desenvolvimento de site campinas em Poços de Caldas


Encontre desenvolvimento de site campinas em Poços de Caldas na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Desenvolvimento

Acto ou efeito de desenvolver.
Crescimento.
Ampliação.
Minuciosidade.


Município de Poços de Caldas
"Poços""Cidade das Rosas"
Poços de Caldas em 2009BandeiraBrasãoHino
Fundação6 de novembro de 1872
Gentílicopoços-caldense
LemaSalus et vita"Saúde e vida"
Padroeiro(a)Nossa Senhora da Saúde
CEP37700-000 a 37719-999[1]
Prefeito(a)Sergio Antônio Carvalho de Azevedo (PSDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Poços de Caldas em Minas GeraisPoços de Caldas Localização de Poços de Caldas no Brasil
21° 47' 16" S 46° 33' 39" O21° 47' 16" S 46° 33' 39" O
Unidade federativaMinas Gerais
MesorregiãoSul/Sudoeste de Minas IBGE/2008[2]
MicrorregiãoPoços de Caldas IBGE/2008[2]
Municípios limítrofesÁguas da Prata; Andradas; Bandeira do Sul; Botelhos; Caconde; Caldas; Campestre; Divinolândia e São Sebastião da Grama
Distância até a capital461Â km
Características geográficas
Área547,059 km² [3]
Distritosnão possui [4]
População166 085 hab. (MG: 15º) ? Est. IBGE/2017[5]
Densidade303,6 hab./km²
Altitude1196 m
Climatropical de altitude Cwb
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,779 (MG: 6º) ? alto PNUD/2010[6]
PIBR$ 6Â 503Â 681,84 mil IBGE/2015[7]
PIB per capitaR$ 39Â 734,85 IBGE/2015[7]
Página oficial
Prefeiturawww.pocosdecaldas.mg.gov.br
Câmarawww.pocosdecaldas.mg.leg.brPoços de Caldas é um município brasileiro do estado de Minas Gerais, no sudeste do país. Está localizado na mesorregião do Sul e Sudoeste de Minas. Segundo estimativa do IBGE para 1º de julho de 2017, é o 15º município mais populoso do estado com 166Â 085 habitantes.[5]Índice1 História
2 Bandeira
3 Geografia
4 Transportes4.1 Principais vias de ligação urbana
4.2 Vias de ligação urbana secundárias
4.3 Vias de acesso
4.4 Aéreo
4.5 Rodovias
4.6 Ferrovias
4.7 Ônibus
5 Clima
6 Relevo
7 Bairros
8 Religião
9 Economia
10 Segurança
11 Educação11.1 Universidades
11.2 Centros tecnológicos
11.3 Ensino Inicial
11.4 Ensino Fundamental
11.5 Ensino Médio
11.6 Educação Especial
12 Saúde
13 Turismo e Cultura13.1 Atrativos turísticos e fotos do município
14 Esportes14.1 Futebol
15 Cidades-irmãs
16 Personalidades
17 Ver também
18 Referências
19 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
A história de Poços de Caldas começou a ser escrita a partir da descoberta de suas primeiras fontes e nascentes, no século XVII, encontradas às bordas uma caldeira vulcânica há 90 Ma.[8] As águas raras e com poderes de cura foram responsáveis pela prosperidade do município desde os seus primórdios, dando inicialmente o nome para a região de Santa Rita das Águas Milagrosas dos Poços de Caldas, quando as terras começaram a ser ocupadas por ex-garimpeiros, desiludidos com o declínio da atividade aurífera na região das minas. Eles passaram a se dedicar sobretudo à criação de gado, sendo obrigados a percorrer longas distâncias em busca de pasto para os animais.
Mas a região onde hoje se situa Poços de Caldas já tinha proprietário. Pertencia, desde 1818, ao capitão José Bernardes Junqueira, e logo após a sua morte, passou a pertencer ao seu sobrinho, Pedro Junqueira. Por isso, quando o Senador Joaquim Floriano Godoy declarou de utilidade pública os terrenos junto aos poços de água sulfurosa, determinou também a desapropriação do local. Um expediente que acabou se mostrando desnecessário, porque o próprio capitão se encarregou de doar 96 hectares de suas terras para a fundação do município. O ato foi assinado no dia 6 de novembro de 1872, data em que se comemora o aniversário de Poços de Caldas.
