desenvolvimento de loja virtual em Presidente Prudente


Encontre desenvolvimento de loja virtual em Presidente Prudente na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Desenvolvimento

Acto ou efeito de desenvolver.
Crescimento.
Ampliação.
Minuciosidade.


Loja

Casa térrea.
Pavimento térreo de, uma casa.
Casa para venda de mercadorias.
Oficina.
Habitação assobradada, ao rés do chão.
Casa de associação maçónica.


Loja

Designação do ânus da cavalgadura.


Virtual

Que existe como faculdade, mas sem exercício ou efeito actual.
Possível; susceptível de se realizar.
Potencial.
Diz-se do foco de um espelho, determinado pelo encontro dos prolongamentos geométricos dos raios luminosos.

 Nota: Para o ex-presidente brasileiro, veja Prudente de Morais.Município de Presidente Prudente
"Capital do Oeste Paulista"
Skyline de Presidente Prudente.BandeiraBrasãoHino
Fundação14 de setembro de 1917 (101Â anos)
Gentílicoprudentino
LemaLabor omnia Vincit"O trabalho tudo vence"
Padroeiro(a)São Sebastião
CEP19000-000
Prefeito(a)Nelson Roberto Bugalho (PTB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Presidente Prudente em São PauloPresidente Prudente Localização de Presidente Prudente no Brasil
22° 07' 33" S 51° 23' 20" O22° 07' 33" S 51° 23' 20" O
Unidade federativaSão Paulo
Região intermediária
Presidente Prudente IBGE/2017[1]Região imediata
Presidente Prudente IBGE/2017[1]Municípios limítrofesNorte: Flora Rica, Flórida Paulista e Mariápolis;Sul: Anhumas e Pirapozinho;Leste: Caiabu, Indiana e Regente Feijó;Oeste: Álvares Machado, Alfredo Marcondes e Santo Expedito.
Distância até a capital558Â km[2][3]
Características geográficas
Área562,794 km² (SP: 139º)[4]
DistritosAmeliópolis, Eneida, Montalvão e Floresta do Sul.
População227 072 hab. (SP: 36º) ? estatísticas IBGE/2018[5]
Densidade403,47 hab./km²
Altitude475 m[6]
ClimaTropical Aw
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,806 (SP: 13°) ? muito alto PNUD/2010[7]
PIBR$ 4Â 499Â 984,000 mil IBGE/2011[8]
PIB per capitaR$ 21Â 528,45 IBGE/2011[9]
Página oficial
Prefeiturawww.presidenteprudente.sp.gov.br
Câmarawww.camarapprudente.sp.gov.brPresidente Prudente é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo, distante 558 quilômetros da capital estadual, São Paulo. Ocupa uma área de aproximadamente 562Â km², e sua população estimada no ano de 2018 era de 227Â 072 habitantes,[5] sendo o 36º mais populoso de São Paulo. O município é formado pela sede e pelos distritos de Ameliópolis, Eneida, Floresta do Sul e Montalvão,[10][11] subdivididos ainda em 220 bairros. Está a 979Â km de Brasília, capital federal.
O município de Presidente Prudente foi emancipado de Conceição de Monte Alegre (hoje Paraguaçu Paulista) na década de 1910. Seu nome é uma referência ao ex-presidente brasileiro Prudente de Morais (Itu, 4 de outubro de 1841 ? Piracicaba, 13 de dezembro de 1902), que foi um advogado e político brasileiro, tornando-se o primeiro governador paulista (1889-1890). Atualmente é um dos principais polos industriais, culturais e de serviços do oeste de São Paulo, tanto é que passou a ser conhecida como a "Capital do Oeste Paulista". Com a grande crise econômica de 1929, a economia dos municípios brasileiros ligados à cafeicultura sofreu grande abalo e Presidente Prudente passou a ter novas atividades econômicas, como o cultivo do algodão. A industrialização da cidade iniciou-se em meados da década de 1930.
O município conta ainda com uma importante tradição cultural, que vai desde o seu artesanato até o teatro, a música e o esporte. O principal clube de futebol da cidade é o Grêmio Prudente, cujo estádio é o Estádio Paulo Constantino (Prudentão). Existem ainda o Parque do Povo e o Teatro Municipal Procópio Ferreira, além de outros teatros e pequenos parques. Segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, publicada na revista Você S.A., Presidente Prudente é a 27ª colocada no ranking das cidades mais promissoras para se construir uma carreira profissional.Índice1 História1.1 Origens e pioneirismo
1.2 Emancipação política e administrativa
1.3 Crescimento econômico
1.4 Desenvolvimento social
1.5 Tempos modernos
2 Geografia2.1 Clima
2.2 Ecologia e meio ambiente
3 Demografia3.1 Religião
4 Política
5 Subdivisões
6 Economia6.1 Setor primário
6.2 Setor secundário
6.3 Setor terciário6.3.1 Shoppings
7 Infraestrutura7.1 Saúde
7.2 Educação
7.3 Ciência e tecnologia
7.4 Criminalidade e segurança pública
7.5 Serviços e comunicações
7.6 Transportes
8 Cultura e lazer8.1 Turismo, artes e eventos
8.2 Esportes
8.3 Feriados
9 Ver também
10 Referências
11 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
Origens e pioneirismo[editar | editar código-fonte]
Representantes dos índios Xavantes, um dos primeiros povos a habitar o Oeste Paulista.
A área em que hoje está localizada a região oeste do estado de São Paulo era ocupada, primeiramente, por índios caiuás, xavantes, caingangues e guaranis. O território era coberto por matas nos terrenos de terra roxa e por campos em outros tipos de solos. Com a vinda de principalmente mineiros, atraídos depois da decadência das minas e que deslocavam-se e fixavam-se na área para a utilização das manchas de campos, apropriadas às suas atividades de criação de gado, surgiram conflitos pela posse da terra. A corrente migratória do estado de Minas Gerais para São Paulo aumentou quando os mineiros passaram a fugir da convocação para as tropas que iriam lutar na Guerra do Paraguai, que estendeu-se de dezembro de 1864 a março de 1870, abrindo caminho para o esse movimento continuasse após o término da guerra.[12]
Em 1893, foi feito um caminho entre a região conhecida como Campos Novos do Paranapanema e o Rio Paraná, para ligá-la com o estado de Mato Grosso. Ali, se fez a expansão das plantações de café, produzido para exportação. Os espigões do Planalto Ocidental Paulista valorizaram-se pelas probabilidades de se plantar café nas novas terras. Esse avanço do café e a consequente ampliação do espaço sob o comando capitalista incentivaram a ocupação da região do Extremo Oeste Paulista e o seu crescimento. Os latifundiários do café das regiões mais antigas se dirigiram para o Oeste Paulista e obtiveram terras com o objetivo de fazer loteamentos, fazendo com que, ao lado do latifúndio cafeeiro, se estabelecessem, na região, propriedades de agricultura de subsistência.[13]
O desenvolvimento de Presidente Prudente também foi ajudado pela ferrovia, sendo que esta foi a principal via de circulação de pessoas e mercadorias. A escolha do sítio urbano está correlatada ao traçado da Estrada de Ferro Sorocabana, que também seguiu a linha dos espigões.[13]Emancipação política e administrativa[editar | editar código-fonte]
O nome do município homenageia o ex-presidente brasileiro Prudente de Morais.
Com o grande desenvolvimento da atual cidade de Presidente Prudente, o município foi criado em 14 de setembro de 1917, pelo Coronel Francisco de Paula Goulart,[12] a partir da emancipação territorial e administrativa de Conceição de Monte Alegre (atual Paraguaçu Paulista), criado em 1876 após desmembramento de Campos Novos Paulista. Este resultou da emancipação de Santa Cruz do Rio Pardo que ocorreu em 1885. Santa Cruz do Rio Pardo, por sua vez, foi criada em 1872 como resultado do desmembramento de Lençóis Paulista, que havia sido criado em 1865 após emancipação de Botucatu. O município de Botucatu foi criado em 1855, tendo sua origem em Itapetininga, o qual resultou do desmembramento de Sorocaba, em 1770. Em 1661 Sorocaba havia sido criado através do desmembramento de Santana do Parnaíba, sendo que este surgiu em 1625 após desmembramento de São Paulo, fundado em 1554.[13]
Grande parte do território da então Vila Goulart era de loteamentos. Além dos lavradores, apareciam outros mais interessados em comprar lotes, a fim de explorarem o comércio municipal. Com a inauguração do tráfego normal de trens, em 19 de janeiro de 1919, o povoamento foi aumentando tanto na área rural como na urbana. De forma diversa à de Goulart, o Coronel José Soares Marcondes não era dono de terras, mas sim de uma empresa para a venda de terras, a Cia. Marcondes de Colonização, Indústria e Comércio. Obteve opção de venda de vários tratos de terra, sendo um em Montalvão e outro latifúndio fronteiriço à Fazenda Pirapó-Santo Anastácio, separados pela linha férrea.[13]
Quando emancipada, a cidade era composta de apenas um distrito, a Sede, criada pela Lei estadual n.º 1.798, de 28 de novembro de 1921 e instalada a 13 de março de 1923 - que abrangia à época uma área de cerca de 20.000Â km². A Comarca, de 4ª. entrância, foi criada pela Lei n.º 1.887, de 8 de dezembro de 1922.[14] Primeiramente possuiu o nome de Vila Goulart, em homenagem a Francisco de Paula Goulart. Porém, anos mais tarde, recebeu sua denominação atual em honra ao ex-presidente brasileiro Prudente de Morais.[13]Crescimento econômico[editar | editar código-fonte]
Vista da região central da cidade na década de 1930.
Como citado anteriormente, a cultura do café era a atividade econômica mais importante para o novo município, exercida por proprietários, empreiteiros e colonos. Em 1927, era estimado em dez milhões o número de pés de café no município. A primeira metade da década de 1920 caracterizou-se pelo auge da produção cafeeira prudentina. A decadência da produção ocorreu pelo cansaço das terras arenosas da região, pelas geadas que acabavam com as lavouras, pela diminuição da exportação motivada pela alteração da qualidade do café, pela concorrência de outros países e pela crise econômica de 1929. Com a crise do café, a troca pelo algodão foi inevitável, ajudada por condições nacionais e internacionais. O algodão trouxe à região empresas estrangeiras que se instalaram nas cidades do oeste paulista, comercializando e financiando pequenos plantadores, incentivados pelo aumento do consumo nacional e internacional da fibra.[13]
A introdução das culturas do algodão e, mais tarde, do amendoim provocou mudanças na estrutura das relações trabalhistas da área. O algodão foi introduzido em Presidente Prudente no final da década de 1920, porém foi apenas na década seguinte que seu cultivo passou a ser relevante, com um aumento significativo na área plantada, à medida que a cultura do café começava a diminuir. Outros produtos como arroz, milho, feijão e batata se tornaram a base econômica do lavrador que, com sua venda, financiava a lavoura de café, pagava a propriedade e sustentava sua família. O beneficiamento desses produtos era feito nos municípios e núcleos, o que aumentou o número de estabelecimentos e consequentemente o crescimento delas.[13]
Na década de 1940 observou-se que 44,7% das terras aproveitáveis da região eram constituídas de pastagens. O aumento da importância da pecuária na região da Alta Sorocabana se efetivou quando, sobretudo, se deu o desmatamento de áreas que ainda não estavam em exploração.[13] As atividades industriais correlatadas nos primeiros tempos à exploração de madeira, se voltaram para a transformação de matérias-primas, principalmente pela oferecida pela criação de gado bovino. O excedente, não consumido no núcleo era todo enviado para São Paulo por via férrea.[13] No início da década de 1930 havia dezessete estabelecimentos industriais, passando para 138 já em 1940, empregando 655 pessoas. O que se desenvolveu em termos de indústria foi para complementar a economia agrícola, englobando ainda mais sua predominância.[13]Desenvolvimento social[editar | editar código-fonte]
O crescimento da cidade exigiu a criação do primeiro grupo escolar, hoje Escola Estadual Professor Adolpho Arruda Mello, em 1925; da primeira Casa de Saúde, 1926; a instalação da Paróquia, 1925; e da Inspetoria Distrital de Ensino, 1928, que em 1932 foi transformada em Delegacia de Ensino. Partindo disso, Presidente Prudente, num intervalo de tempo, adquiria um nível de autonomia político-administrativa importante regionalmente, efetivando-se como a maior cidade da região.[13]
Os serviços religiosos prestados pela Igreja Católica foram oficializados com a criação da Paróquia São Sebastião, em 1925, para onde veio o padre José Maria Martinez Sarrion, que exerceu o cargo de pároco até o ano de sua morte, 1951. Os serviços de fornecimento de energia elétrica à cidade iniciaram-se em 1924 pela Companhia Marcondes de Colonização Indústria e Comércio, por meio de uma pequena usina termo-elétrica alimentada por um locomóvel e gerador de 60 kVA, fornecendo energia do anoitecer até as 24 horas.[13]Tempos modernos[editar | editar código-fonte]
Visão atual da Praça Nove de Julho, no Centro de Prudente.
A extensão de Presidente Prudente era de cerca de 15.600Â km² por ocasião de sua fundação e estabelecimento do município, e seus limites atingiam, ao norte, o divisor de águas do Aguapeí-Peixe; ao sul, o rio Paranapanema; a leste os municípios de Campos Novos Paulista (anteriormente denominado Campos Novos do Paranapanema) e Conceição do Monte Alegre e a oeste o rio Paraná. A alteração do quadro territorial-administrativo do município de Presidente Prudente mostra que o município reduziu, cada vez mais, sua extensão territorial, em função dos sucessivos desmembramentos. Em 1960, entretanto, passa a ter a configuração que mantém até a presente data, com área de 562,107Â km². Nesse seu processo de expansão territorial, a cidade absorveu progressivamente o meio rural. Esse predominância do espaço rural foi e está sendo substituída pelo urbano, para atender às exigências da expansão urbana, dada pelo aumento das atividades produtivas na cidade (indústria, comércio e serviços) e pelo aumento da demanda habitacional, gerada pela concentração populacional. O limite entre o campo e a cidade deixa de ser visível.[13]
Também o crescimento de Presidente Prudente e cidades próximas, foi criada a Microrregião de Presidente Prudente, reunindo além do município, outros trinta municípios. São alguns deles: Álvares Machado, Caiabu, Emilianópolis, Marabá Paulista, Mirante do Paranapanema, Presidente Epitácio, Presidente Venceslau, Rancharia, Regente Feijó, Sandovalina, Taciba e Teodoro Sampaio. Em 2006 sua população foi estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística em cerca de 744Â 458 habitantes em uma área total de 17.515,798Â km². Seu IDH médio era de 0,802 e o PIB per capita médio de R$ 8.919,75 em 2003. Localiza-se na mesorregião homônima.[15]Geografia[editar | editar código-fonte]
Mapa de Presidente Prudente (SP), em vermelho, e municípios limítrofes, em azul.
Presidente Prudente está situado na região oeste do estado de São Paulo, na mesorregião e microrregião homônimas, distante 558 quilômetros de São Paulo, capital estadual, e 979 quilômetros de Brasília, capital federal.[2] Ocupa uma área de 562,974Â km² quilômetros quadrados, e se limita com os municípios de Flora Rica, Flórida Paulista e Mariápolis, a norte; Pirapozinho e Regente Feijó, a sul; Caiabu, a leste; e Alfredo Marcondes, Álvares Machado e Santo Expedito, a oeste.[16]
O município está localizado junto à bacia hidrográfica do rio Paraná, tendo em seu território várias sub-bacias de pequenos e médios córregos com papéis importantes em sua configuração, e sendo drenado pelos córregos do Veado e do Cedro, pertencentes à bacia do rio Santo Anastácio; e pelo córrego da Onça e rio Mandaguari, que pertencem à bacia do rio do Peixe. A cidade apresenta-se levemente ondulada com ocorrência contínua de colinas, na grande maioria com divisores constituídos por cursos d?água. O solo é classificado como arenito Bauru, com características agrícolas, o que o torna apto a diversas culturas. O ponto mais elevado da cidade situa-se a 472 metros.[16]Clima[editar | editar código-fonte]
Maiores acumulados de precipitação em 24 horas registrados emPresidente Prudente por meses (INMET, 01/01/1961 a 31/05/2012)[17]
MêsAcumuladoDataMêsAcumuladoData
Janeiro271,2Â mm30/01/1988Julho72,2Â mm25/07/2007
Fevereiro174,4Â mm28/02/1980Agosto74,2Â mm20/08/2009
Março100,8Â mm30/03/1998Setembro127,4Â mm28/09/2010
Abril107,6Â mm26/04/1999Outubro117,5Â mm04/10/1972
Maio62Â mm23/05/1966Novembro110,5Â mm07/11/1987
Junho74,3Â mm12/06/1974Dezembro106Â mm17/12/1968O clima de Presidente Prudente é caracterizado tropical chuvoso (tipo Aw segundo Köppen),[18] com verões chuvosos e quentes e invernos secos e mais frios, sendo a temperatura média compensada em torno dos 23Â °C.[19] O índice pluviométrico é de 1Â 340 milímetros (mm) anuais, concentrados nos meses de primavera e verão,[19] e apresentando significativa diminuição no inverno, quando são comuns quedas nos índices de umidade relativa do ar.[20] A insolação atmosférica é de cerca de 2Â 600Â horas/ano.[19]
Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período entre janeiro de 1961 e maio de 2012, a menor temperatura registrada em Presidente Prudente foi de -1,8Â °C em 18 de julho de 1975,[21] dia em que foi registrado um episódio de geada negra no município, associada a uma grande onda de frio atingiu boa parte do Brasil, mantendo as temperaturas muito baixas.[22] Outro registro negativo ocorreu em 20 de julho de 1981, quando a mínima foi de -0,1Â °C.[21] A máxima histórica foi de 40Â °C em 26 de setembro de 1963.[23]
Ainda de acordo com o INMET o maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 271,2Â mm em 30 de janeiro de 1988. Outros acumulados iguais ou superiores a 100Â mm foram 174,4Â mm em 28 de fevereiro de 1980, 174,3Â mm em 18 de janeiro de 1968, 130Â mm em 19 de fevereiro de 1967, 127,4Â mm em 28 de setembro de 2010, 119,1Â mm em 9 de janeiro de 1994, 117,5Â mm em 4 de outubro de 1972, 115,7Â mm em 18 de janeiro de 2009, 110,5Â mm em 7 de novembro de 1987 e 107,6Â mm em 16 de abril de 1999, 106,2Â mm em 23 de fevereiro de 1993, 106Â mm em 17 de dezembro de 1968, 105,8Â mm em 24 de janeiro de 1994, 104Â mm em 2 de outubro de 1970, 102,6Â mm em 27 de fevereiro de 1996, 100,8Â mm em 30 de março de 1998 e 100Â mm em 22 de fevereiro de 1963.[17] Com 563,8Â mm, janeiro de 2009 foi o mês de maior precipitação.[24]
Dados climatológicos para Presidente Prudente
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima recorde (°C)3939,539,436,433,432,434,437,64039,839,939,4 40
Temperatura máxima média (°C)313130,829,626,325,726,128,228,930,530,530,9 29,1
Temperatura média compensada (°C)25,725,625,42420,719,719,721,522,524,525,225,6 23,3
Temperatura mínima média (°C)21,721,721,219,516,515,414,916,217,319,420,321,2 18,8
Temperatura mínima recorde (°C)11,69,29,25,821,8-1,804,87,210,310,2 -1,8
Precipitação (mm)232,5172,2138,37382,648,339,742,784,2121129,6175,6 1Â 339,7
Dias com precipitação (? 1 mm)131295643468912 91
Umidade relativa compensada (%)72,673,270,166,368,166,159,353,658,261,963,669,3 65,2
Horas de sol197,2186,5228,9239,5215,1209,7235,8233,4195,4216,1227206,4 2Â 591
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[19] recordes de temperatura de 01/01/1961 a 31/05/2012)[21][23] Ecologia e meio ambiente[editar | editar código-fonte]
Vegetação típica do cerrado durante a estação seca em Presidente Prudente, com o Hotel Ibis ao fundo.
A zona rural de Presidente Prudente caracteriza-se pelas pastagens e por vegetação arbórea esparsa, ficando o solo coberto em todas as épocas do ano. No município, existe uma diversidade significativa no que se refere à ocupação do solo, porque os bairros mais antigos são densamente habitados e possuem quantidade significativa de vegetação arbórea nas ruas e fundos de quintais. Os bairros mais recentes, que são a grande maioria, apresentam-se com construções esparsas com gramado e vegetação arbórea esparsa. Os conjuntos habitacionais, são densamente construídos. A cidade não possui o uso do solo muito diversificado, havendo o predomínio de domicílios em detrimento de outros usos, tais como o industrial, comercial e de serviços.[25]
Para fazer uma gestão ambiental mais radical, a prefeitura, com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente, investe na limpeza de locais públicos, como a retirada de arbustos, lixo e entulho, remoção e erradicação de leucena e outras espécies não endêmicas, além de criar áreas verdes na área urbana. No município existem vários terrenos baldios coberto com mata endêmica de vegetação de Cerrado em meio ao perímetro urbano, áreas que são mantidas e protegidas pelos órgãos municipais de preservação ambiental como a Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Partes de bairros como Jardim Planalto, Brasil Novo, Jardim Paraíso e Vale do Sol tiveram seus terrenos que foram cercadas com alambrado em 2010.[26] A Prefeitura de Presidente Prudente tornou sua política ambiental e tributária cada vez mais radical e contraditória, dentre a qual o vereador Valmir da Souza Pinto, advogado, é autor da lei na qual o proprietário de não adotar uma gestão ambiental muito radical e forte, pagará mais IPTU, passou por votação no dia 17 de Março de 2015, mas noticiada no 31 do mesmo mês.[27][28]Demografia[editar | editar código-fonte]Crescimento populacional
Censo
Pop.%±
1970105Â 707?1980136Â 84929,5%1991165Â 48420,9%2000189Â 18614,3%2010207Â 6259,7%Censos do IBGE (1970-2010)[29]Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, em 2014 a população do município é de 220Â 599 habitantes, sendo o 36º mais populoso do estado e apresentando uma densidade populacional de 367,7 habitantes por km². Segundo o censo de 2000, 48,22% da população eram homens (91 797 habitantes) e 51,78% (97 389 habitantes) mulheres. Cerca de 97,91% (185 229 habitantes) vivia na zona urbana e 2,09% (3 957 habitantes) na zona rural.[29][30][31]
O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) de Presidente Prudente é considerado alto pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Seu valor no ano de 2010 era de 0,806, sendo o décimo terceiro maior do estado, à frente da capital, São Paulo, que aparece na décima quarta posição.[7] No ano de 2007, considerando apenas a educação, o valor do índice é de 0,882. O índice da saúde é de 0,848 e o de renda é de 0,767.[32] A cidade possui a maioria dos indicadores elevados e todos acima da média nacional segundo o PNUD. A renda per capita é de 14.652,00 reais. O coeficiente de Gini, que mede a desigualdade social é de 0,46, sendo que 1,00 é o pior número e 0,00 é o melhor.[33] A incidência da pobreza, medida pelo IBGE, é de 14,47%, o limite inferior da incidência de pobreza é de 10,10%, o superior é de 18,85% e a incidência da pobreza subjetiva é de 10,84%.[33] No ano de 2000, a população prudentina era composta por 135.104 brancos (71,41%); 7.045 negros (3,72%); 39.965 pardos (21,12%); 194 indígenas (0,10%); 5.777 amarelos (3,05%); além dos 1.100 sem declaração (0,58%).[34]Religião[editar | editar código-fonte]
Torre da Catedral de São Sebastião, sede da Diocese de Presidente Prudente, sufragânea de Arquidiocese de Botucatu.
Tal como a variedade cultural em Presidente Prudente, são diversas as manifestações religiosas presentes na cidade. Embora tenha se desenvolvido sobre uma matriz social eminentemente católica é possível encontrar atualmente na cidade dezenas de denominações protestantes diferentes. Além disso o crescimento dos evangélicos também vem sido notado chegando a quase de 17,83% da população.[35]
O município de Presidente Prudente está localizado no país mais católico do mundo em números absolutos. A Igreja Católica teve seu estatuto jurídico reconhecido pelo governo federal em outubro de 2009,[36] ainda que o Brasil seja atualmente um estado oficialmente laico.[37] A cidade possui os mais diversos credos protestantes ou reformados, como por exemplo a Assembleia de Deus.[38] De acordo com dados do censo de 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a população de Presidente Prudente é composta por: apostólicos romanos (64,31%), evangélicos (26,69%), sem religião (4,24%), espiritismo (1,11%), testemunhas de Jeová (0,68%), budismo (0,41%), mórmons (0,19%), católicos apostólicos brasileiros (0,10%), umbanda e candomblé (0,08%), católicos ortodoxos (0,04%), agnósticos (0,04%) e esotéricos (0,03%).[35]Política[editar | editar código-fonte]
Ver também: Lista de prefeitos de Presidente Prudente
Prefeitura de Presidente Prudente
O poder executivo do município de Presidente Prudente é representado pelo prefeito, auxiliado pelo seu gabinete de secretários.[39] O primeiro prefeito municipal foi Pedro de Mello Machado, filiado ao Partido Republicano Paulista (PRP), entre agosto e dezembro de 1923.[40] O atual prefeito, eleito nas eleições municipais de 2016, é Nelson Roberto Bugalho, do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), que recebeu 29,46% dos votos válidos.[41]
O poder legislativo é constituído pela câmara, composta por treze vereadores eleitos para mandatos de quatro anos.[42] Na atual legislatura, iniciada em 2013, é formada por quatro cadeiras do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), duas do Partido dos Trabalhadores (PT), duas do Partido Socialista Brasileiro (PSB), uma do Partido Social Democrático (PSD), uma do Partido Socialista Brasileiro (PSB), uma do Partido Republicano Brasileiro (PRB), uma do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e uma do Democratas (DEM).[43] Cabe à casa elaborar votar leis fundamentais à administração e ao Executivo, especialmente o orçamento participativo (Lei de Diretrizes Orçamentárias).[39]
Presidente Prudente se rege por lei orgânica, promulgada em 5 de abril de 1990,[39] e é sede de uma comarca, de quarta entrância.[14][44] De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral, o município possuía, em dezembro de 2013, 163Â 030 eleitores, o que representa 0,517% do total do estado de São Paulo.[45]Subdivisões[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Lista de bairros de Presidente Prudente
Presidente Prudente está oficialmente subdividida em cinco distritos. São eles: Ameliópolis, Eneida, Floresta do Sul e Montalvão, além do distrito-sede. Quando emancipada, a cidade era composta de apenas um distrito, a sede, criada pela lei estadual nº 1Â 798, de 28 de novembro de 1921 e instalada em 13 de março de 1923. A Comarca, de quarta entrância, foi criada pela lei nº 1Â 887, de 8 de dezembro de 1922.[14]
A cidade também está dividida em cerca de 220 bairros,[46] sendo o maior e mais populoso, segundo a prefeitura, o Ana Jacinta.[47] A região mais pobre do município é a dos bairros Jardim Santa Mônica e Vila Furquim, onde muitas famílias foram colocadas de forma precária. Na região leste do município também está situado o chamado mapa de exclusão social. Nesses lugares o nível de exclusão e vulnerabilidade social é gritante, as expressões da questão social são visíveis, onde famílias inteiras necessitam da solidariedade e caridade de outras pessoas, pois muitos direitos dos habitantes, por vezes não são respeitados e por outros abolidos por completo da comunidade.[48]Economia[editar | editar código-fonte]
O Produto interno bruto - PIB de Presidente Prudente é o 128º maior do Brasil,[9] destacando-se na área de prestação de serviços. Nos dados do IBGE de 2005 o município possuía R$ 2.971.249 mil [9] no seu Produto Interno Bruto. Desse total, 327.020 mil são de impostos sobre produtos líquidos de subsídios.[9] O PIB per capita é de R$ 14Â 652.[9] Dos 5.565 municípios brasileiros, Presidente Prudente ocupa a 27ª colocação no ranking das mais promissoras cidades para se construir uma carreira profissional, segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, publicada na revista Você S.A..[49]Setor primário[editar | editar código-fonte]
Produção de cana-de-açúcar,batata-doce e mandioca (2007)[50]
ProdutoÁrea colhida (hectares)Produção (tonelada)
Cana-de-açúcar10.000200.000
Batata-doce8009.600
Mandioca501.250A agricultura é o setor menos relevante da economia de Presidente Prudente. De todo o PIB do município 23.232 mil reais é o valor adicionado bruto da agropecuária.[9] Segundo o IBGE em 2008 o município possuía um rebanho de 52.607 bovinos, 1.620 equinos, 300 suínos, 66 caprinos, 55 bufalinos, sete asininos, 181 muares, 820 ovinos e 11.500 aves, dentre estas 7.400 galinhas e 4.100 galos, frangos e pintinhos.[51] Em 2007 a cidade produziu 2.750 mil litros de leite de 3.680 vacas. Foram produzidos 89 mil dúzias de ovos de galinha e 905 quilos de mel-de-abelha.[51] Na lavoura temporária são produzidos principalmente a cana-de-açúcar (200.000 toneladas), a batata-doce (9.600 toneladas) e a mandioca (1250 toneladas).[52]Setor secundário[editar | editar código-fonte]
A indústria atualmente é o segundo setor mais relevante para a economia prudentina. 436Â 375 reais do PIB municipal são do valor adicionado bruto da indústria (setor secundário).[9] Segundo dados do cadastro da Prefeitura, existem no município 445 indústrias. Este número abrange cerca de 58% das indústrias associadas na Fiesp/Ciesp instaladas na região do Oeste Paulista. Destacam-se no cenário industrial da cidade, empresas de micro e pequeno porte. Uma importante parcela de participação do setor secundário municipal é oriunda dos quatro distritos industriais, que ocupam uma área total de 45 alqueires.[53]
O NIPP I (Núcleo Industrial de Presidente Prudente Antônio Crepaldi) ocupa cerca de 20 alqueires, contendo 41 indústrias em vários setores como fábricas de extintores, indústria e comércio de móveis, indústria de argamassa, indústria de bebidas, estruturas metálicas, material de limpeza, produtos agropecuários, elétricos e equipamentos industriais entre outros; O NIPP II (Núcleo Industrial de Presidente Prudente) conta com uma área de 18 alqueires, mas ainda está em fase de implantação; O NIPP III (Núcleo Industrial não Poluente Belmiro Maganini) possui uma área de aproximadamente quatro alqueires, 60 indústrias em vários setores como produtos eletrônicos, equipamentos rodoviários, cozinha industrial, confecções, aparelhos hospitalares, esquadrias metálicas, produtos farmacêuticos, cosméticos, calçados, refrigerante, serrarias e móveis; O NIPP IV (Distrito Industrial Não Poluente Antônio Onofre Gerbasi), que possui aproximadamente três alqueires, conta com 52 indústrias tais como as de pré-moldados, baterias, produção de sementes, lajes, argamassa, lapidação de pedras, mármore e granito, madeira, móveis entre outras.[54]Setor terciário[editar | editar código-fonte]
Agência bancária no Calçadão de Prudente.
2Â 184Â 623 mil reais do PIB municipal são de prestações de serviços.[9] O setor terciário atualmente é a maior fonte geradora do PIB prudentino. De acordo com o IBGE, a cidade possuía no ano de 2008 8.884 empresas e estabelecimentos comerciais e 129Â 624 trabalhadores, sendo 70Â 601 pessoal ocupado total e 59Â 123 ocupado assalariado. Salários juntamente com outras remunerações somavam 852.251 reais e o salário médio mensal de todo município era de 2,7 salários mínimos.[55]Shoppings[editar | editar código-fonte]
Vista do Prudenshopping, o maior centro de compras de Presidente Prudente e região.
Prudenshopping: É um dos principais pontos comerciais da cidade, inaugurado em novembro de 1990. Hoje recebe mensalmente cerca de meio milhão de consumidores e é o maior centro de compras e lazer de uma região que abrange 65 municípios do Oeste Paulista.[56] Assim como em qualquer parte do país, o maior período de vendas é o Natal.[57]
Parque Shopping Prudente : É o antigo Shopping Center Americanas. Foi inaugurado em 19 de novembro de 1986, sendo o primeiro shopping do Oeste Paulista e revolucionou o varejo em toda a região, trazendo as Lojas Americanas para Presidente Prudente. Em 2007, a General Shopping Brasil adquiriu o Shopping Center Americanas e alterou o nome do empreendimento para Prudente Parque Shopping.[58] Está situado na região central de Presidente Prudente, possui 2 lojas âncoras, 3 salas de cinema, praça de alimentação de 1200 lugares e estacionamento de 865 vagas.
Infraestrutura[editar | editar código-fonte]
Centro de Presidente Prudente, SP, Brasil
No ano de 2000 a cidade tinha 55Â 178 domicílios entre apartamentos, casas, e cômodos. Desse total 39 445 eram imóveis próprios, sendo 32Â 076 próprios já quitados (58,13%), 7 369 em aquisição (13,75%) 10.445 alugados (18,93%); 5.187 imóveis foram cedidos, sendo 810 por empregador (1,47%) e 4 377 cedidos de outra maneira (7,93%). 101 foram ocupados de outra forma (0,18%).[59] O município conta com água tratada, energia elétrica, esgoto, limpeza urbana, telefonia fixa e telefonia celular. Em 2000, 96,84% dos domicílios eram atendidos pela rede geral de abastecimento de água;[60] 97,29% das moradias possuíam coleta de lixo [61] e 95,01% das residências possuíam escoadouro sanitário.[62]Saúde[editar | editar código-fonte]
Futuras instalações do Hospital Regional do Câncer de Presidente Prudente.
Em 2005 o município possuía 91 estabelecimentos de saúde, sendo 58 deles privados e 33 públicos entre hospitais, pronto-socorros, postos de saúde e serviços odontológicos. Neles a cidade possui 1294 leitos para internação, sendo 71 públicos e 1223 privados.[63] Na cidade existem oito hospitais gerais, sendo seis públicos, um privado e um filantrópicos. Presidente Prudente conta ainda com 1425 auxiliares de enfermagem, 408 clínicos gerais, 236 pediatras, 221 genico obstetras, 218 enfermeiros, e 1063 distribuídos em outras categorias, totalizando 3 571 profissionais de saúde. No ano de 2008 foram registrados 2 667 de nascidos vivos, sendo que 8,4% nasceram prematuros, 77,1% foram de partos casarios e 13,4% foram de mães entre 10 e 19 anos (0,3% entre 10 e 14 anos). A Taxa Bruta de Natalidade é de 12,9.[64]
O antigo Hospital Universitário (atual Hospital Regional - HR) foi comprado em 2010 por R$78 milhões pelo Governo de São Paulo o qual injetou milhões de reais em reformas no hospital. O HR é referência para os 45 municípios do oeste paulista e atualmente comporta 550 leitos, todos do Sistema Único de Saúde (SUS), incluindo 56 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo 20 adultos, 10 coronarianas, 06 pediátricas e 20 Neonatais. Possui Residência Médica em Cardiologia, Cirurgia Geral, Cirurgia Plástica, Cirurgia Vascular, Dermatologia, Ginecologia e Obstetrícia, Infectologia, Neurocirurgia, Oftalmologia, Ortopedia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Psiquiatria, Urologia, UTI, UTI Pediátrica e Neonatologia.[65]Educação[editar | editar código-fonte]
Faculdade de Ciências e Tecnologia do câmpus da UNESP Presidente Prudente.
Bloco III do Campus II da UNOESTE.
A Secretaria Municipal de Educação de Presidente Prudente (Seduc), foi criada legalmente pela lei nº 2296/83 de 21 de dezembro de 1983 e oferece cursos aos professores da Rede Municipal, promove projetos de alfabetização e desenvolve a utilização de Prédios Escolares Municipais fora dos horários de aulas e durante os período de férias para a realização de atividades culturais e recreativas. A Secretaria de Educação também é responsável pela coordenação com os órgãos federais e estaduais estabelecendo programas de ensino e educação em geral.[66]
Presidente Prudente conta com escolas em todas as regiões do município. Devido à intensa urbanização os poucos habitantes da zona rural têm fácil acesso a escolas em bairros urbanos próximos. A educação nas escolas estaduais tem um nível inferior ao das escolas municipais, mas a prefeitura está criando estudos para tornar a educação pública estadual ainda melhor, de modo a conseguir melhores resultados no IDEB.[67] O município em 2008 contava com aproximadamente 40.639 matrículas, 2673 docentes e 193 escolas nas redes públicas e particulares.[68] A taxa de alfabetização municipal é de 98%.[13]
O município também destaca-se pelas universidades como a Universidade Estadual Paulista (Presidente Prudente) (Unesp), União das Instituições Educacionais de São Paulo (Uniesp) e Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), e pelas instituições Centro Universitário Antônio Eufrásio de Toledo (Toledo), Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec), o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e o Sesi, que juntas concentram mais de 80 mil alunos, distribuídos em mais de 110 cursos diferentes de graduação e pós-graduação. A cidade conta com três universidades, duas faculdades e sete faculdades de educação a distância.[69]
Educação de Presidente Prudente em números[68]
NívelMatrículasDocentesEscolas (total)
Ensino pré-escolar385422165
Ensino fundamental27Â 680141787
Ensino médio9105735
Ciência e tecnologia[editar | editar código-fonte]
Presidente Prudente é considerada uma das cidades mais inovadoras do estado de São Paulo.[70] Em 2016, foi elaborada e entrou em vigor uma lei de incentivo e apoio à inovação tecnológica, à pesquisa científica e tecnológica e ao desenvolvimento tecnológico, com o objetivo de aproximar o governo municipal das instituições de ensino superior e facilitar investimentos em startups, pesquisa e desenvolvimento.[71] A lei também criou o Fundo Municipal de Inovação, que garante recursos financeiros para apoio em projetos de pesquisadores e empresários, a Bolsa Auxílio de Inovação para pessoas físicas que queiram desenvolver seus projetos (Startups), o Prêmio de Inovação, destinado ao reconhecimento às iniciativas e projetos de sucesso, o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação e Instituiu o Selo Municipal de Inovação para empresas que atuarem nesse tema e contribuírem com o desenvolvimento do município.[72] A cidade é a primeira do país a sancionar uma Lei Municipal de Inovação.
No ano de 2017, foi inaugurada a Fundação Inova Prudente, Fundação de Educação, Pesquisa e Inovação de Presidente Prudente "Vicente Furlanetto" (FUNDEPI), um espaço físico com infraestrutura e serviços destinados a integrar startups, empreendedores, pesquisadores e a sociedade, além de promover o desenvolvimento de empreendedores e pequenas empresas, a pesquisa aplicada para o melhoria ou criação de novos produtos ou processos, objetivando a inovação.[73] A instalação passou por reformas e em 2018 foi inaugurado o primeiro Coworking Municipal de Tecnologia e Inovação do Brasil.[74] O espaço abriga 120 ?coworkers?, 200 pesquisadores e 40 empresas.[75]
O governo municipal criou, no início de 2019, o Programa InovaTec, que concede a isenção de tarifas e taxas municipais, e redução de 60% na base de cálculo do Imposto Sobre Serviços (ISS) devido por essas empresas. Na prática, elas terão de pagar apenas 2% de ISS sobre o faturamento mensal, a menor taxa permitida pela legislação federal.[76] A Fundação Inova Prudente foi considerada um caso de sucesso na GovTech Conference, evento realizado pela StartSe e que ocorreu em abril de 2019 em São Paulo.[77]
O município possui também a Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente (INTEPP), que foi inaugurada em 2004, e seu objetivo é apoiar a geração, desenvolvimento e consolidação de empresas de base tecnológica, além de disponibilizar infraestrutura física e de serviços para a constituição de um novo negócio a fim de captar investimentos e conquistar o mercado gerando renda e empregos.[78]Criminalidade e segurança pública[editar | editar código-fonte]
Brasão da PMSP.
Como na maioria dos municípios médios e grandes brasileiros, a criminalidade também é um problema em Presidente Prudente apesar de ter os mais baixos índices da criminalidade no estado de SP . No ano de 2006 a taxa de homicídios no município foi de 12,0% para cada 100 mil habitantes. O índice de óbitos por arma de fogo, que era de 11,8 em 2002, pulou para 16,3 em 2003, sendo de 11,7 e 14,6 em 2004 e 2005, respectivamente, voltando a cair em 2006, ficando em 6,0 neste ano. A taxa de óbitos por acidentes de trânsito, que era de 22,7 em 2002, cresceu para 30,9 em 2006.[79]
A queda de homicídios por causas relacionadas à violência urbana se deve às medidas tomadas pela Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMSP), como o Registro Digital de Ocorrência (RDO), adotado em mais 46 municípios do estado de São Paulo. O RDO permite que os boletins de ocorrência (BOs) feitos nas unidades policiais sejam padronizados via intranet, armazenados em bancos de dados e consultados por outros órgãos policiais.[80] Também segundo o governo municipal, o Ministério das Cidades investe pouco na área da segurança em Presidente Prudente.[81]
A região de Presidente Prudente possui a maior concentração de presídios do Brasil, com uma população carcerária de 18.318 presos em 21 presídios, sendo que estas unidades possuem apenas 13.757 vagas, ou seja, a população carcerária está 33,15% acima da capacidade instalada dos presídios.[82] A instalação dos presídios no interior possibilitou que o governo do estado resolvesse dois problemas com uma única medida: afastou os presos dos grandes centros urbanos e atendeu as reivindicações para a criação de necessários novos postos de trabalhos para a população desses municípios. Com os presídios foram criadas 18 mil vagas de trabalhos estimadas para as unidades prisionais, a partir de investimentos de R$ 230 milhões[83]Serviços e comunicações[editar | editar código-fonte]
Agência da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos do município.
O serviço de abastecimento de água de Presidente Prudente é feito pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). 70% da água consumida no município é oriunda do Rio do Peixe e os outros 30% são captados do Rio Santo Anastácio e de pequenos reservatórios subterrâneos e mananciais.[84] 100% da zona urbana é atendida pela rede de distribuição de energia elétrica, sendo que em 2001 foram consumidos 112.454 megawatts/hora por ano e existiam cerca de 180 mil consumidores.[85]
Ainda há serviços de internet discada e banda larga (ADSL) sendo oferecidos por diversos provedores de acesso gratuitos e pagos. Na telefonia fixa a cidade foi atendida pela Empresa Telefônica Paulista[86][87] até 1973, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[88], que construiu as centrais telefônicas utilizadas até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[89], sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo[90] para suas operações. O serviço telefônico móvel, por telefone celular, é oferecido por diversas operadoras. Existe ainda acesso 3G , oferecido ao município desde 2009.[91] e 4G oferecido ao município desde 2013.[92] O código de área (DDD) de Presidente Prudente é 018[93] e o Código de Endereçamento Postal (CEP) da cidade vai de 19.000-000 a 19.109-999.[94] No dia 8 de janeiro de 2009 o município passou a ser servido pela portabilidade, juntamente com outras cidades de DDDs 018 e estados do Rio Grande do Sul (DDDs 51 e 55), Tocantins (63), Mato Grosso (65) e Amazonas (92 e 97).[95]
Há doze canais na faixa de Very High Frequency (VHF) - canais 2 a 13 - e 69 na faixa de Ultra High Frequency (UHF) - canais 14 a 83. Há também os canais em microondas (SHF) e os de satélite, de frequência muito melhor e que requerem receptores especiais. Estes receptores normalmente entregam o sinal para o televisor em um canal de VHF.[96] Também há um jornal de circulação diária em Presidente Prudente, "O Imparcial". A cidade contava com o "Oeste Notícias", porém, este foi fechado por sua diretoria no último dia 31 de janeiro.[97] Existem nove emissoras de rádio da cidade,[85] sendo as principais a "101 FM" e a "98 FM".[98]vde Canais de televisão aberta de Presidente PrudenteSinal digital
4.1 (33) SBT Interior (SBT)
7.1 (43) RecordTV Rio Preto (RecordTV)
10.1 (19) Band Paulista (Band)
14.1 (47) RBI TV
20.1 (49) RedeTV! São Paulo (RedeTV!)
22.1 (39) TV Cultura / 22.2 Univesp TV / 22.3 MultiCultura
25.1 (26) Rede Vida
31.1 TV Fronteira (Globo)
36.1 (35) RIT
46.1 (17) TV Gazeta
56.1 (55) CNT São Paulo (CNT)
58.1 (22) Ideal TV
Autorizados ouem implantação
24 TV Prevê (NGT e TV Brasil)
27 Rede Opinião (Esporte Interativo BR)
42 RBTV
50 RCI (Rede Mundial)
61 TV Câmara
Extintas
Geradoras
10 Band Paulista (Band) (1982-2018)
13 TV Fronteira (Globo) (1994-2018)
Retransmissoras
04 SBT Interior (SBT) (????-2018)
07 RecordTV Rio Preto (RecordTV) (????-2018)
14 RBI TV (????-2018)
20 RedeTV! São Paulo (RedeTV!) (????-2018)
22 TV Cultura (????-2018)
25 Rede Vida (????-2018)
30 TV Gazeta (????-2018)
36 RIT (????-2018)
53 Rede Mundial (????-2018)
56 CNT São Paulo (CNT) (????-2018)
58 Ideal TV (????-2018)
Predefinições deregiões adjacentes
Marília
Araçatuba
Paranavaí (PR)Transportes[editar | editar código-fonte]
Rodovia Raposo Tavares (SP-270), próximo à Presidente Prudente.
Vista da antiga estação ferroviária.
O município é servido pela hidrovia Tietê-Paraná, que facilita o escoamento dos produtos para os países do Mercosul.[99] Presidente Prudente também é servida em seu território pela Ferroban (Ferrovia Bandeirantes S.A.), em um antigo trecho que pertencia à já extinta Estrada de Ferro Sorocabana. Porém desde 1999 não há transporte ferroviário de passageiros, havendo apenas transporte de cargas.[100] O município possui fácil acesso à SP-270 (Rodovia Raposo Tavares) ligando São Paulo a Presidente Prudente e Presidente Epitácio a Mato Grosso do Sul; SP-501 (Rodovia Júlio Budisk)ligando Presidente Prudente à SP-294 - Comandante João Ribeiro de Barros. (Alta Paulista - Osvaldo Cruz, Dracena, Adamantina); e SP-425 (Rodovia Assis Chateaubriand) ligando Presidente Prudente com Santo Inácio (PR) e posteriormente à São José do Rio Preto e divisa com Minas Gerais. Além disso, tem acesso às rodovias de importância estadual e até nacional através de rodovias vicinais pavimentadas e com pista dupla. A cidade conta também com o Aeroporto Dr. Adhemar de Barros (IATA: PPB, ICAO: SBDN). Possui capacidade para 178 926 passageiros e é considerado como o terceiro maior do estado de São Paulo.[101]
A frota municipal no ano de 2009 era de 103.460 veículos, sendo 65.001 automóveis, 3.327 caminhões, 576 caminhões trator, 7.685 caminhonete, 272 micro-ônibus, 22.169 motocicletas, 3.650 motonetas, 743 ônibus e 37 tratores de roda.[102] As avenidas duplicadas e pavimentadas e diversos semáforos facilitam o trânsito da cidade, mas o crescimento no número de veículos nos últimos dez anos está gerando um tráfego cada vez mais lento de carros, principalmente na Sede do município. Além disso, tem se tornado difícil encontrar vagas para estacionar no centro comercial da cidade, o que vem gerando alguns prejuízos ao comércio, salientando, que em parte, essa dificuldade ocorre por culpa dos próprios comerciantes e seus funcionários, que estacionam seus carros nas poucas vagas existentes.[103]
Anteriormente, o transporte público de Presidente Prudente era feito por duas empresas: Transporte Coletivo Presidente Prudente (TCPP) e a Pruden Express.[104] Atualmente, após uma licitação, apenas uma empresa presta o serviço, a Prudente Urbano.[105][106] A Secretaria Municipal de Assuntos Viários (SEMAV) é o órgão municipal responsável pelo sistema de trânsito e de transporte da cidade. Ela regulamenta e regulariza o sistema de transporte público e gerencia o trânsito municipal. É formada pelo departamento de Planejamento, Transito, Transportes e Cooperação em Segurança Pública.[107]Cultura e lazer[editar | editar código-fonte]
Turismo, artes e eventos[editar | editar código-fonte]
Centro Cultural Matarazzo, um dos principais locais de lazer da cidade.
A cidade conta com vinte hotéis, quatro cinemas (820 lugares), dois teatros (555 lugares), sete anfiteatros, cinco bibliotecas e dois espaços para aeromodelismo.[85] O município conta ainda com treze clubes sociais, além do Estádio Municipal Eduardo José Farah (com a maior capacidade do interior do Brasil - 65 mil pessoas)[108] e a Arena Coberta do Rancho Quarto de Milha (a maior arena coberta da América Latina).[109]
Há eventos como Festival Nacional de Teatro (FENTEPP),[110] o Nikkei Fest,[111] o Festival Literário de Presidente Prudente (FLITPP),[112] a Festa das Nações[113] e a Expo-Prudente,[114] que fazem com que a cidade seja também pólo cultural da região. Para os momentos de lazer a cidade oferece o Centro Cultural Matarazzo, que conta com um complexo envolvendo a Biblioteca Municipal Dr. Abelardo de Cerqueira César, Escola Municipal de Artes Profª Jupyra Cunha Marcondes, Escola Municipal de Artes, Teatro Paulo Roberto Lisboa, Auditório Sebastião Jorge Chammé, Cinema Condessa Filomena Matarazzo, Boulevard Os Sombras e Os Temperamentais, Boulevard Praça dos Seresteiros de Presidente Prudente, Praça Coreto Francisco Artoni, Coreto, Salas Multiuso - para oficinas e ensaios, Galerias e Ateliê.[115] A cidade também conta com o Parque do Povo, a Cidade da Criança (são 70 hectares de área verde com infraestrutura, possuindo atrativos como: Teleférico, Trilha Ecológica, Zoológico, Parque Infantil, Kartódromo, Planetário, Observatório Astronômico, Parque Aquático, Associação dos Pescadores, Escola Livre do Meio Ambiente e dois lagos),[116] o Parque Ecológico Nelson Bugalho,[117] o Teatro Municipal Procópio Ferreira[118] e o Sesc Thermas.[119]Esportes[editar | editar código-fonte]
Partida entre Corinthians e Palmeiras no Prudentão, pelo Campeonato Paulista de 2009.
Depois da passagem da Prudentina, na década de 60 e do Grêmio Prudente Futebol em 2010, quando adotou o nome cidade, Presidente Prudente não conta mais com times na divisão principal do estado, apesar de ter um bom estádio, o Estádio Municipal Eduardo José Farah, Prudentão, fundado em 12 de outubro de 1982 e que hoje conta com capacidade de até 44.414 pessoas. A primeira partida realizada foi entre o Santos Futebol Clube e o já extinto Esporte Clube Corinthians, com público aproximado de 20.240 pessoas, sendo que a equipe santista ganhou por 1 a 0. O público recorde foi no jogo entre Sociedade Esportiva Palmeiras e Sport Club Corinthians Paulista, com 45.972 pessoas, em 3 de março de 1996, cujo resultado foi de 3 a 1 para o time palmeirense.[120] Nas divisões inferiores destacam-se o Oeste Paulista Esporte Clube[121] e o Presidente Prudente Futebol Clube.[122]
Em 23 de dezembro de 2010 foi inaugurado o Centro de Formação de Atletas Flávio Araújo, nome que homenageou o jornalista esportivo prudentino, e que fez grande carreira no rádio nacional. O Centro é referência na área esportiva, e conta com estrutura de atendimento médico e preparação física, quadra coberta e campo de futebol e é o Centro de Treinamento do Grêmio Prudente.[123] Quadra de vôlei de praia em Presidente Prudente, no Jardim Alto da Boa Vista.
Em outras modalidades esportivas, a cidade também passa por grandes investimentos na ampliação das praças esportivas, como o PUM (Parque de Uso Múltiplo), que conta com cinco quadras cobertas, um ginásio e vestiário para atletas.[124] O Centro Olímpico recebeu investimentos em modalidades olímpicas, como na pista de atletismo e nas piscinas de natação e pólo aquático. Também foi feita uma cobertura de quadras do parque do povo e grama sintética em seus dois campos de futebol.[125] O Estádio Municipal Caetano Peretti conta com alojamento para atletas amadores da cidade e reforma do campo com a possível construção de mais uma pista de atletismo no local.[126] A cidade conta ainda com doze estádio de gateball, sete ginásios esportivos e quatro estádio de beisebol.[85]Feriados[editar | editar código-fonte]
Em Presidente Prudente há três feriados municipais, oito feriados nacionais e três pontos facultativos. Os feriados municipais são: o dia de São Sebastião, em 20 de janeiro; o aniversário da cidade, em 14 de setembro; e a homenagem a Nossa Senhora da Conceição, em 8 de dezembro.[127]Ver também[editar | editar código-fonte]São Paulo
Interior de São Paulo
UNESP Presidente Prudente
Região Administrativa de Presidente Prudente
Mesorregião de Presidente Prudente
Microrregião de Presidente Prudente
Diocese de Presidente Prudente
Lista de municípios de São Paulo
Lista de municípios do BrasilReferências? a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 19 de março de 2018 ? a b «Distâncias rodoviárias». Areaseg. Consultado em 31 de dezembro de 2010 ? «Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista». Consultado em 24 de janeiro de 2011 ? «Área territorial oficial - Consulta por Município». Resolução da Presidência do IBGE de n° 1 (R.PR-1/2013). Consultado em 27 de abril de 2014. Cópia arquivada em 27 de abril de 2014 ? a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de agosto de 2018). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2018» (PDF). Consultado em 1 de outubro de 2018 ? Embrapa Monitoramento por Satélite. «São Paulo». Consultado em 11 de novembro de 2010 ? a b «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 3 de agosto de 2013 ? Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2011). «Tabela 1 - Produto Interno Bruto a preços correntes e Produto Interno Bruto per capita segundo as Grandes Regiões, as Unidades da Federação e os municípios - 2007-2011» (PDF). Consultado em 13 de setembro de 2014. Cópia arquivada (PDF) em 19 de maio de 2012 ? a b c d e f g h Cidades@ - IBGE (2005). «Produto Interno Bruto dos Municípios». Consultado em 29 de outubro de 2010 ? «Municípios e Distritos do Estado de São Paulo» (PDF). IGC - Instituto Geográfico e Cartográfico ? «Divisão Territorial do Brasil». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ? a b
Prefeitura. «História de Presidente Prudente». Consultado em 16 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 1 de dezembro de 2011Â ? a b c d e f g h i j k l m n
Museu Municipal de Presidente Prudente. «História de Presidente Prudente». Consultado em 16 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 1 de dezembro de 2011 ? a b c Cidades@ - IBGE. «Histórico». Consultado em 12 de novembro de 2010 ? Sites do Brasil. «Presidente Prudente». Consultado em 16 de novembro de 2010 ? a b Secretaria Municipal de Cultura. «História de Presidente Prudente». Consultado em 11 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 27 de abril de 2014 ? a b «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Presidente Prudente». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 27 de abril de 2014 ? «Classificacão Climática de Köppen do Estado de São Paulo». Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (CEPAGRI). Consultado em 19 de junho de 2011 ? a b c d «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 20 de maio de 2018 ? R7 (27 de agosto de 2010). «Com 8%, umidade do ar em Presidente Prudente é mais seca do que a do Saara». Consultado em 11 de novembro de 2010 ? a b c «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Presidente Prudente». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 27 de abril de 2014 ? «Sobre a cidade de Presidente Prudente». Consultado em 27 de abril de 2014. Cópia arquivada em 27 de abril de 2014 ? a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Presidente Prudente». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 27 de abril de 2014 ? «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Presidente Prudente». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 27 de abril de 2014 ? Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim (2005). «Intensidade e forma da ilha de calor urbana em Presidente Prudente/SP: episódios de inverno». Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Consultado em 12 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 19 de setembro de 2012 ? Prefeitura (22 de março de 2010). «Prudente avança na área de proteção ambiental e protege matas nativas na área urbana». Consultado em 12 de novembro de 2010. Cópia arquivada em 19 de setembro de 2012 ? «Câmara de Pres. Prudente aprova 'IPTU Ecológico' em 1ª discussão». 31 de março de 2015. Consultado em 1 de abril de 2015 ? «Câmara de Prudente aprova 18 projetos em Sessão Ordinária». 17 de março de 2015. Consultado em 1 de abril de 2015 ? a b Confederação Nacional de Municípios (CMN). «Demografia - População total». Consultado em 23 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2012 ? Confederação Nacional dos Municípios (CMN). «Demografia - População Urbana». Consultado em 23 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2012 ? Confederação Nacional dos Municípios (CMN). «Demografia - População Rural». Consultado em 23 de outubro de 2010. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2012 ? Ipeadata (2007). «Social: Desenvolvimento Humano 2007». Consultado em 23 de outubro de 2010 ? a b IBGE. «Indicadores sociais dos municípios brasileiros». Consultado em 23 de outubro de 2010 ? Sidra (Sistema IBGE de Recuperação de Dados Automática) (2000). «População de Presidente Prudente por raça e cor». Consultado em 23 de outubro de 2010 ? a b «Censo 2010 - Lista municípios e religiões, Exibir Registro [ Id: 3733 ]». Consultado em 15 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 15 de agosto de 2012 ? Cristiane Agostine (8 de outubro de 2009). «Senado aprova acordo com o Vaticano». O Globo. Consultado em 23 de outubro de 2010 ? Fernando Fonseca de Queiroz (Outubro de 2005). «Brasil: Estado laico e a inconstitucionalidade da existência de símbolos religiosos em prédios públicos». Jus Navigandi. Consultado em 23 de outubro de 2010. Arquivado do original em 22 de setembro de 2011 ? Igreja Assembleia de Deus. «História». Consultado em 23 de outubro de 2010 ? a b c «Lei Orgânica do Município de Presidente Prudente». Câmara de Presidente Prudente. Consultado em 24 de outubro de 2010 ? «CONHEÇA PRESIDENTE PRUDENTE». Consultado em 27 de abril de 2014. Cópia arquivada em 27 de abril de 2014 ? «Nelson Bugalho é eleito prefeito de Presidente Prudente». G1. 2 de outubro de 2016. Consultado em 4 de janeiro de 2017 ? «Vereadores». Câmara de Presidente Prudente. Consultado em 27 de abril de 2014 ? Tribunal Superior Eleitoral (2012). «Apuração 1º turno». Gazeta do Povo. Consultado em 27 de abril de 2014 ? «PRESIDENTE PRUDENTE - SP». Consultado em 15 de agosto de 2012 ? Tribunal Superior Eleitoral (TSE) (outubro de 2011). «Consulta Quantitativo». Consultado em 9 de dezembro de 2011 ? GrandeBrasil.com. «Presidente Prudente». Consultado em 12 de novembro de 2010 ? Prefeitura (21 de dezembro de 2009). «Ministro promete recursos para o Centro da Juventude no Ana Jacinta». Consultado em 12 de novembro de 2010 ? Casa da Sopa Francisco de Assis. «Projeto educando para renovar». Consultado em 12 de novembro de 2010 ? Roseli Loturco (7 de agosto de 2009). «Destaque para as médias». Você S.A. Consultado em 13 de novembro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2007). «Produção Agrícola Municipal - Cereais, Leguminosas e Oleaginosas». Consultado em 29 de outubro de 2010 ? a b Cidades@ - IBGE (2008). «Pecuária 2008». Consultado em 29 de outubro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2008). «Lavoura Temporária 2009». Consultado em 29 de outubro de 2010 ? Prudente Site. «Indústria». Consultado em 29 de outubro de 2010 ? Prefeitura (23 de julho de 2010). «Distrito Industrial da zona oeste concentra o maior número de indústrias em Prudente». Consultado em 29 de outubro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2008). «Estatísticas do Cadastro Central de Empresas». Consultado em 29 de outubro de 2010 ? Prudenshopping. «O Maior Centro de Compras do Oeste Paulista». Consultado em 29 de outubro de 2010 ? Prudente AM (22 de outubro de 2010). «Mercado - Consumidor tem menos vontade de ir às compras neste Natal». Consultado em 29 de outubro de 2010 ? Prudente Parque Shopping. «O SHOPPING». Consultado em 20 de Março de 2012 ? Confederação Nacional de Municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Domicílios Particulares Permanentes e Moradores». Consultado em 30 de outubro de 2010 ? Confederação Nacional de Municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Abastecimento de Água». Consultado em 30 de outubro de 2010 ? Confederação Nacional de Municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Destino do Lixo». Consultado em 30 de outubro de 2010 ? Confederação Nacional de Municípios (CMN). «Infra-Estrutura - Esgotamento Sanitário». Consultado em 30 de outubro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2005). «Serviços de Saúde 2005». Consultado em 30 de outubro de 2010 ? DATASUS. «Caderno de Informações de Saúde - Informações Gerais» (xls). Consultado em 30 de outubro de 2010 ? «HR»Â ? Prefeitura. «Educação». Consultado em 1º de novembro de 2010 ? Governo Federal. «Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) - Resultados e Metas». Consultado em 1º de novembro de 2010. Arquivado do original em 9 de outubro de 2007 ? a b Cidades@ - IBGE (2009). «Ensino, matrículas, docentes e rede escolar 2009». Consultado em 1º de novembro de 2010 ? Lucrativa. «Faculdades e Universidades em Presidente Prudente». Consultado em 1º de novembro de 2010 ? Ortega, João (26 de abril de 2019). «Presidente Prudente: a prova de que governo e startups juntos geram mais inovação». StartSe. Consultado em 28 de abril de 2019 ? «Prefeito sanciona Lei Municipal de Inovação que traz benefícios ao setor tecnológico - Site Oficial da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente». presidenteprudente.sp.gov.br. Consultado em 28 de abril de 2019 ? Prudente, Do G1 Presidente (12 de abril de 2016). «Lei de Inovação prevê incentivos a projetos tecnológicos em Prudente». Presidente Prudente e Região. Consultado em 28 de abril de 2019 ? «Prefeito sanciona lei que institui o Centro de Inovação Tecnológica em Prudente - Site Oficial da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente». presidenteprudente.sp.gov.br. Consultado em 29 de abril de 2019 ? «Entrega da reforma da Inova Prudente e inauguração do Coworking serão nesta segunda - Site Oficial da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente». www.presidenteprudente.sp.gov.br. Consultado em 28 de abril de 2019 ? «Inova Prudente». www.inovaprudente.com.br. Consultado em 28 de abril de 2019 ? «Programa InovaTec traz benefícios fiscais a empreendedores de Prudente - Site Oficial da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente». www.presidenteprudente.sp.gov.br. 1 de fevereiro de 2019. Consultado em 29 de abril de 2019 ? Imparcial, Jornal O. «Inova Prudente é case de sucesso na GovTech Conference, em SP». imparcial.com.br/. Consultado em 28 de abril de 2019 ? «Histórico ? INTEPP | Incubadora Tecnológica de Presidente Prudente». Consultado em 29 de abril de 2019 ? Ritla (2008). «Base de dados dos municípios» (xls). Mapa da Violência dos Municípios Brasileiros-2008. Consultado em 1º de novembro de 2010 ? Secretaria de Estado da Segurança Pública (27 de maio de 2010). «Sistemas de inteligência criam o mapa da criminalidade». Consultado em 1º de novembro de 2010. Arquivado do original em 22 de junho de 2012 ? Prefeitura (15 de maio de 2009). «Tupã abre Oficina e cobra governo federal». Consultado em 1º de novembro de 2010 ? [1]. Jornal Oeste Notícias, 13 de agosto de 2010 (visitado em 27 de novembro de 2015)? [2]. UNICAMP - ?Cidades Carcerárias?: Migração e Presídios em Regiões de São Paulo* (visitado em 27 de novembro de 2015)? Colégio Cristo Rei. «Projeto Água». Consultado em 1º de novembro de 2010 ? a b c d Prudens!te. «A Cidade - perfil». Consultado em 11 de novembro de 2010 ? «Relação do patrimônio da Empresa Telefônica Paulista incorporado pela Telesp» (PDF). Diário Oficial do Estado de São Paulo ? «Telesp assume controle da Cia. Telefônica Rio Preto e da Empresa Telefônica Paulista». Acervo O Estado de São Paulo ? «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) ? «Nossa História». Telefônica / VIVO ? GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 ? Sonimar Calmona. «Telefonia 3G chega a Presidente Prudente». Consultado em 1º de novembro de 2010 ? http://www.imparcial.com.br/site/sistema-4g-comeca-a-funcionar-hoje-em-82-bairros-de-prudente? Guiatel. «São Paulo». Consultado em 1º de novembro de 2010. Arquivado do original em 30 de julho de 2011 ? Correios. «CEP de cidades brasileiras». Consultado em 1º de novembro de 2010 ? Lorenna Rodrigues (8 de janeiro de 2009). «Portabilidade chega hoje ao oeste paulista, Porto Alegre e Manaus». Folha Online. Consultado em 1º de novembro de 2010 ? Guia de Presidente Prudente. «Emissoras de Televisão». Consultado em 1º de novembro de 2010 ? PortalPrudentino. «Jornal de Prudente encerra publicações após 18 anos». Consultado em 4 de fevereiro de 2013 ? Lucrativa. «Emissoras de Rádio em Presidente Prudente». Consultado em 1º de novembro de 2010 ? Guia Presidente Prudente. «Transportes». Consultado em 2 de novembro de 2010 ? Estações Ferroviárias do Brasil (7 de agosto de 2010). «Histórico da linha». Consultado em 2 de novembro de 2010 ? Guia Presidente Prudente. «Acesso». Consultado em 2 de novembro de 2010 ? Cidades@ - IBGE (2009). «Frota 2009». Consultado em 2 de novembro de 2010 ? Mônica Berdoni (21 de novembro de 2009). «Vestibulandos da Unoeste enfrentam chuva e congestionamento». Grupo Notícia. Consultado em 2 de novembro de 2010 ? Prefeitura (11 de junho de 2010). «Empresas de transporte urbano de passageiros querem reajuste tarifário de 31%». Consultado em 2 de novembro de 2010 ? «Com tarifa de R$ 3,50, Pruden Express vence licitação do transporte coletivo em Presidente Prudente». G1. Consultado em 13 de janeiro de 2019 ? «Prefeitura homologa contrato com vencedora de licitação para transporte coletivo - Site Oficial da Prefeitura Municipal de Presidente Prudente». www.presidenteprudente.sp.gov.br. Consultado em 13 de janeiro de 2019 ? Prefeitura. «Assuntos Viários e Cooperação em Segurança Pública». Consultado em 2 de novembro de 2010 ? Templos do Futebol. «Estádio Eduardo José Farah». Consultado em 4 de novembro de 2010 ? Guia Presidente Prudente. «Rancho Quarto de Milha». Consultado em 4 de novembro de 2010 ? Site FENTEPP. «XVII Fentepp: abra a porta e entre». Consultado em 3 de novembro de 2010. Arquivado do original em 22 de agosto de 2010 ? «Sobre o Nikkei Fest | Nikkei Fest». Consultado em 28 de abril de 2019 ? «FLITPP Festival Literário de Presidente Prudente». FLITPP Festival Literário de Presidente Prudente. Consultado em 28 de abril de 2019 ? Prefeitura (3 de julho de 2010). «Festa das Nações reúne gastronomia de 14 países e espera 60 mil pessoas em quatro dias». Consultado em 3 de novembro de 2010 ? Paraguacity (20 de agosto de 2010). «47ª Expo-Prudente será de 3 a 14 de setembro e recebe quase 20 atrações». Consultado em 3 de novembro de 2010 ? Secretaria de Cultura de Presidente Prudente. «Centro Cultural Matarazzo». Consultado em 3 de novembro de 2010 ? Guia Presidente Prudente. «Parque Ecológico - Cidade da Criança». Consultado em 4 de novembro de 2010 ? «Presidente Prudente ganha Parque Ecológico». Governo do Estado de São Paulo. 20 de maio de 2016. Consultado em 28 de abril de 2019 ? Guia Presidente Prudente. «Teatro Municipal Procópio Ferreira». Consultado em 4 de novembro de 2010 ? Guia Presidente Prudente. «Sesc Thermas». Consultado em 4 de novembro de 2010 ? O Gol. «Eduardo José Farah (Prudentão)». Consultado em 5 de outubro de 2010 ? O Gol. «Oeste Paulista Esporte Clube». Consultado em 5 de novembro de 2010 ? O Gol. «Presidente Prudente Futebol Clube». Consultado em 5 de novembro de 2010 ? «Site oficial da Prefeitura de Presidente Prudente»Â ? Guia Presidente Prudente. «Parque de Uso Múltiplo». Consultado em 5 de novembro de 2010 ? Guia Presidente Prudente. «Centro Olímpico». Consultado em 5 de novembro de 2010 ? Prefeitura (25 de março de 2010). «Ampliação do Centro de Treinamento do Caetano Peretti deve beneficiar atletas». Consultado em 5 de novembro de 2010 ? Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB-SP) (8 de fevereiro de 2002). «Justiça Federal divulga feriados municipais nos fóruns». Consultado em 4 de novembro de 2010Â
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
O Wikivoyage possui o guia Presidente PrudenteOutros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Definições no Wikcionário
Textos originais no Wikisource
Imagens e media no Commons
Categoria no Commons
Commons
Commons
Wikisource
WikcionárioPrefeitura de Presidente Prudente (em português)
Câmara Municipal de Presidente Prudente (em português)
Secretaria de Cultura de Presidente Prudente (em português)
Dados do IBGE de Presidente Prudente (em português)
Mapas
Presidente Prudente no WikiMapia (em português)
Presidente Prudente no Google Maps (em português)
vde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [3] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)
vde São Paulo Portal ? Geografia, Política, Cultura, EsportesCapitalSão PauloRegiões MetropolitanasComplexo Metropolitano Expandido ? Baixada Santista ? Campinas ? Ribeirão Preto ? São Paulo ? Sorocaba ? Vale do ParaíbaRegiões AdministrativasAraçatuba ? Barretos ? Bauru ? Campinas ? Central ? Franca ? Itapeva ? Marília ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Santos ? São Paulo ? São José do Rio Preto ? São José dos Campos ? SorocabaRegiões de GovernoAdamantina ? Andradina ? Araçatuba ? Araraquara ? Assis ? Avaré ? Barretos ? Bauru ? Botucatu ? Bragança Paulista ? Campinas ? Caraguatatuba ? Catanduva ? Cruzeiro ? Dracena ? Fernandópolis ? Franca ? Guaratinguetá ? Itapetininga ? Itapeva ? Jales ? Jaú ? Jundiaí ? Limeira ? Lins ? Marília ? Ourinhos ? Piracicaba ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Rio Claro ? Santos ? São Carlos ? São João da Boa Vista ? São Joaquim da Barra ? São José do Rio Preto ? São José dos Campos ? Sorocaba ? Taubaté ? Tupã ? VotuporangaRegiões geográficas intermediáriasAraçatuba ? Araraquara ? Bauru ? Campinas ? Marília ? Presidente Prudente ? Ribeirão Preto ? São José dos Campos ? São José do Rio Preto ? São Paulo ? SorocabaRegiões geográficas imediatasAdamantina-Lucélia ? Amparo ? Andradina ? Araçatuba ? Araraquara ? Araras ? Assis ? Avaré ? Barretos ? Bauru ? Birigui-Penápolis ? Botucatu ? Bragança Paulista ? Campinas ? Caraguatatuba-Ubatuba-São Sebastião ? Catanduva ? Cruzeiro ? Dracena ? Fernandópolis ? Franca ? Guaratinguetá ? Itapetininga ? Itapeva ? Ituverava ? Jales ? Jaú ? Jundiaí ? Limeira ? Lins ? Marília ? Mogi Guaçu ? Ourinhos ? Piracicaba ? Piraju ? Presidente Epitácio-Presidente Venceslau ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Rio Claro ? Santa Fé do Sul ? São José do Rio Pardo-Mococa ? Santos ? São Carlos ? São João da Boa Vista ? São Joaquim da Barra-Orlândia ? São José dos Campos ? São José do Rio Preto ? São Paulo ? Sorocaba ? Tatuí ? Taubaté-Pindamonhangaba ? Tupã ? VotuporangaMais de 1 000 000 habitantesSão Paulo ? Guarulhos ? CampinasMais de 500 000 habitantesSão Bernardo do Campo ? Santo André ? Osasco ? São José dos Campos ? Ribeirão Preto ? SorocabaMais de 200 000 habitantesMauá ? São José do Rio Preto ? Santos ? Mogi das Cruzes ? Diadema ? Jundiaí ? Carapicuíba ? Piracicaba ? Bauru ? São Vicente ? Itaquaquecetuba ? Franca ? Guarujá ? Taubaté ? Praia Grande ? Limeira ? Suzano ? Taboão da Serra ? Sumaré ? Barueri ? Embu das Artes ? São Carlos ? Indaiatuba ? Cotia ? Marília ? Americana ? Araraquara ? Jacareí ? Itapevi ? Presidente Prudente ? Hortolândia ? Rio ClaroMais de 100 000 habitantesAraçatuba ? Santa Bárbara d'Oeste ? Ferraz de Vasconcelos ? Francisco Morato ? Itapecerica da Serra ? Itu ? Bragança Paulista ? Pindamonhangaba ? São Caetano do Sul ? Itapetininga ? Mogi Guaçu ? Franco da Rocha ? Jaú ? Botucatu ? Atibaia ? Araras ? Santana de Parnaíba ? Cubatão ? Valinhos ? Sertãozinho ? Ribeirão Pires ? Jandira ? Catanduva ? Barretos ? Guaratinguetá ? Birigui ? Votorantim ? Tatuí ? Várzea Paulista ? Salto ? Caraguatatuba ? Itatiba ? Poá ? Ourinhos ? Assis ? Leme ? PaulíniaSudeste, Brasil
Portal do Brasil Portal de São Paulo

POSTAGENS RELACIONADOS


DESENVOLVIMENTO DE LOJA VIRTUAL EM PRESIDENTE SARNEY


desenvolvimento de loja virtual em Presidente Sarney

Encontre desenvolvimento de loja virtual em Presidente Sarney na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO DE LOJA VIRTUAL EM PRESIDENTE TANCREDO NEVES


desenvolvimento de loja virtual em Presidente Tancredo Neves

Encontre desenvolvimento de loja virtual em Presidente Tancredo Neves na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO DE LOJA VIRTUAL EM PRESIDENTE VARGAS


desenvolvimento de loja virtual em Presidente Vargas

Encontre desenvolvimento de loja virtual em Presidente Vargas na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO DE LOJA VIRTUAL EM PRESIDENTE VENCESLAU


desenvolvimento de loja virtual em Presidente Venceslau

Encontre desenvolvimento de loja virtual em Presidente Venceslau na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO