desenvolvimento asp em Pontes Gestal

Encontre desenvolvimento asp em Pontes Gestal na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Desenvolvimento

Acto ou efeito de desenvolver.
Crescimento.
Ampliação.
Minuciosidade.


Pontes Gestal


Município de Pontes GestalBandeira indisponívelBrasãoHino
Aniversário10 de abril
Fundação10 de abril de 1965 (54 anos)
Gentílicopontes-gestalense; gestalense
Prefeito(a)Natan (MDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Pontes Gestal em São PauloPontes Gestal Localização de Pontes Gestal no Brasil
20° 10' 01" S 49° 42' 10" O20° 10' 01" S 49° 42' 10" O
Unidade federativaSão Paulo
MesorregiãoSão José do Rio Preto IBGE/2008 [1]
MicrorregiãoVotuporanga IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofesRiolândia, Cardoso, Américo de Campos
Distância até a capitalNão disponível
Características geográficas
Área217,4 km² [2]
População2 518 hab. Censo IBGE/2010[2]
Densidade11,58 hab./km²
Altitude449 m
ClimaNão disponível
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,749 alto PNUD/2000 [3]
PIBR$ 84 911 mil IBGE/2009[4]
PIB per capitaR$ 33 207,11 IBGE/2009[4]Pontes Gestal é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 20º10'00" sul e a uma longitude 49º42'12" oeste, estando a uma altitude de 449 metros. A cidade tem uma população de 2.518 habitantes (IBGE/2010) e área de 217,4 km².[2] É cercada por represas e próxima dos rios Preto e Turvo. Como não têm empresas voltadas ao turismo, a prefeitura mantém um camping gratuito.Demografia[editar | editar código-fonte]
Dados do Censo - 2010[2]
População total: 2.518Urbana: 2.123
Rural: 395
Homens: 1.256[5]
Mulheres: 1.262
Densidade demográfica (hab./km²): 11,58
Dados do Censo - 2000
Mortalidade infantil até 1 ano (por mil): 22,39
Expectativa de vida (anos): 68,07
Taxa de fecundidade (filhos por mulher): 2,95
Taxa de alfabetização: 85,72%
Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,749IDH-M Renda: 0,677
IDH-M Longevidade: 0,718
IDH-M Educação: 0,853
(Fonte: IPEADATA)Comunicações[editar | editar código-fonte]
A cidade foi atendida pela Companhia de Telecomunicações do Estado de São Paulo (COTESP) até 1973, quando passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[6], que construiu em 1982 a central telefônica utilizada até os dias atuais. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica, sendo que em 2012 a empresa adotou a marca Vivo para suas operações de telefonia fixa[7][8][9].Referências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b c d «Censo Populacional 2010 - IBGE» (PDF). IBGE.gov.br. Consultado em 2 de setembro de 2011 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 29 dez. 2011. Arquivado do original (PDF) em 5 de agosto de 2012 ? «SIDRA IBGE - Tabela 608 -População residente, por situação do domicílio e sexo». IBGE. Consultado em 2 de setembro de 2011 horizontal tab character character in |título= at position 26 (ajuda)? «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) ? «Convênio de incorporação da COTESP pela TELESP em 25 de outubro de 1973». Portal da Câmara dos Deputados ? «Nossa História». Telefônica / VIVO ? GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1
Este artigo sobre municípios do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.