Desde 1886, funcionava no município um balneário utilizado para tratamento de doenças cutâneas. O estabelecimento servia de águas sulfurosas que eram captadas pela Fonte Pedro Botelho, no local onde está o parque infantil Darcy Vargas. Ali, a água sulfurosa subia até os depósitos por pressão natural. O balneário tinha um chalé que foi feito para receber o imperador Dom Pedro II e um hotel denominado "Hotel da Empreza", foram construídos pelo engenheiro alemão Carlos Alberto Maywald e o arquiteto italiano Giovanni Battista Pansini, autores também de várias construções no município. Em 1889 o chalé foi usado como consultório médico de Pedro Sanches. Este balneário não existe mais, pois foi demolido no final da anos 20, quando foi construído o conjunto arquitetônico de Eduardo Pederneiras, composto pelo Thermas Antônio Carlos, o Palace Cassino e o Palace Hotel, os quais são os mais belos prédios do município até hoje. Poços de Caldas em 1886.[9]
Dom Pedro II na Cascatinha em Poços de Caldas em 1886.
Poços recebeu seu primeiro visitante ilustre, o Imperador Dom Pedro II, em outubro de 1886. Ele esteve na "freguesia", acompanhado da imperatriz dona Teresa Cristina, para a inauguração do Ramal da Estrada de Ferro Mogiana. Três anos depois o município foi desmembrado do distrito de Caldas e elevado à categoria de vila e município. Seu nome tem relação com a história da Família Real Portuguesa. Na época em que foram descobertos os poços de água térmica e sulfurosa, o município de Caldas da Rainha, em Portugal, já era uma importante terma utilizada para tratamentos e muito frequentada pela família real. Caldas da Rainha (assim chamada em homenagem à Rainha D. Leonor, esposa de D. João II de Portugal) possui o mais antigo hospital termal em funcionamento no mundo (Hospital Termal Rainha D. Leonor), desde o século XV. [10]. Como as fontes eram poços utilizados por animais, veio o nome Poços de Caldas.
A prosperidade e o luxo tiveram seu grande momento em Poços de Caldas enquanto o jogo esteve liberado no Brasil. Pelos salões do Palace Casino e do Palace Hotel desfilava a nata da aristocracia brasileira e até de outros países. O presidente Getúlio Vargas tinha uma suíte especial no hotel, com a mesma decoração da que ele usava no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, então capital do país. O quarto ainda hoje preserva os móveis e o estilo da época. Mas uma das maiores atrações do hotel continua sendo sua piscina térmica, construída num suntuoso salão sustentado por colunas de mármore de carrara. Rui Barbosa em Poços de Caldas.
Dentre os artistas que passaram pelo Palace Casino naquela época áurea incluem-se Sílvio Caldas, Carmem Miranda, Orlando Silva e Carlos Galhardo. Estiveram também em Poços de Caldas personagens ilustres como Rui Barbosa, Santos Dumont, o poeta Olavo Bilac e o romancista João do Rio. Entre os políticos, o interventor de Minas Gerais durante o Estado Novo, Benedito Valadares, e o presidente Juscelino Kubitschek, entre outros, foram também presenças constantes.
A proibição do jogo, em 1946, e a invenção do antibiótico tiveram forte impacto para o turismo no município. O termalismo deixou de ser a maneira mais eficaz de tratar as doenças para as quais era indicado. E os cassinos foram fechados. A economia de Poços sofreu um grande abalo, mas logo encontrou uma alternativa ao entrar no "ciclo da lua-de-mel", quando tornou-se elegante passar as núpcias no município e o turismo conseguiu fôlego para sobreviver. Depois deste período, o perfil do turista que visita Poços mudou. A classe média e grandes grupos passaram a frequentar as termas, a visitar as fontes e outros pontos de atração do município, antes restritos à elite.
Em 2006, o município realizou investimentos para aumentar o fluxo de turistas, explorando outros belos atrativos de que dispõe, para pessoas de todas as idades e gostos, como o turismo ecológico, cultural, de aventura e esportes radicais.Bandeira[editar | editar código-fonte]
A bandeira municipal de Poços de Caldas foi criada por José Raphael Santos Netto,[11] que também é o autor do hino oficial do município e idealizador do Cristo Redentor da cidade. A bandeira tem a forma retangular, oitavada de verde, com retângulo branco central, onde é aplicado o Brasão de Armas do município e de onde partem oito faixas iguais nas cores branco, amarelo e azul que servem de separação das oitavas dispostas duas a duas no sentido horizontal, vertical, em banda e em barra.
O brasão ao centro representa o Governo Municipal, cuja influência e poder são irradiados a todos os quadrantes do território municipal, simbolizados pelas faixas que partem o retângulo central; as oitavas, assim constituídas representam as propriedades rurais existentes nesse território. A grande incidência da agricultura no município é retratada pela cor verde da bandeira.[carece de fontes?]Geografia[editar | editar código-fonte]
Poços de caldas se localiza na região de uma caldeira vulcânica extinta há mais de 90 milhões de anos.
Sua população em julho de 2017 foi estimada em 166Â 085 habitantes. O município fica situado em uma região vulcânica já extinta, no sopé da Serra de São Domingos.
