - BR-282
Culinária e Gastronomia Italiana e Alemã
Casas de madeira típicas por toda a cidade
Feira do gado leiteiro
Festival de Dança
Campeonato catarinense de Automobilismo
Jeep Raid e Jeep Cross
Universidade do Oeste de Santa Catarina
Carnaval de Joaçaba - Carnafolia
Duathlon Caminhos de Ferro
Esporte[editar | editar código-fonte]
Basquete
A Ablujhe (Associação de basquete de Luzerna, Joaçaba e Herval D´Oeste) é uma associação de basquete no qual foi oficialmente fundada 1 de dezembro no ano de 1998, a mesma representava no estado de Santa Catarina, as cidades de Luzerna, Joaçaba e Herval D´Oeste na modalidade de basquetebol, a Associação se extinguiu e viria a ser reorganizada em 2001, na nova trajetória a Ablujhe transformou-se em um exemplo não só no basquete como na convivência e interação de atletas e treinadores. Futebol[editar | editar código-fonte]
Estádio Oscar Rodrigues da Nova visto a partir da área coberta. (hoje demolido para a construção de parque municipal)
A cidade sempre apresentou grande tradição pelos campos do estado de Santa Catarina. Na década de 1980, com o Joaçaba Esporte Clube, JEC, chegou a estar representada na Taça de Bronze, terceira divisão nacional da época, após garantir classificação com o título da Taça Santa Catarina em 1981. No início da década de 1990, surgiu a Associação Desportiva Joaçabense, ADJ, que sagrou-se campeã da segunda divisão em 1992, e disputou a elite catarinense entre 93 e 95, sendo, neste último ano, a 3ª colocada no estadual, perdendo nas semifinais para o Criciúma Esporte Clube. No mesmo ano, foi rebaixada forçadamente pela Federação devido a dívidas trabalhistas. Em 1997, surgia então o JAC (Joaçaba Atlético Clube), vice-campeão da segunda divisão em 2000, que licenciou-se em 2001 e retornou aos gramados em 2007. Neste ano de 2008, representará novamente a cidade na Divisão de Acesso do Estadual de Profissionais. Tudo isso se passou no Estádio Da Nova (Oscar Rodrigues Da Nova), estádio municipal com capacidade para 7 000 espectadores sentados.Volta Ciclística Internacional de Santa Catarina[editar | editar código-fonte]
Joaçaba sedia uma das etapas da Volta Ciclística Internacional de Santa Catarina. Disputada desde 1987 é uma competição de ciclismo que atravessa o estado e que segundo a Confederação Brasileira de Ciclismo é o evento mais tradicional do esporte no Brasil, reunindo todos os anos os principais ciclistas do país e de alguns países da América Latina. A maior prova ocorreu em 1994 quando os atletas percorreram 1200Â km e a menor em 1988 quando a distância a ser vencida foi de 544Â km.Futebol de salão[editar | editar código-fonte]
Sempre contou com clubes de futebol de salão, chegando mesmo a ter duas equipes na principal divisão do campeonato catarinense: o Cruzeiro e a ABBB, sendo que esses dois times marcaram a década de 1980 pela rivalidade, e por algumas vezes ambos alcançando posições entre os quatro melhores do estado, tendo o Cruzeiro sido campeão deste torneio.
O atual clube do Município é o Joaçaba Futsal, 4º colocado no campeonato catarinense de 2005.
Também já foi campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina e revelou vários jogadores que integram/integraram a Seleção Brasileira de Futsal.Vôlei[editar | editar código-fonte]
A AJOV ? Associação Joaçabense de Voleibol foi fundada no ano de 1996, tendo conquistado diversos títulos estaduais, como bicampeã da OLESC ( Olimpíada Estudantil de Santa Catarina 2003/2004), bicampeã dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina 1999/2004, campeã estadual 1999, campeã estadual infantil 2004. A AJOV cedeu várias atletas para seleções catarinenses infanto e juvenil, sendo que em 2004 cedeu a primeira atleta para Seleção Brasileira infanto, campeã sul-americana em 2004, a grande revelação: Natália Zílio Pereira.Automobilismo[editar | editar código-fonte]
