desenvolvimento asp em Rodrigues Alves

Encontre desenvolvimento asp em Rodrigues Alves na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Desenvolvimento

Acto ou efeito de desenvolver.
Crescimento.
Ampliação.
Minuciosidade.


Rodrigues Alves

Nota: Para outros significados, veja Rodrigues Alves (desambiguação).
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.?Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Rodrigues Alves
5.º Presidente do Brasil
Período15 de novembro de 1902 a 15 de novembro de 1906 Vice-presidenteNenhum (1902-1903)Afonso Pena (1903-1906) AntecessorCampos Sales SucessorAfonso Pena

Senador por São Paulo
Período3 de maio de 1916 a 14 de novembro de 1918 Período3 de maio de 1897 a 30 de abril de 1900
Período3 de maio de 1893 a 14 de novembro de 1894
9º Presidente do Estado de São Paulo
Período1 de maio de 1912 a 1 de abril de 1916 AntecessorManuel de Albuquerque Lins
SucessorAltino Arantes
5º Presidente do Estado de São Paulo
Período1 de maio de 1900 a 13 de fevereiro de 1902 AntecessorFernando Prestes SucessorBernardino de Campos Júnior
50º Presidente da Província de São Paulo
Período19 de novembro de 1887 a 27 de abril de 1888 AntecessorO Conde de Parnaíba
SucessorDutra Rodrigues
Dados pessoais
Nome completoFrancisco de Paula Rodrigues Alves Nascimento7 de julho de 1848 Guaratinguetá, São Paulo Morte16 de janeiro de 1919 (70 anos) Rio de Janeiro, Distrito Federal Nacionalidadebrasileiro Alma materFaculdade de Direito da Universidade de São Paulo
CônjugeAna Guilhermina Borges PartidoConservador (até 1889)Republicano Paulista (1889?1919) Profissãoadvogado
Assinatura















Constituição brasileira de 1891, página da assinatura de Rodrigues Alves (terceira assinatura). Acervo Arquivo Nacional
Francisco de Paula Rodrigues Alves (Guaratinguetá, 7 de julho de 1848 ? Rio de Janeiro, 16 de janeiro de 1919) foi um advogado, político brasileiro, Conselheiro do Império, presidente da província de São Paulo, presidente do estado de São Paulo, ministro da fazenda e quinto presidente do Brasil.
Governou São Paulo por três mandatos: 1887-1888, como presidente da província, e como quinto presidente do estado de 1900 a 1902 e como nono presidente do estado de 1912 a 1916.
Elegeu-se duas vezes, cumprindo integralmente o primeiro mandato (1902 a 1906), mas faleceu antes de assumir o segundo mandato (que deveria se estender de 1918 a 1922).Índice1 Biografia1.1 Início da carreira política
1.2 Governo de São Paulo
1.3 Presidente da República
1.4 O último governo em São Paulo e a reeleição para Presidente do Brasil
1.5 Composição do governo
2 Cronologia sumária
3 Referências
4 Notas
5 Bibliografia
6 Ligações externasBiografia[editar | editar código-fonte]
Início da carreira política[editar | editar código-fonte]
Filho do português Domingos Rodrigues Alves (natural de Ponte de Lima) e de Isabel Perpétua de Marins, estudou no Colégio Pedro II no Rio de Janeiro. O pai veio para o Brasil em 1832, fixando-se em Guaratinguetá; abandonou a vida de comércio e se dedicou à lavoura, tornando-se plantador de café. Casou-se com a filha de Antônio de Paula e Silva, um membro de uma antiga família local, Isabel; a outra filha de Paula e Silva, Guilhermina, se casou com o filho do Visconde de Guaratinguetá, José Martiniano de Oliveira Borges. Viviam no Largo do Rosário, hoje Praça Conselheiro Rodrigues Alves, e tiveram 13 filhos. Domingos Rodrigues Alves morreu aos 94 anos.
Depois dos estudos, passou para o Colégio Pedro II, e ali permaneceu sete anos no internato. Era colega de Joaquim Nabuco, que dizia nunca ter tirado o primeiro lugar por culpa de Rodrigues Alves! Bacharelou-se em letras e diplomou-se na tradicional Academia do Largo de São Francisco (Academia de Direito de São Paulo, hoje USP), na turma de 1870. A ela, em determinado período, pertenceram também Rui Barbosa, Aureliano Coutinho, Castro Alves e Afonso Pena. Também pertenceu a essa privilegiada turma o paranaense Brasílio Itiberê da Cunha, autor da modinha A Sertaneja, a primeira manifestação nacionalista na música brasileira. Itiberê foi destacado diplomata, honrando seu grupo acadêmico. Segundo Afonso Arinos foi a turma mais gloriosa que jamais cursou qualquer faculdade de direito brasileira.
Em 1875 casou-se com Ana Guilhermina de Oliveira Borges, neta de Francisco de Assis e Oliveira Borges, Visconde de Guaratinguetá, cuja propriedade principal era a Fazenda das Três Barras.
O visconde era de humilde extração, diz Afonso Arinos. Filho de pais pouco abonados, a fortuna veio a princípio da primeira esposa. No decorrer da sua existência, pelas suas qualidades pessoais e pelo seu amor ao trabalho, transformou-se em verdadeiro potentado. Falecido em 1879, sendo Rodrigues Alves advogado da viúva e inventariante, verificou-se que devia ser um dos homens mais ricos do Brasil no Segundo Reinado. O montante partilhável foi a mais de mil contos, fortuna gigantesca pois correspondia a meio por cento de toda a circulação monetária do país.
A carreira política de Rodrigues Alves começou apoiada em dois importantes e sólidos pilares: primeiro, a influência que lhe passou o poderoso visconde, chefe conservador da província, escolhido justamente por representar na época a região que, em razão da enorme produção cafeeira, era a mais rica de São Paulo. Segundo, o fato de pertencer à Burschenschaft ou Bucha como chamavam os estudantes, misteriosa sociedade secreta que existiu por muitos anos no Largo de São Francisco. De seus quadros saíram um sem número de estadistas com fortíssima influência na política brasileira do final do Império e na República Velha.
Foi juiz de paz, promotor e vereador em Guaratinguetá, deputado provincial e geral pelo Partido Conservador. Empresário de sucesso do ramo do café, tornou-se a terceira maior fortuna do país; a fazenda onde morava tinha quatrocentos cômodos e as refeições eram servidas em talheres de vermeil.[nota 1]Governo de São Paulo[editar | editar código-fonte]
Governou São Paulo entre 1887 e 1888 como presidente da província de São Paulo e foi conselheiro do império, título que usou até o fim da vida, sempre chamado de "Conselheiro Rodrigues Alves", e pela alcunha de Chiquinho de Paula. Seu filho, Oscar Rodrigues Alves e seu irmão Virgílio Rodrigues Alves, também se destacaram na política paulista.
Com o advento da República filia-se ao Partido Republicano Paulista (PRP) ao qual permaneceria afiliado até o fim da vida. Em 1890 foi eleito deputado para a Assembleia Constituinte e em 1891 foi nomeado ministro da Fazenda do governo de Floriano Peixoto. Em 1893 foi eleito senador por seu estado, renunciando em 1894 para ocupar novamente a pasta da Fazenda no governo Prudente de Morais. Rodrigues Alves foi o negociador da consolidação dos empréstimos externos com os banqueiros ingleses da Família Rothschild.
Rodrigues Alves foi presidente do estado de São Paulo em 1900, antes de assumir a presidência da República em 1901, época na qual inaugurou a primeira usina hidrelétrica da São Paulo Light, a Usina de Santana de Parnaíba, conhecida como Barragem Edgard de Souza.
Em seu segundo governo em São Paulo, em 1901, explodiu uma revolta em Paranaíba no sul do Mato Grosso do Sul que ameaçou o oeste de São Paulo levando Rodrigues Alves a enviar tropas estaduais para a região, e houve neste governo grandes surtos de febre amarela e outras doenças fatais.Presidente da República[editar | editar código-fonte]
Presidente Rodrigues Alves.
Rodrigues Alves foi eleito presidente da república em 1 de março de 1902, obtendo 592.039 votos contra 42.542 de seu principal competidor Quintino Bocaiúva. O vice-presidente eleito foi Francisco Silviano de Almeida Brandão, que faleceu, sendo substituído por Afonso Pena.[1] O comboio presidencial na inauguração da Avenida Central (Angelo Agostini, O Malho, 1904).
Em seu governo ocorreu a campanha de vacinação obrigatória contra a varíola, promovida pelo médico sanitarista e ministro da Saúde Osvaldo Cruz. A obrigatoriedade de vacinação provocou uma revolta popular que ficou conhecida como Revolta da Vacina, movimento ocorrido em 1904, com a adesão também dos alunos da Escola Militar da Praia Vermelha, que acabou sendo fechada. Rodrigues Alves promoveu a reforma urbana da cidade do Rio de Janeiro, realizada sob os planos do seu prefeito, o engenheiro Pereira Passos, que incluiu, além do remodelamento da cidade, a melhoria de estradas de ferro e a construção do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Houve também o Convênio de Taubaté, que foi a primeira política de valorização do café. Esse convênio reuniu São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Os três estados decidiram que o governo federal compraria e estocaria as sacas de café para evitar a queda de preço.Também determinaram um imposto de três francos por saca exportada.
Sua administração financeira foi muito bem sucedida. O presidente dispunha de muito dinheiro, já que seu governo coincidiu com o auge do ciclo da borracha no Brasil, cabendo ao país 97% da produção mundial. Em 1903, Rodrigues Alves comprou a região do Acre da Bolívia, pelo Tratado de Petrópolis - processo conduzido pelo então diplomata José Maria da Silva Paranhos Júnior (barão do Rio Branco). Deixou a presidência com grande prestígio, sendo chamado "o grande presidente".
Depois de Rodrigues Alves, nenhum paulista governou o Brasil, exceto por alguns dias Ranieri Mazzilli e Ulysses Guimarães, até 2016, quando Michel Temer assumiu o cargo por ser vice de Dilma Rousseff, afastada da presidência. Em 2018 foi eleito Jair Bolsonaro, primeiro presidente paulista eleito de forma direta desde Rodrigues Alves.[2]O último governo em São Paulo e a reeleição para Presidente do Brasil[editar | editar código-fonte]
Conselheiro Rodrigues Alves e quatro de seus filhos.
Retrato do Conselheiro Rodrigues Alves, por Carlo de Servi.
Estátua em homenagem a Rodrigues Alves, no centro de Guaratinguetá.
Em 1912, foi novamente eleito presidente do estado de São Paulo, ficando vários meses afastado por motivo de doença, e, em 1916, encerrado o mandato de Presidente de São Paulo, voltou a ocupar uma cadeira no Senado Federal. Dado o prestígio de Rodrigues Alves em todo o Brasil, o Presidente Hermes da Fonseca não se arriscou a declarar a intervenção federal em São Paulo, como fizera com os outros estados que não apoiaram sua candidatura em 1910, na sua Política das Salvações.
Neste governo iniciou a restauração do Rodovia Caminho do Mar, chamada de Estrada do Vergueiro, construiu a Ponte no Rio Tietê em Barra Bonita, que existe até hoje.
Em 1912, reorganizou o Gabinete de Investigações e Capturas criado em 1910, o que modernizou e reequipou a Polícia Civil de São Paulo.
Também em 1912, a lei 1357, implantou a Faculdade de Medicina e Cirurgia de São Paulo, atual Faculdade de Medicina da USP, sendo que as primeiras aulas foram dadas já em 1913.
Foi eleito para o segundo mandato como presidente em 1º de março de 1918 com quase a totalidade dos votos: 386.467 votos contra 1.258 votos obtidos por Nilo Peçanha.
Contraiu a gripe espanhola e não tomou posse na presidência da república em 15 de novembro de 1918.[3] O vice-presidente eleito Delfim Moreira o substituiu na presidência no dia 15 de novembro de 1918. Em virtude do falecimento de Rodrigues Alves, ocorrido em janeiro de 1919, Delfim Moreira assumiu interinamente até ser feita nova eleição (à época a Constituição previa que o vice só assumiria definitivamente, caso o presidente morresse depois de dois anos de sua posse, ou seja, a metade de seu mandato).[4] De sua posse em 15 de novembro até o falecimento de Rodrigues Alves, Delfim Moreira sempre o visitava para pedir sua orientação e conselhos.
Rodrigues Alves morreu em sua casa, na Rua Senador Vergueiro, no bairro do Flamengo. Seu corpo embalsamado foi velado na capela do Palácio do Catete e depois sepultado em Guaratinguetá[5], no Cemitério da Irmandade do Senhor dos Passos.
É homenageado dando seu nome à cidade de Presidente Alves.Composição do governo[editar | editar código-fonte]
Ministros
Fazenda: José Leopoldo de Bulhões Jardim
Guerra: general Francisco de Paula Argolo
Indústria, Viação e Obras Públicas: Lauro Severiano Müller
Justiça e Negócios Interiores: José Joaquim Seabra, Félix Gaspar de Barros e Almeida
Marinha: vice-almirante Júlio César de Noronha
Relações Exteriores: José Joaquim Seabra - interino; José Maria da Silva Paranhos Júnior, o Barão do Rio Branco.
Cronologia sumária[editar | editar código-fonte]
Vereador em Guaratinguetá - 1886 ? 1870
Deputado provincial de São Paulo - 1872 ? 1884
Deputado Geral - 1885 ? 1887
Presidente da província de São Paulo - 1887 ? 1888
Conselheiro do Império - 1888
Deputado Federal Constituinte - 1891 ? 1893
Senador da República - 1893 ? 1899
Ministro da Fazenda - 1891 ? 1892 e 1894 ? 1896
Presidente de São Paulo - 1900 ? 1902 e 1912 ? 1916
Presidente da República - 1902 ? 1906
Referências? Porto, Walter Costa. O voto no Brasil. [S.l.]: Topbooks ? «Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil». VEJA.com ? McCann, Frank D. Soldiers of the Pátria: A History of the Brazilian Army, 1889-1937. [S.l.]: Stanford University Press. ISBN 9780804732222 ? Tales Pinto. «Regência republicana de Delfim Moreira». alunosonline.uol.com. Consultado em 12 de fevereiro de 2017.? «Fiéis visitam túmulo vazio no interior de SP» (O Estado de S. Paulo). 2 de novembro de 2001. Consultado em 18 de janeiro de 2013
Notas? Vermeil é uma combinação de prata com outros metais, o que dá uma tonalidade avermelhada ao material. O uso de talheres e outros utensílios fabricados com este material era símbolo de riqueza. (Equipamentos, usos e costumes da casa brasileira: Objetos, autor Ernani Silva Bruno, página 197 - ISBN 8586297062)
Bibliografia[editar | editar código-fonte]
AMARAL, Márcio Tavares do, MELO FRANCO, Afonso Arinos, A Vida dos Grandes Brasileiros - Rodrigues Alves, Editora Três, 1974.
BARBOSA, Francisco de Assis. Retratos de Família. Livraria José Olympio editora, Rio de Janeiro, 1954.
CHALITA, Gabriel, Org.. Vale do Paraíba: Política e Sociedade. Aparecida: Editora Santuário, 1993.
COELHO, Benedito Carlos Marcondes. O Pacote da Saúde no Governo de Rodrigues Alves.
GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO. Centenário do Conselheiro Rodrigues Alves. São Paulo: Editora Secretaria de Fazenda, 1951.
KOIFMAN, Fábio, Organizador - Presidentes do Brasil. Rio de Janeiro: Editora Rio, 2001.
MELO FRANCO, Afonso Arinos de. Rodrigues Alves: Apogeu e Declínio do Presidencialismo. Rio de Janeiro: José Olympio Editora, 1973, 2 vols.
RICARDO, Cassiano. Centenário do Conselheiro Rodrigues Alves. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 1951.
RODRIGUES ALVES, Francisco de Paula. Mensagem ao Congresso do Estado, anos de 1888, 1900, 1901, 1902, 1912, 1913, 1914, 1915, 1916.
SILVA, Gastão Pereira da. Rodrigues Alves e Sua Época. São Paulo: Ed. A Noite, s.d..
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rodrigues AlvesO Wikiquote possui citações de ou sobre: Rodrigues Alves
O governo Rodrigues Alves no sítio oficial da Presidência da República do Brasil
Relatório apresentado à Assembleia Legislativa Provincial de São Paulo pelo presidente da província, exmo. sr. dr. Francisco de Paula Rodrigues Alves, no dia 10 de janeiro de 1888
Relatório com que o exmo. sr. dr. Francisco de Paula Rodrigues Alves passou a administração da província de São Paulo ao exmo. sr. dr. Francisco Antônio Dutra Rodrigues 1º vice-presidente no dia 27 de abril de 1888
Mensagem enviada ao Congresso do Estado de São Paulo a 7 de abril de 1901 pelo dr. Francisco de Paula Rodrigues Alves, presidente do estado
Manifesto inaugural de Francisco de Paula Rodrigues Alves, presidente eleito para o quadriênio de 1902 a 1906, em 15 de novembro de 1902
Mensagem apresentada ao Congresso Nacional na abertura da 1ª sessão da 5ª legislatura pelo Presidente da República Francisco de Paula Rodrigues Alves em 3 de maio de 1903
Mensagem enviada ao Congresso do Estado de São Paulo a 14 de julho de 1912 pelo dr. Francisco de Paula Rodrigues Alves, presidente do estado
Mensagem enviada ao Congresso do Estado de São Paulo a 14 de julho de 1913 pelo dr. Francisco de Paula Rodrigues Alves, presidente do estado
Mensagem enviada ao Congresso do Estado a 14 de julho de 1915 pelo dr. Francisco de Paula Rodrigues Alves, Presidente do Estado de São Paulo
Mensagem apresentada ao exmo. sr. dr. Altino Arantes Marques em 1 de maio de 1916 pelo exmo. sr. dr. Francisco de Paula Rodrigues Alves Precedido porAntônio de Queirós Teles
50º Presidente da Província de São Paulo1887 ? 1888
Sucedido porFrancisco Antônio Dutra Rodrigues Precedido porAntão Gonçalves de Faria
Ministro da Fazenda do Brasil1891 ? 1892
Sucedido porAntão Gonçalves de Faria Precedido porAntão Gonçalves de Faria
Ministro da Justiça do Brasil1891 ? 1892
Sucedido porInocêncio Serzedelo Correia Precedido porAlexandre Cassiano do Nascimento
Ministro da Fazenda do Brasil1894
Sucedido porBernardino José de Campos Júnior Precedido porFernando Prestes de Albuquerque
5º Presidente de São Paulo1900 ? 1902
Sucedido porDomingos de Morais Precedido porCampos Sales
5º Presidente do Brasil1902 ? 1906
Sucedido porAfonso Pena Precedido porManuel Joaquim de Albuquerque Lins
9º Presidente de São Paulo1912 ? 1916
Sucedido porAltino Arantes Precedido porVenceslau Brás
Presidente do Brasilnão tomou posse (1918)
Sucedido porDelfim MoreiravdePresidentes da Província de São Paulo ? Império (1822?1889)Primeiro Reinado
Junta governativa paulista de 1822 ?
Cândido Xavier de Almeida e Sousa ?
Lucas Antônio Monteiro de Barros -
Luís Antônio Neves de Carvalho ?
Tomás Xavier Garcia de Almeida -
Manuel Joaquim Gonçalves de Andrade ?
Manuel Joaquim de Ornelas ?
José Carlos Pereira de Almeida Torres -
Manuel Joaquim Gonçalves de AndradePeríodo regencial
Aureliano de Sousa e Oliveira Coutinho -
Manuel Joaquim Gonçalves de Andrade ?
Manuel Teodoro de Araújo Azambuja ?
Rafael Tobias de Aguiar -
Vicente Pires da Mota -
Rafael Tobias de Aguiar -
Francisco Antônio de Sousa Queirós ?
José Cesário de Miranda Ribeiro -
José Manuel de França ?
Bernardo José Pinto Gavião Peixoto ?
Venâncio José Lisboa ?
Manuel Machado NunesSegundo Reinado
Rafael Tobias de Aguiar ?
Miguel de Sousa Melo e Alvim -
Vicente Pires da Mota ?
José da Costa Carvalho ?
José Carlos Pereira de Almeida Torres ?
Joaquim José Luís de Sousa ?
Manuel Felizardo de Sousa e Melo -
Joaquim José de Morais e Abreu ?
Manuel da Fonseca de Lima e Silva -
Bernardo José Pinto Gavião Peixoto ?
Joaquim Floriano de Toledo ?
Domiciano Leite Ribeiro ?
Vicente Pires da Mota ?
José Tomás Nabuco de Araújo Filho -
Hipólito José Soares de Sousa -
José Manuel da Silva ?
Joaquim Otávio Nébias -
Carlos Carneiro de Campos ?
Josino do Nascimento Silva ?
José Antônio Saraiva -
Antônio Roberto de Almeida ?
Francisco Diogo Pereira de Vasconcelos -
Antônio Roberto de Almeida ?
José Joaquim Fernandes Torres ?
Policarpo Lopes de Leão -
Manuel Joaquim do Amaral Gurgel ?
Antônio José Henriques -
Manuel Joaquim do Amaral Gurgel ?
João Jacinto de Mendonça -
Manuel Joaquim do Amaral Gurgel ?
Vicente Pires da Mota -
Manuel Joaquim do Amaral Gurgel ?
Francisco Inácio Marcondes Homem de Melo -
Joaquim Floriano de Toledo ?
João Crispiniano Soares -
Joaquim Floriano de Toledo ?
João da Silva Carrão -
Joaquim Floriano de Toledo ?
José Tavares Bastos -
Joaquim Floriano de Toledo ?
Joaquim Saldanha Marinho -
Joaquim Floriano de Toledo -
José Manuel da Silva -
José Elias Pacheco Jordão ?
Cândido Borges Monteiro -
Antônio Joaquim da Rosa -
José Elias Pacheco Jordão -
Vicente Pires da Mota ?
Antônio Cândido da Rocha -
Vicente Pires da Mota ?
Antônio da Costa Pinto e Silva -
Vicente Pires da Mota -
José Manuel da Silva ?
José Fernandes da Costa Pereira Júnior ?
Francisco Xavier Pinto de Lima ?
João Teodoro Xavier de Matos -
Joaquim Manuel Gonçalves de Andrade ?
Sebastião José Pereira -
Joaquim Manuel Gonçalves de Andrade -
Antônio de Aguiar Barros ?
João Batista Pereira -
Joaquim Egídio de Sousa Aranha ?
Laurindo Abelardo de Brito -
Joaquim Egídio de Sousa Aranha ?
Florêncio Carlos de Abreu e Silva -
Joaquim Egídio de Sousa Aranha -
Manuel Marcondes de Moura e Costa ?
Francisco de Carvalho Soares Brandão -
Antônio de Aguiar Barros ?
Domingos Antônio Raiol -
Luís Carlos de Assunção ?
José Luís de Almeida Couto -
Francisco Antônio de Sousa Queirós Filho -
Elias Antônio Pacheco e Chaves ?
João Alfredo Correia de Oliveira -
Antônio de Queirós Teles -
Elias Antônio Pacheco e Chaves ?
Antônio de Queirós Teles ?
Francisco de Paula Rodrigues Alves -
Francisco Antônio Dutra Rodrigues ?
Pedro Vicente de Azevedo ?
Antônio Pinheiro de Ulhoa Cintra ?
José Vieira Couto de Magalhães
vdeMinistros da Fazenda do Brasil Colônia e Reino Unido
Fernando José de Portugal e Castro ?
António de Araújo e Azevedo ?
João Paulo Bezerra de Seixas ?
Tomás António de Vila Nova Portugal ?
Diogo de MenesesRegência do PríncipeD. Pedro
Diogo de Meneses ?
Caetano Pinto de Miranda Montenegro ?
Martim Francisco Ribeiro de Andrada Primeiro reinado(D. Pedro I)
Martim Francisco Ribeiro de Andrada ?
Manuel Jacinto Nogueira da Gama ?
Sebastião Luís Tinoco da Silva ?
Mariano José Pereira da Fonseca ?
Felisberto Caldeira Brant Pontes de Oliveira Horta ?
Antônio Luís Pereira da Cunha ?
Manuel Jacinto Nogueira da Gama ?
João Severiano Maciel da Costa ?
Miguel Calmon du Pin e Almeida ?
José Clemente Pereira ?
José Bernardino Batista Pereira de Almeida ?
Miguel Calmon du Pin e Almeida ?
Felisberto Caldeira Brant Pontes de Oliveira Horta ?
José Antônio Lisboa ?
Antônio Francisco de Paula de Holanda Cavalcanti de Albuquerque ?
Manuel Jacinto Nogueira da GamaPeríodo regencial
José Inácio Borges ?
Bernardo Pereira de Vasconcelos ?
Joaquim José Rodrigues Torres ?
Antônio Francisco de Paula de Holanda Cavalcanti de Albuquerque ?
Nicolau Pereira de Campos Vergueiro ?
Cândido José de Araújo Viana ?
Antônio Pinto Chichorro da Gama ?
Manuel do Nascimento Castro e Silva ?
Manuel Alves Branco ?
Miguel Calmon du Pin e Almeida ?
Cândido Batista de Oliveira ?
Manuel Alves Branco ?
José Antônio da Silva Maia Segundo reinado(D. Pedro II)
Martim Francisco Ribeiro de Andrada ?
Miguel Calmon du Pin e Almeida ?
Joaquim Francisco Viana ?
Manuel Alves Branco ?
Antônio Francisco de Paula de Holanda Cavalcanti de Albuquerque ?
José Joaquim Fernandes Torres ?
Manuel Alves Branco ?
Saturnino de Sousa e Oliveira Coutinho ?
Antônio Paulino Limpo de Abreu ?
José Pedro Dias de Carvalho ?
Francisco de Paula Sousa e Melo ?
Bernardo de Sousa Franco ?
Pedro de Araújo Lima ?
Joaquim José Rodrigues Torres ?
Paulino José Soares de Sousa ?
Manuel Felizardo de Sousa e Melo ?
Honório Hermeto Carneiro Leão ?
Antônio Paulino Limpo de Abreu ?
Honório Hermeto Carneiro Leão ?
João Maurício Wanderley ?
Bernardo de Sousa Franco ?
Francisco de Sales Torres Homem ?
Ângelo Moniz da Silva Ferraz ?
José Maria da Silva Paranhos ?
José Pedro Dias de Carvalho ?
Antônio Francisco de Paula de Holanda Cavalcanti de Albuquerque ?
José Pedro Dias de Carvalho ?
Carlos Carneiro de Campos ?
José Pedro Dias de Carvalho ?
Francisco de Paula da Silveira Lobo ?
João da Silva Carrão ?
Zacarias de Góis ?
Joaquim José Rodrigues Torres ?
Francisco de Sales Torres Homem ?
José Maria da Silva Paranhos ?
João Maurício Wanderley ?
João Lins Vieira Cansanção de Sinimbu ?
Gaspar da Silveira Martins ?
Afonso Celso de Assis Figueiredo ?
José Antônio Saraiva ?
Martinho Álvares da Silva Campos ?
João Lustosa da Cunha Paranaguá ?
Lafayette Rodrigues Pereira ?
Sousa Dantas ?
José Antônio Saraiva ?
Francisco Belisário Soares de Sousa ?
João Alfredo Correia de Oliveira ?
Afonso Celso de Assis Figueiredo ?
Cândido Luís Maria de Oliveira ?
Afonso Celso de Assis Figueiredo República Velha(1.ª República)
Ruy Barbosa ?
Tristão de Alencar Araripe ?
Henrique Pereira de Lucena ?
Antão Gonçalves de Faria ?
Rodrigues Alves ?
Antão Gonçalves de Faria ?
Serzedelo Correia ?
Felisbelo Firmo de Oliveira Freire ?
Alexandre Cassiano do Nascimento ?
Rodrigues Alves ?
Bernardino José de Campos Júnior ?
Joaquim Murtinho ?
Sabino Barroso ?
José Leopoldo de Bulhões Jardim ?
David Morethson Campista ?
José Leopoldo de Bulhões Jardim ?
Francisco Antônio de Sales ?
Rivadávia da Cunha Correia ?
Rivadávia da Cunha Correia ?
Sabino Barroso ?
Pandiá Calógeras ?
Pandiá Calógeras ?
Augusto Tavares de Lira ?
Antônio Carlos Ribeiro de Andrada ?
Augusto Tavares de Lira ?
Amaro Cavalcanti ?
João Ribeiro de Oliveira e Sousa ?
Homero Batista ?
Sampaio Vidal ?
Aníbal Freire da Fonseca ?
Getúlio Vargas ?
Francisco Chaves de Oliveira Botelho 2.ª, 3.ª e 4.ªRepúblicas
Agenor Lafayette de Roure ?
José Maria Whitaker ?
Osvaldo Aranha ?
Artur de Sousa Costa ?
Orlando Bandeira Vilela ?
Artur de Sousa Costa ?
Romero Estelita Cavalcanti Pessoa ?
Artur de Sousa Costa ?
Paulo de Lira Tavares ?
Artur de Sousa Costa ?
José Pires do Rio ?
Gastão Vidigal ?
Onaldo Brancante Machado ?
Pedro Luís Correia e Castro ?
Oscar Santa Maria Pereira ?
Pedro Luís Correia e Castro ?
José Vieira Machado ?
Pedro Luís Correia e Castro ?
Ovídio de Abreu ?
Pedro Luís Correia e Castro ?
Manuel Guilherme da Silveira Filho ?
Horácio Lafer ?
Alberto Andrade de Queirós ?
Horácio Lafer ?
Osvaldo Aranha ?
Eugênio Gudin ?
Otávio Gouveia de Bulhões ?
Eugênio Gudin ?
José Maria Whitaker ?
Mário Leopoldo Pereira da Câmara ?
José Maria Alkmin ?
Sebastião Paes de Almeida ?
José Maria Alkmin ?
João de Oliveira Castro Viana Júnior ?
José Maria Alkmin ?
Lucas Lopes ?
Sebastião Paes de Almeida ?
Sebastião Paes de Almeida ?
Maurício Chagas Bicalho ?
Sebastião Paes de Almeida ?
Antônio Carlos Barcellos ?
Sebastião Paes de Almeida ?
Clemente Mariani ?
Hamilton Prisco Paraíso ?
Clemente Mariani ?
Clemente Mariani ?
Walther Moreira Salles ?
Tancredo Neves ?
Walther Moreira Salles ?
Walther Moreira Salles ?
Francisco de Paula Brochado da Rocha ?
Walther Moreira Salles ?
Henrique Domingos Ribeiro Barbosa ?
Walther Moreira Salles ?
Miguel Calmon du Pin e Almeida Sobrinho ?
Miguel Calmon du Pin e Almeida Sobrinho ?
San Tiago Dantas ?
Antônio Balbino ?
Carlos Alberto Alves de Carvalho Pinto ?
Hélio Bicudo ?
Carlos Alberto Alves de Carvalho Pinto ?
Ney Neves Galvão ?
Waldyr Ramos Borges ?
Ney Neves Galvão Regime Militar(5.ª República)
Otávio Gouveia de Bulhões ?
Otávio Gouveia de Bulhões ?
Roberto Campos ?
Otávio Gouveia de Bulhões ?
Eduardo Lopes Rodrigues ?
Otávio Gouveia de Bulhões ?
Antônio Delfim Netto ?
Fernando Ribeiro do Val ?
José Flávio Pécora ?
Mário Henrique Simonsen ?
Karlos Heinz Rischbieter ?
Márcio Fortes ?
Ernane Galvêas ?
Eduardo Pereira de Carvalho ?
Carlos Viacava ?
Ernane Galvêas Nova República(6.ª República)
Francisco Dornelles ?
Dilson Funaro ?
Bresser Pereira ?
Maílson da Nóbrega ?
Zélia Cardoso de Mello ?
Marcílio Marques Moreira ?
Gustavo Krause ?
Paulo Roberto Haddad ?
Eliseu Resende ?
Fernando Henrique Cardoso ?
Rubens Ricupero ?
Ciro Gomes ?
Pedro Malan ?
Antonio Palocci ?
Guido Mantega ?
Joaquim Levy ?
Nelson Barbosa ?
Henrique Meirelles ?
Eduardo Guardia ?
Paulo Guedes
vdeMinistros da Justiça do Brasil Primeiro reinado(D. Pedro I)
Caetano Pinto de Miranda Montenegro ?
Sebastião Luís Tinoco da Silva ?
Caetano Pinto de Miranda Montenegro ?
Clemente Ferreira França ?
Sebastião Luís Tinoco da Silva ?
José Joaquim Carneiro de Campos ?
Clemente Ferreira França ?
José Feliciano Fernandes Pinheiro ?
Estêvão Ribeiro de Resende ?
Lúcio Soares Teixeira de Gouveia ?
José Clemente Pereira ?
José Bernardino Batista Pereira de Almeida ?
Lúcio Soares Teixeira de Gouveia ?
João Inácio da Cunha ?
Manuel José de Sousa França ?
João Inácio da CunhaPeríodo regencial
Manuel José de Sousa França ?
Diogo Antônio Feijó ?
Pedro de Araújo Lima ?
Honório Hermeto Carneiro Leão ?
Cândido José de Araújo Viana ?
Aureliano de Sousa e Oliveira Coutinho ?
Manuel Alves Branco ?
Antônio Paulino Limpo de Abreu ?
Gustavo Adolfo de Aguilar Pantoja ?
Francisco Jê Acaiaba de Montezuma ?
Bernardo Pereira de Vasconcelos ?
Francisco de Paula Almeida e Albuquerque ?
Francisco Ramiro de Assis Coelho ?
José Antônio da Silva Maia ?
Paulino José Soares de Sousa Segundo reinado(D. Pedro II)
Antônio Paulino Limpo de Abreu ?
Paulino José Soares de Sousa ?
Honório Hermeto Carneiro Leão ?
Manuel Alves Branco ?
Manuel Antônio Galvão ?
José Carlos Pereira de Almeida Torres ?
Antônio Paulino Limpo de Abreu ?
Joaquim Marcelino de Brito ?
José Joaquim Fernandes Torres ?
Caetano Maria Lopes Gama ?
Senador Vergueiro ?
Saturnino de Sousa e Oliveira Coutinho ?
José Antônio Pimenta Bueno ?
José Antônio Pimenta Bueno ?
Antônio Manuel de Campos Melo ?
Eusébio de Queirós ?
José Ildefonso de Sousa Ramos ?
Luís Antônio Barbosa ?
José Tomás Nabuco de Araújo Filho ?
Francisco Diogo Pereira de Vasconcelos ?
José Tomás Nabuco de Araújo Filho ?
Manuel Vieira Tosta ?
João Lustosa da Cunha Paranaguá ?
Francisco de Paula Negreiros de Saião Lobato ?
Francisco José Furtado ?
Caetano Maria Lopes Gama ?
João Lins Vieira Cansanção de Sinimbu ?
João Lins Vieira Cansanção de Sinimbu ?
Zacarias de Góis ?
Francisco José Furtado ?
José Tomás Nabuco de Araújo Filho ?
João Lustosa da Cunha Paranaguá ?
Martim Francisco Ribeiro de Andrada ?
José de Alencar ?
Joaquim Otávio Nébias ?
Manuel Vieira Tosta ?
José Ildefonso de Sousa Ramos ?
Francisco de Paula Negreiros de Saião Lobato ?
Manuel Antônio Duarte de Azevedo ?
João José de Oliveira Junqueira ?
Diogo Velho Cavalcanti de Albuquerque ?
Francisco Januário da Gama Cerqueira ?
Lafayette Rodrigues Pereira ?
Sousa Dantas ?
Rodolfo Epifânio de Sousa Dantas ?
Manuel da Silva Mafra ?
João Ferreira de Moura ?
Francisco Prisco de Sousa Paraíso ?
Francisco Maria Sodré Pereira ?
Afonso Pena ?
Joaquim Delfino Ribeiro da Luz ?
João Maurício Wanderley ?
Samuel Wallace MacDowell ?
Antônio Ferreira Viana ?
Francisco de Assis Rosa e Silva ?
Cândido Luís Maria de Oliveira República Velha(1.ª República)
Ruy Barbosa ?
Campos Sales ?
Henrique Pereira de Lucena ?
Antônio Luís Afonso de Carvalho ?
Antão Gonçalves de Faria ?
Rodrigues Alves ?
Serzedelo Correia ?
Felisbelo Firmo de Oliveira Freire ?
Alexandre Cassiano do Nascimento ?
Antônio Gonçalves Ferreira ?
Alberto Torres ?
Bernardino José de Campos Júnior ?
Amaro Cavalcanti ?
Epitácio Pessoa ?
Sabino Barroso ?
José Joaquim Seabra ?
Félix Gaspar de Barros e Almeida ?
Augusto Tavares de Lira ?
Esmeraldino Olímpio Torres Bandeira ?
Rivadávia da Cunha Correia ?
Herculano de Freitas ?
Carlos Maximiliano Pereira dos Santos ?
Amaro Cavalcanti ?
Urbano Santos da Costa Araújo ?
Alfredo Pinto Vieira de Melo ?
Joaquim Ferreira Chaves ?
João Luís Alves ?
Aníbal Freire da Fonseca ?
Afonso Pena Júnior ?
Augusto Viana do Castelo 2.ª, 3.ª e 4.ªRepúblicas
Gabriel Loureiro Bernardes ?
Afrânio de Melo Franco ?
Osvaldo Aranha ?
Maurício Cardoso ?
Francisco Campos ?
Afrânio de Melo Franco ?
Francisco Antunes Maciel Júnior ?
Vicente Rao ?
Agamenon Magalhães ?
José Carlos de Macedo Soares ?
Francisco Campos ?
Marcondes Filho ?
Fernando Antunes ?
Marcondes Filho ?
Agamenon Magalhães ?
Antônio de Sampaio Dória ?
Carlos Luz ?
Benedito Costa Neto ?
Adroaldo Costa ?
Honório Fernandes Monteiro ?
Adroaldo Tourinho Junqueira Aires ?
José Francisco Bias Fortes ?
Negrão de Lima ?
Tancredo Neves ?
Miguel Seabra Fagundes ?
Marcondes Filho ?
Prado Kelly ?
Francisco de Meneses Pimentel ?
Nereu Ramos ?
Eurico Sales ?
Carlos Cirilo Júnior ?
Armando Falcão ?
Oscar Pedroso Horta ?
José Martins Rodrigues ?
Tancredo Neves ?
Alfredo Nasser ?
João Mangabeira ?
Carlos Molinari Cairoli ?
Abelardo de Araújo Jurema Ditadura militar(5.ª República)
Luís Antônio da Gama e Silva ?
Milton Campos ?
Luís Viana Filho ?
Juracy Magalhães ?
Mem de Azambuja Sá ?
Luís Viana Filho ?
Carlos Medeiros Silva ?
Luís Antônio da Gama e Silva ?
Alfredo Buzaid ?
Armando Falcão ?
Petrônio Portella ?
Golbery do Couto e Silva ?
Ibrahim Abi-Ackel Nova República(6.ª República)
Fernando Lyra ?
Paulo Brossard ?
Oscar Dias Correia ?
Saulo Ramos ?
Bernardo Cabral ?
Jarbas Passarinho ?
Célio Borja ?
Maurício José Corrêa ?
Alexandre de Paula Dupeyrat Martins ?
Nelson Jobim ?
Milton Seligman ?
Iris Rezende ?
José de Jesus Filho ?
Renan Calheiros ?
José Carlos Dias ?
José Gregori ?
Aloysio Nunes ?
Miguel Reale Júnior ?
Paulo de Tarso Ramos Ribeiro ?
Márcio Thomaz Bastos ?
Tarso Genro ?
Luiz Paulo Barreto ?
José Eduardo Cardozo ?
Wellington César Lima e Silva ?
Eugênio Aragão ?
Alexandre de Moraes ?
José Levi Mello do Amaral Júnior (interino)?
Osmar Serraglio ?
Torquato Jardim ?
Sérgio Moro
vdeGabinete do presidente Floriano Peixoto (1891?1894)Vice-presidente
Nenhum (1891?1894)
MinistériosFazendaAntão Gonçalves de Faria (1891)
Rodrigues Alves (1891?1892)
Serzedelo Correia (1892?1893)
Felisbelo Firmo de Oliveira Freire (1893?1894)
Alexandre Cassiano do Nascimento (interino) (1894)GuerraJosé Simeão de Oliveira (1891?1892)
Custódio de Melo (interino) (1892)
Francisco Antônio de Moura (1892?1893)
Antônio Eneias Gustavo Galvão (interino) (1893?1894)
Bibiano Sérgio Macedo da Fontoura Costallat (1894)

Indústria, Viaçãoe Obras PúblicasSerzedelo Correia (interino) (1892)
Antônio Paulino Limpo de Abreu (1892?1893)
Antônio Francisco de Paula Sousa (1893)
João Filipe Pereira (1893?1894)
Bibiano Sérgio Macedo da Fontoura Costallat (1894)

Justiça e Negócios InterioresFernando Lobo Leite Pereira (1891?1893)
Alexandre Cassiano do Nascimento (1893?1894)

MarinhaCustódio de Melo (1891?1893)
Filipe Firmino Rodrigues Chaves (1893?1894)
Francisco José Coelho Neto (1894)
Bibiano Sérgio Macedo da Fontoura Costallat (interino) (1894)
João Gonçalves Duarte (1894)

Relações ExterioresCustódio de Melo (interino) (1891)
Fernando Lobo Leite Pereira (1891?1892)
Serzedelo Correia (1892)
Custódio de Melo (interino) (1892)
Antônio Francisco de Paula Sousa (1892?1893)
Felisbelo Firmo de Oliveira Freire (1893)
João Filipe Pereira (1893)
Carlos Augusto de Carvalho (1893)
Alexandre Cassiano do Nascimento (1893?1894)
Secretariasde EstadoAgricultura, Comércioe Obras PúblicasAntão Gonçalves de Faria (1891?1892)
Serzedelo Correia (interino) (1892)Instrução Pública,Correios e TelégrafosJosé Higino Duarte Pereira (1891?1892)
Fernando Lobo Leite Pereira (1892)

Negócios do InteriorJosé Higino Duarte Pereira (interino) (1891?1892)
Fernando Lobo Leite Pereira (1892)
? Gabinete de Deodoro da Fonseca (1889?1891) ? Gabinete de Prudente de Morais (1894?1898) ?
vdeGabinete do presidente Prudente de Moraes (1894?1898)Vice-presidenteManuel Vitorino (1894?1898)MinistériosFazendaRodrigues Alves (1894?1896)
Bernardino José de Campos Júnior (1896?1897)GuerraBernardo Vasques (1894?1896)
Dionísio Evangelista de Castro Cerqueira (interino) (1896?1897)
Francisco de Paula Argolo (1897)
Carlos Machado de Bittencourt (1897)
João Tomás de Cantuária (1897?1898)

Indústria, Viação e Obras PúblicasAntônio Olinto dos Santos Pires (1894?1896)
Joaquim Murtinho (1896?1897)
Dionísio Evangelista de Castro Cerqueira (1897)
Sebastião Eurico Gonçalves de Lacerda (1897?1898)
Jerônimo Rodrigues de Morais Jardim (1898)

Justiça e Negócios InterioresAntônio Gonçalves Ferreira (1894?1896)
Alberto Torres (1896?1897)
Bernardino José de Campos Júnior (interino) (1897)
Amaro Cavalcanti (1897?1898)

MarinhaElisiário José Barbosa (1894?1896)
Manuel José Alves Barbosa (1896?1898)

Relações ExterioresCarlos Augusto de Carvalho (1894?1896)
Dionísio Evangelista de Castro Cerqueira (1896?1898)
? Gabinete de Floriano Peixoto (1891?1894) ? Gabinete de Campos Sales (1898?1902) ?
vdeGovernadores de São Paulo (1889 ? 2019)República Velha(1.ª República)
Junta governativa paulista de 1889 -
Prudente de Morais -
Jorge Tibiriçá -
Américo Brasiliense ?
Américo Brasiliense ?
Cerqueira César -
Tertuliano Castelo Branco -
Cerqueira César ?
Bernardino de Campos -
Peixoto Gomide ?
Campos Sales -
Peixoto Gomide ?
Fernando Prestes ?
Rodrigues Alves -
Domingos de Morais ?
Bernardino de Campos ?
Jorge Tibiriçá ?
Albuquerque Lins ?
Rodrigues Alves ?
Altino Arantes ?
Washington Luís ?
Carlos de Campos ?
Júlio Prestes -
Heitor Penteado ?
Costa Bueno ?
Júlio Prestes2.ª República
Heitor Penteado -
Hastínfilo de Moura -
Whitaker -
Plínio Barreto -
Lins de Barros -
Laudo Camargo ?
Rabelo -
Pedro de Toledo -
Herculano de Carvalho -
Castilho de Lima -
Daltro Filho -
Armando de Sales ?
Armando de Sales -
Smith Bayma3.ª República
Melo Neto -
Silva Júnior -
Ademar de Barros -
Sousa Costa -
Nogueira de Lima -
Macedo Soares4.ª República
Ademar de Barros ?
Garcez ?
Jânio Quadros ?
Carvalho Pinto ?
Ademar de BarrosDitadura Militar(5.ª República)
Ademar de Barros ?
Natel ?
Abreu Sodré ?
Natel ?
Paulo Egydio ?
Maluf ?
Marin ?
MontoroNova República(6.ª República)
Montoro ?
Quércia ?
Fleury Filho ?
Covas ?
Alckmin ?
Lembo ?
Serra ?
Goldman ?
Alckmin ?
França ?
Doria
vde Presidentes do Brasil Lista de Presidentes ? Presidencialismo no Brasil ? Linha de sucessão ?? Palácio do Planalto ? Palácio da Alvorada ? Granja do Torto ? Palácio Rio Negro ? Casa da Dinda ? Catetinho ? Palácio do Catete ? Palácio do Itamaraty (Rio de Janeiro)
Deodoro da Fonseca (1889?1891)
Floriano Peixoto (1891?1894)
Prudente de Moraes (1894?1898)
Campos Sales (1898?1902)
Rodrigues Alves (1902?1906)
Afonso Pena (1906?1909)
Nilo Peçanha (1909?1910)
Hermes da Fonseca (1910?1914)
Venceslau Brás (1914?1918)
Delfim Moreira (1918?1919)
Epitácio Pessoa (1919?1922)
Artur Bernardes (1922?1926)
Washington Luís (1926?1930)
Getúlio Vargas (1930?1945)
José Linhares (1945?1946)
Eurico Gaspar Dutra (1946?1947)
Getúlio Vargas (1951?1954)
Café Filho (1954?1955)
Carlos Luz (1955)
Nereu Ramos (1955?1956)
Juscelino Kubitschek (1956?1961)
Jânio Quadros (1961)
Ranieri Mazzilli (1961)
João Goulart (1961?1964)
Ranieri Mazzilli (1964)
Castelo Branco (1964?1967)
Costa e Silva (1967?1969)
Emílio Garrastazu Médici (1969?1974)
Ernesto Geisel (1974?1979)
João Figueiredo (1979?1985)
José Sarney (1985?1990)
Fernando Collor de Mello (1990?1992)
Itamar Franco (1992?1995)
Fernando H. Cardoso (1995?2003)
Luiz Inácio Lula da Silva (2003?2011)
Dilma Rousseff (2011?2016)
Michel Temer (2016?2019)
Jair Bolsonaro (2019?presente)
vdeGabinete do presidente Rodrigues Alves (1902?1906)Vice-presidente
Afonso Pena (1902?1906)
MinistériosFazendaJosé Leopoldo de Bulhões Jardim (1902?1906)GuerraFrancisco de Paula Argolo (1902?1906)

Indústria, Viação e Obras PúblicasLauro Müller (1902?1906)

Justiça e Negócios InterioresJosé Joaquim Seabra (1902?1906)
Félix Gaspar de Barros e Almeida (1906)

MarinhaJúlio César de Noronha (1902?1906)

Relações ExterioresJosé Joaquim Seabra (1902)
Barão do Rio Branco (1902?1906)
Órgãos(ligados àPresidência daRepública)Consultoria Geralda RepúblicaAraripe Júnior (1903?1906)Secretaria da Presidênciada RepúblicaFrancisco de Paula Rodrigues Alves (1902?1906)
? Gabinete de Campos Sales (1898?1902) ? Gabinete de Afonso Pena (1906?1909) ?
Controle de autoridade
: Q314698
WorldCat
VIAF: 16161540
BNF: 12416180j
EBID: ID
FAST: 127679
GND: 1053571658
ISNI: ID
LCCN: n84026391
NARA: 10568820
NTA: 072419490
SNAC: w6kj6r2w
SUDOC: 033279780 Portal de biografias Portal da política Portal de São Paulo Portal do Brasil Portal da história Portal da educação