Os municípios limítrofes são os mineiros Botelhos e Bandeira do Sul a nordeste, Campestre a leste, Caldas a sudeste e Andradas a sul e os paulistas Águas da Prata a sudoeste, São Sebastião da Grama e Divinolândia a oeste e Caconde a norte.
O município localiza-se numa área de transição entre dois biomas: o Cerrado e a Mata Atlântica, entretanto, predomina o bioma Mata Atlântica.[carece de fontes?]Transportes[editar | editar código-fonte]
Principais vias de ligação urbana[editar | editar código-fonte]
Rua Assis Figueiredo, artéria comercial da cidade.
Avenida João Pinheiro - principal via de ligação do Centro da cidade com a Zona Oeste e com o Estado de São Paulo e seus municípios, dentre os quais São Paulo, Campinas, Ribeirão Preto e São Carlos (ambos num raio de 200Â km da cidade).
Avenida Presidente Wenceslau Braz - principal via de ligação do Centro da cidade com a Zona Leste e cidades vizinhas, com Bandeira do Sul, Caldas e Botelhos, além de ligar a rodovias que dão acesso à Capital e ao Rio de Janeiro.
Avenida Alcoa - principal via de ligação do Centro da cidade com a Zona Sul e a cidade de Andradas. Também dá acesso ao Estado de São Paulo.
Vias de ligação urbana secundárias[editar | editar código-fonte]
Avenida Champagnat - paralela com a João Pinheiro liga o Centro a alguns bairros da Zona Oeste e com a saída para SP.
Avenida Coronel Virgílio Silva - paralela com a Wenceslau Braz liga o Centro a boa parte dos bairros da Zona Leste e com a saída para Belo Horizonte e Rio de Janeiro.
Vias de acesso[editar | editar código-fonte]
Aéreo[editar | editar código-fonte]
Poços possui um aeroporto inaugurado em 1937, o Aeroporto Embaixador Walther Moreira Salles (código IATA: POO; código ICAO: SBPC), é um aeroporto regional e atende o sul de minas e leste paulista. Administrado pela prefeitura e serviço de auxilio à navegação aérea realizado pela INFRAERO (Grupo de Navegação Aérea-GNAPC).
O governador de Minas Gerais liberou R$ 15 milhões para a reforma que inclui aumento da pista para 2.200 metros de extensão, construção de nova estação de embarque/desembarque ao lado da existente, sendo instalados modernos acessórios, tais como raio-X e esteiras de bagagem. Ainda, o aeroporto contará com uma brigada de incêndio e todos os equipamentos de segurança de voo, pouso e decolagem através de instrumentos de última geração.
Em negociações já adiantadas a empresa aérea Azul deverá operar no município. Porém, os turistas ainda não contam com a benesse. Após duas décadas sem voos comerciais, em 2017 voltou a ter voos para Varginha, Pouso Alegre e Belo Horizonte.[12]Rodovias[editar | editar código-fonte]
Terminal Rodoviário.
As rodovias que dão acesso ou cortam o município sãoBR-459 - Acesso de Poços de Caldas ao Vale do Paraíba, passando por cidades como Pouso Alegre, Itajubá e Lorena até o entroncamento com a Rodovia Presidente Dutra
BR-267 - Acesso de Poços de Caldas a cidades como Machado, Alfenas e Varginha. Principal ligação com Belo Horizonte
BR-146 - Liga Poços de Caldas a Andradas, Muzambinho, Guaxupé entre outras
SP-342 - Ligação direta com Campinas, São Paulo, Ribeirão Preto e São Carlos
LMG-877 - Rodovia do Contorno, com cerca de 30Â km de extensão atravessa a cidade de leste a oeste sem passar pelo Centro
LMG-880 - Liga Poços de Caldas a Palmeiral (distrito de Botelhos), Divisa Nova, até sair em Alfenas
Ferrovias[editar | editar código-fonte]
A antiga estação ferroviária deixou de funcionar em 1998. Hoje a cidade tem apenas uma ferrovia para trens cargueiros, que fazem o transporte de bauxita de alumínio entre os estados de MG e SP. Está em planejamento o retorno do trem turístico entre a cidade de Poços de Caldas e Águas da Prata.[13]Ônibus[editar | editar código-fonte]
A cidade tem 54 linhas de ônibus urbanos, que abrangem todo o município.
Possui linhas inter-municipais que ligam a cidade a São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Brasília, Campinas, Ribeirão Preto, São Carlos, São José do Rio Preto, Juiz de Fora, entre outras, além das cidades vizinhas. A linha Poços-São Paulo (com escala em Campinas) operada pela Viação Cometa, tem ônibus saindo das duas cidades de hora em hora em dias úteis e meia em meia hora aos fins de semana e feriados. As empresas principais que operam linhas rodoviárias em Poços são: Viação Cometa, Rápido Luxo Campinas, Rápido D'Oeste, Gardênia, Viação Santa Cruz e Gontijo.Clima[editar | editar código-fonte]
Pórtico de Poços de Caldas sob neblina.
Duas estações climáticas típicas são mais sentidas ou definidas: o inverno de abril a setembro, com temperaturas mais baixas e menores índices pluviométricos (temperatura média de 15Â °C e total de 315mm de chuvas) e o verão de Outubro a Março com temperaturas mais elevadas e maiores precipitações (temperatura média de 21Â °C e total de 1430mm de chuvas). A média pluviométrica anual é de 1745mm e a temperatura média é de 17,6Â °C. As temperaturas mínima e máxima absolutas registradas foram de -7.2Â °C e de 35Â °C, respectivamente.
A umidade relativa média é de 79%, e o número de dias de chuva de aproximadamente 190. Ocasionalmente ocorrem geadas, principalmente durante os meses de Maio, Junho e Julho.
Os ventos se apresentam como moderados, na direção Nordeste e com velocidade de 10 a 15Â km/h. Com a entrada de frentes frias no Planalto a direção dos ventos pode se inverter passando a Sudoeste-Oeste. Chuvas de granizo não são muito comuns na cidade. Uma das mais recentes ocorreu em 27 de dezembro de 2012.[14]Relevo[editar | editar código-fonte]
O município situa-se num planalto elíptico, com área aproximada de 750Â km², altitude média de 1300 m e campos suavemente ondulados. É rodeado de montanhas com altitudes entre 1600 m e 1800 m.
Os solos têm características geológicas diversas. São formados por extensa intrusão de rochas alcalinas (sienitos nefelínicos), circundados por formações arqueanas. Em geral são argilosos, com pequenas ocorrências de arenito e a presença de jazidas de bauxita e argila refratárias. Há grandes reservas de minérios ferrosos, não ferrosos e radioativos.
A morfologia poços-caldense mostra a seguinte conformação topográfica: relevo plano 7%, ondulado 57% e montanhoso 36%.
É limitado ao Norte pela Serra de São Domingos, ao Sul pela Serra do Gavião e a do Caracol, pela face Oeste a Serra de Poços de Caldas é limitante e a Leste, a Serra do Selado e o Serrote do Maranhão.Bairros[editar | editar código-fonte]

Alto da Boa Vista
Aparecida
Augusto de Almeida
Bela Vista
Bem Bastos
Bianucci
Boa Esperança
Bortolan
Caio Junqueira
Campo das Antas
Campo das Aroeiras
Campo da Mogiana
Campo do Retirinho
Campos Elíseos
Cascatinha
Castanheiras
Centro
Chácara Alvorada
Chácara dos Cravos
Chácara Panorama
Chácara Poços de Caldas
Chácara Praia do Sol
Chácara São Francisco
Conjunto Habitacional Eng. Pedro Afonso Junqueira
Colinas
Colinas do Sul
Country Club
Dom Bosco I, II, III
Estância Poços de Caldas
Estância São José
Funcionários
Gama Cruz
Gato Preto
Jardim Aeroporto
Jardim América
Jardim Bandeirantes
Jardim Centenário
Jardim Brasil
Jardim do Contorno
Jardim Country Club I, II, III
Jardim Daniele
Jardim das Acácias
Jardim das Azáleas
Jardim das Amaryllis
Jardim das Hortências
Jardim dos Manacás
Jardim Del Rey
Jardim dos Estados
Jardim Doutor Ottoni
Jardim Esmeralda
Jardim Doutor Ottoni
Jardim Esperança
Jardim Elvira Dias
Jardim Europa
Jardim Filipino
Jardim Formosa
Jardim Ipê
Jardim Itamaraty I, II, III, IV e V
Jardim Kennedy I e II
Jardim Ottoni
Jardim Ginásio
Jardim Novo Mundo
Jardim Paraíso
Jardim Philadélphia
Jardim Planalto
Jardim Quisisana
Jardim Regina
Jardim São Bento
Jardim Santa Lúcia
Jardim Santa Rita
Jardim Santa Margarida
Jardim São Paulo
Jardim Vitória
João Pinheiro
Joias do Vale do Sol
José Carlos
Marçal Santos
Marco Divisório
Maria Imaculada
Monte Almo
Monte Verde
Morada das Flores
Morada dos Pássaros
Nossa Senhora da Saúde
Nova Aparecida
Nova Aurora
Parque das Nações
Parque San Carlo
Parque Manoel Marques
Parque Pinheiros
Parque Primavera
Parque Véu das Noivas
Parque Vivaldi Leite Ribeiro
Ponte Preta
Ponte Coberta
Recanto dos Lagos
Residencial Campo da Cachoeira
Residencial Green Ville
Residencial Mantiqueira
Residencial Monte Verde
Residencial Morumbi
Residencial Paineiras
Residencial Pitangueiras
Residencial Santa Clara
Residencial São Bernardo
Residencial Torre
Santa Ângela
Santa Augusta
Santa Emília
Santa Helena
Santa Lúcia
Santa Maria
Santa Rosália
Santana
Santana do Pedregal
Santo André
São Benedito
São Domingos
São Geraldo
São João
São Jorge
São José
Serras Azuis
São Sebastião
Vale das Antas
Vila Ana Pereira
Vila Bela
Vila Cruz
Vila Fátima
Vila Iguatimara
Vila Flora
Vila Líder
Vila Lusa
Vila Guaporé
Vila Matilde
Vila Menezes
Vila Miglioranzi
Vila Nova
Vila Olímpica
Vila Rica
Vila Rabelo
Vila Togni
Vila Verde
Village São LuísReligião[editar | editar código-fonte]
Basílica N.Sª da Saúde construída entre 1937 a 1954.
A religiosidade em Poços de Caldas é bastante diversificada, sendo que o maior número são Católicos, seguidos de Evangélicos, Testemunhas de Jeová, Espíritas, Umbandistas, Budistas e Muçulmanos.Igreja Católica: Pertencente a diocese de Guaxupé, diocese sufragânea da Arquidiocese de Pouso Alegre.
Assembleia de Deus: Com mais de 3000 membros tem 18 congregações espalhadas pela cidade.
Congregação Cristã no Brasil: Sede regional, chegou em Poços de Caldas em 1942 por João Ferreira Gonçalves, foi a primeira cidade do estado a ter a entidade oficializada, cerca de 9.000 membros e 30 templos.
Igreja do Metodista: Desde 1906 uma das mais antigas do Brasil e de Poços de Caldas, com mais de 1200 membros, possui uma obra evangelística e de ação social para com a sociedade Poços Caldense.
Igreja do Evangelho Quadrangular: Hoje com mais de 16 igrejas espalhadas na cidade, possui uma ampla abrangência evangelística, Possui mais de 2000 fieis.
Igreja Presbiteriana Independente de Poços de Caldas: Atualmente com 3 igrejas localizadas em Poços, é uma igreja que tem suas raízes na Reforma Protestante do século XVI com orientação calvinista.
Igreja Universal do Reino de Deus: Catedral Fé, sede regional.
Espíritas: Existem na cidade inúmeras entidades de apoio espiritual e assistencial.
Testemunhas de Jeová: Em Poços de Caldas geralmente são realizados os congressos regionais da religião, no ginásio Dr. Arthur de Mendonça Chaves. Em Poços, são cerca de 1.000 membros.
Adeptos do Islamismo: Recentemente, tem se notado bastante a presença de seguidores do islamismo na cidade. Mesmo sendo um percentual baixo de adeptos, já é oficialmente relatada a integração social de muçulmanos no município, mesmo sendo de maioria cristã.
Economia[editar | editar código-fonte]
Até a década de cinquenta, a principal fonte de receita do município era o turismo. As primeiras indústrias de porte instalaram-se nos anos 70, explorando as grandes jazidas de
bauxita. Vieram a Alcominas, produzindo lingotes de alumínio, a Fertilizantes Mitsui, a Celanese do Brasil, de fibras químicas para têxteis e a Termocanadá que produzia cabos elétricos de cobre e alumínio. Mais tarde, Alcominas e Termocanadá passam ao controle da Alcoa, constituindo a Alcoa Alumínio SA e a Alcoa Divisão de Cabos e Condutores.
Ainda nos anos 70, a Laticínios Poços de Caldas iniciou sua produção de iogurtes com a tecnologia da Francesa Danone. Até esta época, a agroindústria voltada basicamente para o mercado regional era a principal atividade do município. A Laticínios de Poços de Caldas ampliou também suas instalações. A produção de São Paulo foi toda transferida para a fábrica local.
A instalação em Poços de Caldas de uma indústria que utilize quantidade significativa de fundidos de alumínio é altamente estratégica. A economia de energia seria significativa. Esta indústria poderá adquirir da Alcoa o Alumínio Líquido, primário, processo que ela já adota na fabricação de condutores.
A Alcoa é hoje a maior empresa de Poços de Caldas. Suas atividades: pesquisa de recursos de subsolos, extração de bauxita e outros minerais, transformação de bauxita em óxido de alumínio e lingotes de alumínio e produção de condutores elétricos.
A Celanese, que passou a chamar-se Celbras, foi incorporada pelo Grupo Sinasa. Em 1995, associa-se à Rhodia, dando origem à Rhodia Sther, primeira indústria a fabricar resina na América Latina, hoje adquirida pelo grupo italiano M&G. A atividade industrial representa hoje cerca de 57,26% da arrecadação municipal, contra 18% do setor primário e 18% do terciário. O parque industrial instalado no município conta ainda com as indústrias Lorenzetti S/A, Ferrero do Brasil, Companhia Brasileira de Alumínio (CBA), Yoorin /Estação Bauxita (da Mineração Curimbaba), Mineração Curimbaba, Togni S/A Materiais Refratários, entre outras.
