criar site de graca em Linhares

Encontre criar site de graca em Linhares na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Linhares

Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2011). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.?Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde julho de 2010). Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Município de Linhares
"Capital do Norte""Lins""Cidade das Águas""BandeiraBrasãoHino
Aniversário22 de agosto
Fundação1800 (219 anos)
Emancipaçãoabril de 1833 (186 anos)
Gentílicolinharense
Padroeiro(a)Nossa Senhora da Conceição
CEP29900-000 a 29919-999[1]
Prefeito(a)Guerino Zanon (PMDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Linhares no Espírito SantoLinhares Localização de Linhares no Brasil
19° 23' 27" S 40° 04' 19" O19° 23' 27" S 40° 04' 19" O
Unidade federativaEspírito Santo
MesorregiãoLitoral Norte Espírito-santense IBGE/2008[2]
MicrorregiãoLinhares IBGE/2008[2]
Municípios limítrofesSão Mateus, Jaguaré, Sooretama, Rio Bananal, Governador Lindenberg, Marilândia, Colatina, João Neiva e Aracruz;
Distância até a capital
federal: 1,262 km
estadual: 100 km
Características geográficas
Área3 496,263 km² [3]
População170 364 hab. (ES: 6º) ? Estimativa IBGE/2018[3]
Densidade48,73 hab./km²
Altitude33 m
ClimaTropical Aw
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,724 alto PNUD/2010[4]
PIBR$ 5 278 676 (ES: 5º) IBGE/2016[5]
PIB per capitaR$ 17 690,10 IBGE/2010[5]
Página oficial
Prefeiturawww.linhares.es.gov.br
Câmarawww.linhares.es.leg.brLinhares é um município brasileiro do estado do Espírito Santo. Localiza-se a uma latitude 19º23'28" sul e a uma longitude 40º04'20" oeste, estando a uma altitude de 33 metros. A cidade é banhada pelo oceano Atlântico. Sua população estimada em 2018 é de 170.364 habitantes.[3] Possui uma área de 3504 km². Linhares é a principal cidade do norte capixaba, com alto índice de desenvolvimento humano e industria, contando com centenas de empresas moveleiras, petróleo, gás entre muitas outras, tendo destaque nacional e internacional. Considerada atualmente como uma das melhores cidades capixabas para investimento financeiro, Linhares encontra-se em ampliação imobiliária sediando inclusive empresas importantes do ramo. Também é a cidade com maior extensão litorânea e maior extensão territorial do estado.
Por apresentar vantagens competitivas, logística privilegiada e uma série de outros atrativos, Linhares desponta como maior pólo de desenvolvimento econômico e social do Espírito Santo tendo muito destaque nacionalmente. A economia diversificada confere ao município o status de importante cenário para atração de investimentos.[1]
Em levantamento feito em 2015 pela consultoria Austin Rating encomendada pela Revista IstoÉ das melhores cidades do país, Linhares foi considerada a quinta melhor cidade de porte médio do Brasil, levando em consideração o desenvolvimento humano e industrial. Ao todo, 475 cidades foram levadas em consideração, sendo Linhares a única cidade capixaba a aparecer no topo do raking nacional.[2]
Estudos da FIRJAN apontam que Linhares é a 53º cidade com melhor índices de desenvolvimento e geração de empregos do Brasil, sendo a primeira do estado no ranking nacional feito em 2013.[3]
Em abril de 2019 Linhares foi a cidade no Espírito Santo que mais gerou empregos formais, com mais de 1.014 vagas, de um total de pouco mais de 2.800, superando de longe toda região metropolitana de Vitória junta (cerca de 35% do total de vagas).[4]
Com grande poder industrial em setores como moveleiro, motores, petróleo, gás, bebidas também no comércio, lazer, e entretenimento, Linhares exerce grande influência dentro e fora do Espírito Santo. Sua influência é alta em todo Norte e Noroeste do Estado, Sul da Bahia e até Oeste Mineiro.
Linhares é destaque mundial quando se fala em ?água?. Apelidada de ?cidade das águas?, a cidade norte capixaba é a cidade que mais possui lagoas na América Latina, chegando a marca de 90 lagoas, dentre elas a maior do Brasil, a Lagoa Juparanã e a mais profunda do país, a Lagoa das Palmas [5]
Também na cidade é presente o Rio Doce, onde tem o seu encontro com o oceano Atlântico. Além de muitos outros rios. A cidade também é a que mais possui praias em todo Espírito Santo, em um total de mais de 100 km de litoral. Destaca-se que somente em Linhares é presente 84% do total de toda água doce do Espírito Santo.Índice1 História1.1 Origens
1.2 Formação administrativa
2 Geografia2.1 Clima
3 Demografia3.1 Religião
4 Subdivisões
5 Economia
6 Estrutura urbana6.1 Transporte aéreo
6.2 Transporte coletivo
6.3 Aplicativos móveis
7 Cultura e lazer7.1 Turismo7.1.1 Pontos Turísticos
7.2 Esportes
8 Ver também
9 Referências
10 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
Origens[editar | editar código-fonte]
A vigilância ao tráfico de ouro através do rio Doce deu origem ao Povoado de Coutins iniciado pelo senhor Sebastião Ortolani, onde, em 1800, foi implantado o quartel militar, com o mesmo nome, que fazia a proteção da navegação do rio Doce. Os índios do grupo botucudo, nação tapuia ou gê, primeiros donos das terras, resistiam tenazmente a qualquer colonização branca na área, até que sucumbiram diante do poderio das armas às suas, sendo que os colonizadores os dizimaram totalmente.
O primeiro povoado foi inteiramente destruído por ataques dos índios botocudos. E em 1809, outro povoado foi levantado no mesmo lugar, recebendo o nome de Linhares, em homenagem a Dom Rodrigo de Sousa Coutinho, o conde de Linhares. O povoado ficava situado num platô em forma de meia-lua, às margens do rio Doce. No leste e no oeste do povoado ficavam situados dois quartéis militares para avisar a população de prováveis ataques dos indígenas: Um quartel estava situado onde hoje é o Bairro Aviso (daí o nome). O outro, localizava-se nas proximidades de onde fica hoje o Colégio Estadual.
Em 1819, foi feita, por ordem de Francisco Alberto Rubim, uma "Vista e Perspectiva do Povoado de Linhares", e nela, vê-se também a primeira igreja, construída sob o patrocínio de Rubim. O povoado foi construído em volta de uma praça quadrada (atual Praça 22 de Agosto), que guarda até hoje seu traçado original. Nessa praça que os índios dançavam e cantavam no passado.Formação administrativa[editar | editar código-fonte]
Em abril de 1833, em execução a uma Provisão de Paço Imperial o povoado é elevado a condição de vila, sendo sede do município do mesmo nome - Linhares - sob a proteção de N. S. da Conceição. Provisão de Paço corresponde, hoje, a um decreto do Presidente da República. Em 22 de agosto do mesmo ano, realizou-se a primeira sessão solene da Câmara de Vereadores do Município de Linhares, dando "início a sua vida político-administrativa". Nessa época, o Brasil era império, o Espírito Santo uma província, e era vila, a sede dos municípios; não existindo prefeito, os municípios eram administrados pela câmara de vereadores. Vila de Linhares desenhada pelo imperador Dom Pedro II em 1860
Naquela época toda área da região era coberta pela Mata Atlântica, que aos poucos, e no decorrer de um século, foi devastada dando lugar a povoamentos, pastoreio e agricultura.
O território do município de Linhares abrangia os que são hoje os municípios de Linhares, Rio Bananal, Colatina, Baixo Guandu, Pancas, São Gabriel da Palha, Sooretama e partes de Ibiraçu, Santa Teresa e Itaguaçu.
No final do século XIX, a Vila de Linhares entrou em decadência e o povoado de Colatina, que pertencia ao município de Linhares, conheceu rápido crescimento graças à colonização italiana com o plantio de café e a inauguração dos trilhos da Estrada de Ferro Vitória - Minas. Assim, por decreto de 30 de dezembro de 1921, ficou criado o município de Colatina, englobando a vila e o antigo município de Linhares. Esse fato contribuiu mais ainda com a decadência de Linhares verificada durante os 22 anos seguintes.Geografia[editar | editar código-fonte]
Clima[editar | editar código-fonte]
O clima da região pode ser classificado segundo a classificação climática de Köppen como Tropical Aw, apresentando um verão chuvoso e quente e um inverno seco e ameno. O outono e a primavera são estações de transição entre o inverno e o verão e vice-versa. Na primavera começa a umidade do verão e o outono começa a secura do inverno.
Devido à grande modificação da paisagem, principalmente no que concerne as matas, o clima está descaracterizado, havendo ligeira diminuição das precipitações nos meses de inverno, por causa da penetração das massas polares vindas do sul. Antigamente, a vegetação diminuía o ímpeto desta penetração e, agora, nota-se certo desequilíbrio na primavera e verão, quando são alternados os índices de maiores ou menores precipitações. Linhares foi inclusive incluída na Sudene por apresentar períodos consideráveis de estiagem o que prejudica imensamente a pecuária e a agricultura.
Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de 1970 a 1983 e 1990 a 2009, a menor temperatura registrada em Linhares foi de 10 °C em 1º de junho de 1979 e 11 de agosto de 1997,[6] e a maior atingiu 39,1 °C em 25 de fevereiro de 2006.[7] O maior acumulado de precipitação em 24 horas foi de 200,7 mm em 20 de novembro de 2001. Outros grandes acumulados foram 160 mm em 9 de março de 1994, 128 mm em 19 de janeiro de 1993, 117,8 mm em 3 de março de 2004, 117,3 mm em 25 de outubro de 1970, 106 mm em 5 de janeiro de 2009, 104,2 mm em 19 de novembro de 2001, 104 mm em 10 de janeiro de 1992, 103 mm em 16 de janeiro de 1982 e 101 mm em 3 de abril de 1993.[8]
Dados climatológicos para Linhares
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima recorde (°C)36,839,13836,835,832,834,633,638,536,837,638,8 39,1
Temperatura máxima média (°C)31,431,931,630,528,727,62727,427,828,929,230,5 29,4
Temperatura média compensada (°C)26,226,326,12522,921,821,121,522,423,924,625,8 24
Temperatura mínima média (°C)22,822,622,421,219,117,516,91718,420,121,322,3 20,1
Temperatura mínima recorde (°C)17,518,41814,611,21010,11010,212,41515,4 10
Precipitação (mm)156,2103,9147,1106,157,743,449,434,563,895,3221,1188,7 1 267,2
Dias com precipitação (? 1 mm)131012987769101312 116
Umidade relativa compensada (%)82,881,48383,783,68584,88281,981,583,783 83
Horas de sol203,7198,5197,8193204,1188,9189,2192144,2153,5143174,4 2 182,3
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[9] recordes de temperatura: 1970 a 1983 e 1990 a 2009).[6][7] Demografia[editar | editar código-fonte]
Religião[editar | editar código-fonte]
Religião predominantemente cristã em suas sub divisões, além de algumas outras:Igreja Católica Apostólica Romana
Igrejas Protestantes Históricas (Presbiterianos, Presbiterianos Renovados, Batistas, Luteranos, Metodistas, Congregacionais)
Igrejas Pentecostais (Igreja Cristã Maranata, Assembleia de Deus, Deus é Amor, Universal, Congregação Cristã no Brasil etc...)
Paróquias da Igreja Católica Apostólica Romana:Nossa Senhora da Conceição (Comunidades: Matriz Nossa Senhora da Conceição, Sagrada Família - Conceição, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - Juparanã, São João Bosco - Três Barras, Nossa Senhora da Conceição - Bagueira, Sant'Anna - Chapadão do XV, Nossa Senhora Aparecida - Chapadão das Palminhas, Nossa S. Medianeira das Graças - Santo Hilário, Santa Bárbara - Três Marias, Bom Jesus da Lapa - Piabinha e Nossa Senhora Aparecida - Humaitá)
Bom Pastor (Comunidades: Matriz São Paulo Apóstolo - Interlagos, São Brás - Interlagos, Nossa Senhora Aparecida - Interlagos, São João Batista - Interlagos, Nossa Senhora do Carmo - Interlagos, São José Esposo de Maria - Interlagos e São Gabriel Arcanjo - Interlagos)
Santíssima Trindade (Comunidades: Matriz Sagrado Coração de Jesus e São José Operário - BNH, São Francisco de Assis - Lagoa do Meio, Santa Terezinha do Menino Jesus - Jardim Laguna, Santa Luzia - José Rodrigues Maciel, São Sebastião e Nossa Senhora de Lourdes - Palmital)
Santa Rita de Cássia (Comunidades: Matriz Santa Rita de Cássia - Araçá, Bom Pastor - Shell, Nossa Senhora da Penha, São Vicente de Paulo e São Geraldo Magela - Aviso, Sant'Anna - Pontal do Ipiranga, São Benedito - Povoação, São Benedito - Degredo, São Pedro e Santo Antônio - Barro Novo e Nossa Senhora da Penha - Brejo Grande)São Paulo Apóstolo (Comunidades: Matriz São Sebastião, Nossa Senhora da Penha e São Daniel Comboni - Bebedouro, Santa Luzia - Rio Quartel, São Sebastião - Baixo Quartel, Nossa Senhora Aparecida - Quartel de Cima, Nossa Senhora de Fátima - Rio do Norte, Santo Antônio - Perobas, São José - Bananal do Sul, São Benedito - Regência, Cristo Libertador - Assentamento, Rainha da Paz - Alto Rio Quartel)Bem-Aventurado João Paulo II (Comunidades: Matriz São José - São José, São João Batista - Linhares V, Nossa Senhora da Esperança - Nova Esperança, Santo Antônio e Nossa Senhora de Fátima - Movelar, São Cristóvão e Nossa Senhora Auxiliadora - Planalto, São Pedro - Santa Cruz, Nossa Senhora das Graças - Nova Betânia, São Sebastião e São Benedito - Canivete e Nossa Senhora Aparecida - Boa Vista)
Outras igrejas cristãs:Igreja Batista Nova Aliança (Bairro Conceição)
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Igreja Evangélica Batista de Linhares (IEBL)
Igreja Maranata
Subdivisões[editar | editar código-fonte]
Distritos [10]
Bagueira
Chapadão das Palminhas
Chapadão do 15
Desengano
Farias
Guaxe
Japira
Linhares (Sede)
Pontal do Ipiranga
Povoação
Regência
São Rafael
BairrosVila Izabel
Canivete
Betânia
Santa Cruz
Jocafe I
Jocafe II
Planalto
Movelar
Nova Esperança
Linhares V
Boa Vista
Gaivotas
São José
Palmital
Lagoa do Meio
Jardim Laguna
José Rodrigues Maciel
Novo Horizonte
Interlagos
Shell
Araça
Aviso
Residencial Rio Doce
Alphaville
Três Barras
Juparanã
Nossa Senhora da Conceição
Colina
Centro
Bebedouro
Rio Quartel
Economia[editar | editar código-fonte]
O município destaca-se por ser o maior produtor de mamão do estado (como o Espírito Santo é o maior produtor do Brasil, que é o maior exportador de papaia do mundo, então Linhares está entre os maiores exportadores desse fruto para o mundo). Além disso, Linhares destaca-se por sua indústria moveleira, pela produção de álcool, pela produção de cacau, pela produção de confecções e pela produção de petróleo e gás natural. Em Linhares, situa-se a Unidade de Tratamento de Gás de Cacimbas (UTGC), uma das maiores unidades de tratamento de gás do país. Ultimamente, a cidade tem recebido grandes investimentos de infraestrutura, devido aos recursos provindos da exploração de petróleo e gás. Isto tem atraído diversas empresas e modificado a economia que, até a década de 1990, tinha forte ligação à atividade agrícola. Linhares tem crescido acima da média estadual e nacional, tanto economicamente quanto populacionalmente. Segundo os últimos dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Linhares é a 2ª cidade mais populosa do interior do estado do Espírito Santo, com 169.048 habitantes (IBGE - 2017). Até 2020, a expectativa é de que a população salte para aproximadamente 200.000 habitantes. Devido ao rápido crescimento e desenvolvimento, a cidade tem expandido seu setor imobiliário, que tinham foco voltado somente para a região metropolitana (Grande Vitória). A construção de diversos hotéis e edifícios tem modificado aos poucos o skyline da cidade e, além disso, diversos loteamentos residenciais estão sendo construídos na cidade. A cidade conta com alguns hipermercados e um shopping center, com lojas de grandes marcas, além de cinema e praça de alimentação.
Investimentos em redes hoteleiras vêm mudando o cenário de Linhares nos últimos anos. A cidade vem recebendo nas últimas décadas um elevado e inesperado número de construções de prédios e condomínios para moradias por toda a cidade, fazendo a cidade sem igual no norte do estado. Estrutura urbana[editar | editar código-fonte]
Transporte aéreo[editar | editar código-fonte]
Por Linhares ser a principal cidade fora da capital no Espírito Santo, a mais desenvolvida e a que mais cresce no estado, o governo federal escolheu a cidade, em julho de 2016, para investimentos aéreos no pequeno aeroporto municipal. [carece de fontes?]
O aeroporto deu início às reformas em 2018 e tem como data de inauguração prevista para julho de 2019. Contará com voos de carga e voos comerciais diários com possíveis destinos inicialmente para Vitória, São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte já com interesses de agências aéreas como Latam, Azul e Gol. [carece de fontes?]Transporte coletivo[editar | editar código-fonte]
A Viação Joana D´Arc é a única empresa que faz as linhas entre o Centro e diversos bairros da cidade, distribuídas em 49 linhas municipais gerenciadas pela prefeitura da cidade e uma linha intermunicipal gerenciada pelo DER-ES (a linha 200 - Linhares x Sooretama). Em 2015. após uma licitação referente ao transporte coletivo da cidade, a empresa vencedora foi novamente a Viação Joana D'Arc, sendo estipulado que a empresa deve ter 25% de sua frota com ar-condicionado (sem alteração no preço da passagem) até o final do ano de 2015, além de localização via GPS de todos os ônibus através de aplicativos.[11]
Linhares conta ainda com a Unimar Transportes, que faz diversas linhas entre o centro de Linhares e os distritos da zona rural e as praias do município.Aplicativos móveis[editar | editar código-fonte]
Linhares dispõe também de transporte de passageiros por aplicativos.Cultura e lazer[editar | editar código-fonte]
Acontece em Linhares na primeira semana de junho a festa de Caboclo Bernardo, herói que salvou 128 marinheiros de um naufrágio na foz do rio Doce, no final do século XIX. Convergem para a Vila de Regência todos os anos tradicionais bandas de Congo do Estado com o intuito de prestar homenagens ao herói. [carece de fontes?]
Grupos folclóricos:Banda de Congo de Pedrolândia;
Banda de Congo São Benedito, de Regência;
Banda de Congo São Benedito, de Povoação;
Banda de Congo do Guaxe;
Grupo de Folia de Reis de Povoação;
Grupo de Folia de Reis de Bebedouro;
Grupo de Folia de Reis de Linhares V;
Grupo Musical Lira 8 de Dezembro.
Turismo[editar | editar código-fonte]
Praia de Povoação
Lagoa Monsarás à esquerda e Praia de Povoação à direita
Está localizada no município de Linhares um dos maiores resquícios da Mata Atlântica do Brasil, contando com a Floresta Nacional de Goytacazes, a Reserva Biológica de Comboios, a Reserva Biológica de Sooretama, além da Reserva Natural Vale (maior reserva particular de Mata Atlântica do país). Esta última é o único local onde ainda é encontrada uma árvore rara da Mata Atlântica, a Buchenavia pabstii, em extinção.[12] Devido a sua topografia extremamente plana, Linhares tem 69 lagoas, algumas de grande porte, como a Lagoa Juparanã, com 26 km de extensão por até 5,5 km de largura. As lagoas oferecem um importante atrativo turístico, sendo visitadas por milhares de pessoas constantemente.[13]
Linhares é de fácil acesso, pela proximidade da capital (Vitória), dotada de porto e aeroporto.
A cidade é cortada ao meio pela BR-101, a principal rodovia brasileira. Por ter sido planejada, a cidade possui ruas amplas e longas, bem pavimentadas. As quadras são regulares. A cidade, como todo o município, é plana, com pequenas colinas levemente onduladas. Cercada de florestas, o centro da cidade é visitado por pássaros silvestres e outros animais.
Devido aos seus recursos naturais e sua localização, a cidade está em pleno desenvolvimento. As praias (Pontal do Ipiranga, Povoação e Regência) atraem turistas por serem ótimas para a prática de surf, pesca oceânica e tranquilidade junto à natureza. O litoral de Linhares possui a principal unidade do Projeto TAMAR de preservação das tartarugas-marinhas do estado, localizado na Reserva Biológica de Comboios a sete quilômetros da Vila de Regência,[14] por ser um local de reprodução desses animais. O rio Doce, o maior do estado e um dos maiores da Região Sudeste, tem sua foz no município (Praia de Regência) e atravessa a cidade de Linhares. A foz do Rio Doce forma um espetáculo natural que atrai a visita de muitos turistas. Outro atrativo do litoral de Linhares é a Praia de Barra Seca, onde é praticado o naturismo. Na área próxima existe infraestrutura com pousadas para receber os visitantes.Pontos Turísticos[editar | editar código-fonte]
Igrejinha Velha
No ano de 1800, o governador da Capitania do Espírito Santo, Antônio Pires da Silva Pontes, subiu o Rio Doce, a partir da sua foz. Estava, então, deflagrada, a hostil convivência entre os brancos invasores e os verdadeiros donos das lagoas, matas e do Vatu (primeiro nome dado ao Rio Doce), os índios botocudos ? que habitavam o lugar e vieram a destruir, inteiramente, o primeiro povoado.
Em 1809, o governador Manoel Vieira de Albuquerque Tovar fundou na região uma povoação sobre os escombros do antigo Quartel Coutins e deu-lhe o nome de Linhares, em homenagem a dom Rodrigo de Souza Coutinho, o conde de Linhares. O povoado ficava situado num platô em forma de meia-lua, às margens do Rio Doce. No leste e no oeste do povoado ficavam situados dois quartéis militares para avisar a população de prováveis ataques dos indígenas: um quartel situava-se onde hoje é o Bairro Aviso (daí surgiu o nome). O outro localizava-se nas proximidades de onde se encontra o Colégio Estadual atualmente.
Um ano depois, o povoado foi elevado à Paróquia. Em 1813, Linhares recebeu o padre Pedro do Rosário Ferreira.
Em setembro de 1817, foi iniciada a construção da primeira Igreja Católica de Linhares, que recebeu como padroeira Nossa Senhora da Conceição. À época, Linhares contava com 305 moradores.
A capitania do Espírito Santo foi governada entre os anos 1812 a 1819 por Francisco Alberto Rubim.
O Governador Rubim foi parabenizado por D. João VI pelos esforços empreendidos em favor do desenvolvimento do Espírito Santo, como: a abertura de estradas, a expansão de lavouras, o incentivo à mineração e o melhoramento das condições de navegação. Rubim também levantou importantes construções no Espírito Santo, como: a Casa de Misericórdia e a reforma do Forte São João. Todas essas melhorias incentivaram a vinda de imigrantes.
Em 1819 é feita, por ordem de Francisco Alberto Rubim, uma ?Vista e Perspectiva do Povoado de Linhares? e a construção da primeira igreja, patrocinada por Rubim. O povoado foi construído em volta de uma praça quadrada ? atual Praça 22 de Agosto ? que guarda até hoje seu traçado original. Nessa praça que os índios dançavam e cantavam no passado.
Em 1825, a Igreja quase foi destruída por um vendaval e os cupins acabaram com seus escombros em 1857.
Em 1859, Francisco Ravara concluiu uma capela, onde, segundo indícios, dom Pedro II participou de uma missa, celebrada em 5 de fevereiro de 1860. Esta igreja, onde hoje é a igrejinha da Rua da Conceição, foi concluída em 1888, sob o nome de ?Matriz de Pereira Carvalho?. Nos primórdios da cidade, diversos padres, frades e cônegos passaram pela região. Mas, apenas em 1944, Linhares ganhou um padre que passou a residir no local, o padre Aníbal Ademar Vieira da Cunha.
Questões políticas
Por volta do ano de 1840, Linhares fazia parte de um território tão extenso que encampava os atuais municípios de Colatina, Baixo Guandu, Pancas, São Gabriel da Palha e parte de Ibiraçu, Santa Tereza e Itaguaçu.
A vila, à época chamada ?Freguesia de Nossa Senhora da Conceição de Linhares?, foi criada em 21 de agosto de 1833, sendo que a primeira sessão da Câmara de Vereadores aconteceu logo no dia seguinte. Nesta época, Linhares contava com 713 habitantes. Em 1841, Linhares perde a condição de vila e passa a pertencer a Colatina. Nestes cerca de 200 anos, Linhares recebeu pessoas ilustres como o Imperador dom Pedro II, em 1860, e o presidente Getúlio Vargas em 1954.
Em 1943, o Governador Jones dos Santos Neves sanciona um decreto recriando o município de Linhares e nomeando o primeiro prefeito: Roberto Calmon.
Em 1947, o então prefeito Manoel Salustiano de Souza instituiu o dia 8 de dezembro como feriado municipal por se tratar o Dia da Padroeira. Em 18 de setembro de 1960, o cônego Henrique Zampereti, juntamente com o bispo dom João Baptista da Motta e Albuquerque, lança a pedra fundamental da Igreja Matriz de Linhares, dedicada a Nossa Senhora da Conceição.Praça 22 de Agosto
O povoado de Linhares foi construído em volta de uma praça quadrada (atual Praça 22 de Agosto), que guarda até hoje seu traçado original. Nessa praça que os índios dançavam e cantavam no passado.
A Praça 22 de Agosto fica no coração do circuito histórico de Linhares, em uma área de cerca de 20 mil metros quadrados, berço do processo de civilização do município. Foi ao redor dela, contam os historiadores, que o antigo povoado se desenvolveu, no início do século XIX. A praça mais tradicional do município de Linhares ficou fechada por um período para reforma e foi entregue a população em abril de 2011.
A principal novidade da nova praça fica por conta de uma biblioteca com um acervo de 23 mil livros. O espaço conta com sala de informática, sala para crianças, sala de projeção audiovisual e ambiente climatizado.
A praça também ganhou duas quadras para a prática de esportes como vôlei, handbol, basquete e futsal, além de outra exclusiva para tênis, com piso rápido, todas dotadas de arquibancadas. Há também na praça uma pista para caminhada, playground e espaço para jogos de mesa, como dominó, dama e baralho e uma academia popular aberta ao público.
As áreas verdes e a piscina, resgatam aspectos da velha praça e três esculturas, lembrando um índio, um homem branco e um negro, homenageiam as três raças que estiverem presentes no processo histórico de colonização. D. Pedro I, que em 1860 visitou a cidade Linharense, tendo marcado presença, inclusive, no local da praça, ganhou um busto, e uma cruz homenageia os 500 anos do Brasil.
Quem visita o local conta com acesso gratuito à internet, que estão instalados na praça. O espaço conta também com um palco uma concha acústica com 900 metros quadrados para apresentação de shows e outros eventos.Antigo Casarão da Família Calmon
O casarão da Família Calmon, situado na Rua da Conceição, hoje considerado centro antigo da cidade, continua imponente naquela rua, como se desafiasse o tempo. Ao seu lado, de frente e atrás, muita coisa mudou. O velho casarão que pertence ainda a Família Calmon, chegou a abrigar um imperador (D. Pedro II) bem como o presidente Getúlio Vargas, algumas semanas antes de seu suicídio.
Do Brasil de outrora, o projeto herdou os beirais curtos que não protegeu as paredes da ação das chuvas. O desenho proporcional da fachada (com o bloco mais alto no centro) e os balaústres rendilhados adornando os janelões mostra que o projeto fez muito sucesso no início do século passado, quando foi erguido por aqui. O legado português se faz notar ainda na moldura das janelas e nas cornijas (arremates dos beirais).
No período colonial, os colonizadores importaram as correntes estilísticas da Europa à colônia brasileira, adaptando às condições materiais e sócio-econômicas locais. Em Linhares não foi diferente e logo a construção ganhou fama pelo estilo renascentista.
Encontram-se no Brasil edifícios coloniais com traços arquitetônicos renascentistas, maneiristas, barrocos, rococós e neoclássicos, porém a transição entre os estilos se realizou de maneira progressiva ao longo dos séculos e a classificação dos períodos e estilos artísticos do Brasil colonial é motivo de debate entre os especialistas.
Hoje o casarão em Linhares está a que merecer uma restauração e não seria exagero que a Serlighes (Seccional Regional de Linhares do Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo) ou empreendedores culturais, assumissem junto da família que detém o local, para uma restauração. Ganharia o município, a população e os visitantes.Projeto Linha Verde
Projeto Linha Verde.
A Linha Verde é um dos principais cartões postais de Linhares, e está localizada na área central e urbana da cidade no bairro Lagoa do Meio, região de entreposto de pesca comunitária. O espaço é propício para o lazer da família, seu principal atrativo é a prática de atividades físicas, como caminhadas e cooper, passeios de bicicleta, e também piquenique já que na Lagoa há um calçadão em seu entorno com uma extensa área verde. É visitada principalmente pelos próprios moradores que têm o privilégio de morar perto dessa beleza natural.
Várias pessoas tem o hábito de alimenta com pães, os peixes que existem na lagoa (é importante preservar, evitando jogar lixo na lagoa). A Linha Verde favorece a realização e programação de brincadeiras ao ar livre com as crianças. Próxima dos bairros Palmital, José Rodrigues Maciel, Jardim Laguna e BNH, a Linha Verde é um dos locais mais interessantes da cidade linharense.Esportes[editar | editar código-fonte]
No futebol profissional, a cidade é representado pelo Linhares Futebol Clube. Atualmente, o Linhares atua na Série B do Campeonato Capixaba, porém promovido à Série A em 2020.[15] Os clubes linharenses conquistaram cinco vezes o Campeonato Capixaba da Série A, o extinto Linhares Esporte Clube foi campeão quatro vezes na década de 1990 e o Linhares Futebol Clube conquistou um título em 2007.
Os dois estádios que a cidade possuía com condições para receber partidas de futebol profissional foram demolidos para construção de supermercados: o Estádio Guilhermão e o Estádio Joaquim Calmon, demolidos em 2003 e 2018, respectivamente.[16]
Linhares destaca-se também por diversas categorias desportivas com ênfase para o handebol masculino e feminino, exportador de talentos para a seleção brasileira como o atleta revelação Vinícius Santos Teixeira.Ver também[editar | editar código-fonte]
Lista de municípios do Espírito Santo
Lista de municípios do Brasil
Lista de municípios do Brasil acima de cem mil habitantes
Rio Doce
Referências? Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 ? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b c «População estimada de 2018». IBGE. Consultado em 12 de abril de 2018 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 26 de agosto de 2013 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2010». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 [ligação inativa]? a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Linhares». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 28 de dezembro de 2015 ? a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Linhares». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 28 de dezembro de 2015 ? «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Linhares». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 28 de dezembro de 2015 ? «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 15 de maio de 2018 ? «Cidades IBGE». IBGE. Consultado em 28 de agosto de 2015 ? «Divulgado o resultado da licitação do Transporte Coletivo Urbano de Linhares». linhares.es.gov.br. 12 de fevereiro de 2015. Consultado em 25 de outubro de 2017 ? «Buchenavia pabstii». The IUCN Red List. Consultado em 19 de outubro de 2016 ? «Linhares da Águas». linhares.es.gov.br. Consultado em 29 de agosto de 2015 ? «Regência-ES». Projeto Tamar. Consultado em 28 de agosto de 2015 ? «Guia da Série B do Capixaba 2019: tudo o que você precisa saber sobre o torneio». globoesporte.com. 4 de abril de 2019. Consultado em 5 de junho de 2019 ? «Estádio Joaquim Calmon é demolido e dará lugar a hipermercado em Linhares». globoesporte.com. 17 de setembro de 2018. Consultado em 5 de junho de 2019
Ligações externas[editar | editar código-fonte]Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Definições no Wikcionário
Textos originais no Wikisource
Imagens e media no Commons
Commons
Wikisource
WikcionárioPrefeitura de Linhares
Câmara de Linhares
Linhares no IBGE Cidades
vde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [6] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)
vde Subdivisões do Espírito Santo Portal ? Geografia, Política, Cultura, EsportesCapitalVitóriaDivisão regional vigente (desde 2017)Regiões geográficas intermediárias e imediatasDivisão regional extinta (vigente até 2017)Mesorregiões e microrregiõesRegiões Metropolitanas e RIDEsGrande VitóriaMais de 300.000 habitantesCariacica ? Serra ? Vila Velha ? VitóriaMais de 100.000 habitantesCachoeiro de Itapemirim ? Colatina ? Guarapari ? Linhares ? São MateusPrincipais com menos de 100.000 habitantesAfonso Cláudio ? Aracruz ? Barra de São Francisco ? Castelo ? Domingos Martins ? Itapemirim ? Marataízes ? Nova Venécia ? Santa Maria de Jetibá ? São Gabriel da Palha ? VianaSudeste, Brasil
vde Linhares Portal ? Geografia, Política, Cultura, EsportesDistritosBebedouro • Desengano • Farias • Linhares • Pontal do Ipiranga • Povoação • Regência • Rio Quartel • São RafaelMicrorregião de Linhares
Portal do Espírito Santo (estado)