desenvolvimento e hospedagem de site em Ourinhos


Encontre desenvolvimento e hospedagem de site em Ourinhos na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Desenvolvimento

Acto ou efeito de desenvolver.
Crescimento.
Ampliação.
Minuciosidade.


Hospedagem

Acto ou efeito de _hospedar_.
Hospedaria.


Município de Ourinhos
Vários ângulos da cidade de OurinhosBandeiraBrasãoHino
Fundação13 de dezembro de 1918 (100Â anos)
Gentílicoourinhense
LemaTerra populusque aurei"Terra e povo áureos"
Prefeito(a)Lucas Pocay (PSD)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Ourinhos em São PauloOurinhos Localização de Ourinhos no Brasil
22° 58' 44" S 49° 52' 15" O22° 58' 44" S 49° 52' 15" O
Unidade federativaSão Paulo
MesorregiãoAssis IBGE/2013[1]
MicrorregiãoOurinhos IBGE/2013[1]
Municípios limítrofesNorte: São Pedro do Turvo; Sul: Jacarezinho; Leste: Santa Cruz do Rio Pardo e Canitar; Oeste: Salto Grande
Distância até a capital370Â km[2]
Características geográficas
Área296,203 km² (SP: 308º)[3]
População111 813 hab. (SP: 73º) ? estatísticas IBGE/2017[4]
Densidade377,49 hab./km²
Altitude492 m
Climasubtropical Cfa
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,778 alto PNUD/2010[5]
PIBR$ 1Â 760Â 987 mil IBGE/2011[6]
PIB per capitaR$ 16Â 975,17 IBGE/2011[7]
Página oficial
Prefeiturawww.ourinhos.sp.gov.brOurinhos é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo. Localiza-se a oeste da capital do estado, distando desta cerca de 370Â km.[2] Ocupa uma área de 296,203Â km², sendo que 12,4015Â km² estão em perímetro urbano,[8] e sua população foi estimada em 2017 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 111Â 813, sendo então o 73º mais populoso de São Paulo.[4] Está a 994Â km de Brasília, capital federal.
O município foi emancipado de Salto Grande na década de 1910 e seu nome é uma referência ao antigo município de Ourinho, hoje Jacarezinho, no estado do Paraná. Atualmente é formada pela cidade de Ourinhos, sendo a sede seu único distrito, subdividida ainda em cerca de 120 bairros.[9] Também é uma das principais cidades da região e possui como principal atividade econômica o comércio.[10] No setor da agricultura, destaca-se o cultivo da cana-de-açúcar, da soja e do milho.[11]
O município conta ainda com uma importante tradição cultural, que vai desde o seu artesanato até o teatro, a música e o esporte. A cidade se destaca também em seus eventos organizados muitas vezes pela prefeitura de Ourinhos juntamente ou não com empresas locais. Um dos principais é a Feira Agropecuária e Industrial de Ourinhos, que é realizada anualmente no mês de junho e é considerada como um dos maiores eventos do ramo no país.[12].mw-parser-output .toclimit-2 .toclevel-1 ul,.mw-parser-output .toclimit-3 .toclevel-2 ul,.mw-parser-output .toclimit-4 .toclevel-3 ul,.mw-parser-output .toclimit-5 .toclevel-4 ul,.mw-parser-output .toclimit-6 .toclevel-5 ul,.mw-parser-output .toclimit-7 .toclevel-6 ul{display:none}Índice1 História1.1 Antes da emancipação
1.2 Formação administrativa e etimologia
1.3 Depois da emancipação
2 Geografia2.1 Clima
2.2 Ecologia e meio ambiente
3 Demografia3.1 Pobreza e desigualdade
3.2 Religião
4 Política e administração
5 Subdivisões
6 Economia
7 Infraestrutura7.1 Saúde
7.2 Educação
7.3 Criminalidade e segurança pública
7.4 Serviços e comunicações
7.5 Transportes
7.6 Frota (2014) [86]
8 Cultura e lazer8.1 Artes e artesanato
8.2 Eventos
8.3 Esportes
8.4 Feriados
9 Ver também
10 Referências
11 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
Antes da emancipação[editar | editar código-fonte]
Imagem antiga da Rua Paraná.
Até o final do século XIX, a região do atual município de Ourinhos não passava de mata virgem, habitada pelos índios caingangues.[13][14] Nessa época, as monoculturas de café e algodão atingiram os sertões junto ao Rio Paranapanema, acompanhadas do início da imigração italiana, que, rapidamente, povoou a região. Isso levou Jacinto Ferreira e Sá, vindo de Santa Cruz do Rio Pardo, a adquirir, de Escolástica Melchert da Fonseca, uma gigantesca propriedade de terras, tendo loteado a parte central e doado terras para construção de um grupo escolar, sede de administração e um templo metodista.[15]
Em 1906, deu-se o início do povoado com reduzido número de casas. No ano de 1908, foi criado o Posto da Estrada de Ferro, que foi, quatro anos mais tarde, transformado em uma estação ferroviária pertencente à Estrada de Ferro Sorocabana - a parada servia de baldeação aos passageiros que possuíam como destino o patrimônio vizinho de Ourinhos (atual Jacarezinho,
Paraná. Dessa época em diante, a futura cidade teve um desenvolvimento condicionado à exuberância de suas terras e pela sua condição geográfica considerada excelente, já que era uma localidade estratégica do ponto de vista econômico por sua ligação com o norte do Paraná e por estar localizada entre Assis e Avaré, cidades importantes do Vale do Paranapanema.[16] O pequeno povoado torna-se Distrito da Paz subordinado a Salto Grande de Paranapanema, em 1915. Três anos depois foi elevado à categoria de município, em 13 de dezembro de 1918, cuja instalação se deu a 20 de março de 1919.[17]Formação administrativa e etimologia[editar | editar código-fonte]
Igreja Matriz de Ourinhos, por volta de 1940.
Foi elevado a distrito com a denominação de Ourinhos, por Lei Estadual nº 1484, de 13 de dezembro de 1915, pertencendo ao município de Salto Grande. Foi elevado à categoria de município com a denominação de Ourinhos, por Lei 1618, de 13 de dezembro de 1918, desmembrado de Salto Grande. Constituído do Distrito Sede. Sua instalação ocorreu-se no dia 20 de março de 1919. Pelo Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Ourinhos pertencia ao termo judiciário de Salto Grande, da comarca de Salto Grande. No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro daquele ano, passou a constituir o único termo judiciário da comarca de Ourinhos.[9]
A denominação "Ourinhos" sempre prevaleceu mesmo antes de sua emancipação política. Um mapa de 1908 mostra uma cidade com o nome Ourinho (no singular), no Paraná, no lugar da atual Jacarezinho. Na realidade, a Ourinho paranaense foi também Nova Alcântara por escolha do seu fundador, o mineiro Antônio Alcântara da Fonseca, que se fixou naquelas terras em 1888. A lei estadual 352, de 2 de abril de 1900, estabeleceu que Nova Alcântara (ou Ourinho) e o distrito policial de Jacarezinho fossem levados a termo (criação do judiciário) de Jacarezinho, nomeado juiz e adjunto de promotor. A Lei 525, de 9 de março de 1904, criou a comarca de Jacarezinho. Deixava de existir a Ourinho paranaense, ainda que os mapas seguissem por algum tempo a antiga denominação. Os trilhos da Sorocabana oficializaram por sua vez a Ourinhos paulista, que herdou o nome por tradição oral, ou seja, Ourinhos (atual) já era conhecida pelo nome por questões regionais, pois Ourinho, como dito, era muitas vezes referenciada como Nova Alcântara, ocasionando confusão entre os habitantes da época, que muitas vezes se referiam à Ourinhos mesmo antes de se chamar Ourinhos oficialmente, e assim, como várias cidades do Brasil, Ourinhos já era uma cidade mesmo antes de sua emancipação política oficial.[17]Depois da emancipação[editar | editar código-fonte]
Imagem de uma das primeiras publicações do Correio de Ourinhos.
Com a retomada da Estrada de Ferro e do desmatamento, as terras férteis propiciaram o cultivo do café para exportação, dando na época bastante lucro aos proprietários. Ao mesmo tempo, chegavam os comerciantes e profissionais de diversas localidades que ajudaram no crescimento e desenvolvimento do município. Também na mesma época, foram atraídos para Ourinhos os colonos japoneses, italianos e outros, cujo objetivo principal era o cultivo das terras ao longo da Estrada de Ferro. Uma outra construção de estrada de ferro, a Estrada de Ferro São Paulo-Paraná, em 1922, que ligaria os Estados de São Paulo e Paraná tornou Ourinhos um importante entroncamento e pólo econômico.[16]
O desenvolvimento urbano da cidade exigiu uma melhora na infraestrutura urbana de Ourinhos. Na década de 1910 foi publicado o primeiro jornal.[18] A Superintendência de Água e Esgotos de Ourinhos foi criada pela Lei nº 808 de 13 de abril de 1967, na gestão do prefeito Domingos Camerlingo Caló.[19]
Também o crescimento de Ourinhos e cidades próximas, foi criada a Microrregião de Ourinhos, reunindo além do município, outros 18 municípios. São alguns deles: Santa Cruz do Rio Pardo, Piraju, Fartura, Ipaussu, Chavantes, Taguaí, Bernardino de Campos, Manduri, Salto Grande, São Pedro do Turvo, Tejupá e Ribeirão do Sul. Em 2006 sua população foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em cerca de 294Â 902 habitantes em uma área total de 5.568,472Â km². Seu IDH médio era de 0,792 e o PIB per capita médio de R$ 9.501,74 em 2003. Localiza-se na mesorregião de Assis.[20][21]Geografia[editar | editar código-fonte]
Ourinhos está localizada junto à bacia hidrográfica do rio Paraná, em uma altitude média de 492 metros, tendo em seu território várias sub-bacias de pequenos e médios córregos com papéis importantes em sua configuração. Seus principais rios são o Paranapanema, Pardo e Turvo, sendo que todos os três cortam Ourinhos praticamente dentro do perímetro urbano da cidade. Conta com topografia levemente acidentada, sendo predominantemente regular.[22]
Limita-se com os municípios de São Pedro do Turvo, a norte; Jacarezinho, a sul, cidade pertencente a território do estado do Paraná; Santa Cruz do Rio Pardo e Canitar, a leste; e Salto Grande, a oeste.[22] E é cortada no sentido leste-oeste pelo paralelo 49° 52' 15" e em sentido norte-sul pelo meridiano de 22° 58' 44".[22] A área do município é de 296,203 km², representando 0,1193Â % do território paulista, 0,032Â % da área da região Sudeste do Brasil e 0,0035Â % de todo o território brasileiro.[23] A área do perímetro urbano é de 12,4015Â km².[8] Ourinhos também está situada na Mesorregião de Assis e microrregião de mesmo nome, que possuem, respectivamente, áreas de 12.710,210Â km² e 5.568,472Â km².[20][21]Clima[editar | editar código-fonte]
Pôr do sol em Ourinhos.
Ourinhos possui clima tropical chuvoso com inverno seco (tipo Am na classificação climática de Köppen-Geiger),[24] com temperatura média superior a 18Â °C no mês mais frio e precipitação inferior a sessenta milímetros no mês mais seco. Nos meses de verão os sistemas de baixa pressão predominam no continente sul-americano (acontecendo principalmente chuvas convectivas), ajudando a atenuar grandes contrastes térmicos e higrométricos em relação aos dias sem a ocorrência de precipitação.[25] O mês mais quente, fevereiro, têm temperatura média de 25,1Â °C, sendo a média máxima de 30,8Â °C e a mínima de 19,4Â °C. E o mês mais frio, julho, possui média 18,3Â °C, sendo 25,5Â °C e 11,1Â °C a média máxima e mínima, respectivamente. Outono e primavera são estações de transição.[26]
A precipitação média anual é de 1Â 356,8Â mm, sendo agosto o mês mais seco, quando ocorrem apenas 41,2Â mm. Em janeiro, o mês mais chuvoso, a média fica em 198,3Â mm. Nos últimos anos, entretanto, os dias quentes e secos durante o inverno têm sido cada vez mais frequentes não só em Ourinhos, mas também em grande parte do estado de São Paulo, não raro ultrapassando a marca dos 30Â ºC especialmente entre os meses de julho e setembro. Em julho de 2008, por exemplo, a precipitação de chuva de grande parte do estado não passou dos 0Â mm.[27]
Segundo dados do do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a temperatura mínima registrada em Ourinhos foi de -1,8Â ºC, ocorrida no dia 28 de junho de 2011. Já a máxima foi de 41,0Â ºC, observada no dia 11 de novembro de 2003.[28] O maior acumulado de chuva registrado na cidade em 24 horas foi de 110,2Â mm, em 4 de maio de 2009.[29]
Dados climatológicos para Ourinhos
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima média (°C)30,630,830,328,526,425,225,527,628,429,129,829,8 28,5
Temperatura média (°C)24,925,124,522,219,818,518,32021,422,623,524,1 22,1
Temperatura mínima média (°C)19,119,418,615,913,211,711,112,514,516,117,118,4 15,6
Precipitação (mm)198,3176143,373,474,465,651,941,276,3132,7135,1188,5 1Â 356,8
Fonte: Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (CEPAGRI).[26] Ecologia e meio ambiente[editar | editar código-fonte]
Áreas florestadas em meio ao pasto na zona rural.
A vegetação nativa do município pertence ao domínio florestal Atlântico (Mata Atlântica), onde destacam-se diversas espécies da fauna e flora. Segundo estudos realizados, Ourinhos está localizada no país de maior biodiversidade do planeta.[30]
Uma das principais reservas ambientais da cidade é o Parque Ecológico Bióloga Tânia Mara Netto Silva, onde está sendo preservado o último trecho de mata atlântica nativa do município, com cerca de 122 mil m² de animais silvestres e plantas nativas. Também conta com um papel importante no turismo municipal, pois é um local onde são realizadas caminhadas pelas trilhas demarcadas, meditações e prática de diversos esportes.[31]
Também com o objetivo de preservar a fauna e flora local, além de minimizar os problemas da qualidade do ar em vários bairros da cidade, a prefeitura de Ourinhos, juntamente com a sua Secretaria do Meio Ambiente e Agricultura, realiza frequentemente o plantio de mudas de árvores em vários pontos do município. Recentemente, junto com a Distribuidora Petrobras, plantou 30 mudas de espécies diversas espécies nativas, como o ipê, pitanga, guamirim e aroeira salsa, que foram doadas pela secretaria.[32]
Demografia[editar | editar código-fonte]Crescimento populacional
Censo
Pop.%±
1940m?197049Â 221?198059Â 73821,4%199176Â 92328,8%200093Â 86822,0%2010103Â 0359,8%Est. 2013108Â 6745,5%Fonte: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)[4][33]Em 2010, a população do município foi contada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 103Â 026 habitantes.[34] Segundo o censo daquele ano, 49Â 972 habitantes eram homens e 53Â 054 habitantes mulheres. Ainda segundo o mesmo censo, 100Â 368 habitantes viviam na zona urbana e 2Â 658 na zona rural.[34] Já segundo estatísticas divulgadas em 2013, a população municipal era de 108Â 674 habitantes, sendo o 73º mais populoso do estado.[34] Da população total em 2010, 21Â 941 habitantes (21,29%) tinham menos de 15 anos de idade, 71Â 779 habitantes (69,66%) tinham de 15 a 64 anos e 9Â 315 pessoas (9,04%) possuíam mais de 65 anos, sendo que a esperança de vida ao nascer era de 76,5 anos e a taxa de fecundidade total por mulher era de 1,7.[35]
O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de Ourinhos é considerado elevado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), sendo que seu valor é de 0,778 (o 145º maior do Brasil). A cidade possui a maioria dos indicadores próximos à média nacional segundo o PNUD. Considerando-se apenas o índice de educação o valor é de 0,727, o valor do índice de longevidade é de 0,859 e o de renda é de 0,753.[5]Pobreza e desigualdade[editar | editar código-fonte]
Segundo o IBGE, em 2003, o coeficiente de Gini, que mede a desigualdade social era de 0,46, sendo que 1,00 era o pior número e 0,00 era o melhor.[36] A incidência da pobreza, medida pelo IBGE, era de 14,92%, o limite inferior da incidência de pobreza era de 14,56%, o superior era de 14,92% e a incidência da pobreza subjetiva era de 18,12%.[36]
De acordo com dados do IBGE divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento Social, Ourinhos possui 1Â 256 famílias abaixo da linha da pobreza, ou 3Â 768 pessoas (3,65% da população). Em março de 2013, o município tinha 2Â 426 famílias no Programa Bolsa Família. Isso representa 65,89% do total estimado de famílias do município com perfil de renda do programa (cobertura de 65,89%). Dos beneficiários do Bolsa Família, 6Â 986 pessoas viviam em famílias com renda per capita abaixo de R$ 70,00 e estariam em situação de miséria não fossem os benefícios recebidos do programa.[37]Religião[editar | editar código-fonte]
Catedral do Senhor Bom Jesus, sede da Diocese de Ourinhos.
Tal como a variedade cultural em Ourinhos, são diversas as manifestações religiosas presentes na cidade. Embora tenha se desenvolvido sobre uma matriz social eminentemente católica é possível encontrar atualmente na cidade dezenas de denominações protestantes diferentes. Além disso o crescimento dos evangélicos também vem sido notado chegando a quase de 26,00% da população.[38]
A cidade de Ourinhos está localizada no país mais católico do mundo em números absolutos. A Igreja Católica teve seu estatuto jurídico reconhecido pelo governo federal em outubro de 2009,[39] ainda que o Brasil seja atualmente um estado oficialmente laico.[40] A cidade possui os mais diversos credos protestantes ou reformados, como por exemplo a Igreja Evangélica do Evangelho Quadrangular, Assembleia de Deus. De acordo com dados do censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a população de Ourinhos é composta por: Católicos (67,57%), evangélicos (25,56%), pessoas sem religião (3,76%), espíritas (1,02%) e 2,16% estão divididas entre outras religiões.[38]Política e administração[editar | editar código-fonte]
A administração municipal se dá pelo poder executivo e pelo poder legislativo.[41] Atualmente Lucas Pocay Alves da Silva, do Partido Social Democrático (PSD), é o atual prefeito municipal e representante do executivo, vencendo as eleições municipais em 2016 62,34% das intenções de voto.
O poder legislativo é constituído pela câmara, composta por quinze vereadores eleitos para mandatos de quatro anos (em observância ao disposto no artigo 29 da Constituição[42]) e está composta da seguinte forma:[43] duas cadeiras do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), duas cadeiras do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), duas cadeiras do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), duas cadeiras do Partido dos Trabalhadores (PT), uma cadeira do Partido Social Democrata Cristão (PSDC), uma cadeira do Partido Republicano Brasileiro (PRB) e uma do Partido da República (PR).[43] Cabe à casa elaborar e votar leis fundamentais à administração e ao Executivo, especialmente o orçamento participativo (Lei de Diretrizes Orçamentárias).[42]
O município se rege ainda por lei orgânica[44] e é sede da Comarca de Ourinhos.[45] Possuía 76Â 057 eleitores em junho de 2012, o que representava 0,241% do total do estado de São Paulo.[46]Subdivisões[editar | editar código-fonte]
Ourinhos está oficialmente subdividida em apenas um distrito, sendo ele a Sede, instalada em 20 de março de 1919. Esta subdivisão figura desde a emancipação política da cidade. Pelo Decreto-lei Estadual nº 9073, de 31 de março de 1938, o Município de Ourinhos pertencia ao termo judiciário de Salto Grande, da comarca de Salto Grande. No quadro fixado, pelo Decreto Estadual nº 9775, de 30 de novembro do mesmo ano, passou a constituir o único termo judiciário da comarca de Ourinhos.[9]
A cidade também está dividida em cerca de 120 bairros.[47] Um dos principais da cidade é o Jardim América, que recentemente foi beneficiado pela construção da Praça Henrique Fittipaldi, que conta com cerca de 10 mil m² em um local que foi revitalizado e recebeu o plantio de mais de 100 árvores e 25 palmeiras além do plantio de grama e plantas ornamentais.[48]Economia[editar | editar código-fonte]
O Produto Interno Bruto (PIB) de Ourinhos é o maior da Microrregião de Ourinhos e o 308º de todo o país.[10] De acordo com dados do IBGE, relativos a 2011, o PIB do município era de R$ 1Â 760Â 987Â mil. 102Â 147Â mil eram de impostos sobre produtos líquidos de subsídios a preços correntes e o PIB per capita era de R$ 16Â 975,17.[10]Setor primário
Produção de cana-de-açúcar, soja e milho (2007)[11]
ProdutoÁrea colhida (hectares)Produção (tonelada)
Cana-de-açúcar16Â 5001Â 650Â 000
Soja3Â 0009Â 600
Milho1Â 7206Â 180A agricultura é o setor menos relevante da economia de Ourinhos. De todo o PIB da cidade, 42Â 279Â mil reais é o valor adicionado bruto da agropecuária.[10] Segundo o IBGE, em 2008 o município possuía um rebanho de 3905 bovinos, 400 equinos, 1964 suínos, 113 caprinos, 383 bufalinos, sete asinos, 24 muares, 943 ovinos e 1Â 104Â 355 aves, dentre estas 479Â 669 galinhas e 624Â 686 galos, frangos e pintinhos.[49] Em 2007 a cidade produziu 630 mil litros de leite de 1.086 vacas. Foram produzidos 9114 mil dúzias de ovos de galinha e 60 quilos de mel-de-abelha.[49] Na lavoura temporária são produzidos principalmente a cana-de-açúcar (1.650.000 toneladas), a soja (9000 toneladas) e o milho (6180 toneladas).[50] No ano de 2006 existiam 133 estabelecimentos agropecuários que somavam no total 5796 hectares.[51]Setor secundário
A indústria atualmente é o segundo setor mais relevante para a economia ourinhense. 340Â 980 reais do PIB municipal são do valor adicionado bruto da indústria (setor secundário).[10] Grande parte da renda oriunda do setor secundário é original do distrito industrial de Ourinhos. Recentemente a prefeitura, juntamente com as secretarias do Desenvolvimento Urbano e do Desenvolvimento Econômico, fez reformas de infraestrutura no distrito industrial, que está localizado na Vila São Luiz. É composto em geral por micro, pequenas e médias empresas.[52]Setor terciário
1Â 206Â 435 mil reais do PIB municipal são do setor terciário, que em 2011 era a maior fonte geradora do PIB ourinhense.[10] De acordo com o IBGE, a cidade possuía no ano de 2008 3.511 empresas e estabelecimentos comerciais e 41Â 703 trabalhadores, sendo 22Â 985 pessoal ocupado total e 18Â 718 ocupado assalariado. Salários juntamente com outras remunerações somavam 260.212 reais e o salário médio mensal de todo município era de 2,6 salários mínimos.[53] Existem também 13 agências financeiras na cidade.[54] Assim como no resto do país o maior período de vendas no município é o Natal.[55]Infraestrutura[editar | editar código-fonte]
No ano de 2000 Ourinhos tinha 26Â 536 domicílios entre apartamentos, casas, e cômodos. Desse total 18 308 eram imóveis próprios, sendo 14Â 311 próprios já quitados (53,93%), 3 997 em aquisição (15,06%), 4 989 alugados (18,80%); 3 158 imóveis foram cedidos, sendo 1 202 por empregador (4,53%) e 1 956 cedidos de outra maneira (7,37%). 81 foram ocupados de outra forma (0,31%).[56] O município conta com água tratada, energia elétrica, esgoto, limpeza urbana, telefonia fixa e telefonia celular. Em 2000, 96,83% dos domicílios eram atendidos pela rede geral de abastecimento de água;[57] 95,84% das moradias possuíam coleta de lixo[58] e 94,19% das residências possuíam escoadouro sanitário.[59]Saúde[editar | editar código-fonte]
Em 2005 o município possuía 63 estabelecimentos de saúde, sendo 42 deles privados e 21 públicos entre hospitais, pronto-socorros, postos de saúde e serviços odontológicos. Neles a cidade possui 357 leitos para internação, sendo todos privados.[60] Na cidade existem três hospitais gerais, dois privados e um filantrópicos. Ourinhos conta ainda com 311 auxiliares de enfermagem, 187 cirurgiões dentistas, 168 clínicos gerais, 88 cirurgiões dentistas, 71 enfermeiros, e 1012 distribuídos em outras categorias, totalizando 1 837 profissionais de saúde.[61] No ano de 2007 a taxa de natalidade foi de 13,11% e 6,76% é a taxa de bebês que nasceram abaixo do peso. 55,74% dos partos foram casarios e 6,81% foram de mães entre 10 e 18 anos.[62]