Hoje, cerca de 97% das empresas do município são de pequeno porte (até 29 funcionários). Entretanto, 27% dos empregos estão concentrados em 14 empresas de grande porte (+ de 250 funcionários) que representam apenas 0,3% do total.Segurança[editar | editar código-fonte]
Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2018). Ajude a inserir referências.O conteúdo não verificável pode ser removido.?Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)18ª Região da Polícia Militar
18º Departamento de Polícia Civil
29ª Batalhão da Polícia Militar
1ª Delegacia Regional de Segurança Publica
18ª Cia PM Ind MAT (Meio Ambiente e Trânsito rodoviário)
18ª Cia PM Ind PE (Policiamento Especializado)
129ª Cia PM/TM
162ª Cia PM
242ª Cia PM
244ª Cia PM (Ensino e Treinamento)
13ª Delegacia de Serviço Militar
18ª Região da Secretaria de Administração Prisional
Tiro de Guerra 04-021
Delegacia de Policia Rodoviaria Federal
1ª Cia Ind. Bombeiros Militar
6º COB ( Comando Operacional de Bombeiros)
Guarda Municipal
Defesa Civil
Educação[editar | editar código-fonte]
O índice de alfabetização é de 94.8%
Segundo pesquisa realizada pela Câmara Mineira do Livro (CML) entre 2013 e 2014 e publicada no livro "O livro em Minas Gerais - uma pesquisa por regiões sobre o comportamento do leitor: o que se lê, o que se produz", junto à população de Belo Horizonte e de mais oito municípios-polo de Minas, Poços de Caldas era o terceiro município com o maior número de pessoas que afirmaram gostar muito de ler: 57,47% dos entrevistados (atrás de Belo Horizonte com 63,14% e de Juiz de Fora com 58,59%). Moradores do município liam 4,34 livros (sendo as médias do Brasil - 1,85 livros e de Minas - 1,62 livros) e ou partes de obras a cada três meses e mais de 10% gostavam de ler em bibliotecas. Foram considerados leitores não somente de livros impressos, mas de jornais, revistas, bíblia, textos escolares, textos na internet etc. Os bons resultados de Poços de Caldas se justificaram pelo fato do município ter bom nível de escolaridade em todas as faixas escolares, e ter cerca de 30% de pessoas com nível superior.[15]Universidades[editar | editar código-fonte]
PúblicasInstituto Federal do Sul de Minas - IFSULDEMINAS
Universidade do Estado de Minas Gerais - UEMG, por meio da Autarquia Municipal de Ensino de Poços de Caldas
Universidade Federal de Alfenas - UNIFAL-MG
PrivadasCentro Universitário Uninter
Faculdade Pitágoras
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC-MG
Unifenas - Faculdade de Farmácia
Centros tecnológicos[editar | editar código-fonte]
Escola Estadual Arlindo Pereira Polivalente
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas.
Instituto Educacional São João da Escócia
Instituto Educacional Meta
Senac
Senai
Sesi
Sesc
Sest e Senat
Ensino Inicial[editar | editar código-fonte]
66 Escolas (Pré-escola)
3.501 matriculados (IBGE 2009)
Ensino Fundamental[editar | editar código-fonte]
49 Escolas
51.096 matriculados (IBGE 2009)
Ensino Médio[editar | editar código-fonte]
16 Escolas
6.072 matriculados (IBGE 2009)
Educação Especial[editar | editar código-fonte]
APAE
CEDET[16][17]
Saúde[editar | editar código-fonte]
Esta seção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2018). Ajude a inserir referências.O conteúdo não verificável pode ser removido.?Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Hospital da Santa Casa inaugurado em 1962.
CMIS Centro Médico Integrado a Saúde
Clínica Memorial de Radioterapia
Hemominas (Banco de Sangue)
Hospital AACD
Hospital Climepe
Hospital Climepe São Luiz
Hospital do Coração/Santa Lúcia
Hospital Gilberto Mattos (Zona Leste)
Hospital Margarita Moralles
Hospital Poços de Caldas
Hospital Regional do Câncer (em construção)
Hospital Santa Casa de Misericórdia/UNIFENAS
Hospital São Domingos
Hospital Unimed
Instituto Donato Oftalmologia
Instituto Regional de Neurologia
Medicina Nuclear
ONCOGEN - Centro de Oncologia
Policlínica Dr. José Ayres de Paiva
UNACON/CACON - Oncologia
Além destes, a cidade possui inúmeras clinicas e institutos renomados e com alta tecnologia, sendo referência em saúde no Sul de Minas e Leste Paulista.Turismo e Cultura[editar | editar código-fonte]
Parte considerável das atividades econômicas do município gira em torno do turismo, graças à fama de suas fontes de águas minerais usadas em diversas terapias. Por estar a 260Â km do município de São Paulo e a 169Â km de Campinas (às quais se liga por estradas em boa parte de pista dupla) e ainda a 468Â km de Belo Horizonte e 470Â km do município de Rio de Janeiro, o fluxo de turistas oriundos destes grandes centros é expressivo, e ajuda a movimentar o comércio local e ainda a produção de doces artesanais e de objetos decorativos em vidro fundido que lembram os de Murano, na Itália.
O município de Poços de Caldas foi tema do samba-enredo 2006 da Escola de Samba Beija-flor do Rio de Janeiro. O município já foi cenário para a novela Rosa dos Ventos em 1973, a novela Livre para Voar em 1984, e em 2014 foi usada para gravação da novela das sete Alto Astral,[18] todas da Rede Globo de Televisão. Esta última, se passava na cidade fictícia de Nova Alvorada, mas as imagens foram gravadas em Poços de Caldas, Pedra Azul (ES) e no Projac.
Como um dos atrativos culturais de Poços de Caldas, temos a Banda Municipal Maestro Azevedo, tombada em 2005 como patrimônio artístico cultural do município, a banda faz suas apresentações dominicais desde o ano de 1914 no Coreto da Praça.
O turismo de eventos também atrai turistas, com destaque para a Sinfonia das Águas, Festa UAI, Feira Nacional do Livro, Flipoços, Julho Fest, Festival Música nas Montanhas, Jazz & Blues Festival e Enaf.
A cidade ainda tem uma sede do Instituto Moreira Salles, onde acontecem exposições artísticas e exibição de filmes com aceitação pela crítica especializada.Atrativos turísticos e fotos do município[editar | editar código-fonte]
Véu das noivas
Cascata das antas
Teleférico
Cristo Redentor de Poços
Pista de paraglider
Pedra balão
Recanto Japonês
Poços de Caldas Golf Club
Xadrez Gigante
Thermas Antônio Carlos
Thermas Antonio Carlos (teto em vitral)
Parque Afonso Junqueira e Palace Hotel
Palace Hotel e Monumento Minas ao Brasil
Monumento à Pedro Sanches
Calendário floral
Relógio Floral
Fonte Luminosa
Museu Histórico e Geográfico de Poços de Caldas
Coreto na praça central
Praça das rosas
Fonte sulfurosa na Praça Dom Pedro II
Feira de artesanato
Country Club
Represa Bortolan
Ponte do Ribeirão da Serra
Estação Fepasa
Trilha do Cristo
Casarão do Conde Prates
Primeiro Monotrilho do Brasil
Zoo das Aves
Mercado Municipal
Instituto Moreira Salles - Casa da Cultura
Monumento à Antônio Carlos de Andrade (Presidente de Minas Gerais)
Fontes Termais e Minerais
Natal de Poços de Caldas
Esportes[editar | editar código-fonte]
Estádio Dr. Ronaldo Junqueira (Ronaldão).
Futebol[editar | editar código-fonte]
O município possui dois times de futebol profissional registrados na FMF/CBF:Associação Atlética Caldense
Poços de Caldas Futebol Clube (Vulcão)
Torcidas
Mancha Verde (Caldense)
Kuatiloko (Vulcão) Monumento à Mauro Ramos de OliveiraEstádios
Estádio Doutor Ronaldo Junqueira (Ronaldão)
Estádio Benedito Bandola de Oliveira (Bandolão)
Estádio João Batista Gonçalves (Prontidão)
Estádio Veredicto da Conceição
Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]
Poços de Caldas tem oito cidades-irmãs[19]: Bagé,[20] Brasil
São Luiz , Brasil
Jundiaí, Brasil
São João Del Rei, Brasil
Takasaki, Japão
General Pueyrredon (Mar Del Plata), Argentina
Caldas da Rainha, Portugal
Mount Vernon (Nova Iorque), Estados Unidos
Personalidades[editar | editar código-fonte]Antonio Carlos Robert Moraes
Arthur Omar
Garibaldi Deliberador
Guto e Nando
Larissa Cagnani Brasileiro
Luis Nassif
Mauro Ramos de Oliveira
Nany People
Rogério Márcico
Sandro Ricci
Xandó
Luciano ChirolliVer também[editar | editar código-fonte]
UNIFAL-MG - Universidade Federal de Alfenas
UEMG - Universidade do Estado de Minas Gerais, por meio da Autarquia Municipal de Ensino de Poços de Caldas
PUC-MG - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
UNIFENAS - Universidade José do Rosário Vellano
IFSULDEMINAS - Instituto Federal do Sul de Minas - Campus Poços de Caldas
Referências? Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019Â ? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008Â ? «Poços de Caldas». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 1 de julho de 2017Â ? IBGE. «Formação administrativa do município». Consultado em 9 de janeiro de 2019Â ? a b «Estimativa da população 2017». Diário Oficial da União. Consultado em 1 de julho de 2017Â ? «Ranking IDHM 2010 por municípios» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 21 de agosto de 2013Â ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2015». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 20 de março de 2018Â ? Jairo Roberto Jiménez-Rueda, Fernanda Tonizza Moraes. «Fisiografia da região do planalto de Poços de Caldas, MG/SP» (PDF). Revista Brasileira de Geociências: 196. Consultado em 19 de junho de 2015. Arquivado do original (PDF) em 19 de junho de 2015Â ? «MARC FERREZ». www.memoriadepocos.com.br. Consultado em 3 de fevereiro de 2018Â ? https://lifecooler.com/artigo/atividades/hospital-termal-rainha-dona-leonor/335200? «Hino - Prefeitura de Poços de Caldas». Prefeitura de Poços de Caldas. Consultado em 5 de fevereiro de 2018. Arquivado do original em 6 de fevereiro de 2018Â ? «Aeroporto de Poços de Caldas volta a ter voos para Belo Horizonte». G1Â ? «"Trem turístico não é prioridade", afirma Sérgio Azevedo - Poços Já | Jornalismo de Poços de Caldas em tempo real». www.pocosja.com.br. Consultado em 3 de fevereiro de 2018Â ? Joselia (27 de dezembro de 2012). «MG: granizo em Poços de Caldas». Climatempo. Consultado em 13 de abril de 2013Â ? fornaciari, Nemer. «{{ $noticia->titulo }}». Salão do Livro 2017. Consultado em 11 de julho de 2018Â ? «Lei complementar n. 116, de 20 de agosto de 2010. Dispõe sobre a criação do CEDET - Centro para Desenvolvimento do Potencial e Talento de Poços de Caldas» (PDF). Consultado em 29 ago. 2015Â [ligação inativa]? Guenther, Zenita Cunha; Chula, Renata; Carvalho, Josiane Patrícia de (2013). Livro de Registros e Documentos do IX Encontro Internacional de Educadores do CEDET/ASPAT. Lavras: ASPATÂ ? «Alto Astral começa a ser divulgada - Uma Belezinha». Uma Belezinha. Consultado em 20 de outubro de 2015. Arquivado do original em 27 de julho de 2015Â ? Prefeitura Municipal de Poços de Caldas (3 de agosto de 2017). «Cidades-irmãs». Prefeitura Municipal de Poços de Caldas. Consultado em 18 de abril de 2019Â ? Prefeitura Municipal de Poços de Caldas (6 de janeiro de 2014). «Poços de Caldas e Bagé oficializam convênio de cidades-irmãs». Consultado em 24 de agosto de 2014Â
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Página da prefeitura
Página da câmara
Dados do IBGE de Poços de Caldas
vde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [1] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)
vde Minas Gerais Portal ? Geografia, Política, Cultura, EsportesCapitalBelo HorizonteDivisão regional vigente (desde 2017)Regiões geográficas intermediárias e imediatasDivisão regional extinta (vigente até 2017)Mesorregiões e microrregiõesRegiões Metropolitanas e RIDEsBelo Horizonte ? Vale do Aço ? Distrito Federal e EntornoMais de 500.000 habitantesBelo Horizonte ? Uberlândia ? Contagem ? Juiz de ForaMais de 200.000 habitantesBetim ? Montes Claros ? Ribeirão das Neves ? Uberaba ? Governador Valadares ? Ipatinga ? Sete Lagoas ? Divinópolis ? Santa LuziaMais de 100.000 habitantesIbirité ? Poços de Caldas ? Patos de Minas ? Teófilo Otoni ? Pouso Alegre ? Barbacena ? Sabará ? Varginha ? Conselheiro Lafaiete ? Itabira ? Araguari ? Vespasiano ? Passos ? Coronel Fabriciano ? Ubá ? Muriaé ? Ituiutaba ? Araxá ? LavrasSudeste, Brasil
Portal de Minas Gerais

POSTAGENS RELACIONADOS


DESENVOLVIMENTO DE SITE CAMPINAS EM POÇÕES


desenvolvimento de site campinas em Poções

Encontre desenvolvimento de site campinas em Poções na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO DE SITE CAMPINAS EM POJUCA


desenvolvimento de site campinas em Pojuca

Encontre desenvolvimento de site campinas em Pojuca na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO DE SITE CAMPINAS EM POLONI


desenvolvimento de site campinas em Poloni

Encontre desenvolvimento de site campinas em Poloni na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO DE SITE CAMPINAS EM POMBAL


desenvolvimento de site campinas em Pombal

Encontre desenvolvimento de site campinas em Pombal na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO