criar site brusque em Criciúma


Encontre criar site brusque em Criciúma na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.

Nota: Para outros significados, veja Criciúma (desambiguação).Município de Criciúma
"Capital do Carvão"
Anoitecer em CriciúmaBandeiraBrasãoHino
Fundação6 de janeiro de 1880 (139 anos)
Gentílicocriciumense
Prefeito(a)Clésio Salvaro (PSDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Criciúma em Santa CatarinaCriciúma Localização de Criciúma no Brasil
28° 40' 40" S 49° 22' 12" O28° 40' 40" S 49° 22' 12" O
Unidade federativaSanta Catarina
MesorregiãoSul Catarinense IBGE/2008[1]
MicrorregiãoCriciúma IBGE/2008[1]
Região metropolitanaCarbonífera
Municípios limítrofesSiderópolis, Cocal do Sul, Morro da Fumaça, Maracajá, Araranguá, Nova Veneza, Forquilhinha, Içara
Distância até a capital191 km
Características geográficas
Área235,628 km² (BR: 3893º)[2]
População213 023 hab. (SC: 7°) ? Estimativa IBGE/2018[3]
Densidade904,06 hab./km²
Altitude46 m
Climasubtropical Cfa
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,788 alto PNUD/2010[4]
PIBR$ 5 072 699 mil IBGE/2012[5]
PIB per capitaR$ 25,932 19 IBGE/2012[5]Criciúma é um município brasileiro situado no estado de Santa Catarina, Região Sul do país, na mesorregião do Sul Catarinense, microrregião de Criciúma. Segundo as estatísticas do IBGE de 2018, conta com 213.023 habitantes, sendo a principal cidade da Região Metropolitana Carbonífera, que possui cerca de 600 mil habitantes, além de ser a cidade mais populosa do Sul Catarinense, a sétima maior do estado de Santa Catarina e a 22ª da Região Sul do Brasil. Pelo Sistema Único de Saúde, o SUS, Criciúma abriga mais de 252 mil cadastrados.[6] Está entre os cem municípios do Brasil com o melhor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), calculado como de 0.788 em 2010,[4] sendo o 76º município mais bem avaliado do país e o 14° mais bem avaliado de Santa Catarina, naquele ano.
A cidade é polo industrial em diversos setores, entre eles: confecção, embalagens, cerâmico, plástico e descartáveis, metalmecânico, extração do carvão mineral, construção civil e material gráfico.
Com a sede em Criciúma, a Rede Angeloni é a maior rede de supermercados de Santa Catarina e a 10ª maior do país, possui 27 lojas espalhadas pelo Brasil, o maior hipermercado da rede está localizado em Criciúma. Além de possuir 3 shopping centers, no setor de serviços - saúde e educação - destaca-se com três hospitais, duas unidades de atendimento 24 horas, a Universidade do Extremo Sul Catarinense, Instituto Federal de Santa Catarina e outras sete faculdades.
Conhecida por ser a Capital Brasileira do Carvão e do Revestimento Cerâmico. No seu subsolo abriga uma das maiores reservas minerais do país. A Mina de Visitação Octávio Fontana, permite uma visão da evolução histórica da riqueza extrativa da cidade. Colonizada por italianos, a cidade recebeu também poloneses, alemães, portugueses e árabes em diversas fases do seu desenvolvimento.
