criar site marca em São Pedro do Piauí

Encontre criar site marca em São Pedro do Piauí na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Marca

Acto ou efeito de marcar.
Cunho.
Distintivo.
Carimbo; firma.
Categoria.
Grandeza.
Nódoa, produzida por contusão.
Ferrete.
Nota.
Limite.
Tento do jogo.


Marca

Letra ou letras, emblema ou bordado ligeiro, feito com agulha numa peça de roupa.
Botão para calças ou ceroilas.


Marca

Antiga moeda portuguesa, em oiro e em prata, do valor de 60 maravedis.


Marca

Meretriz.


Marca

_Grande marca_, talento, grande capacidade: _advogado de grande marca_.


Marca

_Ser marca_, ser capaz:«_vós sereis marca de me inculcar nesta terra h?a namorada?_»_Eufrosina_, 275.


Marca

_Passar as marcas_, ou _passar das marcas_, ser exorbitante, exceder os justos limites.


São Pedro Do Piauí


Município de Pedro II
"Terra da Rede e da Opala""Suíça piauiense
"A Cidade em homenagem ao Imperador Dom Pedro II do Brasil" Vista de Pedro IIBandeira indisponívelBrasão indisponívelHino
Aniversário11 de agosto
Fundação11 de agosto de 1854 (164 anos)
Gentílicopedrossegundense
Prefeito(a)Alvimar Oliveira de Andrade (PP)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Pedro II no PiauíPedro II Localização de Pedro II no Brasil
04° 25' 30" S 41° 27' 32" O04° 25' 30" S 41° 27' 32" O
Unidade federativaPiauí
MesorregiãoCentro-Norte Piauiense IBGE/2008[1]
MicrorregiãoCampo Maior IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes(N) Domingos Mourão, Lagoa de São Francisco
e São João da Fronteira, (S) Milton Brandão, Buriti dos Montes e Jatobá do Piauí,
(O) Capitão de Campos e, (L) Estado do CearáDistância até a capital195 km
Características geográficas
Área1 518,186 km² [2]
População37 500 hab. IBGE/2010[3]
Densidade24,7 hab./km²
Altitude603[4] m
ClimaTropical[4] Aw
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,605 médio PNUD/2000[5]
PIBR$ 99 149,066 mil IBGE/008[6]
PIB per capitaR$ 2 628,07 IBGE/2008[6]Pedro II é um município do Estado do Piauí. É chamada de "Suíça piauiense", por conta do seu clima serrano, frio, se comparado ao resto do estado. A cidade possui um grande potencial turístico. Lá se encontram as únicas minas de opala do Brasil, ainda conta com cachoeiras, um rico artesanato em tecelagem, e o seu casario colonial, herança da colonização portuguesa que dá à cidade um charme. Todos os anos entre os meses de Maio e Junho (no feriado de Corpus Christi) acontecem as edições do Festival de Inverno de Pedro II.Índice1 Localização
2 História
3 Geografia
4 Economia
5 Turismo
6 Cultura6.1 Biblioteca Municipal
6.2 Museu
6.3 Memorial Tertuliano Brandão Filho
7 Lista de prefeitos
8 Comunicações8.1 Curiosidade
9 Referências
10 Ligações externasLocalização[editar | editar código-fonte]
O município está localizado na microrregião de Campo Maior, compreende uma área irregular de 1.948 km². Os limites são: os municípios de Domingos Mourão, Lagoa de São Francisco e São João da Fronteira ao norte; Milton Brandão, Buriti dos Montes e Jatobá do Piauí, ao sul; Capitão dos Campos a oeste; e o Estado do Ceará a leste.História[editar | editar código-fonte]
Fundado e emancipado por portugueses em 1854, século XIX, Casarios do centro histórico.
De acordo com a Lei Provincial Nº. 295 de 26 de Agosto de 1851, foi criada a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição dos Matões. Em 11 de Agosto de 1854 segundo a Lei Nº. 367 o povoado dos Matões foi elevado à categoria de Vila, com a denominação de Pedro II, em homenagem ao Imperador do Brasil. Já foi chamado também de Pequizeiro.
Com a proclamação da República, a Vila voltou a ter o nome de Matões mas, pela Lei Nº. 641 de 13 de julho de 1911, já na categoria de cidade, foi restabelecida a denominação de Pedro II.[7]Geografia[editar | editar código-fonte]
Localiza-se a uma latitude 04º25'29" sul e a uma longitude 41º27'31" oeste, estando a uma altitude de 603 metros. Sua população estimada em 2018 era 38704 habitantes.
A cidade está localizada na Serra dos Matões e é privilegiada naturalmente com um clima ameno. Sua temperatura varia entre 28 °C e 30 °C ao dia e 20 °C a 16 °C à noite.
Pedro II possui belíssimas paisagens naturais o que chama muito a atenção dos turistas que a visitam.
Seu clima é tropical típico com média pluviométrica de cerca de 1.100 mm anuais, com chuvas concentradas de janeiro a maio. Nas partes mais altas o município, localizados nos povoados de Serra dos Matões e São João, a temperatura costuma a cair durante a noite, chegando aos 15 °C nos meses de junho a julho.
A vegetação local é caracterizada pela transição entre cerrado, carrasco e mata dos cocais, predominando as duas primeiras. No alto do planalto da serra dos matões, em altitudes superiores a 700 m existe uma vegetação característica denominada campos rupestres.
O ponto culminante do município fica localizado na zona rural entre os povoados São João e Serra dos Matões com altitude de aproximadamente 841 m.Economia[editar | editar código-fonte]
A cidade tem como principal produto de sua economia a extração de pedras preciosa, com destaque para as minas de opalas, que são as mais belas e puras encontradas em todo o solo brasileiro. Também se destaca um rico artesanato à base de fio de algodão, que dá origem a belas tapeçarias e redes,mas a base da economia ainda é a agricultura.Turismo[editar | editar código-fonte]
Entre as belezas naturais, estão o Morro do Gritador, cânion com cerca de 280 metros a uma altitude de 730 metros acima do nível do mar; a Cachoeira do Salto Liso, com suas águas frias e cristalinas com véu de água de cerca de 30m; e o Olho d'Água Buritizinho, entre outros. Os sítios arqueológicos (da Lapa) retratam a vida do homem pré-histórico nestas terras. Um conjunto arquitetônico em estilo barroco revela uma Pedro II histórica. O artesanato local, com sua tecelagem de redes e tapetes encanta os visitantes.Cultura[editar | editar código-fonte]
Biblioteca Municipal[editar | editar código-fonte]
Uma biblioteca municipal também é um dos lugares do turismo de uma cidade e o município de Pedro II tem a Biblioteca Municipal Padre Áureo e conforme a lista do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas fica situada na Rua Corinto Andrade, 375 Centro, CEP: 06425-500.[8] ,Bairros do município mais conhecidos são Centro , Villa kolping ,vila são José ,Santa fé ,Cristo Rei ,multirão,Capelinha e saborá na zona urbana , já na zona rural são eles povoado serra dos Matões a 14km da sede , lagoa do sucuruju ,palmeira dos Soares e Lapa esses três últimos querem se desmembra do município .Museu[editar | editar código-fonte]
Museu da Roça de Pedro II é uma instituição particular que guarda e expõe diversidades de acervos sobre aspectos da cultura local.[9][10]Memorial Tertuliano Brandão Filho[editar | editar código-fonte]
É um palacete construído nos anos inicias do século XX que tem acervos da família de Tertuliano Brandão e de Tertuliano Solon Brandão. A inauguração do memorial foi feita em 10 de março de 1987 pelo governador José Raimundo Bona Medeiros. É aberto a visitação pública e seu acervo é composto por 800 peças como mobiliários, documentos, indumentárias. comendas,correspondências e livros[11].Lista de prefeitos[editar | editar código-fonte]
Palacete Cidade Imperial, sede da prefeitura de Pedro II.
O cargo de prefeito municipal até lei federal de 1930 era denominado: Intendente Municipal.[12]Jacob Uchoa Filho
Tertuliano Pereira Brandão
Raimundo Solon Mendes Brandão
Domingos Mourão Filho
Lauro Cordeiro Brandão
Tertuliano Brandão Filho
Benedicto Passos de Carvalho
Manoel Nogueira LIma
Joaquim Nogueira Lima
Tertuliano Milton Brandão
Raimundo Braga Campelo
Tomás Café de Oliveira
José Rodrigues de Castro
Francisco Barros de Sousa
Manoel Nogueira Filho
João Eudes Martins
Walmir Rodrigues Café de Oliveira
Carlos Castro Braga
Alvimar Oliveira de Andrade (2005/08 - 2009/2012).
Walmir Café (jan a mar/2013 - renunciou ao mandato em 20 março/2013, 79 dias após assumir a Prefeitura)
Neuma Maria Café Barroso (mar/2013 - 2016)
Alvimar Oliveira de Andrade (Jan 2017 até então.
Comunicações[editar | editar código-fonte]
Casa do centro histórico que sedia a Rádio FM Cidade Imperial.
Curiosidade[editar | editar código-fonte]
Na Serra dos Matões, situada a seis quilômetros da sede, foi instalado na década de 70 a retransmissão por ondas do sinal da TV Clube (Rede Globo) de Teresina pelo canal 6. Graças a altitude, o sinal da emissora de TV chegava em todos os municípios do norte do Piauí e municípios vizinhos do estado do Ceará. No município existe a Rádio Imperial FM, emissora comercial de rádio legalizada que foi criada em 14 de dezembro de 1991[13].Opalas produzidas em Pedro II
Panorama de arquitetura típica.
Busto do imperador Pedro II em uma praça pública na cidade.
Imagem do Mirante do Gritador
Referências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? a b http://www.cprm.gov.br/rehi/atlas/piaui/relatorios/155.pdf? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? SOARES, Sidney. Enciclopédia dos Municípios Piauienses. Fortaleza; Escola gráfica Santo Antonio. 1972.? Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas - Relação de Bibliotecas Públicas no Estado do Piauí Arquivado em 10 de setembro de 2016, no Wayback Machine. - novembro de 2013. SNBP. Acesso feito em 12 de junho de 2017.? Museu da Roça: Um pedacinho de história no meio da natureza. www.capitalteresina.com.br. Acesso em 12 de junho de 2017? Museu da Roça vira atração para turistas no interior do Piauí. g1.globo.com. Acesso em 12 de maio de 2017.? Fundação Cultural do Piauí. www.infopatrimonio.org. Acesso em 1 de setembro de 2018.? BASTOS. Cláudio de Albuquerque. Dicionário His/Geo do Estado do Piauí. Teresina; FCMC/PMT, 1994.? http://www.fmimperial.com.br/. Página oficial. Acesso em 30 de julho de 2018.
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Página da Prefeitura Municipal
Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.