desenvolvimento de sistemas web em Major Isidoro

Encontre desenvolvimento de sistemas web em Major Isidoro na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Desenvolvimento

Acto ou efeito de desenvolver.
Crescimento.
Ampliação.
Minuciosidade.


Major Isidoro

Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2016). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.?Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Major IzidoroBandeira indisponívelBrasão indisponívelHino
Aniversário17 de setembro
Fundação1949
Gentílicoizidorense
Padroeiro(a)Santo Antônio
Prefeito(a)Maria Santana Mariano Silva Campos (MDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Major Izidoro em AlagoasMajor Izidoro Localização de Major Izidoro no Brasil
09° 31' 55" S 36° 59' 06" O09° 31' 55" S 36° 59' 06" O
Unidade federativaAlagoas
MesorregiãoSertão Alagoano IBGE/2013[1]
MicrorregiãoBatalha IBGE/2013[1]
Municípios limítrofesCacimbinhas, Craíbas, Igaci, Dois Riachos, Olivença, Olho d'Água das Flores, Jacaré dos Homens, Batalha e Jaramataia.
Distância até a capital191 km
Características geográficas
Área448,849 km² [2]
População20 126 hab. estatísticas IBGE/2016[3]
Densidade44,84 hab./km²
Climasemi-árido Cfa
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,566 baixo PNUD/2010[4]
PIBR$ 139 033 mil IBGE/2014[5]
PIB per capitaR$ 6 964,54 IBGE/2014[5]Major Izidoro é um município brasileiro do estado de Alagoas. Era um distrito subordinado ao município de Santana do Ipanema, foi elevado à categoria de município pela lei estadual nº 1.473 de 17 de setembro de 1949.[6]Índice1 História
2 Economia
3 Referências
4 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
Major Izidoro recebeu seu atual nome em homenagem ao major Izidoro Jerônimo da Rocha, nascido em 2 de setembro de 1852 e falecido em 16 de dezembro de 1936, e que foi o fundador do povoado denominado à época de Sertãozinho. A colonização, no entanto, começou com a chegada a Sertãozinho do patriarca maior, Antônio Jerônimo da Rocha, de em 7 de setembro de 1854, vindo da região chamada Volta de Dois Riachos, hoje município de Dois Riachos, quando comprou uma propriedade na região e se instalou com sua família. Dos filhos, apenas Izidoro manteve os negócios do pai, que era conhecido como o patriarca de Sertãozinho.
Como distrito de Sertãozinho, a cidade de Major Izidoro é citada, em 1871, na obra de Tomás Espíndola Geografia Alagoana. Diz ele tratar-se de um pequeno povoado situado a uma légua do Riacho do Sertão e muito apropriado à criação do gado.
Sob o ponto de vista judicial, Major Izidoro, mesmo após sua emancipação política, permaneceu como termo da comarca de Santana do Ipanema. Somente em 11 de novembro de 1952 foi elevado à condição de comarca independente.
No clássico Terra das Alagoas, de autoria de Adalberto Marroquim, do ano de 1922, há referências ao distrito de Sertãozinho. Ele apresenta o lugar como uma das povoações pertencentes a Santana do Ipanema e sede do 3º distrito judiciário. Afirma ainda que lá existia, naquele tempo, uma escola pública mantida pelo estado.
Izidoro lutou insistentemente pela emancipação política da cidade. Em 1920 conseguiu que o poder legislativo, através da lei estadual nº 946/1920, conseguisse autorização do governo estadual para elevar a vila de Sertãozinho à categoria de município, com o nome de Major Izidoro, mas o governador não aceitou e manteve a área como distrito. Só em 17 de setembro de 1949, a então vila de Sertãozinho foi elevada a município, com o nome de Major Izidoro, através da lei estadual nº 1.473 de 17 de setembro de 1949. Sua instalação oficial se deu em 25 de novembro do mesmo ano. Com a emancipação política, Major Izidoro foi desmembrado do município de Santana do Ipanema. Nessa época, Izidoro já já tinha falecido, mas os moradores decidiram fazer-lhe a homenagem, dando seu nome à cidade. Economia[editar | editar código-fonte]
Além de boas terras para pastagens rico em alimento para o gado, Major Izidoro destaca-se pela criação de gado leiteiro, principalmente das raças nelore, holandês e guzerá, que lhe renderam por vários anos o título de campeão produtor de leite de Alagoas e do nordeste. Referências? a b Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais (19 de julho de 2013). «Divisão Territorial do Brasil». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 8 de julho de 2014 [ligação inativa]? Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (15 de janeiro de 2013). «Área territorial oficial». Consultado em 8 de julho de 2014. Cópia arquivada em 8 de julho de 2014 ? Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (30 de agosto de 2016). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2016» (PDF). Consultado em 30 de agosto de 2016. Cópia arquivada (PDF) em 30 de agosto de 2016 ? Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking IDH-M Municípios 2010». Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 8 de julho de 2014. Cópia arquivada em 4 de dezembro de 2013 ? a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2014). «Produto Interno Bruto dos Municípios». Consultado em 24 de junho de 2017. Cópia arquivada em 24 de junho de 2017 ? «IBGE - cidades@ - Histórico - MAJOR ISIDORO» (PDF). biblioteca.ibge.gov.br. 2016. Consultado em 21 de agosto de 2012
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Página da prefeitura
vdeRegião Metropolitana de Palmeira dos ÍndiosBelém * Cacimbinhas * Estrela de Alagoas * Igaci * Major Isidoro * Minador do Negrão * Palmeira dos Índios Alagoas, Brasil
Este artigo sobre municípios do estado de Alagoas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Portal de Alagoas Portal do Brasil