desenvolvimento sistema em Santaluz

Encontre desenvolvimento sistema em Santaluz na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Desenvolvimento

Acto ou efeito de desenvolver.
Crescimento.
Ampliação.
Minuciosidade.


Sistema

Conjunto de partes, coordenadas entre si.
Conjunto de partes similares.
Forma de governo ou constituição política ou social de um Estado: _sistema republicano_.
Combinação de partes, por forma que concorram para certo resultado.
Plano.
Modo de coordenar as noções particulares de uma arte, ciência, etc.
Modo, hábito, uso: _o meu sistema de vida_.
Método.
Conjunto de leis ou de princípios, que regulam certa ordem de fenómenos: _o nosso sistema planetário_.
Conjunto de intervalos musicais elementares, compreendidos entre os dois limites sonoros extremos, apreciáveis ao ouvido.


Santaluz

Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde setembro de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.?Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Nota: Para o município piauiense, veja Santa Luz.Município de SantaluzBandeira indisponívelBrasão indisponívelHino
Aniversário18 de julho
Fundação18 de julho de 1935 (83 anos)
Gentílicoluzense
Padroeiro(a)Santa Luzia
CEP48.880-000
Prefeito(a)Quitéria Carneiro Araújo (PSD)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Santaluz na BahiaSantaluz Localização de Santaluz no Brasil
11° 15' 21" S 39° 22' 30" O11° 15' 21" S 39° 22' 30" O
Unidade federativaBahia
MesorregiãoNordeste Baiano IBGE/2008 [1]
MicrorregiãoSerrinha IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofesValente, Queimadas, Cansanção, Conceição do Coité, Retirolândia, Gavião, Nordestina, Capim Grosso, Araci e São José do Jacuípe
Distância até a capital258 km
Características geográficas
Área1 623,447 km² [2]
População38 422 hab. IBGE/2013[3]
Densidade23,67 hab./km²
Altitude370 m
ClimaQuente
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,598 baixo PNUD/2010 [4]
PIBR$ 102 441,181 mil IBGE/2008[5]
PIB per capitaR$ 2 924,47 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeiturawww.santaluz.ba.gov.br
Câmarawww.camarasantaluz.ba.gov.brSantaluz é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2018 é de 37.158 habitantes, possui bastante belezas naturais, pouco exploradas. É reconhecida na região pela produção do Sisal que foi mais intensivamente explorado até os anos 90, e hoje é o maior produtor de pedra da Bahia, bem como jazidas de ouro recém-descobertas, ainda possui uma das maiores reservas de cromo da região Nordeste, muito embora seja pouco explorado.Índice1 História
2 Limites de sta luz2.1 Agricultura
2.2 Pecuária
2.3 Indústria e comércio
2.4 Mineração
2.5 Hotelaria
2.6 Consumo elétrico residencial
3 Boi Velho: Um dos primeiros povoados de Santaluz
4 Povoados de Santaluz
5 ReferênciasHistória[editar | editar código-fonte]
Igreja Matriz Santa Luzia
A sede municipal de Santaluz se originou, no século passado, de uma estação ferroviária da Leste Brasileiro, obra implantada em local onde havia uma aglomeração de casas, dentro da Fazenda Santa Luzia, no município de Queimadas. Com a inauguração e utilização freqüente da estação, formou-se um arraial, sendo edificadas casas residenciais e comerciais. Município criado com a denominação de Santa Luzia e território desmembrado de município de Queimadas por Decreto Estadual de 18 de julho de 1935. Em 1943 o topônimo foi alterado para Santaluz. A sede, criada distrito com a denominação de Santa Luzia em 1918, foi elevada a categoria de cidade por Decreto Estadual de 30 de março de 1938. Hoje conta-se que possui 82 anos de emancipação.Limites de sta luz[editar | editar código-fonte]
Destaca-se também no campo das artes na Literatura de Cordel, Nelci Lima da Cruz, na Literatura Moderna, Guido Guerra, entre outros não citados pelo fato de não haver resgate das culturas marginais. Ainda na produção de artesanatos em barro, sisal, na tradição das manifestações de reizado, piegas, bem como gêneros mais modernos como rock n'roll, possuindo um movimento bastante veemente, como o Movimento Rock Santa Luz, criado há dez anos, comemorado recentemente, mostrando também tradição nesse tipo de cultura alternativa e assim herdado da geração noventista local esse legado, hoje encontra-se expandindo cada vez mais, muito embora as "autoridades culturais" da região não desempenhem seu papel como deveria, deixando essa cultura riquíssima à margem. Santaluz ficou também conhecida por ser a cidade dos antigos coronéis do sertão.Agricultura[editar | editar código-fonte]
Produção expressiva de sisal, milho, feijão, mandioca, goiaba e hortaliças.Pecuária[editar | editar código-fonte]
Destacam-se os rebanhos bovinos de leite e corte, ovinos, caprinos, asininos, muares, galinhas caipira de postura e frango.Indústria e comércio[editar | editar código-fonte]
Conforme registros na JUCEB, o município possui 88 indústrias, 64º lugar na posição geral do estado da Bahia, e 538 estabelecimentos comerciais, 86ª. posição dentre os municípios baianos.
Destaca-se no município poucas lojas de variedades por ser uma cidade pouco conhecida, mas existe comércios de grande porte na região, uns ate que nasceram na cidade.Mineração[editar | editar código-fonte]
No setor de bens minerais, é produtor de cromo, ouro, magnésio, prata e granito azul para a produção de lages, meio fios, paralelepípedos e artesanatos.Hotelaria[editar | editar código-fonte]
A rede hoteleira é composta por alguns hotéis e pousadas,como a pousada SantaLuz e os hotéis Requinte, Santa Luzia e Central, o último sendo o primeiro hotel da cidade.Consumo elétrico residencial[editar | editar código-fonte]
Registro de consumo elétrico residencial (Kwh/hab): 93,62 - 233º. no ranking dos municípios baianos.Boi Velho: Um dos primeiros povoados de Santaluz[editar | editar código-fonte]
Boi Velho é um povoado do município luzense e surgiu quando Santaluz ainda fazia parte do município de Queimadas. Fica localizado a 10 km da sede luzense, as margens da estrada vicinal que liga Santaluz a cidade de Valente. Sua economia baseia-se na agricultura e na pecuária, sendo o sisal sua principal fonte econômica e renda familiar.
Boi Velho é hoje um dos melhores povoados de Santaluz para residir, pois está localizado numa região atendida por empresas de água, energia, internet e pelas principais empresas de telefonia móvel do Brasil (Claro, Tim e Vivo).
O povoado surgiu de uma fazenda chamada Boi Velho. Segundo informações, a fazenda ganhou esse nome pelo fato do fazendeiro ter tido um boi de estimação, que recebia toda atenção do dono. O boi morreu de velho, dando origem ao nome da fazenda Boi Velho.
Com o passar do tempo, famílias começaram a construir casas nas proximidades da fazenda e anos depois tornou-se povoado e ganhou o nome de povoado do Boi Velho.
A organização dos imóveis residenciais do povoado obedece a uma localização que privilegia a proximidade de residências de pessoas da mesma família.
Boi Velho deu origem a um povoado do município de Valente, Boi Novo, que faz limite municipal com ele.Povoados de Santaluz[editar | editar código-fonte]Boi Velho
Pereira
Algodões
Assentamento Rumo a Independência
Sisalândia*
Nova Campina
Barreirinho
Limeira
Sítio Novo I
Sítio Novo II
Alagoinhas, Mucambinho
Escorrega
Formigueiro
Alagadício do Gato
Gravatá de Dentro
Vargem Funda
Junco
Rua da Palha
Rio Verde
Rio do Peixe
Tanque do Simão
Quixaba
Itarerú
Porco
Sítio Maria Vitória
Casas Velhas
Caldeirão
Queimada Redonda
Queimada do Milho
Cadeirãozinho
Boa Esperança
Ferreiro
Várzea da Pedrinha
Quebradas
Tapinha
Tombador
Antônio Conselheiro
Várzea da Pedra (Santaluz)
Lagoa Escura
Miranda
Campo Grande de Cima
Serra Branca
Lagoa das Cabras
Calumbí
Morro Branco
Volta da Serra
Povoado Rose (conhecido Lagoa do Boi)
Novo Horizonte
Arapoá
Anjos
Lagoa Escura
Miranda
Aracati
Areial
Capoeira GrandeReferências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? «Censo Populacional 2013». Censo Populacional 2013. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2017. Consultado em 18 de novembro de 2017 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 7 de agosto de 2013 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Santaluz

Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.vdeMunicípios da Região SisaleiraMais de 50.000 habitantesSerrinha • Conceição do Coité • Tucano • Araci • Monte SantoMais de 20.000 habitantesItiúba • Santaluz • Cansanção • Riachão do Jacuípe • Queimadas • Quijingue • Valente • TeofilândiaMais de 10.000 habitantesPé de Serra • Biritinga • Barrocas • Capela do Alto Alegre • Lamarão • Nordestina • RetirolândiaMenos de 10.000 habitantesCandeal • São Domingos • Nova Fátima • Ichu • GaviãoRegião Sisaleira, Bahia, Brasil