Os serviços adstritos à Secretaria Municipal de Saúde são: a Central de Esterilização; o Dispensário Central de Medicamentos; o Dispensário de Medicamentos Excepcionais (Medicamnetos de Alto Custo); o Dispensário de Medicamentos de Saúde Mental e HIV/AIDS; a Farmácia Municipal de Manipulação; e a Descontaminação de Resíduos de Saúde.[62] São os serviços hospitalares conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS) oferecidos no município: a Santa Casa de Misericórdia de Ourinhos e o Hospital de Saúde Mental de Ourinhos.[62] A cidade conta também com quatro ambulâncias municipais, duas ambulâncias - UTI Móvel (privada), duas ambulâncias de transporte - simples (Santa Casa de Misericórdia/Hospital de Saúde Mental) e uma Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo.[62]Educação[editar | editar código-fonte]
Educação de Ourinhos em números[63]
NívelMatrículasDocentesEscolas (total)
Ensino pré-escolar2.61415034
Ensino fundamental14Â 85480335
Ensino médio434732618Ourinhos conta com escolas em todas as regiões do município. Devido à intensa urbanização os poucos habitantes da zona rural têm fácil acesso a escolas em bairros urbanos próximos. A educação nas escolas estaduais tem um nível ligeiramente superior ao das escolas municipais, mas a prefeitura está criando estudos para tornar a educação pública municipal ainda melhor, de modo a conseguir melhores resultados no IDEB.[64] O município em 2008 contava com aproximadamente 21.815 matrículas, 971 docentes e 87 escolas nas redes públicas e particulares.[63]
A prefeitura, juntamente com sua Secretaria de Educação em parceria com diversas entidades públicas e privadas, promove várias atividades e programas para melhorar a qualidade do ensino, como o de Formação de Professores Alfabetizadores (PROFA/CENP); Pró Letramento em Matemática (MEC/UNDIME); Centro de Referência do Ensino Fundamental (CREF)/Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP); Ler e Escrever (CENP); Programa Nacional de Educação Fiscal; Formação Continuada do Expoente (Sistema de Ensino Apostilado); Capacitação para Gestores Escolares à Distância ? PROGESTÃO (UNDIME e CONSED, com cooperação da Fundação Roberto Marinho); Curso de Formação de Gestores e Educadores, Educação Inclusiva: direito à diversidade (MEC/SME de Ourinhos); Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD) em parceria com a Polícia Militar do Estado de São Paulo; Curso de Aperfeiçoamento: Atendimento Educacional Especializado em parceria com o MEC/Universidade Federal do Ceará (UFCe); Programa Escola de Gestores, Programa de Pós-graduação em Gestão Escolar, em parceria com o MEC/Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR) e Capacitação em Robótica Educacional (LEGO Education).[65] Hoje a educação de Ourinhos é considerada como destaque.[65]Criminalidade e segurança pública[editar | editar código-fonte]
Brasão da PMSP.
Como na maioria dos municípios médios e grandes brasileiros, a criminalidade também é um problema em Ourinhos. No ano de 2006 a taxa de homicídios no município foi de 10,1% para cada habitante. O índice de óbitos por arma de fogo, que era de 3,1 em 2002, pulou para 8,1 em 2003, ficando em 16,1 em 2004, sendo de 8,1 em 2005, voltando a cair em 2006. A taxa de óbitos por acidentes de trânsito, que era de 40,0 em 2002, caiu para 16,2 em 2006.[66] Em 2009 foram registrados na cidade dois homicídios, 357 furtos, 51 roubos, 16 furtos de veículos e um roubo de veículos.[67]
A queda de homicídios por causas relacionadas à violência urbana se deve às medidas tomadas pela Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMSP), como as reformas de iluminação pública realizadas em praças da cidade, reduzindo a presença de marginais que utilizam esses ambientes para praticar crimes e fazer uso de entorpecentes. Também foram instaladas 16 câmeras de segurança no centro comercial de Ourinhos.[68] Segundo pesquisa divulgada pela Secretaria Estadual de Segurança Pública, Ourinhos possui o segundo menor índice de roubos do estado de São Paulo em cidades com mais de 100 habitantes, sendo um dos nove municípios com índice zero de homicídios entre jovens de 12 a 19 anos.[69]Serviços e comunicações[editar | editar código-fonte]
O serviço de coleta de esgoto e de abastecimento de água de toda a cidade é feito pela Superintendência de Água e Esgoto de Ourinhos (Sae-Ourinhos). Grande parte da água consumida no município é oriunda do Rio Pardo e de pequenos reservatórios subterrâneos e mananciais.[70] 100% da cidade é atendido pela rede de distribuição de energia elétrica, sendo que o abastecimento é feito pela Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL), com sede em Campinas.[71]
Ainda há serviços de internet discada e banda larga (ADSL) sendo oferecidos por diversos provedores de acesso gratuitos e pagos. Na telefonia fixa a cidade era atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[72], que construiu a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[73], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[74] para suas operações. O serviço telefônico móvel, por telefone celular, é oferecido por diversas operadoras. Existe ainda acesso 3G, oferecido ao município desde 2009.[75] O código de área (DDD) de Ourinhos é 014[76] e o Código de Endereçamento Postal (CEP) da cidade vai de 19900-000 a 19919-999.[77] No dia 1º de setembro de 2008 o município passou a ser servido pela portabilidade, juntamente com outras cidades de São Paulo (códigos 14 e 17), Espírito Santo (27), Minas Gerais (37), Paraná (43), Goiás (62), Mato Grosso do Sul (67) e Piauí (86).[78]
O município também conta com jornais em circulação. São os principais o Jornal de Ourinhos, Jornal da Divisa e Jornal Diário de Ourinhos. Também existem rádios, sendo algumas delas a Rádio de Ourinhos, Divisa FM 93.3, Itaipu FM 92.5,[79] a Rádio Clube de Ourinhos e Rádio Sentinela de Ourinhos.[80]Transportes[editar | editar código-fonte]
Rua Antônio Carlos Mori, no centro: importante logradouro municipal.
Estação ferroviária de Ourinhos, da Estrada de Ferro Sorocabana, desativada desde 1999.[81]
Ourinhos é servida em seu território pela América Latina Logística (ALL), em um antigo trecho que pertencia à já extinta Estrada de Ferro Sorocabana, possuindo a Estação Ferroviária de Ourinhos, que foi inaugurada no final do ano de 1908. Entretanto a ferrovia e a estação deixaram de receber trens de passageiros dia 16 de janeiro de 1999, permanecendo ativas apenas para passeios turísticos em uma locomotiva a vapor entre Rubião Júnior (distrito de Botucatu) e Presidente Epitácio.[81] O município possui fácil acesso à SP-270 - Rodovia Raposo Tavares - ligando a Itaí e divisa com Mato Grosso do Sul; SP-278 - Rodovia Estadual Mello Peixoto - ligando Ourinhos a cidades próximas; SP-327 - Rodovia Orlando Quagliato - ligando a cidade a Santa Cruz do Rio Pardo; BR-153 - Rodovia Transbrasiliana - que liga o município a várias cidades do país (rodovia que começa em Aceguá, Rio Grande do Sul, e termina em Marabá, Pará). Além disso, tem acesso às rodovias de importância estadual e até nacional através de rodovias vicinais pavimentadas e com pista dupla. A cidade conta também com o Aeroporto Estadual de Ourinhos (IATA: OUS, ICAO: SDOU), que possui capacidade para cerca de 3000 passageiros.[82]
A frota municipal no ano de 2009 era de 45.298 veículos, sendo 25.490 automóveis, 1.943 caminhões, 434 caminhões trator, 2.980 caminhonete, 107 micro-ônibus, 11.141 motocicletas, 2.820 motonetas, 373 ônibus e dez tratores de roda.[83] Entre 2001 e 2010 foi registrado um crescimento de 78,5% no número de veículos, cujo desenvolvimento foi classificado como preocupante pela coordenadoria municipal de Trânsito de Transporte. As avenidas duplicadas e pavimentadas e diversos semáforos facilitam o trânsito da cidade, mas o crescimento no número de veículos nos últimos dez anos está gerando um tráfego cada vez mais lento de carros, principalmente na Sede do município. Além disso, tem se tornado difícil encontrar vagas para estacionar no centro comercial da cidade, o que vem gerando alguns prejuízos ao comércio.[84]
Atualmente o transporte público de Ourinhos é feito pela Auto Viação Ourinhos Assis (Avoa), cuja empresa é a responsável pelo serviço desde o ano de 1978. Estão disponíveis 22 linhas urbanas, sendo que o valor da tarifa cobrada pela empresa é R$ 2,50, existindo também desconto para estudantes e pessoas entre 60 e 65 anos.[85]Frota (2014) [86][editar | editar código-fonte]
Automóveis: 34.639
Caminhões: 2.216
Caminhões-trator: 610
Caminhonetes: 4.497
Caminhonetas: 1.876
Micro-ônibus: 163
Motocicletas: 15.310
Motonetas: 4.537
Ônibus: 630
Tratores: 14
Utilitários: 219
Cultura e lazer[editar | editar código-fonte]
Artes e artesanato[editar | editar código-fonte]
Na área das artes cênicas da cidade, destacam-se diversas construções dedicadas à cultura municipal, como o Teatro Municipal Miguel Cury, o Museu Municipal Histórico e Pedagógico, o Núcleo de Arte Popular e o Ponto de Cultura 'Para Ler o Mundo', pertencente à Biblioteca Municipal Tristão de Athayde.[87] Anualmente é realizada a Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas, que propõe atividades em que a literatura e o teatro se complementem. Foi realizado por 12 anos, de 1991 a 2003, mas a proposta do evento foi retomada em 2009.[88]
O artesanato é uma das formas mais espontâneas da expressão cultural ourinhense. Em várias partes do município, é possível encontrar uma produção artesanal diferenciada, feita com matérias-primas regionais e criada de acordo com a cultura e o modo de vida local. Esta diversidade torna o artesanato ourinhense rico e criativo. A Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades (SUTACO) reúne diversos artesãos da região, disponibilizando espaço para confecção, exposição e venda dos produtos artesanais. São produzidos especialmente colchas e caminhos de mesa de crochê, flores produzidas com folha de milho seca, peças produzidas com teares, dentre outras. Normalmente essas peças são vendidas em feiras, exposições ou lojas de artesanato.[89]Eventos[editar | editar código-fonte]
Para estimular o desenvolvimento socioeconômico local, a prefeitura de Ourinhos, juntamente ou não com empresas locais, investe no segmento de festas e eventos. Essas festas, muitas vezes atraem pessoas de outras cidades, exigindo uma melhor infraestrutura no município e estimulando a profissionalização do setor, o que é benéfico não só aos turistas, mas também a toda população da cidade. As atividades ocorrem durante o ano inteiro.[12]
A Feira Agropecuária e Industrial de Ourinhos é um dos principais eventos que ocorrem no município. Realizada desde o ano de 1967 entre os meses de maio ou junho atrai visitantes da região. Também é conhecida por ser uma das maiores feiras do país, com entrada franca. Atualmente sedia-se no Recinto Olavo Ferreira de Sá. Em anos mais recentes, cada feira recebeu uma média de 260 expositores da área do comércio e indústria e 350 da pecuária, sendo que este último conta com a participação de mais de 1600 animais. Nos onze dias de programação, os shows artísticos, que podem ser assistidos gratuitamente, atraem milhares de pessoas ao parque.[12]
Outro importante evento é o festival de música que ocorre anualmente na cidade durante o mês de julho e já é consagrado por contar com a participação de músicos de todo o país, alavancando o nome da cidade em âmbito nacional e internacional também. O evento se dá em caráter de oficinas, que ministradas por músicos de renome, contribuem para o desenvolvimento da cultura na cidade, músicos como Toninho Horta, Nélson Ayres, entre outros, já participaram do evento como músicos convidados ou professores das respectivas oficinas.[90]Esportes[editar | editar código-fonte]
Assim como na maioria das cidades do país o esporte mais conhecido e praticado no município é o futebol. O esporte é praticado na cidade desde 1908, no início da construção da pequena estação ferroviária em terras de dona Escolástica, quando os trabalhadores, em suas horas de folga, praticavam ou jogavam partidas de futebol na área que hoje é conhecida como Praça Melo Peixoto. No dia 5 de junho de 1919 um grupo de moradores fundou o Clube Atlético Ourinhense. No dia 27 de junho de 1920 a classe dos trabalhadores fundou o já extinto Esporte Clube Operário. Com a instalação da Prefeitura, os seus funcionários também fundaram outro clube de futebol, o Municipal A.C. Outro clube também surgiu na década de 1920, o Aurora F.C., com seu campo localizado em meio aos cafezais da então fazenda dos Sá. Em 1932 o Aurora deixou de existir e o seu campo seria adquirido pelo Operário que também mantinha já nessa época um centro recreativo.[91]
Ourinhos também se destaca nacionalmente no basquete feminino, tendo uma das melhores equipes do mundo. O início deu-se em 1995, com apoio da prefeitura municipal. Posteriormente, o time recebeu incentivo e patrocínio de empresas privadas locais e de outros colaboradores. De 1995 até agosto de 2009, o time sagrou-se pentacampeão nacional (2004, 2005, 2006, 2007 e 2008), hexacampeão paulista (2000, 2002, 2004, 2005, 2006 e 2007) e campeão sul-americano de clubes (2008) na modalidade, dentre outros títulos. O município é conhecido como "A Capital Nacional do Basquete Feminino" e base da seleção de basquete.[92]Feriados[editar | editar código-fonte]
Em Ourinhos há dois feriados municipais, oito feriados nacionais e três pontos facultativos. Os feriados municipais são: o dia do padroeiro Senhor Bom Jesus, em 6 de agosto; e o dia do aniversário da cidade, em 13 de dezembro.[93] De acordo com a lei federal nº 9.093 de 12 de setembro de 1995, os municípios podem ter no máximo quatro feriados municipais, já incluída a Sexta-Feira Santa.[94][95]Ver também[editar | editar código-fonte]Diocese de Ourinhos
Programa Acessa São Paulo
Faculdades Integradas de Ourinhos
Meios de Comunicação em Ourinhos
Paulistas de Ourinhos
Interior de São Paulo
Microrregião de Ourinhos
Mesorregião de Assis
São Paulo
Lista de municípios de São Paulo
Lista de municípios do BrasilReferências? a b Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais (19 de julho de 2013). «Divisão Territorial do Brasil». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 4 de dezembro de 2013 ? a b Em Sampa (2011). «Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista». Consultado em 9 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2014 ? Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2014 ? a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2017). «Estimativas da população residente nos municípios brasileiros com data em 1º de julho de 2017» (PDF). Consultado em 9 de setembro de 2017. Cópia arquivada em 9 de setembro de 2017 ? a b Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking IDH-M Municípios 2010». Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 9 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2014 ? Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2011). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2011 » PIB a preços correntes » Comparação entre os Municípios: São Paulo». Consultado em 9 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2014 ? Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2011). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2011 » PIB per capita a preços correntes » Comparação entre os Municípios: São Paulo». Consultado em 9 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2014 ? a b Embrapa Monitoramento por Satélite. «São Paulo». Consultado em 24 de novembro de 2010 ? a b c Cidades@ - IBGE. «Histórico» (PDF). Consultado em 21 de novembro de 2010 ? a b c d e f Cidades@ - IBGE (2011). «Produto Interno Bruto dos Municípios». Consultado em 13 de fevereiro de 2014 ? a b Cidades@ - IBGE (2007). «Produção Agrícola Municipal - Cereais, Leguminosas e Oleaginosas». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? a b c Prefeitura (15 de abril de 2010). «44ª FAPI - FEIRA AGROPECUÁRIA E INDUSTRIAL DE OURINHOS - De 03 a 13 de junho». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? «Título ainda não informado (favor adicionar)». www.portalkaingang.org ? «Título ainda não informado (favor adicionar)». pib.socioambiental.org ? CityBrazil. «História da Cidade». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? a b Câmara Municipal. «História de Ourinhos». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? a b Prefeitura. «História». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? Memórias Ourinhenses (16 de novembro de 2009). «"O Correio de Ourinhos"». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? mórias Ourinhenses (7 de novembro de 2010). «A Sae». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? a b Sites do Brasil. «Mesorregião de São Paulo: Ourinhos». Consultado em 24 de novembro de 2010 ? a b Sites do Brasil. «Mesorregião de São Paulo: Assis». Consultado em 24 de novembro de 2010 ? a b c Gerência de Geoprocessamento de Ourinhos. «Bem vindo aos mapas de Ourinhos». Consultado em 24 de novembro de 2010 ? Confederação Nacional dos Municípios (CNM). «Dados Gerais». Consultado em 24 de novembro de 2010 ? Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). «Classificação Climática de Köppen do Estado de São Paulo». Consultado em 24 de novembro de 2010 ? Débora Moreira de Souza, Jonas Teixeira Nery (2009). «Clima Urbano em Ourinhos» (PDF). Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP). Consultado em 26 de novembro de 2010 ? a b «Clima dos Municípios Paulistas - Ourinhos». Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (CEPAGRI). Consultado em 24 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 14 de fevereiro de 2014 ? INPE/CPTEC (2010). «Precipitação acumulada em julho de 2008 (Presidente Prudente - BRA)». BDC (Bancos de dados climatológicos). Consultado em 24 de novembro de 2010 ? Ciiagro. «Dados Temperatura e Chuva». Consultado em 11 de maio de 2012 ? Sistema de Monitoramento Agrometeorológico (Agritempo). «Dados Meteorológicos - São Paulo». Consultado em 13 de novembro de 2011 ? Construir Notícias. «Brasil, o país de maior biodiversidade do mundo». Consultado em 24 de novembro de 2010 ? Guia da Cidade de Ourinhos - SP. «Cidades». Consultado em 24 de novembro de 2010 ? Prefeitura (11 de novembro de 2010). «Secretaria do Meio Ambiente e Agricultura faz nova ação de plantio de mudas de árvore». Consultado em 24 de novembro de 2010 ? Sistema IBGE de Recuperação de Dados Automática (SIDRA) (2010). «Tabela 200 - População residente por sexo, situação e grupos de idade - Amostra - Características Gerais da População». Consultado em 9 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2014 ? a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). «Censo 2010 - São Paulo» (PDF). Consultado em 9 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2014 ? Atlas do Desenvolvimento Humano (2013). «Perfil - Ourinhos, SP». Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 9 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 9 de fevereiro de 2014 ? a b IBGE. «Indicadores sociais dos municípios brasileiros». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? «Título ainda não informado (favor adicionar)». aplicacoes.mds.gov.br ? a b «Religião». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Cristiane Agostine (8 de outubro de 2009). «Senado aprova acordo com o Vaticano». O Globo. Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Fernando Fonseca de Queiroz (Outubro de 2005). «Brasil: Estado laico e a inconstitucionalidade da existência de símbolos religiosos em prédios públicos». Jus Navigandi. Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Flávio Henrique M. Lima (9 de fevereiro de 2006). «O Poder Público Municipal à frente da obrigação constitucional de criação do sistema de controle interno». JusVi. Consultado em 21 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 6 de maio de 2012 ? a b DJI. «Constituição Federal - CF - 1988». Consultado em 21 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 6 de maio de 2012 ? a b Eleições 2012 (7 de outubro de 2012). «Candidatos a Vereador Ourinhos/SP». Consultado em 13 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2014 ? Câmara Municipal. «Lei Orgânica do Município de Ourinhos». Consultado em 13 de fevereiro de 2014. Cópia arquivada em 13 de fevereiro de 2014 ? JusBrasil. «Comarca de OURINHOS 2a Vara Criminal». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Tribunal Superior Eleitoral (TSE) (12 de abril de 2013). «Consulta Quantitativo». Consultado em 13 de fevereiro de 2014 ? GrandeBrasil.com. «Ourinhos». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Prefeitura (1 de junho de 2010). «Praça Henrique Fittipaldi, inaugurada no Jd. América, beneficiará mais de 3 mil pessoas». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? a b Cidades@ - IBGE (2008). «Pecuária 2008». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2008). «Lavoura Temporária 2009». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2006). «Censo Agropecuário 2006». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Prefeitura (26 de junho de 2009). «Iniciadas obras do Distrito Industrial de Micro e Pequenas Empresas». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2008). «Estatísticas do Cadastro Central de Empresas». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2009). «Instituições Financeiras 2009». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Portal Ourinhos.NET (5 de novembro de 2009). «ACE recebe certificado para campanha de Natal». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Confederação Nacional de Municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Domicílios Particulares Permanentes e Moradores». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Confederação Nacional de Municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Abastecimento de Água». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Confederação Nacional de Municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Destino do Lixo». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Confederação Nacional de Municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Esgotamento Sanitário». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2009). «Serviços de Saúde 2009». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? DATASUS. «Caderno de Informações de Saúde - Informações Gerais» (xls). Consultado em 21 de outubro de 2010 ? a b c d Prefeitura. «Dados Gerais». Consultado em 21 de novembro de 2010 ? a b Cidades@ - IBGE (2009). «Ensino, matrículas, docentes e rede escolar 2009». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Governo Federal. «Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) - Resultados e Metas». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? a b Portal Ourinhos.NET (20 de maio de 2009). «Educação de Ourinhos ganha destaque em revista especializada». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Ritla (2008). «Base de dados dos municípios» (xls). Mapa da Violência dos Municípios Brasileiros-2008. Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Jacarezinho (28 de abril de 2010). «Índices criminais crescem no primeiro trimestre em Ourinhos». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Ace Ourinhos (18 de março de 2010). «Nova Mello Peixoto: Segurança deve ser prioridade no projeto». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Jacarezinho (10 de fevereiro de 2010). «Ourinhos tem 2º menor índice de roubos do Estado de São Paulo». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Superitendência de Água e Esgoto de Ourinhos. «História». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Diário de Ourinhos (8 de julho de 2009). «CPFL Atende inaugura moderno call center em Ourinhos». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) ? «Nossa História». Telefônica / VIVO ? GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 ? Portal Ourinhos.NET (18 de maio de 2009). «Brasil pode receber computador-celular no 2º semestre». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Guiatel. «São Paulo». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Correios. «CEP de cidades brasileiras». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Leonardo Goy (29 de agosto de 2008). «Portabilidade terá taxa de R$ 4 por cliente, diz Anatel». O Estado de S. Paulo. Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Nossa São Paulo. «Informações adicionais». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? Rádios. «Relação de rádios AM do Brasil». Consultado em 22 de novembro de 2010 ? a b Estações Ferroviárias do Brasil (23 de julho de 2010). «Histórico da linha». Consultado em 23 de novembro de 2010 ? Emsampa. «Aeroporto de Ourinhos». Consultado em 23 de novembro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2009). «Frota 2009». Consultado em 23 de novembro de 2010 ? TaNaCidade.com (3 de março de 2010). «Em nove anos, frota de veículos cresceu 78,5% em Ourinhos SP». Consultado em 23 de novembro de 2010 ? Uol. «Em Ourinhos, Avoa admite queda e culpa mototáxi». Consultado em 23 de novembro de 2010 ? «Ourinhos - Frota 2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 30 de dezembro de 2015 ? Curta Ourinhos. «Equipamentos da Cultura». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? Prefeitura (22 de setembro de 2010). «Mostra Sérgio Nunes de Artes Cênicas marca volta de festival de teatro». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades (SUTACO) (2006). «Sutaco diploma artesãos em Ourinhos». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? Festival de Música de Ourinhos. «Festival de Música de Ourinhos - 10 anos de Sucesso!». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? Carlos Lopes Bahia (19 de novembro de 2007). «1908 - 1941 - O futebol em Ourinhos». Memórias Ourinhenses. Consultado em 25 de novembro de 2010 ? PBF. «Painel do Basquete Feminino (PBF)». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? Portal Ourinhos.NET (1 de dezembro de 2009). «Excesso de feriados em 2009 preocupa comércio». Consultado em 25 de novembro de 2010 ? Sérgio Ferreira Pantaleão. «Carnaval - é ou não feriado? folga automática pode gerar alteração contratual». Guia Trabalhista. Consultado em 25 de novembro de 2010 ? Presidência da República. «Lei Nº 9.093, de 12 de setembro de 1995». Consultado em 25 de novembro de 2010Â
Ligações externas[editar | editar código-fonte]Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Definições no Wikcionário
Textos originais no Wikisource
Imagens e media no Commons
Categoria no Commons
Commons
Commons
Wikisource
WikcionárioPrefeitura de Ourinhos (em português)
Câmara Municipal de Ourinhos (em português)
Mapas
Ourinhos no WikiMapia (em português)
Ourinhos no Google Maps (em português)
vde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [1] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)
vde São Paulo Portal ? Geografia, Política, Cultura, EsportesCapitalSão PauloRegiões MetropolitanasComplexo Metropolitano Expandido ? Baixada Santista ? Campinas ? Ribeirão Preto ? São Paulo ? Sorocaba ? Vale do ParaíbaRegiões AdministrativasAraçatuba ? Barretos ? Bauru ? Campinas ? Central ? Franca ? Itapeva ? Marília ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Santos ? São Paulo ? São José do Rio Preto ? São José dos Campos ? SorocabaRegiões de GovernoAdamantina ? Andradina ? Araçatuba ? Araraquara ? Assis ? Avaré ? Barretos ? Bauru ? Botucatu ? Bragança Paulista ? Campinas ? Caraguatatuba ? Catanduva ? Cruzeiro ? Dracena ? Fernandópolis ? Franca ? Guaratinguetá ? Itapetininga ? Itapeva ? Jales ? Jaú ? Jundiaí ? Limeira ? Lins ? Marília ? Ourinhos ? Piracicaba ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Rio Claro ? Santos ? São Carlos ? São João da Boa Vista ? São Joaquim da Barra ? São José do Rio Preto ? São José dos Campos ? Sorocaba ? Taubaté ? Tupã ? VotuporangaRegiões geográficas intermediáriasAraçatuba ? Araraquara ? Bauru ? Campinas ? Marília ? Presidente Prudente ? Ribeirão Preto ? São José dos Campos ? São José do Rio Preto ? São Paulo ? SorocabaRegiões geográficas imediatasAdamantina-Lucélia ? Amparo ? Andradina ? Araçatuba ? Araraquara ? Araras ? Assis ? Avaré ? Barretos ? Bauru ? Birigui-Penápolis ? Botucatu ? Bragança Paulista ? Campinas ? Caraguatatuba-Ubatuba-São Sebastião ? Catanduva ? Cruzeiro ? Dracena ? Fernandópolis ? Franca ? Guaratinguetá ? Itapetininga ? Itapeva ? Ituverava ? Jales ? Jaú ? Jundiaí ? Limeira ? Lins ? Marília ? Mogi Guaçu ? Ourinhos ? Piracicaba ? Piraju ? Presidente Epitácio-Presidente Venceslau ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Rio Claro ? Santa Fé do Sul ? São José do Rio Pardo-Mococa ? Santos ? São Carlos ? São João da Boa Vista ? São Joaquim da Barra-Orlândia ? São José dos Campos ? São José do Rio Preto ? São Paulo ? Sorocaba ? Tatuí ? Taubaté-Pindamonhangaba ? Tupã ? VotuporangaMais de 1 000 000 habitantesSão Paulo ? Guarulhos ? CampinasMais de 500 000 habitantesSão Bernardo do Campo ? Santo André ? Osasco ? São José dos Campos ? Ribeirão Preto ? SorocabaMais de 200 000 habitantesMauá ? São José do Rio Preto ? Santos ? Mogi das Cruzes ? Diadema ? Jundiaí ? Carapicuíba ? Piracicaba ? Bauru ? São Vicente ? Itaquaquecetuba ? Franca ? Guarujá ? Taubaté ? Praia Grande ? Limeira ? Suzano ? Taboão da Serra ? Sumaré ? Barueri ? Embu das Artes ? São Carlos ? Indaiatuba ? Cotia ? Marília ? Americana ? Araraquara ? Jacareí ? Itapevi ? Presidente Prudente ? Hortolândia ? Rio ClaroMais de 100 000 habitantesAraçatuba ? Santa Bárbara d'Oeste ? Ferraz de Vasconcelos ? Francisco Morato ? Itapecerica da Serra ? Itu ? Bragança Paulista ? Pindamonhangaba ? São Caetano do Sul ? Itapetininga ? Mogi Guaçu ? Franco da Rocha ? Jaú ? Botucatu ? Atibaia ? Araras ? Santana de Parnaíba ? Cubatão ? Valinhos ? Sertãozinho ? Ribeirão Pires ? Jandira ? Catanduva ? Barretos ? Guaratinguetá ? Birigui ? Votorantim ? Tatuí ? Várzea Paulista ? Salto ? Caraguatatuba ? Itatiba ? Poá ? Ourinhos ? Assis ? Leme ? PaulíniaSudeste, Brasil
vde Dados Estatísticos de São PauloPopulação
2018
2010
2007
2000
1996
1991
1985
1980
1978
1970
1966
1960
1958
1950
1946
1940
1937
1934
1929
1925
1920
1916
1910
1900
1890
1886
1872
Área e divisão territorial
Após 2016
2013?2015
1997?2012
1993?1996
1980?1992
1965?1979
1960?1964
1954?1959
1949?1953
1945?1948
1939?1944
1937?1938
1930?1933
1929
1920?1921
1911
1901
Processos de emancipação
Após 1996
1987?1995
1971?1985
1963
1958
1953
1948
Outros critérios
Altitude
PIB
IDH-M
Índice FIRJAN
Códigos de área (DDD)
Relacionados
Lista de municípios de São Paulo
Lista de distritos de São Paulovde Telecomunicações em São PauloEmpresaspaulistas
CETERP
COTESP
CTB
CTBC-Borda do Campo
TELESP
Telesp Celular
Código de área(DDD) 11
Alumínio
Araçariguama
Arujá
Atibaia
Barueri
Biritiba Mirim
Bom Jesus dos Perdões
Bragança Paulista
Cabreúva
Caieiras
Cajamar
Campo Limpo Paulista
Carapicuíba
Cotia
Diadema
Embu das Artes
Embu-Guaçu
Ferraz de Vasconcelos
Francisco Morato
Franco da Rocha
Guararema
Guarulhos
Igaratá
Itapecerica da Serra
Itapevi
Itaquaquecetuba
Itatiba
Itu
Itupeva
Jandira
Jarinu
Joanópolis
Jundiaí
Juquitiba
Mairinque
Mairiporã
Mauá
Mogi das Cruzes
Morungaba
Nazaré Paulista
Osasco
Pedra Bela
Pinhalzinho
Piracaia
Pirapora do Bom Jesus
Poá
Ribeirão Pires
Rio Grande da Serra
Salesópolis
Salto
Santa Isabel
Santana de Parnaíba
Santo André
São Bernardo do Campo
São Caetano do Sul
São Paulo
São Roque
Suzano
Taboão da Serra
Tuiuti
Vargem
Vargem Grande Paulista
Várzea Paulista
Código de área(DDD) 12
Aparecida
Arapeí
Areias
Bananal
Caçapava
Cachoeira Paulista
Campos do Jordão
Canas
Caraguatatuba
Cruzeiro
Cunha
Guaratinguetá
Ilhabela
Jacareí
Jambeiro
Lagoinha
Lavrinhas
Lorena
Monteiro Lobato
Natividade da Serra
Paraibuna
Pindamonhangaba
Piquete
Potim
Queluz
Redenção da Serra
Roseira
Santa Branca
Santo Antônio do Pinhal
São Bento do Sapucaí
São José do Barreiro
São José dos Campos
São Luís do Paraitinga
São Sebastião
Silveiras
Taubaté
Tremembé
Ubatuba
Código de área(DDD) 13
Bertioga
Cajati
Cananeia
Cubatão
Eldorado
Guarujá
Iguape
Ilha Comprida
Itanhaém
Itariri
Jacupiranga
Juquiá
Miracatu
Mongaguá
Pariquera-Açu
Pedro de Toledo
Peruíbe
Praia Grande
Registro
Santos
São Vicente
Sete Barras
Vicente de Carvalho
Código de área(DDD) 14
Águas de Santa Bárbara
Agudos
Álvaro de Carvalho
Alvinlândia
Anhembi
Arandu
Arco-Íris
Arealva
Areiópolis
Avaí
Avaré
Balbinos
Bariri
Barra Bonita
Bastos
Bauru
Bernardino de Campos
Bocaina
Bofete
Boraceia
Borebi
Botucatu
Brotas
Cabrália Paulista
Cafelândia
Campos Novos Paulista
Canitar
Cerqueira César
Chavantes
Conchas
Coronel Macedo
Dois Córregos
Duartina
Espírito Santo do Turvo
Fartura
Fernão
Gália
Garça
Getulina
Guaiçara
Guaimbê
Guarantã
Herculândia
Iacanga
Iacri
Iaras
Ibirarema
Igaraçu do Tietê
Ipaussu
Itaí
Itapuí
Itatinga
Jaú
Julio Mesquita
Lençóis Paulista
Lins
Lucianópolis
Lupércio
Macatuba
Manduri
Marília
Mineiros do Tietê
Ocauçu
Óleo
Oriente
Oscar Bressane
Ourinhos
Paranapanema
Pardinho
Paulistânia
Pederneiras
Piraju
Pirajuí
Piratininga
Pompeia
Pongaí
Pratânia
Presidente Alves
Promissão
Queiroz
Quintana
Reginópolis
Ribeirão do Sul
Sabino
Salto Grande
Santa Cruz do Rio Pardo
São Manuel
São Pedro do Turvo
Sarutaiá
Taguaí
Taquarituba
Tejupá
Timburi
Torrinha
Tupã
Ubirajara
Uru
Vera Cruz
Código de área(DDD) 15
Alambari
Angatuba
Apiaí
Araçoiaba da Serra
Barão de Antonina
Barra do Chapéu
Barra do Turvo
Boituva
Bom Sucesso de Itararé
Buri
Campina do Monte Alegre
Capão Bonito
Capela do Alto
Cerquilho
Cesário Lange
Guapiara
Guareí
Ibiúna
Iperó
Iporanga
Itaberá
Itaoca
Itapetininga
Itapeva
Itapirapuã Paulista
Itaporanga
Itararé
Jumirim
Laranjal Paulista
Nova Campina
Piedade
Pilar do Sul
Porangaba
Porto Feliz
Quadra
Ribeira
Ribeirão Branco
Ribeirão Grande
Riversul
Salto de Pirapora
São Miguel Arcanjo
Sarapuí
Sorocaba
Tapiraí
Taquarivaí
Tatuí
Tietê
Torre de Pedra
Votorantim
Código de área(DDD) 16
Altinópolis
Américo Brasiliense
Aramina
Araraquara
Barrinha
Batatais
Boa Esperança do Sul
Borborema
Brodowski
Buritizal
Cajuru
Cândido Rodrigues
Cássia dos Coqueiros
Cravinhos
Cristais Paulista
Dobrada
Dourado
Dumont
Fernando Prestes
Franca
Guará
Guariba
Guatapará
Ibaté
Ibitinga
Igarapava
Ipuã
Itápolis
Itirapuã
Ituverava
Jaboticabal
Jardinópolis
Jeriquara
Luiz Antônio
Matão
Miguelópolis
Monte Alto
Morro Agudo
Motuca
Nova Europa
Nuporanga
Orlândia
Patrocínio Paulista
Pedregulho
Pitangueiras
Pontal
Pradópolis
Ribeirão Bonito
Ribeirão Corrente
Ribeirão Preto
Rifaina
Rincão
Sales Oliveira
Santa Cruz da Esperança
Santa Ernestina
Santa Lúcia
Santa Rosa do Viterbo
Santo Antônio da Alegria
São Carlos
São Joaquim da Barra
São José da Bela Vista
São Simão
Serra Azul
Serrana
Sertãozinho
Tabatinga
Taiaçu
Taiuva
Taquaral
Taquaritinga
Trabiju
Vista Alegre do Alto
Código de área(DDD) 17
Adolfo
Altair
Álvares Florence
Américo de Campos
Aparecida d'Oeste
Ariranha
Aspásia
Auriflama
Bady Bassitt
Bálsamo
Barretos
Bebedouro
Cajobi
Cardoso
Catanduva
Catiguá
Cedral
Colina
Colômbia
Cosmorama
Dirce Reis
Dolcinópolis
Elisiário
Embaúba
Estrela d'Oeste
Fernandópolis
Floreal
Gastão Vidigal
General Salgado
Guaíra
Guapiaçu
Guaraci
Guarani d'Oeste
Guzolândia
Ibirá
Icém
Indiaporã
Ipiguá
Irapuã
Itajobi
Jaborandi
Jaci
Jales
José Bonifácio
Macaubal
Macedônia
Magda
Marapoama
Marinópolis
Mendonça
Meridiano
Mesópolis
Mira Estrela
Mirassol
Mirassolândia
Monções
Monte Aprazível
Monte Azul Paulista
Neves Paulista
Nhandeara
Nipoã
Nova Aliança
Nova Canaã Paulista
Nova Castilho
Nova Granada
Nova Luzitânia
Novais
Novo Horizonte
Olímpia
Onda Verde
Orindiúva
Ouroeste
Palestina
Palmares Paulista
Palmeira d'Oeste
Paulo de Faria
Pedranópolis
Pindorama
Pirangi
Poloni
Pontalinda
Pontes Gestal
Populina
Potirendaba
Riolândia
Rubineia
Sales
Santa Adélia
Santa Albertina
Santa Clara d'Oeste
Santa Fé do Sul
Santa Rita d'Oeste
Santa Salete
Santana da Ponte Pensa
São Francisco
São João das Duas Pontes
São João de Iracema
São José do Rio Preto
Sebastianópolis do Sul
Severinia
Tabapuã
Tanabi
Terra Roxa
Três Fronteiras
Turmalina
Ubarana
Uchoa
União Paulista
Urânia
Urupês
Valentim Gentil
Viradouro
Vitória Brasil
Votuporanga
Código de área(DDD) 18
Adamantina
Alfredo Marcondes
Alto Alegre
Álvares Machado
Andradina
Anhumas
Araçatuba
Assis
Avanhandava
Barbosa
Bento de Abreu
Bilac
Birigui
Borá
Braúna
Brejo Alegre
Buritama
Caiabu
Caiuá
Cândido Mota
Castilho
Clementina
Coroados
Cruzália
Dracena
Echaporã
Emilianópolis
Estrela do Norte
Euclides da Cunha Paulista
Flora Rica
Flórida Paulista
Florínea
Gabriel Monteiro
Glicério
Guaraçaí
Guararapes
Iepê
Ilha Solteira
Indiana
Inúbia Paulista
Irapuru
Itapura
João Ramalho
Junqueirópolis
Lavínia
Lourdes
Lucélia
Luziânia
Lutécia
Marabá Paulista
Maracaí
Mariápolis
Martinópolis
Mirandópolis
Mirante do Paranapanema
Monte Castelo
Murutinga do Sul
Nantes
Narandiba
Nova Guataporanga
Nova Independência
Osvaldo Cruz
Ouro Verde
Pacaembu
Palmital
Panorama
Paraguaçu Paulista
Parapuã
Pauliceia
Pedrinhas Paulista
Penápolis
Pereira Barreto
Piacatu
Piquerobi
Pirapozinho
Planalto
Platina
Pracinha
Presidente Bernardes
Presidente Epitácio
Presidente Prudente
Presidente Venceslau
Quatá
Rancharia
Regente Feijó
Ribeirão dos Índios
Rinópolis
Rosana
Rubiácea
Sagres
Salmourão
Sandovalina
Santa Mercedes
Santo Anastácio
Santo Antônio do Aracanguá
Santo Expedito
Santópolis do Aguapeí
São João do Pau-d'Alho
Sud Mennucci
Suzanápolis
Taciba
Tarabai
Tarumã
Teodoro Sampaio
Tupi Paulista
Turiúba
Valparaíso
Zacarias
Código de área(DDD) 19
Aguaí
Águas da Prata
Águas de Lindoia
Águas de São Pedro
Americana
Amparo
Analândia
Araras
Artur Nogueira
Caconde
Campinas
Capivari
Casa Branca
Charqueada
Conchal
Cordeirópolis
Corumbataí
Cosmópolis
Descalvado
Divinolândia
Elias Fausto
Engenheiro Coelho
Espírito Santo do Pinhal
Estiva Gerbi
Holambra
Hortolândia
Indaiatuba
Ipeúna
Iracemápolis
Itapira
Itirapina
Itobi
Jaguariúna
Leme
Limeira
Lindoia
Louveira
Mococa
Mogi Guaçu
Mogi Mirim
Mombuca
Monte Alegre do Sul
Monte Mor
Nova Odessa
Paulínia
Pedreira
Piracicaba
Pirassununga
Porto Ferreira
Rafard
Rio Claro
Rio das Pedras
Saltinho
Santa Bárbara d'Oeste
Santa Cruz da Conceição
Santa Cruz das Palmeiras
Santa Gertrudes
Santa Maria da Serra
Santa Rita do Passa Quatro
Santo Antônio de Posse
Santo Antônio do Jardim
São João da Boa Vista
São José do Rio Pardo
São Pedro
São Sebastião da Grama
Serra Negra
Socorro
Sumaré
Tambaú
Tapiratiba
Valinhos
Vargem Grande do Sul
Vinhedo
Relacionados
Códigos de área (DDD) de todos os municípios paulistas Portal do Brasil Portal de São Paulo

POSTAGENS RELACIONADOS


DESENVOLVIMENTO E HOSPEDAGEM DE SITE EM OURIZONA


desenvolvimento e hospedagem de site em Ourizona

Encontre desenvolvimento e hospedagem de site em Ourizona na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO E HOSPEDAGEM DE SITE EM OURO


desenvolvimento e hospedagem de site em Ouro

Encontre desenvolvimento e hospedagem de site em Ouro na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO E HOSPEDAGEM DE SITE EM OURO BRANCO


desenvolvimento e hospedagem de site em Ouro Branco

Encontre desenvolvimento e hospedagem de site em Ouro Branco na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO E HOSPEDAGEM DE SITE EM OURO FINO


desenvolvimento e hospedagem de site em Ouro Fino

Encontre desenvolvimento e hospedagem de site em Ouro Fino na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO