criar site para empresa online em Amaralina

Encontre criar site para empresa online em Amaralina na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Para

Na direcção de: _navegou para o Norte_.
A fim de: _procurou-me para conversarmos_.
Com destino a.
Em proporção de.
Apropriado a: _pano bom para camisas_.
Relativamente a; etc.
(Port. ant. _pera_)


Empresa

Empreendimento.
Negócio.
Associação, organizada para explorar uma indústria.
Aqueles que dirigem ou administram essa associação.


Empresa

Símbolo, divisa.


Amaralina

Amaralina

Bairro do Brasil

O mar na praia de Amaralina.
Localização do bairro em Salvador.

Unidade federativa Bahia Região administrativaRegião Pituba/Costa Azul, RA VIII[1] MunicípioSalvador






LimitesRio Vermelho, Pituba, Vale das Pedrinhas e Nordeste de Amaralina












Fonte: Não disponívelA Amaralina é um bairro, localizado na região sul de Salvador, capital dos estado da Bahia, Brasil.[2] Distante 9 quilômetros do centro da cidade, é um bairro eminentemente habitacional, embora com variado comércio, sobretudo na rua principal. O bairro é famoso porque tem, em seus limites, a praia de Amaralina.Índice1 História
2 Acesso e localização
3 Praias
4 Demografia
5 ReferênciasHistória[editar | editar código-fonte]
O bairro de Amaralina era a antiga Fazenda Alagoas, uma referência a uma lagoa que existia no local. A fazenda passou a chamar-se Fazenda do Amaral, após José Álvares do Amaral comprá-la e dar seu sobrenome.[3]
Durante a II Guerra Mundial foi ali que os norte-americanos instalaram o posto aeronáutico que, após o conflito, passou para a Aeronáutica, hoje funcionando o 19º Batalhão de Artilharia Anti-Aérea.
Durante o regime ditatorial de 1964, para lá, o Quartel de Amaralina, foram encaminhados e, segundo a visão de esquerda, torturados vários dos presos políticos do estado[4], como o poeta Camillo de Jesus Lima, Pedral Sampaio, Othon Jambeiro, Nudd David de Castro e outros intelectuais, embora não haja comprovação para os fatos.Acesso e localização[editar | editar código-fonte]
Está situado na orla, entre o bairro Rio Vermelho (a leste), o bairro da Pituba (a oeste), Vale das Pedrinhas e Nordeste de Amaralina (ao norte) e com o Oceano Atlântico (ao sul).[5]
Suas vias principais são a Avenida Amaralina, que termina no Largo do mesmo nome e onde encontra-se com a rua Visconde de Itaboraí. Embora não característica desse bairro, parte da Avenida Manoel Dias da Silva - uma das principais da Pituba - tem seu final na rua Visconde de Itaboraí.[5]
Uma curiosidade sobre o bairro é que onde hoje existe parte do bairro, entre a praça (hoje chamada Praça dos Ex-combatentes) em frente ao quartel e a Manoel Dias da Silva havia uma lagoa, que deapareceu com a ocupação das construções.Praias[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Praia de Amaralina (Salvador)
Na praia do mesmo nome está localizado o Largo de Amaralina, famoso por abrigar diversas baianas de acarajé, em um grande quiosque, sendo este um dos pontos mais tradicionais de venda de acarajé, água de coco e outras delícias típicas de Salvador.
A praia possui trechos com ondas fortes, principalmente na parte sul, que se inicia a partir do quartel do Exército, e também trechos com piscinas de corais forradas com um tapete verde de algas, escondidos na região que fica logo atrás do largo de Amaralina e que aparecem apenas na maré baixa. Nesta praia existem também trechos excelentes para a pesca esportiva.
Toda sua extensão é contornada por um grande calçadão, facilitando a prática do cooper.
O cantor Raul Seixas escreveu a canção "Menina de Amaralina" fazendo referências a localidade e em referência à cultura do local, Mart'nália canta a música "Nás águas de Amaralina". Caetano Veloso também cita o mar de Amaralina em sua música "Tropicália" e "Clarice".Demografia[editar | editar código-fonte]
Foi listado como um dos bairros menos perigosos de Salvador, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e da Secretaria de Segurança Pública (SSP) divulgados no mapa da violência de bairro em bairro pelo jornal Correio em 2012.[6] Ficou entre os bairros mais tranquilos em consequência da taxa de homicídios para cada cem mil habitantes por ano (com referência da ONU) ter alcançado o nível mais baixo, com indicativo "0", sendo um dos melhores bairros na lista.[6]Referências? «Prefeitura Municipal de Salvador. Plano Diretor Urbano (PDDU). 2007». Consultado em 1 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 15 de julho de 2016 ? Bairro? Salvador Cultura Todo Dia? «Os 30 anos de anistia política». Consultado em 1 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 3 de dezembro de 2013 ? a b Amaralina[ligação inativa]? a b Juan Torres e Rafael Rodrigues (22 de maio de 2012). «Mapa deixa clara a concentração de homicídios em bairros pobres». Correio (jornal). Consultado em 28 de abril de 2019
vdeSubdivisões de SalvadorBairrospor região administrativaCentro/BrotasAcupe
Barbalho
Barris
Boa Vta. de Brotas
Brotas
Candeal
Centro
C. Histórico
Comércio
Cosme de Farias
Eng. V. de Brotas
Garcia
Luiz Anselmo
Macaúbas
Matatu
S. Agostinho
S. Antônio
Saúde
Nazaré
Tororó
V. LauraSubúrbio/IlhasAlt. Terezinha
Coutos
Faz. Coutos
I. Bom Jesus dos Passos
I. Maré
I. Frades
Itacaranha
N. Constituinte
Paripe
Periperi
Plataforma
Praia Grande
Rio Sena
S. João do Cabrito
S. Tomé

CajazeirasÁguas Claras
Boca da Mata
Cajazeiras II
Cajazeiras IV
Cajazeiras V
Cajazeiras VI
Cajazeiras VII
Cajazeiras VIII
Cajazeiras X
Cajazeiras XI
Castelo Branco
D. Avelar
Vila Canária
Fazenda Grande I
Fazenda Grande II
Fazenda Grande III
Fazenda Grande IV
Jaguaripe I

Itapuã/IpitangaAeroporto
Alt. Coqueirinho
Areia Branca
Bairro da Paz
Boca do Rio
Cassange
Imbuí
Itapuã
Itinga
Jd. das Margaridas
Mussurunga
N. Esperança
Patamares
Piatã
Pituaçu
S. Cristóvão
Stella Maris

Cidade BaixaBoa Viagem
Bonfim
Calçada
Cam. de Areia
Lobato
Mangueira
Mares
Massaranduba
Mte. Serrat
Ribeira
Roma
S. Luzia
Uruguai
V. Ruy Barbosa/Jd. Cruzeiro

Barra/PitubaAlt. Pombas
Amaralina
Barra
Calabar
Cam. das Árvores
Canela
Chap. do Rio Vermelho
Costa Azul
Eng. V. da Federação
Federação
Graça
Itaigara
Jd. Armação
NE de Amaralina
Ondina
Pituba
Rio Vermelho
S. Cruz
STIEP
Vale das Pedrinhas
Vitória

Liberdade/São CaetanoAlt. do Cabrito
Ba. de Quintas
Boa Vta. de S. Caetano
Bom Juá
Caixa D'Água
Camp. de Pirajá
Capelinha
Cidade Nova
Curuzu
Faz. Gr. do Retiro
IAPI
Lapinha
Liberdade
M.al Rondon
Pau Miúdo
Pero Vaz
Retiro
S. Mônica
S. Caetano

Cabula/Tancredo NevesArenoso
Arra. do Retiro
Barreiras
Beiru/Tancredo Neves
Cabula
Cabula VI
Calabetão
C. Adm. Bahia
Doron
Engomadeira
Grja. Rur. Pres. Vargas
Jd. S. Inácio
Mata Escura
Narandiba
N. Sussuarana
N. Horizonte
Pernambués
Resgate
Saboeiro
S. Gonçalo
Saramandaia
Sussuarana

Pau da LimaCanabrava
Jd. Cajazeiras
Jd. N. Esperança
N. Brasília
N. Marotinho
Pau da Lima
Pto. Seco Pirajá
S. Marcos
S. Rafael
Sete de Abril
Trobogy
Vale dos Lagos
V. CanáriaValériaMoradas da Lagoa
Palestina
Pirajá
Valéria
Outras áreas
Cajazeiras
Centro Antigo
Cidade Alta
Cidade Baixa
Miolo
Península de Itapagipe
Subúrbio Ferroviário
Orla
Relacionados
Acidentes geográficos
Avenidas
Helipontos
Museus
Praças
Praias
Rios
Viadutos