criar site brusque em Itabirito

Encontre criar site brusque em Itabirito na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Itabirito

Nota: Para pelo minério de ferro itabirito, veja Itabirito (geologia).Município de Itabirito
"Cidade Encanto"BandeiraBrasãoHino
Fundação7 de setembro de 1923 (95 anos)
Gentílicoitabiritense
LemaCidade Ativa
Padroeiro(a)Nossa Senhora da Boa Viagem[1]
CEP35450-000 a 35459-999[2]
Prefeito(a)Arnaldo Pereira dos Santos (interinamente) (MDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Itabirito em Minas GeraisItabirito Localização de Itabirito no Brasil
20° 15' 10" S 43° 48' 03" O20° 15' 10" S 43° 48' 03" O
Unidade federativaMinas Gerais
MesorregiãoMetropolitana de Belo Horizonte IBGE/2008 [3]
MicrorregiãoOuro Preto IBGE/2008 [3]
Região metropolitanaColar Metropolitano de Belo Horizonte
Municípios limítrofesOuro Preto, Moeda, Santa Bárbara, Rio Acima, Nova Lima.
Distância até a capital57 km
Características geográficas
Área543,007 km² [4]
População51 281 hab. estimativa IBGE/2018[5]
Densidade94,44 hab./km²
Altitude823 m
ClimaTropical de altitude
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,786 alto PNUD/2000 [6]
PIBR$ 1 070 387,829 mil IBGE/2008[7]
PIB per capitaR$ 24 712,28 IBGE/2008[7]
Página oficial
Prefeiturawww.itabirito.mg.gov.br
Câmarawww.itabirito.mg.leg.brItabirito é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Segundo informações do IBGE, o município contava com uma população estimada em 51 281[5] habitantes em 2018, e uma área de 543 km². Pertence ao Colar Metropolitano de Belo Horizonte.Índice1 História
2 Geografia
3 Turismo3.1 Culinária típica
3.2 Julifest
4 Filho ilustre
5 Ver também
6 Referências
7 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
Itabirito, conhecido na época como Itabira do Campo (distrito criado em 1752 e subordinado ao município de Ouro Preto), foi elevado à categoria de vila com a denominação de Itabirito em 7 de setembro de 1923 e à condição de cidade em 10 de setembro de 1925.[8]
Foi no século XVIII, entre 1706 e 1709, que o Capitão-Mor Francisco Homem Del Rey e o piloto da Nau Nossa Senhora da Boa Viagem, Luiz de Figueiredo Monterroyo chegaram na região em busca de ouro. A partir de 1752, já na condição de Distrito Colonial de Vila Rica, recebeu o nome de Itabira do Campo, que o identificou até o ano de 1923, quando emancipou-se politicamente em 7 de setembro, com o nome de Itabirito, originário do Tupi, que significa "pedra que risca vermelho", nome este que denomina um minério de ferro abundante na região.
O fato de a cidade se localizar exatamente entre Ouro Preto e o antigo Curral del Rei, local escolhido para se tornar a nova capital de Minas Gerais, tornou a cidade um ponto estratégico de parada dos tropeiros que transitavam pelas montanhas entre as duas localidades.
Durante o século XIX, houve um alto fluxo de imigração para Itabirito, causados tanto pela exploração aurífera quanto pela construção da Estrada de Ferro.Geografia[editar | editar código-fonte]
Situado no quadrilátero ferrífero de Minas Gerais, sua economia gira em torno da mineração, siderurgia e comércio, sendo que os dois últimos dependem invariavelmente da atividade mineral desempenhada no município.
Localiza-se na latitude 20º 15' 12" sul e longitude 43º 48' 05" oeste, estando a uma altitude média de 901 metros, predominando o clima tropical de altitude, de tipo Cwb na classificação climática de Köppen, com verões temperados e úmidos e invernos secos, são registradas geadas ocasionais no município. O ponto culminante de Itabirito é encontrado no Pico do Itabirito, monolito de hematita com de 1.586 metros. A cidade é cortada pela Rodovia dos Inconfidentes rodovia esta de fácil acesso, porém sinuosa e perigosa devido vários vítimas que faz anualmente. Situa-se à meia distância entre Ouro Preto (48 km) e Belo Horizonte (55 km).Turismo[editar | editar código-fonte]
Culinária típica[editar | editar código-fonte]
O pastel de angu de Itabirito é considerado patrimônio cultural do município[9]. Há uma variedade grande de recheios. A cidade realiza inclusive a Festa do pastel de Angu desde 2000[10], que envolve degustação da quitanda, quadrilhas, apresentações musicais e apresentações folclóricas.[9]Julifest[editar | editar código-fonte]
Na tradicional Julifest, que todos os anos acontece na segunda semana do mês de Julho, na Praça dos Inconfidentes, são oferecidos várias delícias da culinária itabiritense como, por exemplo, o pastel de angu que é o prato típico da cidade. Os pontos de venda (barracas, que retratam as construções típicas da zona rural) são construídas pelos próprios moradores. Outras delícias como frango ao molho pardo, feijão tropeiro, caldos, vinho quente, pinga com mel, quentão, canjica, doces, umbigo de banana com angu e carne, podem ser encontradas durante os quatro dias de festa.[11]Filho ilustre[editar | editar código-fonte]
Telê Santana, jogador e técnico de futebol.Ver também[editar | editar código-fonte]
Arquidiocese de Mariana
Referências? Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 16. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 ? Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 ? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? a b «Estimativa populacional 2018 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 2 de setembro de 2018 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? «Itabirito - Histórico» (PDF). biblioteca.ibge.gov.br. 2008. Consultado em 20 de junho de 2012 ? a b Prefeitura de Itabirito. (31 de maio de 2010). Neste fim de semana acontece a 10ª Festa do Pastel de Angu, acesso em 10 de junho de 2010? Gontijo, Luisana. (10 de junho de 2010). Tout Court Minas - Pastel de angu. Estado de Minas? «A festa | Julifest Itabirito». julifest.com.br. 2012. Consultado em 20 de junho de 2012. Arquivado do original em 29 de agosto de 2011
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Site da Prefeitura Municipal de Itabirito
Site da Câmara dos Vereadores de Itabirito
Dados do IBGE de Itabirito
vde Cidades históricas do Brasil segundo o IPHANRegião Centro-Oeste
Acorizal
Barão de Melgaço
Brasília
Cáceres
Cavalcante
Corumbá de Goiás
Corumbá
Crixás
Cuiabá
Diamantino
Goiás
Jaraguá
Luziânia
Miranda
Niquelândia (Tupiraçaba)
Pilar de Goiás
Pirenópolis
Poconé
Santa Cruz de Goiás
Vila Bela da Santíssima Trindade
Região Nordeste
Acaraú
Alcântara
Andaraí
Aquiraz
Aracati
Aratuípe
Areia
Bom Jesus da Lapa
Brejo da Madre de Deus
Cabo de Santo Agostinho
Cachoeira
Cairu (Morro de São Paulo)
Camamu
Campo Maior
Canavieiras
Caravelas
Caruaru
Feira de Santana
Flores
Fortaleza
Garanhuns
Goiana
Icó
Igarassu
Ilha de Itamaracá
Ilhéus
Ipojuca
Itaparica
Jaboatão dos Guararapes
Jacobina
Jaguaripe
João Pessoa
Juazeiro
Laranjeiras
Lençóis
Maragogipe
Marechal Deodoro
Monte Santo
Moreno
Natal
Nazaré
Nazaré da Mata
Oeiras
Olinda
Parnaíba
Penedo
Pesqueira
Petrolina
Piracuruca
Piranhas
Porto Calvo
Porto de Pedras
Porto Seguro (Arraial d'Ajuda)
Recife
Rio de Contas
Rio Formoso
Russas
Salvador
Santa Cruz Cabrália
Santa Luzia do Norte
Santa Rita
Santo Amaro
Santo Antônio de Jesus
São Cristóvão
São Félix
São Francisco do Conde
São Lourenço da Mata
São Luís
Sirinhaém
Sobral
Tamandaré
Tracunhaém
Triunfo
Valença
Vera Cruz
Vicência
Viçosa do Ceará
Vitória de Santo Antão
Região Norte
Almas
Pontal
Arraias
Barcelos
Belém
Boa Vista
Borba
Bragança
Cametá
Chapada da Natividade
Conceição do Tocantins
Costa Marques
Dianópolis
Itacoatiara
Macapá
Manaus
Monte do Carmo
Natividade
Paranã
Porto Nacional
Rio Branco
Santarém
Tefé
Região Sudeste
Angra dos Reis
Areias
Bananal
Barão de Cocais
Belo Vale
Cabo Frio
Caeté
Campos dos Goytacazes
Cananeia
Cantagalo
Catas Altas
Conceição da Barra
Congonhas
Coronel Xavier Chaves
Cunha
Diamantina
Embu das Artes
Guaratinguetá
Iguape
Ilhabela
Itabirito
Itanhaém
Itu
Jacareí
Jundiaí
Mariana
Mogi das Cruzes
Ouro Preto
Paraty
Petrópolis
Pindamonhangaba
Piranga
Pitangui
Prados
Resende
Resende Costa
Rio de Janeiro
Sabará
Sacramento
Santa Bárbara
Santa Luzia
Santana de Parnaíba
Santos
São Gonçalo do Rio Preto
São João del-Rei
São João Marcos
São José do Barreiro
São Luiz do Paraitinga
São Mateus
São Paulo
São Pedro da Aldeia
São Sebastião
São Vicente
Serro (Milho Verde)
Sorocaba
Taubaté
Teresópolis
Tiradentes
Ubatuba
Valença
Vila Velha
Vitória
Região Sul
Antonina
Castro
Curitiba
Florianópolis
Guaraqueçaba
Laguna
Lapa
Morretes
Paranaguá
Pelotas
Rio Grande
São Borja
São Francisco do Sul
São Miguel das Missões
Temas afins
Programa de Aceleração do Crescimento das Cidades Históricas
Lista do patrimônio histórico no Brasil

Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.