orçamento de pagina eletronica em São Luiz


Encontre orçamento de pagina eletronica em São Luiz na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

 Nota: Se procura outros significados de São Luís, veja São Luís.Município de São Luiz do Paraitinga
Panorama da cidadeBandeiraBrasãoHino
Fundação8 de maio de 1769 (250 anos)
Gentílicoluizense[1]
CEP12140-000
Prefeito(a)Ana Lucia Bilard Sicherle[2] (PSDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de São Luiz do Paraitinga em São PauloSão Luiz do Paraitinga Localização de São Luiz do Paraitinga no Brasil
23° 13' 19" S 45° 18' 36" O23° 13' 19" S 45° 18' 36" O
Unidade federativaSão Paulo
Região intermediária
São José dos Campos IBGE/2017 [3]Região imediata
Taubaté-Pindamonhangaba IBGE/2017Região metropolitanaVale do Paraíba e Litoral Norte
Municípios limítrofesLagoinha (N), Cunha (NE), Ubatuba (SE), Natividade da Serra (SO), Redenção da Serra (O) e Taubaté (NO).
Distância até a capital171 km[4]
Características geográficas
Área617,148 km² [5]
População10 684 hab. estimativa IBGE/2018[6]
Densidade17,31 hab./km²
Altitude741 m
ClimaNão disponível
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,754 alto PNUD/2000[7]
PIBR$ 74 973,592 mil IBGE/2008[8]
PIB per capitaR$ 6 896,03 IBGE/2008[8]
Página oficial
Prefeiturahttp://www.saoluizdoparaitinga.sp.gov.brSão Luiz do Paraitinga[nota 1] é um município do estado de São Paulo, no Brasil. É um importante destino turístico da região do Vale do Paraíba, em particular, devido ao seu Centro Histórico, tombado como Patrimônio Cultural Nacional,[9] e suas tradições caipiras, incluindo a Folia do Divino e o Carnaval de Marchinhas. O município é formado pela sede e pelo distrito de Catuçaba[10][11].Índice1 Etimologia
2 História2.1 Inundação de 2010
3 Estância turística3.1 Carnaval
4 Geografia4.1 Hidrografia
4.2 Rodovias
5 Comunicações
6 Filhos Ilustres
7 Política
8 Notas
9 Ver também
10 Referências
11 Ligações externasEtimologia[editar | editar código-fonte]
O nome "Paraitinga" é uma referência ao Rio Paraitinga. "Paraitinga" é originário do tupi antigo paraitinga, que significa "rio ruim e claro" (pará, "rio grande" + aíb, "ruim" + ting, "branco" + a, sufixo).[12]História[editar | editar código-fonte]
Foi fundada em 1769 por bandeirantes oriundos de Taubaté, Mogi das Cruzes e Guaratinguetá,[13] sendo elevada a vila e sede de concelho em 1773. Tornou-se cidade em 1857 e declarada estância turística a em 2002. Em 1873, recebeu o título de Imperial Cidade, conferido por dom Pedro II do Brasil .Inundação de 2010[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Inundações e deslizamentos de terra no Rio de Janeiro e São Paulo em 2010
Igreja Matriz São Luís de Tolosa em reconstrução
Nos primeiros dias de 2010, a cidade sofreu com uma forte enchente do Rio Paraitinga que a fez perder oito de seus edifícios históricos,[14] incluindo a Igreja Matriz do município, construída no século XVII.[15][16] A Igreja Matriz do município era o principal símbolo da cidade e desabou sobre si mesma devido à chuva. As imagens foram registradas por um cinegrafista amador e exibidas em vários telejornais do país.
Após as enchentes, para a reconstrução da cidade, foram recebidos cerca de R$ 15 milhões do Ministério da Integração Nacional para a contenção de encostas e reconstrução de pontes e estradas, e cerca de R$ 100 milhões do governo do estado para a reconstrução de prédios públicos, recuperação de estradas, reforma de escolas e construção de uma nova biblioteca.[17] Em dezembro de 2010, o Centro Histórico de São Luiz do Paraitinga foi declarado como patrimônio cultural nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).[9] O tombamento permitiu a reconstrução de diversas construções históricas, incluindo a Igreja Matriz São Luís de Tolosa, reaberta em maio de 2014.[18]Estância turística[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Estância turística (São Paulo)
Praça Oswaldo Cruz
Igreja Matriz São Luís de Tolosa
São Luiz do Paraitinga é um dos 29 municípios paulistas considerados estâncias turísticas pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por lei estadual. Tal status garante a esses municípios uma verba maior por parte do estado para a promoção do turismo regional. Também, o município adquire o direito de agregar junto a seu nome o título de "estância turística", termo pelo qual passa a ser designado tanto pelo expediente municipal oficial quanto pelas referências estaduais.
Dentre seus atrativos, destacam-se, na área urbana, seu conjunto arquitetônico, com mais de 450 imóveis, numa área superior a 6,5 milhões de metros quadrados, declarados como Patrimônio Cultural Brasileiro pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).[9]
No turismo ecológico e de aventura, destacam-se várias trilhas, como a da Pirapitinga, do Corcovado, do Poço do Pito, do Ipiranga e do Rio Grande e os raftings no Núcleo Santa Virgínia, com duração de 6 horas e Brazadão, com duração de 4 horas: ambos realizados no Rio Paraibuna.Carnaval[editar | editar código-fonte]
O carnaval de marchinhas foi reinventado e está mais vivo e forte do que nunca, recebe a cada ano mais turistas e é destaque na imprensa nacional e internacional. Durante o período carnavalesco, todos os dias blocos se apresentam, cada um com sua fantasia e marchinha específica. Os mais conhecidos são os blocos Juca Teles, Maricota e Bloco do Barbosa.Geografia[editar | editar código-fonte]
Localiza-se a uma latitude 23º13'18" sul e a uma longitude 45º18'36" oeste, estando a uma altitude de 741 metros. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2018, era de 10 684[6] habitantes. Pertence à terceira Região Administrativa do Estado de São Paulo - Vale do Paraíba.Hidrografia[editar | editar código-fonte]
Rio Paraitinga
Rio Paraibuna
Rio do Chapéu
Rodovias[editar | editar código-fonte]
Rodovia Oswaldo Cruz
Rodovia Nelson Ferreira Pinto
Comunicações[editar | editar código-fonte]
A cidade foi atendida pela Companhia de Telecomunicações do Estado de São Paulo (COTESP) até 1975, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[19]. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica, sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo para suas operações de telefonia fixa[20][21][22].Filhos Ilustres[editar | editar código-fonte]
Aziz Nacib Ab'Saber
Osvaldo Cruz
Elpídio dos Santos
Manuel Jacinto Domingues de Castro
Moradei
Política[editar | editar código-fonte]
A prefeita do município é Ana Lucia Bilard Sicherle, eleita nas eleições municipais de 2016 pelo Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).[2]Conjunto histórico do Largo do TeatroNotas? Nota linguística: Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa, este topônimo deveria ser grafado como São Luís do Paraitinga.topônimo: topónimoVer também[editar | editar código-fonte]
História de São Paulo
Parahytinga
Instituto Literário Luizense
Referências? «Gentílico luizense». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 22 de setembro de 2018 ? a b «PSDB Mulher elege 79 prefeitas e põe mais duas candidatas na disputa do 2º turno». PSDB. 4 de outubro de 2016. Consultado em 9 de janeiro de 2017 ? «O recorte das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias de 2017» (PDF). Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2017. p. 20?34. Consultado em 10 de agosto de 2017 ? «Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista». Consultado em 31 de janeiro de 2011 ? IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? a b «Estimativa populacional 2018 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 12 de setembro de 2018 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? a b c «São Luiz do Paraitinga (SP) é patrimônio cultural brasileiro». Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. 10 de dezembro de 2010. Consultado em 5 de agosto de 2013 ? «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico ? «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ? NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 590.? 'Paraitinga Turismo - aventura & cultural. Disponível em http://www.paraitinga.com.br/slparaitinga/A_Cidade/Historico/88/Hist%C3%B3rico%20da%20Cidade Arquivado em 29 de abril de 2014, no Wayback Machine.. Acesso em 9 de março de 2013.? [1]? [2]? [3]? «Dois anos após enchente, Paraitinga investe em prevenção». Veja São Paulo. 9 de janeiro de 2012. Consultado em 5 de agosto de 2013 ? «Obra de igreja atrasa em São Luiz do Paraitinga e inauguração será em 2014». Portal G1. 30 de julho de 2013. Consultado em 5 de agosto de 2013 ? «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) ? «Telesp vai servir mais 86 cidades do estado». Acervo Folha de São Paulo ? «Nossa História». Telefônica / VIVO ? GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre São Luiz do ParaitingaPágina da prefeitura
São Luiz do Paraitinga no WikiMapia
vde Cidades históricas do Brasil segundo o IPHANRegião Centro-Oeste
Acorizal
Barão de Melgaço
Brasília
Cáceres
Cavalcante
Corumbá de Goiás
Corumbá
Crixás
Cuiabá
Diamantino
Goiás
Jaraguá
Luziânia
Miranda
Niquelândia (Tupiraçaba)
Pilar de Goiás
Pirenópolis
Poconé
Santa Cruz de Goiás
Vila Bela da Santíssima Trindade
Região Nordeste
Acaraú
Alcântara
Andaraí
Aquiraz
Aracati
Aratuípe
Areia
Bom Jesus da Lapa
Brejo da Madre de Deus
Cabo de Santo Agostinho
Cachoeira
Cairu (Morro de São Paulo)
Camamu
Campo Maior
Canavieiras
Caravelas
Caruaru
Feira de Santana
Flores
Fortaleza
Garanhuns
Goiana
Icó
Igarassu
Ilha de Itamaracá
Ilhéus
Ipojuca
Itaparica
Jaboatão dos Guararapes
Jacobina
Jaguaripe
João Pessoa
Juazeiro
Laranjeiras
Lençóis
Maragogipe
Marechal Deodoro
Monte Santo
Moreno
Natal
Nazaré
Nazaré da Mata
Oeiras
Olinda
Parnaíba
Penedo
Pesqueira
Petrolina
Piracuruca
Piranhas
Porto Calvo
Porto de Pedras
Porto Seguro (Arraial d'Ajuda)
Recife
Rio de Contas
Rio Formoso
Russas
Salvador
Santa Cruz Cabrália
Santa Luzia do Norte
Santa Rita
Santo Amaro
Santo Antônio de Jesus
São Cristóvão
São Félix
São Francisco do Conde
São Lourenço da Mata
São Luís
Sirinhaém
Sobral
Tamandaré
Tracunhaém
Triunfo
Valença
Vera Cruz
Vicência
Viçosa do Ceará
Vitória de Santo Antão
Região Norte
Almas
Pontal
Arraias
Barcelos
Belém
Boa Vista
Borba
Bragança
Cametá
Chapada da Natividade
Conceição do Tocantins
Costa Marques
Dianópolis
Itacoatiara
Macapá
Manaus
Monte do Carmo
Natividade
Paranã
Porto Nacional
Rio Branco
Santarém
Tefé
Região Sudeste
Angra dos Reis
Areias
Bananal
Barão de Cocais
Belo Vale
Cabo Frio
Caeté
Campos dos Goytacazes
Cananeia
Cantagalo
Catas Altas
Conceição da Barra
Congonhas
Coronel Xavier Chaves
Cunha
Diamantina
Embu das Artes
Guaratinguetá
Iguape
Ilhabela
Itabirito
Itanhaém
Itu
Jacareí
Jundiaí
Mariana
Mogi das Cruzes
Ouro Preto
Paraty
Petrópolis
Pindamonhangaba
Piranga
Pitangui
Prados
Resende
Resende Costa
Rio de Janeiro
Sabará
Sacramento
Santa Bárbara
Santa Luzia
Santana de Parnaíba
Santos
São Gonçalo do Rio Preto
São João del-Rei
São João Marcos
São José do Barreiro
São Luiz do Paraitinga
São Mateus
São Paulo
São Pedro da Aldeia
São Sebastião
São Vicente
Serro (Milho Verde)
Sorocaba
Taubaté
Teresópolis
Tiradentes
Ubatuba
Valença
Vila Velha
Vitória
Região Sul
Antonina
Castro
Curitiba
Florianópolis
Guaraqueçaba
Laguna
Lapa
Morretes
Paranaguá
Pelotas
Rio Grande
São Borja
São Francisco do Sul
São Miguel das Missões
Temas afins
Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas
Lista do patrimônio histórico no Brasilvde Parque Estadual da Serra do MarNúcleosCaraguatatuba ? Curucutu ? Cunha-Indaiá ? Picinguaba ? Pedro de Toledo ? Pilões ? Santa Virgínia ? São SebastiãoMunicípiosBarra do Piraí ? Bertioga ? Biritiba-Mirim ? Caraguatatuba ? Cubatão ? Cunha ? Iguape ? Itanhaém ? Juquitiba ? Mogi das Cruzes ? Mongaguá ? Natividade da Serra ? Paraibuna ? Pariquera-Açu ? Pedro de Toledo ? Peruíbe ? Praia Grande ? Rio Grande da Serra ? Salesópolis ? Santo André ? Santos ? São Bernardo do Campo ? São Luiz do Paraitinga ? São Paulo ? São Sebastião ? São Vicente ? UbatubaEcossistemasMata Atlântica ? Manguezal ? Praia ? Restinga ? Floresta ombrófila densaRelevoPlanalto Atlântico ? Serra do Mar
Portal de São Paulo
Este artigo sobre municípios do estado de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Posts Relacionados

ORçAMENTO DE PAGINA ELETRONICA EM SãO LUIZ GONZAGA

Encontre orçamento de pagina eletronica em São Luiz Gonzaga na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

ORçAMENTO DE PAGINA ELETRONICA EM SãO LUíS

Encontre orçamento de pagina eletronica em São Luís na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

ORçAMENTO DE PAGINA ELETRONICA EM SãO LUíS DE MONTES BELOS

Encontre orçamento de pagina eletronica em São Luís de Montes Belos na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

ORçAMENTO DE PAGINA ELETRONICA EM SãO LUíS DO CURU

Encontre orçamento de pagina eletronica em São Luís do Curu na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.