Entre tantas festas populares que acontecem no Sul, uma delas é em Criciúma. Realizada há mais de 23 anos, a Festa das Etnias, que nas primeiras edições recebeu o nome de Quermesse por ser realizada na Praça Nereu Ramos, ao lado da Catedral São José, reúne todas as tradições étnicas da região e tem como principais objetivos promover as manifestações culturais e integrar os colonizadores de Criciúma, repassando assim sua história cultural.Índice1 Etimologia
2 História2.1 Origens e povoamento
2.2 Expansão econômica, formação administrativa e história recente
3 Geografia
4 Economia4.1 Transporte
4.2 Malha ferroviária
4.3 Porto seco
4.4 Aeroporto
5 Evolução populacional
6 Incêndios ao paço municipal
7 Principais eventos
8 Cultura8.1 Academia Criciumense de Letras
8.2 Teatro Municipal Elias Angeloni
8.3 Centro Cultural Jorge Zanatta
8.4 Feira do Livro
8.5 Festival de Ballet Infantil de Criciúma
8.6 Festival Internacional de Corais de Criciúma
8.7 Festa das Etnias
9 Futebol
10 Educação10.1 Universidades
10.2 Faculdades
11 Ver também
12 Notas
13 Referências
14 Ligações externasEtimologia[editar | editar código-fonte]
O município recebeu esta denominação por existir muito capim Cresciuma na região onde a cidade está assentada. Criciuma é o nome dado a um grande número de gramíneas dos gêneros Arundinaria e Chusquea, que pode ser encontrado na praça Nereu Ramos (centro da cidade).[7] A Criciuma asymmetrica é aparentada com a Chusquea ramosissima, que aparenta um bambu. No idioma indígena local, o nome Criciúma corresponde a "taquara pequena".[8]História[editar | editar código-fonte]
Origens e povoamento[editar | editar código-fonte]
Domingos de Brito Peixoto, bandeirante paulista, era o fundador da povoação de Santo Antônio dos Anjos da Laguna, em 1676. A cidade atualmente denominada Laguna era a "guarda de avanço" portuguesa na parte mais meridional do imenso Brasil Colônia. Dentre os demais objetivos, o mais importante era a vigilância dos movimentos hispânicos na Colônia de Sacramento e como que um suporte para povoar o Rio Grande do Sul, também sob disputa da Espanha.[9]
Como o movimento de Laguna em direção ao Sul se intensificava, há provas de que, já nos primeiros tempos do século XVIII, o território criciumense tenha sido atravessado, seguidas vezes, pela civilização humana. Mas, por muito tempo, o homem não indígena não se estabeleceu em suas terras.[9]
Criciúma somente foi colonizada em 6 de janeiro de 1880 por imigrantes que vieram do norte da Itália. Entre as primeiras famílias, podem ser citadas as seguintes: Naspolini, Pizzetti, Scotti, Sonego, Benedet, Benetton, Casagrande, De Luca, Dario, Pavan, Martinello, Margutti, Pierini, Zanette, Milanese, Darós, Bilesimo, Meller, Milioli, Netto, Ortolan, Possamai, Barbieri, Sommariva, Fabri, Tramontin, Piazza, Pasini e Venson.[9][10] A despeito das dificuldades iniciais, a colônia progrediu rapidamente.[9][11]
Em 1890, chegam na região imigrantes alemães e polacos, que junto aos italianos, e também aos descendentes de portugueses oriundos da região de Laguna, contribuem de forma decisiva no desenvolvimento do município.Expansão econômica, formação administrativa e história recente[editar | editar código-fonte]
Em 1892, eleva-se à categoria de distrito de Araranguá. Em 1914, em coincidência com a Primeira Guerra Mundial, e, em parte por causa desta, mais um fator contribuiu para o seu desenvolvimento: a exploração do carvão de pedra, de tamanha importância na atualidade, fato que deu ao município o apelido de Capital Brasileira do Carvão.[9]
Também as obras de implantação da Estrada de Ferro Dona Tereza Cristina, nos últimos anos do século XIX, contribuíram grandemente para o seu progresso. Criou-se o município por meio da Lei nº 1516, de 4 de novembro de 1925, com território que se desmembrou de Araranguá, sendo instalado em 1º de janeiro do ano seguinte.[9]
A partir de 1947, a indústria cerâmica passa a desenvolver-se no município, assumindo papel de fundamental importância no contexto econômico da região, elevando Criciúma a um dos grandes polos produtores mundiais, sendo a cerâmica criciumense reconhecida pela sua qualidade.
Suas principais atividades econômicas, além da exploração de carvão, são a indústria, a agricultura e a pecuária. Por esse motivo, Criciúma é um dos municípios com maior produto interno bruto, PIB per capita e índice de desenvolvimento humano de Santa Catarina.[9]
Sua área é de 235,6 km², pertencente à Mesorregião do Sul Catarinense. Tem um dos clubes de maior modernização de Santa Catarina: o Criciúma Clube, fundado em 5 de agosto de 1960, e visitado obrigatoriamente por pessoas de outros lugares.[9]
Em 7 de dezembro de 2000, resgatando suas origens, Criciúma tornou-se cidade-irmã de Vittorio Veneto, cidade italiana berço de muitos imigrantes que contribuíram para a fundação do município.[carece de fontes?]Geografia[editar | editar código-fonte]
Localiza-se a uma latitude 28º40'39" Sul e a uma longitude 49º22'11" Oeste, estando a uma altitude de 50 metros.
Está circunscrito em uma área de 190,97 km².
Bairros
Criciúma possui cerca de 180 bairros, que estão divididos em 5 regiões:
Região Central: Forte na área comercial, aliás as principais "sedes" de grandes supermercados se concentram aqui. Assim como lojas, faculdades e as maiores escolas estaduais.
Grande Rio Maina (Mais populosa), região comercial com algumas fábricas e indústrias.
Grande Próspera:? A "região dos shoppings", também forte na área comercial e de services.
Grande Quarta Linha: Era a pouco tempo forte na agricultura, porém ? a indústria vem crescendo nessa região e atualmente ela é praticamente um distrito industrial.
Grande Santa Luzia e Pinheirinho: Possuí diversos supermercados, lojas e habitacionais. Seria onde boa parte da população trabalhadora vive. Nesta região também estão localizadas universidades e grandes escolas profissionalizantes.
O clima de Criciúma é classificado como subtropical Cfa, com chuvas regulares o ano todo. Geadas ocorrem esporadicamente, sendo mais comum em anos mais frios. A ocorrência de neve é muito rara, tendo sido registrada pela última vez no dia 31 de julho de 1955 (neve misturada com garoa). A temperatura média anual da cidade é de 18 °C. No verão, as temperaturas facilmente ultrapassam os 30 °C. No inverno, as temperaturas mínimas podem ficar abaixo dos 10 °C.
Dados climatológicos para Criciúma
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima média (°C)29,228,72825,323,121,521,221,622,2242627,8 24,9
Temperatura média (°C)2423,722,819,917,415,815,215,917,31920,622,4 19,5
Temperatura mínima média (°C)18,818,717,614,511,810,29,210,312,414,115,317 14,2
Precipitação (mm)162161133109848878991271179999 1 356
Fonte: Climate-Data.org[12] Economia[editar | editar código-fonte]
A cidade de Criciúma foi classificada em dezembro de 2002 pela Revista Exame/Agência Simonsen Associados como a 42ª melhor cidade do Brasil para se fazer negócios (era a 37ª em 2001 e a 27ª em 1999/2000).
Tal fato decorre do município ser polo internacional nos setores da indústria de plásticos e descartáveis, indústria química, metal-mecânica, confecção, cerâmica, colorifícios e extração mineral, além de importantes construtoras, transportadoras e as maiores redes supermercadistas de Santa Catarina.
A cerâmica, extrativismo mineral, vestuário, a metal-mecânica e o plástico são os principais segmentos. A cerâmica tem dimensão internacional, competindo com a Itália e a Espanha no mercado mundial, com fabricantes de renome como Cecrisa e Eliane. A indústria de descartáveis plásticos é a mais importante do país, respondendo por cerca de 90% da produção nacional de copos, pratos e bandejas plásticas. O vestuário representa o terceiro polo de jeans do Brasil. A indústria metal-mecânica é a única de envergadura regional, porém pela preocupação que tem demonstrado com os programas de qualidade, tende a obter reconhecimento mais amplo.
O comércio da região é fortemente concentrado em Criciúma, que detém 2.759 estabelecimentos comerciais, ocupando 18% da mão de obra empregada diretamente. Criciúma é um referencial de compras de produtos da região, especialmente do setor vestuarista. Possui 3 Shoppings Centers responsáveis pela diversificação do comércio, onde concentram-se marcas renomadas nacionais e internacionais. O Shopping Della localizado na praça Nereu Ramos é o mais antigo da cidade, e o 2º de Santa Catarina, possui mais de 50 lojas e 2 salas de cinema 3D. O Criciúma Shopping com 14 mil m² de ABL conta com mais de 100 lojas e 2 salas de cinema. O Nações Shopping com 38 mil m² de ABL e aproximadamente 100 mil m² de área construída, é o maior centro de compras da região e o 3º do estado, possui mais de 210 operações, 15 lojas âncoras e megalojas, 6 salas de cinema 3D e Vip.Transporte[editar | editar código-fonte]
Criciúma não é suprida por uma rodovia federal, senão tangencialmente pela rodovia BR-101 na região sul do município.
Concernente a rodovias estaduais, todavia, é cortado ao centro pelas rodovias SC-443, SC-444, SC-445, SC-446, e quase ao centro pela SC-447. O seu mapa rodoviário, por causa disto, bem lembra um asterisco. Nenhuma das rodovias é duplicada, causando problemas de comunicação em virtude do forte tráfego.
Com a duplicação da BR-101 Sul, atualmente Criciúma ganhou mais um novo acesso, do Centro x BR-101, por uma via expressa dando mais velocidade e agilidade para quem vem de fora da cidade.
Transporte Coletivo Municipal
Tem um sistema integrado de transporte municipal:
- 63 linhas normais, e mais de 40 atendimentos;
- 3 Terminais Integrados de Transporte Coletivo: TPRO (Terminal da Próspera - Zona Norte da Cidade), TPI (Terminal do Pinheirinho- Zona Sul da Cidade, TCE (Terminal Central - No centro do município). Está em projeto um terminal no distrito do Rio Maina (Zona Noroeste da Cidade);
- 5 empresas operadoras: Auto Viação Critur, Expresso Coletivo Forquilhinha, Zelindo Trento & Cia Ltda. - ZTL .
Transporte Coletivo Estadual/Interestadual
O Terminal Rodoviário de Criciúma, funciona desde 1977, na Avenida Centenário.
As empresas que operam atualmente são: Auto Viação Catarinense Ltda., Empresa Santo Anjo da Guarda Ltda., Reunidas S.A. Transportes Coletivos, Real Transporte e Turismo S.A., Empresa União de Transportes Ltda., Pluma Conforto e Turismo S.A., Empresa União Cascavel de Transporte e Turismo Ltda. ? Eucatur, Viação Itapemirim S.A., Unesul de Transportes Ltda., Empresa de Ônibus Nossa Senhora da Penha S.A., Expresso Coletivo Forquilhinha, Nevatur Transportes e Turismo, Empresa Auto Viação São José, Expresso Coletivo Içarense.
Transporte Coletivo Intermunicipal Regional
Nas cidades da região de Criciúma não há um sistema de transporte coletivo integrado, mas há mais de 30 Linhas da rodoviária de Criciúma para Bairros dos municípios da região.Malha ferroviária[editar | editar código-fonte]
O município é cruzado pela Ferrovia Tereza Cristina, que serve para o transporte do carvão das minas para a Termelétrica Jorge Lacerda, em Capivari de Baixo. A obra foi concluída no sul do estado em 1884, com a extensão de 112 km, por meio de uma concessão obtida pelo Visconde de Barbacena. A ferrovia é uma importante opção logística para a região. Além do carvão mineral, principal produto transportado, são transportados pelos trilhos da FTC contêineres para o Porto de Imbituba. Os investimentos programados para o Porto, nos próximos anos, possibilitará maior diversidade nas cargas transportadas e beneficiará diretamente empresários, que ganharão maior competitividade de seus produtos no mercado, a população e o turismo, com a redução do tráfego de caminhões na BR-101.
Atualmente em fase de captação de recursos há o projeto para a construção de um porto-seco, que aumentaria o poder logístico da ferrovia e a eficiência no transporte de cargas para o Porto de Imbituba. Há também o projeto para a interligação da Ferrovia Tereza Cristina com a malha ferroviária nacional, a tão sonhada Ferrovia Litorânea que ligará Imbituba a Araquari.Porto seco[editar | editar código-fonte]
Ainda em projeto, será implantado em Criciúma um porto seco,[13] com o objetivo de centralizar o tráfego de veículos pesados para fora do centro da cidade. Denominado "Porto Seco - Cidade dos Transportes" será localizado na divisa com o município de Içara, na Rodovia Primeira Linha, com acesso à Ferrovia Tereza Cristina. Objetiva-se, ainda, a construção de um Terminal Intermodal de Cargas, que fará a documentação de exportação dos produtos com destino ao Porto de Imbituba, utilizando esta estrutura e escoando as mercadorias pela via férrea.Aeroporto[editar | editar código-fonte]
O aeroporto que supre o município de Criciúma é o Aeroporto Diomício Freitas, localizado no município de Forquilhinha. O aeroporto passou a ser administrado pela Infraero em março de 2006. A empresa firmou convênio com o Governo do Estado de Santa Catarina para prestação de serviços de administração, operação, exploração, manutenção e desenvolvimento da infraestrutura daquele terminal. Até então, o aeroporto estava sob administração do Governo Estadual.
Localizado em área do município de Forquilhinha, nas proximidades das rodovias SC-443 e SC-446 que interligam a cidade de Criciúma com as cidades de Forquilhinha, Meleiro e outras cidades da região sul de Santa Catarina, e com a BR-101, o aeroporto funciona como agente facilitador do escoamento de cargas e de produtos perecíveis e do deslocamento de turistas de negócios, além de atender diversas aeronaves executivas dos empresários da região.
O aeroporto Diomício Freitas operou voos regulares através da AZUL - Linhas Aéreas Brasileiras.
O aeroporto Diomício Freitas também é um polo de voos executivos. Diversos empresários da região Sul de Santa Catarina possuem aeronaves de pequeno porte para facilitar seus deslocamentos para outras cidades.Evolução populacional[editar | editar código-fonte]1940 - 27.753
1950 - 50.854
1960 - 61.975
1970 - 81.451
1980 - 110.597
1981 - 104.854
1982 - 109.086
1983 - 113.333
1984 - 117.569
1985 - 121.790
1986 - 125.973
1987 - 130.095
1988 - 134.132
1989 - 138.065
1990 - 141.903
1991 - 146.320
1992 - 148.637
1993 - 153.950
1994 - 156.271
1995 - 158.524
1996 - 159.101
1997 - 162.286
1998 - 164.974
1999 - 167.658
2000 - 170.420
2001 - 173.269
2002 - 175.491
2003 - 177.844
2004 - 182.785
2005 - 185.519
2006 - 188.233
2007 - 185.506
2008 - 187.018
2009 - 188.557
2010 - 192.236
2011 - 193.988
2012 - 195.718
2014 - 204.667
2015 - 207.131
2017 - 211.369
Incêndios ao paço municipal[editar | editar código-fonte]
No dia 27 de maio de 2015, por volta das 3h. da madrugada, um incêndio atingiu o paço municipal, destruindo os setores de Divisão de Planejamento Físico e Territorial (DPFT), Setor de Tributos, e parte da Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana. Onze dias depois, por volta das 12:30h., a prefeitura municipal foi atingida por um novo incêndio de maiores proporções que o anterior, em uma análise preliminar o segundo incêndio atingiu todo o Gabinete do Prefeito, Diretoria Executiva de Comunicação, Ouvidoria do Município, Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Diretoria de Informática e a Procuradoria do Município.Confira a nota oficial do segundo incêndio: A Administração Municipal de Criciúma informa que o Paço Municipal Marcos Municipal foi atingido pela segunda vez por um incêndio no início da tarde deste domingo (7). A estrutura já havia sido atingida, no dia 27 de maio, por volta das 3 horas da madrugada, destruindo os setores de Divisão de Planejamento Físico e Territorial (DPFT), Setor de Tributos, e parte da Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana.Desta vez, o incêndio que iniciou por volta das 12h30min, teve uma proporção ainda maior. Em uma análise preliminar o incêndio atingiu todo o Gabinete do Prefeito, Diretoria Executiva de Comunicação, Ouvidoria do Município, Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Diretoria de Informática e a Procuradoria do Município, enfim, boa parte dos setores do segundo pavimento da prefeitura. Ainda não é possível contabilizar os prejuízos e documentos destruídos pelas chamas.
O prefeito Márcio Búrigo deu uma coletiva no fim da tarde de hoje na Associação Empresarial de Criciúma (ACIC) acompanhado dos secretários municipais, do delegado Márcio Campos Neves, que acompanha as investigações e com a presença dos ex-prefeitos Altair Guidi, Paulo Meller, deputados estaduais, Valmir Comin e Ricardo Guidi e o prefeito de Forquilhinha Lei Alexandre.Segundo o delegado, neste momento o Corpo de Bombeiros ainda atua no rescaldo e a preocupação é a com a preservação do local. A informação que se tem é de que duas pilastras estão comprometidas e, por isso, as equipes do Corpo de Bombeiros atuam do lado de fora do prédio. Ainda conforme o delegado, a área ficará isolada e assim que possível os engenheiros civis avaliarão a estrutura e será feita a perícia para descobrir as causas do incêndio.O prefeito Márcio Búrigo declarou que no primeiro incêndio os servidores ficaram com a alma ferida, mas com esse segundo sinistro toda cidade foi atingida e está sensibilizada. O chefe do poder executivo pediu para que a imprensa, secretários, autoridades e toda polução ajudem a cobrar dos órgãos competentes que esse fato seja apurado e que logo todos tenham uma resposta do que causou os incêndios.As atividades na prefeitura de Criciúma seriam retomadas nesta semana. Mas devido aos últimos fatos os serviços estão suspensos. Nesta segunda-feira (8), o governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo e o vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, estão com viagem confirmada para Criciúma, com o intuito de auxiliar o Governo de Criciúma na recuperação do Paço Municipal.O prefeito Márcio Búrigo e a equipe de governo lamentam o ocorrido e mais uma vez seguem com o objetivo de reestruturar os serviços e atendimento ao público. As informações do Governo continuarão sendo publicadas na página oficial da Prefeitura de Criciúma no Facebook.
Principais eventos[editar | editar código-fonte]
Fundação de Criciúma, em 6 de janeiro
Carnaval Cidadão, em fevereiro
Feira do Livro, em agosto no Rio Maina e outubro no Centro
Festa das Etnias, em setembro
Festival de Ballet Infantil de Criciúma, no final de setembro
Festival Internacional de Corais, em novembro
Festival Unesc em Dança, no final de outubro.
Festa de Santa Bárbara, a padroeira dos mineiros, em 4 de dezembro
Cultura[editar | editar código-fonte]
Monumento às Etnias
Academia Criciumense de Letras[editar | editar código-fonte]
A Academia Criciumense de Letras [14] foi criada no dia 14 de novembro de 1997, em solenidade realizada no Teatro Municipal Elias Angeloni, com a presença de vinte e cinco acadêmicos. Localiza-se no Centro Cultural Jorge Zanatta. Hoje, consolidada na cultura regional, é responsável pela organização do maior concurso literário de Santa Catarina: o Concurso Literário da Academia Criciumense de Letras.
Desde 1998 a academia publica anualmente sua revista acadêmica, contendo as obras vencedoras de seu concurso literário, além de trabalhos escritos pelos próprios acadêmicos.
Para a criação de sua logomarca foi realizado um concurso público, que teve como vencedor Drayton Ignacio da Silva Junior, um designer conhecido e respeitado na região. Trata-se do desenho do bico de uma caneta, em preto, com os 4 blocos diagonais, no seu interior, em branco, que é o símbolo da cidade de Criciúma.Teatro Municipal Elias Angeloni[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Teatro Elias Angeloni
O Teatro Municipal Elias Angeloni é a maior sala de espetáculos do sul do Estado de Santa Catarina, com capacidade para 728 pessoas. Localiza-se no Parque Centenário, Bairro: São Luiz, no município de Criciúma.
É palco de grandes eventos, como: Peças Teatrais; Shows Musicais; Espetáculos de Dança, Palestras e Congressos Nacionais, Regionais e Locais; Formaturas; Festivais de Danças, Stand Up Comedy Nacionais e Regionais, Festivais de Corais Nacionais e Internacionais, entre eles: o Festival Internacional de Corais de Criciúma, com a presença de coros das diversas regiões do Brasil e do mundo. O Teatro Municipal Elias Angeloni recebe também concertos, lançamentos de CD, DVD e livros e eventos corporativos.
Ao longo de sua história já se apresentaram diversos artistas no palco do Teatro Municipal Elias Angeloni em Criciúma como: Shows com humoristas: Maurício Meirelles, Marco Luque, Paulinho Gogó, Paulinho Mixaria, Marcelo Marrom. E também peças teatrais como: Os melhores do mundo; Baixa Terapia com o ator Antônio Fagundes e peças infantis como: A Bela e A Fera e Frozen. Ocorreram também diversas palestras com palestrantes renomados como Caco Barcelos, Dráuzio Varella e Sônia Bridi . No Teatro Municipal Elias Angeloni acontecem uma diversidade de shows musicais, entre os que já aconteceram citam-se: Tiago Iorc, Ivan Lins, Oswaldo Montenegro, Luiza Possi e o Lançamento de DVD com Leandro Borges.
Localizado no Parque Centenário, no Centro Cultural Santos Guglielmi, o Teatro Municipal Elias Angeloni apresenta dois andares de platéia e um hall de entrada. Com um grande palco e é utilizado para finalidades culturais, artísticas e educacionais.
A programação do Teatro Municipal Elias Angeloni está disponível para o público na página de Facebook Oficial: Teatro Elias Angeloni e no Instagram: @teatroeliasangelonie no site da Fundação Cultural de Criciúma.Centro Cultural Jorge Zanatta[editar | editar código-fonte]
Foi construído em 1945, a fim de abrigar o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Durante a Ditadura Militar serviu como um pequeno presídio para as pessoas que eram acusadas de comunistas no município. Anos depois tornou-se sede do Conselho Nacional do Petróleo (CNP). Hoje, sob a administração da Fundação Cultural de Criciúma, o prédio abriga a Academia Criciumense de Letras, pinacoteca, galeria de arte, além de oficinas culturais que são oferecidas à população, como aulas de teatro, piano, violão, entre outros. Catedral São José.
Apesar de não ter grandes belezas naturais, Criciúma possui um acervo de atrações turísticas que exploram os valores histórico-culturais do município.
Um exemplo é o Museu de Colonização Augusto Casagrande, inaugurado em 1980, em comemoração ao centenário de Criciúma. Funciona num antigo sobrado tipicamente italiano, no centro da cidade. Seu acervo compõe-se de fotografias, documentos, móveis, utensílios domésticos e ferramentas de trabalho utilizadas pelos imigrantes italianos no século XIX e início do século XX. Praça Nereu Ramos, no centro.
A Catedral São José é outro ponto turístico, localizada na Praça Nereu Ramos, coração do município. Sua construção foi iniciada em 1907 e sua inauguração ocorreu dez anos depois, em 1917. Sua arquitetura seque o estilo romano gótico, com traços simples e funcionais. A nave da igreja é dividida por um conjunto uniforme de colunas. Atualmente, em comemoração ao seu centenário, a catedral está sendo ampliada e revitalizada.
As igrejas de Nossa Senhora da Salete e de São Paulo Apóstolo, com suas arquiteturas arrojadas e imponentes, também são importantes atrações do município.
Criciúma é a único município do país a ter uma mina aberta à visitação pública. A Mina Modelo Caetano Sônego é uma antiga mina de carvão situada a poucos minutos do centro do município.
Já para quem procura estar mais próximo à natureza, uma boa opção é o Centro de Educação Ambiental, localizado no Morro do Céu. Lá o visitante pode aprender sobre educação ambiental e aventurar-se por longas trilhas, em meio a um trecho de Mata Atlântica preservada.Feira do Livro[editar | editar código-fonte]
Coordenado pela Fundação Cultural de Criciúma (FCC) e com apoio da Academia Criciumense de Letras e do Centro de Atendimento à Literatura e Língua Portuguesa (CALP), a Feira do Livro de Criciúma acontece no mês de agosto na Praça Nereu Ramos,centro da cidade, onde são expostas, divulgadas e comercializadas as mais diversas obras literárias, tendo a duração de uma semana.
Durante o evento temos diversos palestrantes, sessão de autógrafos dos escritores locais, shows de corais, exposição de pinturas e apresentações teatrais.
A criação da logomarca da Feira do Livro se deu no seu segundo evento, em 6 de agosto de 2007, através de um concurso público promovido pela FCC, em que teve como vencedor o projeto apresentado pelo designer gráfico Drayton Ignacio da Silva Junior. Trata-se da representação figurativa em que duas mãos seguram um livro aberto, com a inscrição do símbolo da cidade em sua parte frontal.Festival de Ballet Infantil de Criciúma[editar | editar código-fonte]
O Festival de Ballet Infantil de Criciúma é um evento cultural, que objetiva incentivar a prática do Ballet desde a infância e valorizar o profissional que atua nesta área. A primeira edição do evento ocorreu em 2010, no Teatro Elias Angeloni, e desde então o número de participantes vem aumentando a cada ano.
O Festival valoriza o trabalho dos profissionais e oferece ajuda de custo em dinheiro para os professores.
Todos os bailarinos inscritos ganham medalha e certificado, fator motivacional para as crianças.
Este é o único evento do segmento, voltado exclusivamente para o público infantil em toda a região.
A Companhia SD Ballet Infantil possui várias unidades onde oferece aulas de balé em Criciúma, atuando principalmente nas escolas, com um sistema de ensino exclusivo (voltado especificamente ao ballet para crianças em Criciúma) a Companhia SD Ballet Infantil participou de todas as edições do Festival de Balé Infantil de CriciúmaFestival Internacional de Corais de Criciúma[editar | editar código-fonte]
Criado pela Associação Coral de Criciúma, o Festival Internacional de Corais de Criciúma - FICC é um marco na cidade de Criciúma e no estado de Santa Catarina. É coordenado por uma Comissão Central Organizadora composta de membros da sociedade criciumense, amantes da música coral.
O festival é realizado anualmente na última semana de novembro. Dele participam corais locais, estaduais e estrangeiros. Além das apresentações no Teatro Municipal Elias Angeloni são realizadas apresentações paralelas em escolas, praças, igrejas, centros comunitários e espaços públicos, assim com as Extensões do FICC, que são espetáculos realizados em outros municípios. Ao lado das apresentações musicais o festival está orientado também para capacitação através da realização de oficinas para coralistas e ações para difundir o canto coral nas escolas.
Em 2006 o FICC foi agraciado com a Medalha de Mérito Cultural "CRUZ E SOUSA", conferida pelo Governo do Estado de Santa Catarina.Festa das Etnias[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Festa das Etnias
Futebol[editar | editar código-fonte]
O futebol criciumense é representando pelo Criciúma Esporte Clube. O Criciúma, apelidado de Tigre, seu mascote, é o clube que mais contabiliza títulos nacionais no futebol catarinense, com a Copa do Brasil em 1991 de forma invicta (o que lhe garantiu participação na Copa Libertadores da América de 1992, ficando em 5º lugar na mesma), o Campeonato Brasileiro de Futebol - Série B em 2002, o Campeonato Brasileiro de Futebol - Série C em 2006 e agora em 2012 com o vice campeonato da Série B volta a elite do futebol brasileiro. Sendo classificado como 30º melhor clube do Brasil no Ranking da CBF (melhor de Santa Catarina).
Outros clubes da cidade são o Esporte Clube Próspera e o Esporte Clube Metropol, ambos atualmente sem atividades profissionais.Educação[editar | editar código-fonte]
Universidades[editar | editar código-fonte]
Universidade do Extremo Sul Catarinense (UNESC)
Faculdades[editar | editar código-fonte]
Escola Superior de Criciúma (ESUCRI)
Faculdade SATC (FASATC)
Faculdade de Tecnologia SENAC Criciúma
Pólo de Ensino Superior à Distância da Universidade Federal de Santa Catarina (EAD-UFSC)
Instituto Federal de Santa Catarina (IF-SC)
Pólo da Uniasselvi - Faculdade Leonardo da Vinci - Prédio da ESUCRI
Unesc - Universidade do extremo Sul Catarinense
Ver também[editar | editar código-fonte]
Lista de municípios de Santa Catarina por data de criação
Lista de municípios de Santa Catarina por população
Jogos Abertos de Santa Catarina 2011
Universidade do Extremo Sul Catarinense
Lista de municípios do Brasil acima de cem mil habitantes
Casa da Cultura Neusa Nunes Vieira
NotasReferências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? https://cidades.ibge.gov.br/brasil/sc/criciuma/panorama? a b «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 21 de setembro de 2013 ? a b «Produto Interno Bruto dos municípios - 2012». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 26 dez. de 2014 ? «Número de usuários do SUS é superior a população em Criciúma». Rádio Difusora. Consultado em 2 de setembro de 2013 ? Carneiro 2006, p. 67.? NAVARRO, E. A. Dicionário de tupi antigo: a língua indígena clássica do Brasil. São Paulo. Global. 2013. p. 557-578.? a b c d e f g h El-Khatib 1970, pp. 30-31.? web.studio, Burn. «História - Rio Maina - Portal Rio Maina». www.portalriomaina.com.br. Consultado em 26 de maio de 2017 ? web.studio, Burn. «História - Rio Maina - Portal Rio Maina». www.portalriomaina.com.br. Consultado em 26 de maio de 2017 ? «CLIMA: CRICIÚMA». Climate-Data.org. Consultado em 1º de julho de 2016. Cópia arquivada em 19 de janeiro de 2016 ? «FATRANCESC» ? «Academia Criciumense de Lestra». Consultado em 10 de dezembro de 2011
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Página da prefeitura
Página da câmara
Criciúmavde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [1] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)vde Santa CatarinaCapitalFlorianópolisDivisão regional vigente (desde 2017)Regiões geográficas intermediárias e imediatasDivisão regional extinta (vigente até 2017)Mesorregiões e microrregiõesRegiões metropolitanasAlto Vale do Itajaí ? Carbonífera ? Chapecó ? Contestado ? Extremo Oeste ? Florianópolis ? Foz do Rio Itajaí ? Lages ? Norte-Nordeste Catarinense ? Tubarão ? Vale do ItajaíMunicípios >500.000 habitantesJoinvilleMunicípios >200.000 habitantesFlorianópolis ? Blumenau ? São José ? Chapecó ? Criciúma ? ItajaíMunicípios >100.000 habitantesJaraguá do Sul ? Palhoça ? Lages ? Balneário Camboriú ? Brusque ? Tubarão PortalvdeRegião Metropolitana CarboníferaNúcleo metropolitanoCriciúma * Cocal do Sul * Içara * Forquilhinha * Morro da Fumaça * Nova Veneza * SiderópolisÁrea de expansãoAraranguá * Balneário Arroio do Silva * Balneário Gaivota * Balneário Rincão * Ermo * Jacinto Machado * Lauro Müller * Maracajá * Meleiro * Morro Grande * Passo de Torres * Praia Grande * Santa Rosa do Sul * São João do Sul * Sombrio * Timbé do Sul * Turvo * Treviso * Urussanga Santa Catarina, Brasilvde Canais de televisão aberta de CriciúmaVHF analógico
03 TV Barriga Verde (Band)
09 NSC TV (Globo)
12 TV Primavera (CJC)
UHF analógico
19 RTV Criciúma (TV Brasil)
21 Rede 21 (TV Universal)
23 SBT SC (SBT)
25 RIC TV (RecordTV)
29 RIT
36 Rede Vida
Sinal digital
30 (25.1) RIC TV HD
34 (9.1) NSC TV HD
31.1 Record News SC HD
32 (3.1) TV Barriga Verde HD
46 (23.1) SBT SC HD
48 (29.1) RIT SD
50 (12.1) TV Primavera SD
53 (19.1) RTV Criciúma (TV Brasil)
Autorizados ouem implantação
15.1 TV Gazeta
14 (21.1) Rede 21 SD
Extintas
06 SBT SC (SBT) (????)
15 TV Gazeta
Predefinições deregiões adjacentes
Florianópolis
Araranguá
Tubarão Portal do Brasil
Controle de autoridade
: Q1439157
EBID: ID
OSM: 296527
GeoNames: 3465196

Posts Relacionados

CRIAR SITE BRUSQUE EM CRISÓLITA

Encontre criar site brusque em Crisólita na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

CRIAR SITE BRUSQUE EM CRISÓPOLIS

Encontre criar site brusque em Crisópolis na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

CRIAR SITE BRUSQUE EM CRISSIUMAL

Encontre criar site brusque em Crissiumal na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

CRIAR SITE BRUSQUE EM CRISTAIS

Encontre criar site brusque em Cristais na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.