A cidade conta com o Autódromo Cavalo de Aço, que sedia duas etapas do Campeonato Catarinense de Automobilismo, dividida em Marcas A, B, A/B, N e Stock Car. Seu traçado é um dos mais seletivos de média/alta velocidade do estado. Possui trechos como a "reta principal", de formato curvo em descida de alta velocidade que termina na curva denominada "bico de pato", como o nome sugere trata-se de um uma curva travada em forma de cotovelo, a qual exige grande perícia e habilidade dos competidores. Esta transferência, da mais alta para a um trecho de baixa velocidade, é também um dos pontos mais desafiadores da história do Automobilismo Catarinense, onde geralmente ocorrem grandes ultrapassagens e acidentes espetaculares durante os treinos e as corridas. O autódromo, que reúne cerca de 5000 espectadores e 70 pilotos a cada prova realizada, é uma das mais tradicionais praças esportivas de velocidade em piso de terra do estado e do sul do Brasil.
No Cavalo de Aço, ainda são realizadas etapas de Campeonatos de Motovelocidade, com a presença, em média, de 100 pilotos.
Na área da velocidade e automobilismo, Joaçaba promove, ainda, esporadicamente, o Arrancadão, além de possuir um clube de aficionados por jipes (o Jeep Club de Joaçaba) e outro de aficionados por carros antigos (o Veteran Car Club).Handebol[editar | editar código-fonte]
Joaçaba sempre formou equipes de Handebol Masculino para a disputa de competições variadas, tendo inclusive revelado jogadores para a seleção brasileira como Ivan Maziero, o Macarrão e Rodrigo Hoffelder. Destaque para o técnico Raylander Righi, que treinou o time joaçabense desde a década de 1980 até o ano de 2016, chegando inúmeras vezes a títulos estaduais e nacionais.Oliejho[editar | editar código-fonte]
A OLIEJHO é um evento do esporte escolar dos municípios de Joaçaba, Herval d?Oeste e Luzerna, realizada anualmente e tem contribuído positivamente na formação e no desenvolvimento integral das crianças e adolescentes.
A 32a edição da OLIEJHO, em 2004, teve a participação de aproximadamente 3 500 atletas de 24 escolas dos três municípios, disputando as modalidades de futsal, handebol, voleibol, basquetebol, atletismo, judô, karatê, natação, rústica, tênis de mesa, xadrez e ciclismo.Jogos Abertos de Santa Catarina[editar | editar código-fonte]
Joaçaba é a cidade que mais vezes sediou a maior competição esportiva do estado de Santa Catarina, os JASC (1967, 1988, 1989, 1998, 2006 e 2015) tendo-se sagrado campeã em diversas modalidades: futsal, judô, tiro, bocha, bolão entre outras.Pádel[editar | editar código-fonte]
Joaçaba possui uma quadra de pádel inaugurada no ano de 1992. Os atletas joaçabenses participam do campeonato estadual e do campeonato brasileiro de pádel.
Também há quadras de tênis nas quais vários sócios praticam essa atividade esportiva. Há 2 clubes? o clube Comercial e o clube 10 de Maio, que possuem quadras para a prática do esporte.Joaçabenses famosos[editar | editar código-fonte]
Rogério Sganzerla, ator e cineasta
João Callegaro, cineasta
Paulo Stuart Wright, ex-deputado e ex-dissidente político
Ivan Orestes Bonato, senador da República (1986-1987)[32]
Omar Fontana, fundador da companhia aérea Transbrasil
Mauro Refosco, percussionista da banda Red Hot Chilli Peppers
Victor Laus, desembargador federal, atual presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região
Referências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 02 de abril de 2018 Verifique data em: |acessodata= (ajuda)? «Ranking dos municípios por IDHM». Ranking dos Municípios por IDHM. ONU/PNUD. 2013. Consultado em 24 de março de 2014 ? NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a Língua Indígena Clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 582.? TOMMASINO, K. e FERNANDES, R. C. Kaingang. Janeiro de 2001. Disponível em http://pib.socioambiental.org/pt/povo/kaingang/print. Acesso em 27 de dezembro de 2012.? «CLIMA: JOAÇABA». Climate-Data.org. Consultado em 7 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2016 ? «CLIMA: NOVA PETRÓPOLIS». Climate-Data.org. Consultado em 7 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2016 ? «CLIMA: SANTA HELENA». Climate-Data.org. Consultado em 7 de janeiro de 2016. Cópia arquivada em 7 de janeiro de 2016 ? Favretto, Mario Arthur; Geuster, Cleiton José (2008). «Observações ornitológicas no oeste de Santa Catarina, Brasil - parte I». Atualidades Ornitológicas (143): 49-54 A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= (ajuda)? Favretto, Mario Arthur. «Comparação entre a avifauna de três remanescentes florestais urbanos e um parque natural no sul do Brasil». Atualidades Ornitológicas ? Favretto, Mario Arthur; Onghero-Jr., Osvaldo (2011). «Mamíferos da área urbana de Joaçaba, Santa Catarina, sul do Brasil». Unoesc & Ciência - ACBS. 2 (2): 175-178 A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= (ajuda)? Favretto, Mario Arthur (2012). «Borboletas e mariposas (Insecta: Lepidoptera) do município de Joaçaba, estado de Santa Catarina, Brasil.». EntomoBrasilis. 5 (2): 167-169 ? Favretto, Mario Arthur; Piovesan, Monica; Orlandin, Elton; Santos, Emili Bortolon (2015). «Lepidoptera em um fragmento florestal urbano no sul do Brasil». Scientia Plena. 11 (3) A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= (ajuda)? Favretto, Mario Arthur; Orlandin, Elton; Santos, Emili Bortolon; Piovesan, Monica (2014). «Insetos aquáticos em um lago artificial no sul do Brasil». Biota Amazônia. 4 (2): 113-116 A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= (ajuda)? Favretto, Mario Arthur (2013). «Spier, Edson Fernando; Spier, Manuelly Sartori; Dalavéquia, Máira Aparecida. Estudo da distribuição e ocorrência do gênero Loxosceles (aranha-marrom) no município de Joaçaba, SC». Estudo da fauna do oeste de Santa Catarina: microrregiões de Joaçaba e Chapecó. [S.l.: s.n.] p. 9-30. ISBN 978-85-915509-7-5 |nome2= sem |sobrenome2= em Authors list (ajuda)? Favretto, Mario Arthur (2013). «Spier, Edson Fernando; Spier, Manuelly Sartori; Dalavéquia, Máira Aparecida. Ocorrência e distribuição do gênero Loxosceles e sua relação com o perfil epidemiológico dos acidentes do município de Joaçaba, SC». Estudos da fauna do oeste de Santa Catarina: microrregiões de Joaçaba e Chapecó. [S.l.: s.n.] p. 31-56. ISBN 978-85-915509-7-5 |nome2= sem |sobrenome2= em Authors list (ajuda)? Santos, Emili Bortolon; Orlandin, Elton; Piovesan, Monica; Favretto, Mario Arthur (2016). «Nota sobre os mosquitos (Diptera: Culicidae) de um fragmento florestal urbano de Joaçaba, Santa Catarina, Brasil». Entomotropica. 31: 91-94 A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= (ajuda)? a b c IBGE e Secretaria de Estado (de Santa Catarina) do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente? «Lei 2800/02 | Lei nº 2800 de 11 de abril de 2002»Â ? Favretto, Mario Arthur (2011). «Favretto, Mario Arthur; Guzzi, Anderson. Avifauna.». Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Joaçaba, SC - Volume I: Fauna de Vertebrados. [S.l.: s.n.] p. 120-172. ISBN 978-85-915509-4-4 ? Favretto, Mario Arthur; Zago, Tiago; Guzzi, Anderson (2008). «Avifauna do Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Santa Catarina, Brasil». Atualidades Ornitológicas (141): 87-93 A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= (ajuda)? Favretto, Mario Arthur (2011). «Zago, Tiago. Anfíbios.». Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Joaçaba, SC - Volume I: Fauna de Vertebrados. [S.l.: s.n.] p. 12-59. ISBN 978-85-915509-4-4 ? Favretto, Mario Arthur (2011). «Padilha, Luciano. Mamíferos.». Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Joaçaba, SC - Volume I: Fauna de Vertebrados. [S.l.: s.n.] p. 60-119. ISBN 978-85-915509-4-4 ? Favretto, Mario Arthur (2011). Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Joaçaba, SC - vol. 1 - Fauna de Vertebrados. [S.l.: s.n.] 207 páginas. ISBN 978-85-915509-4-4 ? Favretto, Mario Arthur; Geuster, Cleiton José (2010). Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Joaçaba, SC - vol. 2 - Plantas epífitas. [S.l.: s.n.] 85 páginas. ISBN 978-85-915509-3-7 ? Santos, Emili Bortolon dos; Mario Arthur Favretto; Gerson Azulim Müller (2014). «Mosquitos (Diptera: Culicidae) do Parque Natural Municipal Vale do Rio do Peixe, Joaçaba, Santa Catarina, Brasil, com novos registros para o estado.». Evidência. 14: 21-34. A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= (ajuda)? Favretto, Mario Arthur; Santos, Emili Bortolon dos (2013). «Santos, Emili Bortolon; Favretto, Mario Arthur; D'Agostini, Fernanda Maurer. Larvas de culicídeos do Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Joaçaba, SC». Estudos da Fauna do Oeste de Santa Catarina: microrregiões de Joaçaba e Chapecó. [S.l.: s.n.] 172 páginas. ISBN 978-85-915509-7-5 ? Favretto, Mario Arthur; Hoeltgebaum, Marcia Patrícia; Lingnau, Rodrigo; D'Agostini, Fernanda Maurer. (2011). «Entomofauna em duas espécies de bromélias no oeste de Santa Catarina, Brasil». EntomoBrasilis. 4 (1): 10-12 A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= (ajuda)? Favretto, Mario Arthur; Hoeltgebaum, Marcia Patrícia; Lingnau, Rodrigo; D'Agostini, Fernanda Maurer (2010). «Beija-flores visitantes de bromélias no Parque Natural Municipal Rio do Peixe, Joaçaba, Santa Catarina, Brasil». Atualidades Ornitológicas (158): 11-13 A referência emprega parâmetros obsoletos |coautores= (ajuda)? Períodos Legislativos da Quinta República - 1983-1987
Ver também[editar | editar código-fonte]
Lista de municípios de Santa Catarina por data de criação
Lista de municípios de Santa Catarina por população
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre JoaçabaPágina da prefeitura
Portal do de Acesso à Informação - Prefeitura Municipal
Portal da Câmara de Vereadores
Portal do de Acesso à Informação - Câmara de Vereadores
Joaçabavde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [1] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)vdeRegião Metropolitana do ContestadoAbdon Batista * Água Doce * Alto Bela Vista * Arabutã * Arroio Trinta * Brunópolis * Caçador * Calmon * Campos Novos * Capinzal * Catanduvas * Celso Ramos * Concórdia * Erval Velho * Fraiburgo * Herval d'Oeste * Ibiam * Ibicaré * Iomerê * Ipira * Ipumirim * Irani * Jaborá * Joaçaba * Lacerdópolis * Lebon Régis * Lindóia do Sul * Luzerna * Macieira * Matos Costa * Monte Carlo * Ouro * Peritiba * Pinheiro Preto * Piratuba * Presidente Castello Branco * Rio das Antas * Salto Veloso * Tangará * Timbó Grande * Treze Tílias * Vargem * Vargem Bonita * Videira * Zortéa Santa Catarina,  Brasilvde Canais de televisão aberta de Joaçaba, Herval d'Oeste e LuzernaVHF analógico
04 Record News SC (Record News)
06 NSC TV (Globo)
11 SBT SC (SBT)
13 TV Barriga Verde (Band)
Herval d'Oeste
02 NSC TV (Globo)
07 NSC TV (Globo)
Luzerna
10 TV Barriga Verde (Band)
UHF analógico
17 Rede Vida
26 RIC TV (RecordTV)
Herval d'Oeste
21 Record News SC (Record News)
47 SBT SC (SBT)
53 NSC TV (Globo)
58 RIC TV (RecordTV)
Sinal digital
16 (17.1) Rede Vida HD
30 (26.1) RIC TV HD
34 (6.1) NSC TV HD
46 (11.1) SBT SC HD
Herval d'Oeste
24 (53.1) NSC TV HD
42 (2.1) NSC TV HD
45 (47.1) SBT SC HD
Autorizados ouem implantação
31 (4.1) Record News SC HD
39 (13.1) TV Barriga Verde HD
Herval d'Oeste
27 (21.1) Record News SC HD
28 (58.1) RIC TV HD
33 (7.1) NSC TV HD
Predefinições deregiões adjacentes
Xanxerê
Lages
Estações de rádio FM de Joaçaba, Herval d'Oeste e LuzernaJoaçaba: 222 (92,3 MHz) - Rádio Band FM (Joaçaba) (Band FM)  • 247 (97,3 MHz) - Rádio Catarinense  • 263 (100,5 MHz) - Antena 100  • 294 (106,7 MHz) - UNOESC FM
Luzerna: 285 (104,9 MHz) - Rádio Luz FM
Herval d'Oeste: 280 (103,9 MHz) - Jovem Pan (Jovem Pan FM)  • 251 (98,1 MHz) - Rádio FM Liberdade  • 298 (107,5 MHz) - Rádio Líder do ValeEstações de rádio AM de Joaçaba, Herval d'Oeste e LuzernaJoaçaba: 1270 kHz - Rádio Catarinense
Herval d'Oeste:1470 kHz - Rádio Líder do Vale
Portal do Brasil

POSTAGENS RELACIONADOS


ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM JOAÍMA


orçamento empresa site em Joaíma

Encontre orçamento empresa site em Joaíma na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM JOANÉSIA


orçamento empresa site em Joanésia

Encontre orçamento empresa site em Joanésia na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM JOANÓPOLIS


orçamento empresa site em Joanópolis

Encontre orçamento empresa site em Joanópolis na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ORÇAMENTO EMPRESA SITE EM JOAQUIM FELÍCIO


orçamento empresa site em Joaquim Felício

Encontre orçamento empresa site em Joaquim Felício na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO