criar site brusque em Campanário

Encontre criar site brusque em Campanário na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Campanário

Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde novembro de 2015). Ajude a inserir referências.O conteúdo não verificável pode ser removido.?Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Nota: Para outros significados, veja Campanário (desambiguação).
Vista da torre sineira da catedral de Santa Maria del Fiore, em Florença. A torre foi desenhada por Giotto no século XIV.
Campanário, também designado torre sineira é uma torre desenhada para conter sinos ("campanas"). É comum em edifícios religiosos mas também pode ocorrer na arquitetura civil. A utilização do termo campanário é predominante na arquitetura de edifícios religiosos, enquanto "torre sineira" predomina na arquitetura civil. A concordância é sempre no masculino. Ex: "O Campanário é longe demais para visitarmos."Funções[editar | editar código-fonte]
Os sinos dos campanários de uma igreja ou outro tipo de edifícios soam para indicar a passagem do tempo ou para marcar eventos importantes, como casamentos ou funerais. Também podem ser usados para indicar a ocorrência de alguma catástrofe, como incêndios.
Para marcar o tempo, os sinos de um campanário podem estar conectados a um relógio, como o famoso Big Ben das Casas do Parlamento em Londres. Arquitetura religiosa[editar | editar código-fonte]
Torres sineiras são comuns em igrejas, podendo ocupar diferentes posições em relação ao edifício principal. A fachada principal pode ser flanqueada por duas torres sineiras, um padrão comum na arquitetura das catedrais medievais francesas (por exemplo, na Catedral de Notre-Dame de Paris), inglesas (p.ex. Catedral da Cantuária), alemãs (p. ex. Catedral de Colônia) e ibéricas (p. ex. Sé de Lisboa). Também a torre sobre o transepto de uma igreja, como por exemplo na Catedral da Cantuária, pode possuir sinos e assim ser um campanário.
Na Itália são comuns os campanários livres, ou seja, não adossados ao corpo principal da igreja. Exemplos famosos deste tipo de torre - chamado em italiano campanile - são a Torre de Pisa, o campanário da Catedral de Pisa, e a Torre de Giotto, campanário da Catedral de Florença.
As torres sineiras também podem localizar-se na traseira de uma igreja, como a famosa Torre dos Clérigos do Porto, em Portugal.Arquitetura civil[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Torre sineira
As torres sineiras também ocorrem em edifícios civis como câmaras municipais ou prefeituras. Célebres exemplos são as torres de palazzi cívicos italianos como o Palazzo Vecchio de Florença e o Palácio Comunal de Siena.
Na atual Bélgica e norte da França há um notável conjunto de torres sineiras em palácios municipais que datam da Idade Média. 56 destes campanários foram classificados como Património Mundial pela UNESCO sob o nome de Campanários da Bélgica e da França. O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Campanário

Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.vde