criar site 1 centavo em Sorocaba

Encontre criar site 1 centavo em Sorocaba na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Centavo

Centésima parte: centésimo.


Centavo

Moeda portuguesa, que é a centésima parte de um escudo e correspondente a 10 reis do anterior sistema monetário.


Sorocaba

Nota: Para outros significados, veja Sorocaba (desambiguação).Município de Sorocaba
"Manchester Paulista[1][2]"
BandeiraBrasãoHino
Aniversário15 de agosto
Fundação15 de agosto de 1654 (364 anos)
Gentílicosorocabano(a)
LemaPro una libera Patria pugnavi"Lutei por uma Pátria livre"
Padroeiro(a)Nossa Senhora da Ponte
Prefeito(a)José Caldini Crespo[3] (DEM)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Sorocaba em São PauloSorocaba Localização de Sorocaba no Brasil
23° 30' 07" S 47° 27' 28" O23° 30' 07" S 47° 27' 28" O
Unidade federativaSão Paulo
Região intermediária
Sorocaba IBGE/2017 [4]Região imediata
Sorocaba IBGE/2017Região metropolitanaSorocaba
Municípios limítrofesNorte: Porto Feliz;Sul: Votorantim; Leste: Mairinque; Nordeste: Itu; Oeste: Araçoiaba da Serra; Sudoeste: Salto de Pirapora; Noroeste: Iperó; Sudeste: Alumínio.
Distância até a capital87 km[5]
Características geográficas
Área450,382 km² [6]
População671 186 hab. (SP: 9º BR: 32º) ? estimativa populacional - IBGE/2018[6]
Densidade1 490,26 hab./km²
Altitude601 m
Climasubtropical Cwa
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,798 (SP: 40°) ? alto PNUD/2010[7]
PIBR$ 32 662 452 mil (BR: 19º) ? IBGE/2014[8]
PIB per capitaR$ 42 764,72 IBGE/2013[8]
Página oficial
Prefeiturawww.sorocaba.sp.gov.brSorocaba (pronuncia-se IPA: [so??o??kab?]) é um município brasileiro no interior do estado de São Paulo. É a quarta mais populosa do interior Paulista na Região Sudeste do País, (precedida por Campinas, São José dos Campos e Ribeirão Preto) e a mais populosa da região sul paulista, com uma população de 671.186 habitantes, estimada pelo IBGE para 1 de julho de 2018,[6] sendo, portanto, uma capital regional.[9]
Possui uma área de 450,38 km². O município está integrado ? junto com a Grande São Paulo, a Região Metropolitana de Campinas e a Baixada Santista ? ao Complexo Metropolitano Expandido, uma megalópole que ultrapassa os 30 milhões de habitantes (cerca 75% da população paulista) e que é a primeira aglomeração urbana do tipo no hemisfério sul.[10] A Região Metropolitana de Sorocaba é composta por 26 municípios que somam aproximadamente 2,06 milhões de habitantes, sendo a quarta maior do estado, depois da Região Metropolitana de São Paulo, da Região Metropolitana de Campinas e da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte.[11]
A cidade é um importante polo industrial do estado de São Paulo e do Brasil, sendo que sua produção industrial chega a mais de 120 países, atingindo um PIB acima dos R$ 32 bilhões, o décimo nono maior do país, a frente de capitais como São Luís, Belém, Vitória, Natal e Florianópolis.[8] As principais bases de sua economia são os setores de indústria, comércio e serviços, com mais 22 mil empresas instaladas, sendo mais de duas mil delas indústrias.[12]Índice1 História1.1 Pré-história
1.2 Colonização
1.3 Século XIX
1.4 Industrialização
2 Geografia2.1 Clima
2.2 Hidrografia
2.3 Meio ambiente
2.4 Geologia
2.5 Áreas verdes
3 Demografia3.1 Região metropolitana
3.2 Religião
3.3 Composição étnica e imigração
4 Governo e política4.1 Cidades-irmãs
4.2 Divisão administrativa
5 Economia5.1 Parque Tecnológico
6 Infraestrutura6.1 Comunicações
6.2 Educação
6.3 Saúde
6.4 Transportes
6.5 Aeroporto
6.6 Transporte público
7 Cultura7.1 Esportes
8 Ver também
9 Referências
10 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
Pré-história[editar | editar código-fonte]
As bases físicas sobre as quais se encontra o município começaram a ganhar forma há milhões de anos, com a definição geológica da bacia do rio Sorocaba, na chamada depressão periférica. Até há pouco tempo, a historiografia sorocabana afirmava que a região em que se encontra o município de Sorocaba era habitada antes de sua fundação por índios Tupis.[13] A prova disso seria um mapa de Guilherme Blaeu, de 1640, em que a região de Sorocaba aparece em território Tupiniquim e as urnas funerárias encontradas na cidade.[14] No entanto, um estudo recente, publicado na REU (Revista de Estudos Universitários) da Uniso (Universidade de Sorocaba), demonstrou que o mapa citado como prova pela historiografia sorocabana é fraudulento, tratando-se de uma sobreposição moderna de dois outros mapas, o Plata Americae provincia de Corneille Wytfliet e o Accuratissima Brasilae Tabula de Joannes Janssonius.[15]
Além disso, sabe-se que os Tupi se localizavam na costa do Brasil e não no interior, como fica evidente no trabalho do arqueólogo Joaquim Brochado. Por fim, o importante mapa etno-histórico de Curt Nimuendaju localiza a região de Sorocaba em território Jê. Portanto, ao contrário do que afirma a historiografia sorocabana, a hipótese de que Sorocaba fosse fundada em território Tupi está completamente fora de cogitação.[15] Da mesma forma, a ideia de que o Peabiru cortasse a cidade de Sorocaba permitindo o comércio dos índios com os incas não passa de especulação e carece de fontes históricas e arqueológicas. No entanto até hoje são encontradas cerâmicas indígenas. Por exemplo, durante escavações efetuadas para a instalação do sistema de esgoto em fevereiro de 2006, encontraram-se pedaços de cerâmica rústica a cerca de dez quilômetros do centro da cidade, no bairro Brigadeiro Tobias. Diferentemente do que a velha e desatualizada historiografia sorocabana prega, esses pedaços de cerâmica não foram produzidos por índios "pré-históricos", mas por escravos indígenas levados pelos fundadores da vila de Sorocaba.[15]Colonização[editar | editar código-fonte]
Ver artigos principais: Brasil Colônia, Bandeiras e Bandeirantes
Sorocaba em 1827. Obra de Jean-Baptiste Debret.
Largo da matriz, c. 1875-1880.
Rua Direita, c. 1875-1880.
Os bandeirantes passavam por essa região quando iam para Minas Gerais e Mato Grosso à procura de ouro, prata e ferro. Em 1589, o português Afonso Sardinha esteve no morro de Araçoiaba à procura do ouro mas encontrou somente minério de ferro. No local, nesse ano, Afonso Sardinha construiu a primeira casa da região, que deu origem à fundação da vila de Nossa Senhora da Ponte de Monte Serrat, mudando-se para a vila de São Filipe no Itavuvu em 1611.
Por ordem do então governador-geral do Brasil (período entre 1591 e 1602), Dom Francisco de Sousa, foi inaugurado o pelourinho (símbolo do poder real) na vila de Nossa Senhora da Ponte de Monte Serrat, no morro de Araçoiaba em 1599.
Após o retorno de dom Francisco à corte, o capitão Baltasar Fernandes instalou-se na região em 1654 com família e escravaria indígena vindas de Santana de Parnaíba nas terras que recebeu do rei de Portugal. Fundou então, a 15 de agosto de 1654, um povoado com o nome de Sorocaba. A palavra sorocaba vem do tupi sorok ("rasgar") e aba, sufixo substantivador. Assim, Sorocaba significa "lugar da rasgadura".[16] Isso se deve ao fato de que no Brasil se falava a língua geral e, portanto, o nome não foi dado pelos índios.[15]
Baltasar Fernandes doou terras aos beneditinos de Parnaíba, para que estes construíssem um convento e uma escola. Essa edificação foi o mosteiro de São Bento, fundado em 1660. O povoado foi elevado a município no dia 3 de março de 1661, passando a chamar-se vila de Nossa Senhora da Ponte de Sorocaba e, na ocasião, foi instalada a primeira câmara municipal.
O primeiro ciclo a marcar a vida econômica de Sorocaba foi o bandeirismo, quando os Sorocabanos aprofundaram-se além das linhas de Tordesilhas, montando entrepostos comerciais e de mineração. Os bandeirantes sorocabanos Paschoal Moreira Cabral e Miguel Sutil são fundadores da cidade de Cuiabá, no estado de Mato Grosso. Segundo uma historiografia antiga, as cidades de São Paulo exportavam escravos indígenas ao nordeste açucareiro, no entanto, foi demonstrado pelo importante historiador John Manuel Monteiro que São Paulo concentrava mão de obra escrava indígena para a produção agrária.[17] Portanto, não é verdade que os bandeirantes paulistas caçavam índios para vendê-los às fazendas nordestinas. Os bandeirantes aprisionavam índios para que eles fossem usados como escravos nas próprias fazendas paulistas e em Sorocaba não foi diferente. Ségio Buarque de Holanda mostrou que Sorocaba nos séculos XVII e XVIII vivia intensamente e tinha importante produção agrícola.[15] Diferentemente dos escravos negros, os escravos indígenas não habitavam senzalas, mas pequenas aldeias nas fazendas paulistas. Em Sorocaba, a escravidão indígena era tão difundida nos séculos XVII e XVIII, que até mesmo os padres tinham escravos indígenas.[15] Assim, a cerâmica indígena encontrada em Sorocaba atualmente não foi feita pelos índios antes da colonização, mas por escravos indígenas que habitavam a cidade.[15]
A partir do século XVIII, o bandeirantismo de predação foi gradativamente substituído pelo comércio de mulas. O coronel Cristóvão Pereira de Abreu, um dos fundadores do estado do Rio Grande do Sul, conduziu pelas ruas do povoado a primeira tropa de muares no ano de 1733, inaugurando o ciclo do tropeirismo. Sorocaba tornou-se um marco obrigatório para os tropeiros devido a sua posição estratégica, eixo econômico entre as regiões Norte, Nordeste e Sul. Com o fluxo de tropeiros, o povoado ganhou uma feira onde os brasileiros de todos os estados reuniam-se para comercializar animais, a feira de Sorocaba. Este fluxo intenso de pessoas e riquezas promoveu o desenvolvimento do comércio e das indústrias caseiras baseadas na confecção de facas, facões, redes de pesca, doces e objetos de couro para a montaria.Século XIX[editar | editar código-fonte]
Sorocaba em 1876
Fábrica de ferro em Sorocaba de São João de Ipanema em 1884
Estação Ferroviária de Sorocaba atualmente
Ver também: Estrada de Ferro Sorocabana
Em 1842, Rafael Tobias de Aguiar, o brigadeiro Tobias, comandou a revolução Liberal juntamente com o padre Diogo Antônio Feijó para combater a ascensão dos conservadores durante o início do reinado de Dom Pedro II, mas foi derrotado pelas forças imperiais. Foi, por duas vezes, presidente da província de São Paulo.
Em 1852, apareceram as primeiras tentativas fabris. No entanto, o comércio do algodão cru revertia melhores lucros aos Sorocabanos. A cultura do algodão desenvolveu-se grandemente, a ponto de levar Luís Mateus Maylasky, o maior comprador de algodão da zona, a construir, em 1870, a Estrada de Ferro Sorocabana (EFS) inaugurada em 1875. A ferrovia foi um dos fatores do desenvolvimento industrial, que teve início com a Real Fábrica de Ferro São João do Ipanema, primeira metalúrgica em escala industrial da América Latina, de onde saiu um dos grandes Sorocabanos, Francisco Adolfo de Varnhagen, o Visconde de Porto Seguro.
A partir da queda das exportações do algodão, os Sorocabanos passaram a industrializar a fibra na própria cidade. Assim, Manuel José da Fonseca inaugurou, em 1882, a fábrica de tecido Nossa Senhora da Ponte; logo em 1890, apareceram as fábricas Santa Rosália e Votorantim, que deram início ao parque industrial de Sorocaba juntamente com as indústrias têxteis de origem inglesa que se instalaram na cidade, tornando-a conhecida como a "Manchester paulista".[1][2]
Sorocaba pertenceu à comarca de Itu desde 1811 até a criação da comarca de Sorocaba em 30 de março de 1871. A diocese foi criada em 1924 e suas atividades começaram em 1925.Industrialização[editar | editar código-fonte]
O declínio da indústria têxtil, depois de se constituir num polo de atração urbana, fez com que a cidade buscasse novos caminhos e, a partir da década de 1970, diversificou o seu parque industrial, hoje com mais de 1700 empresas: entre elas, algumas das principais do país.
O parque industrial de Sorocaba possui excelente infraestrutura rodoviária, transportes públicos, rede de energia elétrica, telecomunicações, deposição de lixo e resíduos industriais, água e esgoto, com mais de 25.000.000 de metros quadrados.
As principais atividades econômicas são: indústrias de máquinas, siderurgia e metalurgia pesada, indústria automobilística, autopeças, mecânicas, indústrias têxteis, equipamentos agrícolas, químicas, petroquímicas farmacêuticas, papel e celulose, produção de cimento, energia eólica, eletrônica, ferramentas, telecomunicações entre outras, tornando-se assim uma cidade dinâmica e de boa situação econômica.Geografia[editar | editar código-fonte]
Panorama da cidade a partir do bairro Mangal
A cidade localiza-se a 87 km de distância da capital do Estado.[18][19] As principais rodovias são a Castelo Branco (SP-280) e Raposo Tavares (SP-270). É atravessada pelo Rio Sorocaba, afluente da margem esquerda do Rio Tietê.
O município de Sorocaba situa-se sob o Trópico de Capricórnio, na latitude 23° 26? 16? para a época de 2011, passando pelos bairros de Aparecidinha e Parque São Bento. No entroncamento da Rodovia José Ermírio de Morais (SP-75, Castelinho) com a interligação para a Rodovia Raposo Tavares, a Rodovia Dr Celso Charuri (SP-91/270) há um marco sinalizando o Trópico.
O relevo é classificado como ondulado, caracterizado por vertentes e altos de serra, com altitude média de 632 metros em relação ao nível do mar. A maior altitude é de 1 028 metros, nas cabeceiras do rio Pirajibu, na Serra de São Francisco, próximo a Alumínio. A menor altitude 539 metros está no vale no Rio Sorocaba. Em termos geomorfológicos, Sorocaba situa-se na borda da Depressão Periférica Paulista, na Linha de Queda Apalachiana, conforme definida pelo Prof. Aziz Ab'Saber. Essa configuração deve-se ao fato de Sorocaba situar-se no limite entre o Planalto Atlântico, que compreende domínio de rochas cristalinas, com relevos mais elevados e as rochas da Bacia Sedimentar do Paraná com relevo mais ondulado e altitudes mais baixas. O Rio Sorocaba e sua bacia são responsáveis pela dissecação do relevo.
A vegetação natural original era de mata Atlântica, com locais de floresta ombrófila densa de montanha. Domina a vegetação de cerrado e secundária em vários estágios de sucessão (capoeiras)[20][21]Clima[editar | editar código-fonte]
Sorocaba apresenta um clima subtropical, temperado. Durante o verão, os dias são bastante quentes e as noites as temperaturas são suaves. O inverno é ameno, sendo Julho o mês mais frio e o mais quente Fevereiro. O índice pluviométrico fica em torno de 1 300 milímetros por ano. De acordo com a classificação de Köppen, Sorocaba pode ser classificada com clima dominante do tipo "Cwa", que caracteriza clima subtropical quente, com chuvas de verão e temperatura no mês mais quente ? 22 °C.
Geadas ocorrem esporadicamente em regiões mais afastadas do centro e massas de ar polar acompanhadas de excessiva nebulosidade às vezes fazem com que as temperaturas permaneçam baixas, mesmo durante a tarde. Tardes com temperaturas máximas que variam entre 14 °C e 16 °C são comuns até mesmo durante o outono e o início da primavera. Durante o inverno, já houve vários registros de tardes em que a temperatura sequer ultrapassou a marca dos 10 °C.[carece de fontes?]Maiores acumulados de precipitação em 24 horasregistrados em Sorocaba por meses (INMET)[22]
MêsAcumuladoDataMêsAcumuladoData
Janeiro111,9 mm27 de janeiro de 2004Julho71,8 mm30 de julho de 1989
Fevereiro164,4 mm17 de fevereiro de 2011Agosto44,9 mm23 de agosto de 1986
Março124,6 mm21 de março de 2018Setembro66,2 mm20 de setembro de 1984
Abril123,8 mm13 de abril de 2014Outubro91,6 mm2 de outubro de 2001
Maio145,4 mm25 de maio de 2005Novembro100,4 mm12 de novembro de 2002
Junho116,2 mm6 de junho de 2017Dezembro116,8 mm18 de dezembro de 1987
Período: 1 de janeiro de 1961 a 31 de julho de 1963, 1 de setembro de 1977 a 31 de maio de 1991,1 de fevereiro de 1998 a 31 de dezembro de 1999 e a partir de 1 de setembro de 2001O inverno também é caracterizado por dias quentes e secos, quando a temperatura pode passar dos 28 °C em plena estação fria, resultado da extensa massa de ar seco que predomina no sudeste nesse período. O verão é quente e úmido, caracterizado pelas chuvas de verão que são acompanhadas de trovoadas e raios. Não é comum a temperatura nessa estação atingir valores acima de 35 °C, sempre ficando entre os 29 °C e 32 °C e as mínimas amenizam as noites de verão, atingindo valores de até 16 °C.[carece de fontes?] Não há registro oficial de neve na cidade.
Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), referentes ao período de janeiro de 1961 a 1963, 1977 a 1991, 1998 a 1999 e a partir de 2001, a menor temperatura registrada em Sorocaba foi de 1 °C em 29 de julho de 1990,[23] e a maior atingiu 38,2 °C em 17 de novembro de 1985.[24] O maior acumulado de precipitação em 24 horas atingiu 164,4 mm em 17 de fevereiro de 2011. Outros acumulados iguais ou superiores a 100 mm foram 145,4 mm em 25 de maio de 2005, 143,9 mm em 1° de fevereiro de 2017, 124,6 mm em 21 de março de 2018, 123,8 mm em 13 de abril de 2014, 116,8 mm em 18 de dezembro de 1987, 116,2 mm em 6 de junho de 2017, 111,9 mm em 27 de janeiro de 2004, 110,2 mm em 3 de janeiro de 2006, 104,4 mm em 14 de janeiro de 1981, 104,2 mm em 20 de dezembro de 2017, 101,4 mm em 2 de março de 1983 e 100,4 mm em 12 de novembro de 2002.[22] O mês de maior precipitação foi de janeiro de 2003, quando foram acumulados 446,3 mm.[25]
Dados climatológicos para Sorocaba
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima recorde (°C)37,237,435,834,231,229,731,134,136,437,838,236,2 38,2
Temperatura máxima média (°C)29,23029,427,624,823,92425,826,427,828,829,1 27,2
Temperatura média compensada (°C)23,523,923,321,618,617,11718,419,621,122,423 20,8
Temperatura mínima média (°C)19,619,719,117,414,112,3121314,716,317,718,7 16,2
Temperatura mínima recorde (°C)11,213,910,65,53,1211,25,28,51112,6 1
Precipitação (mm)284,2155,5142,964,782,554,555,731,967,9100,6131,5183,7 1 355,6
Dias com precipitação (? 1 mm)151295744479913 98
Umidade relativa compensada (%)77,775,975,876,476,776,572,768,469,971,571,874,5 74
Horas de sol149,7161,4189,3180,2177,5166,8187,1202168177,9178,6161,4 2 100
Fonte: Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (normal climatológica de 1981-2010;[26] recordes de temperatura:01/01/1961 a 31/07/1963, 01/09/1977 a 31/05/1991, 01/02/1998 a 31/12/1999 e a partir de 01/09/2001)[23][24] Hidrografia[editar | editar código-fonte]
Vista do Rio Sorocaba para quem chega à cidade pela Rodovia Castello Branco, sentido capital-interior.
A cidade situa-se na bacia hidrográfica do Rio Sorocaba, com área de 5 269 km². O rio Sorocaba é formado pelos rios Sorocabuçu e Sorocamirim. Suas cabeceiras estão localizadas nos municípios de Ibiúna, Cotia, Vargem Grande Paulista e São Roque. Percorre 227 km e é o maior e principal afluente da margem esquerda do rio Tietê, desembocando no município de Laranjal Paulista.[27]
O rio Sorocaba atravessa a área do município de Sorocaba na direção sul-norte, em grande parte acompanhado pelas vias marginais. Pela margem direita, os afluentes mais importantes são Água Podre, Tavacahi, Taquaravari e Pirajibu, o maior deles; pela margem esquerda os afluentes são o Supiriri, Córrego Fundo, Caguassu, Olaria, Itanguá, Ipanema, Sarapuí, Pirapora e Tatuí.
O maior manancial de água da região de Sorocaba é o reservatório de Itupararanga, também conhecido como Represa da Light, cuja barragem foi construída no canyon do rio Sorocaba, na Serra de São Francisco. A área da represa é protegida pela Apa da Represa de Itupararanga.
Em termos de águas subterrâneas, as características geológicas da região de Sorocaba incluem os sistemas aquíferos Cristalino, nas rochas de embasamento e Tubarão, nas rochas sedimentares do Grupo Itararé da Bacia do Paraná.Meio ambiente[editar | editar código-fonte]
Jardim Botânico Irmãos Villas Bôas
Entrada principal para o Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros.
A cidade é considerada uma das mais sustentáveis do Brasil, possui Planejamento Estratégico com base em dois eixos internacionais de desenvolvimento. Um deles, é o conceito de "Cidade Saudável", iniciativa da Organização Mundial da Saúde o conceito propõe políticas públicas com vistas à utilização do espaço urbano como promotor de qualidade de vida, tendo como modelo Montreal, no Canadá.[28]
Em Sorocaba, se encontra o Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, inaugurado em 20 de outubro de 1968, reconhecido nacional e internacionalmente, pelos trabalhos que desenvolve nas áreas de pesquisas científicas, conservacionismo, preservacionismo e educação ambiental tendo a classificação ?A?, a mais alta outorgada pelo IBAMA, tem em seu interior uma faixa de mata atlântica de transição em estágio secundário, um lago, o Museu Histórico Sorocabano e abrigava em 1992, segundo levantamento feito pela Sociedade de Zoológicos do Brasil, um total de 1 487 espécimes de 353 espécies entre mamíferos, aves e répteis, sendo setenta por cento pertencentes à fauna brasileira, tendo, dentre elas, 36 espécies ameaçadas de extinção. O zoológico é referência na América Latina no que se refere a lazer, pesquisa, preservação e educação ambiental e recebeu em 2007 mais de 1 000 000 de visitantes, dentre eles estudantes de 81 cidades do estado de São Paulo.
Desde o ano 2000, a Prefeitura de Sorocaba, por meio do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), vem desenvolvendo as obras do Programa de Despoluição do Rio Sorocaba. Trata-se de um plano de intervenções que consiste na coleta, afastamento e tratamento de todo o esgoto produzido na cidade, livrando os leitos dos córregos e do rio Sorocaba dessa carga de efluente. O investimento é de mais de R$ 150 milhões e já está em fase final de conclusão. O Rio Sorocaba já foi considerado um dos mais poluídos do país.[29] O "Megaplantio" também é uma ação ambiental da prefeitura de Sorocaba, coordenada pela Secretaria do Meio Ambiente, que integra o Plano de Arborização Urbana. Em determinadas datas a população é convidada a participar do plantio simultâneo de milhares de mudas de árvores de mais de 100 espécies. Até o final de 2012 haviam sido plantadas quase 500 mil mudas no município.[30]
Desde junho de 2013 as Concessionárias de veículos do município são obrigadas a plantar mudas de árvores para cada veículo zero-quilômetro vendido na cidade paulista, de acordo com a Lei Municipal nº 8.568.[31] Com base no número de veículos zero-quilômetro vendidos no município, estima-se que por ano mais de 25 mil novas mudas devem ser plantadas pelas concessionárias. A lei não é válida para as concessionárias de veículos usados. O projeto contribuirá com o plantio de mudas no município e, consequentemente, com a diminuição do dióxido de carbono, emitido em grande parte pelos veículos, responsável pelo Efeito estufa.[32]
Em 2013 cidade foi uma das oito cidades escolhidas pela ONU para participar do Projeto Urban LEDS (Promovendo Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono em Países Emergentes), criado pela ONU-Habitat e a Comissão Europeia e que tem o ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade como principal implementador. O projeto dará apoio técnico e financeiro para os municípios. Serão disponibilizados 6,7 milhões de euros para apoiar iniciativas de baixa emissão de carbono em áreas urbanas do Brasil, África do Sul, Índia e Indonésia, nos municípios participantes do projeto.[33] A intenção é impulsionar o crescimento acelerado de cidades verdes do Brasil, o projeto prevê mudanças nas cidades escolhidas até 2015.[34]
A cidade conquistou quatro vezes seguidas o Selo Verde e Azul. O certificado "Município Verde Azul" garante à administração prioridade na captação de recursos junto ao Estado, por meio do Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (Fecop). Para obter o selo, os municípios têm que atingir uma nota mínima de 80 numa escala de 0 a 100. A pontuação é dada com base no desempenho em dez diretivas: Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Arborização Urbana, Educação Ambiental, Cidade sustentável, Uso da Água, Estrutura Ambiental e Conselho Ambiental.[35]
Em 2013 Sorocaba conquistou o 1º lugar no Programa Município Verde Azul, subindo quatro posições no ranking ambiental em relação a 2012, da sétima para a terceira. A cidade também recebeu o "Prêmio Franco Montoro" por ser a melhor classificada no Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Sorocaba e Médio Tietê (CBH-SMT).[36][37]Geologia[editar | editar código-fonte]
Fotografia aérea dos subúrbios da cidade
O solo é caracterizado como podzólico vermelho-amarelo, com textura argilosa cascalhenta, muito argilosa; latossolo vermelho-escuro de textura argilosa; latossolo vermelho-amarelo com textura média argilosa. Ocorrem também litossolos, que são pouco desenvolvidos geralmente com depressões. O município de Sorocaba situa-se exatamente sobre o limite entre as rochas sedimentares paleozóicas da Bacia Sedimentar do Paraná (Grupo Itararé, com rochas depositadas em antigos ambientes periglaciais, continentais a transicionais, deltáicos, compreendendo arenitos, siltitos e diamictitos de idade Permiano-Carbonífero, cerca de 300 milhões de anos) e rochas do embasamento cristalino (Neoproterozóico) como metassedimentos e granitos. As rochas cristalinas sofreram deformação durante a amalgamação do paleocontinente Gondwana Sul, durante o final do Neoproterozóico ao Cambriano Inferior. Os batólitos (corpos) graníticos importantes são o Maciço de Sorocaba (de coloração cinzenta, quimismo Cálcio-alcalino, Tipo I) e Maciço São Francisco (de coloração rósea, Subalcalino a Alcalino, Tipo A, com notáveis fácies rapakivi), respectivamente com idades aproximadas de 600 e 550 milhões de anos. Rochas pré-cambrianas metassedimentares marinhas, de baixo grau metamórfico como filitos, metacalcários (explorados para cimento), metarenitos, metaconglomerados, entre outras são incluídas no Grupo São Roque, cujas idades de sedimentação podem ser superiores a 1 bilhão de anos. A direção estrutural dominante nas rochas metassedimentares do grupo São Roque é ENE-WSW com os maciços graníticos concordantes. O Granito Sorocaba configura um corpo alongado e aflora na região dos altos do Campolim, estendendo-se para sul ocupando grande parte da área urbana do município de Votorantim e bairro Campolim, em Sorocaba, e para leste, na Rodovia Raposo Tavares (lavras de brita), passando por Brigadeiro Tobias, cruzando a Rodovia Castelo Branco e formando paredões rochosos na altura do Road Shopping e, terminando no vale do rio Tietê, próximo a Cabreúva. Já o Granito São Francisco constitui a imponente serra homônima onde estão as maiores altitudes da região e estende-se desde Salto de Pirapora até Alumínio. A Represa de Itupararanga foi construída no canyon do Rio Sorocaba, sobre o granito São Francisco.
Na região, a Serra de Araçoiaba ou Morro Ipanema compreende uma intrusão ultrabásico-alcalina (Mesozóico, Cretáceo Inferior), remanescente de um antigo vulcão que constitui uma estrutura denominada "Horst Dômico", há 123 milhões de anos, que emerge atravessando as rochas sedimentares da Bacia Sedimentar do Paraná. Neste lugar, teve início a primeira exploração e produção do ferro (metalurgia) no Brasil, iniciada em 1586 com a descoberta do mineral magnetita por Afonso Sardinha e ampliada em 1810 com a criação da Real Fábrica de Ferro de São João do Ipanema (Real Fundição Ypanema). O minério era retirado da magnetita que ocorre associada ao corpo ultrabásico de natureza miasquítica, provavelmente associando um carbonatito que, ao ser erodido, deixou como produto os nódulos do referido mineral, sendo estes posteriormente carregados pelo Ribeirão do Ferro, para onde foram encontrados em 1586.Áreas verdes[editar | editar código-fonte]
Parque das Águas.
Lago dos macacos no zoológico
Recinto com ariranha no zoológico
Parque Campolim
Sorocaba conta com 21 parques municipais. Ver anexo Lista de parques de Sorocaba
O Parque João Câncio Pereira (Água Vermelha) possui um alqueire de terra com três lagos, palmeiras e árvores frutíferas, sendo um ótimo espaço de lazer. O Parque Ouro Fino é uma área de fundo de vale com uma riqueza natural e sua mata ciliar. Possui playground, campo de futebol e mesas para piqueniques. O Parque da Biquinha tem uma topografia privilegiada por fazer parte de uma bacia hidrográfica com um lago e várias quedas de água, foi criado em 1976. Várias mudas de plantas de várias regiões brasileiras foram plantadas para o enriquecimento da paisagem e servindo como atrativo para diversas espécies de animais. Possui área apropriada para lazer, quiosques com churrasqueiras, local para piqueniques, playground e um delicado orquidário.
O Parque Natural dos Esportes Chico Mendes é bastante apropriado para a prática de esportes e caminhada, o parque é uma área verde com uma cobertura vegetal predominante de eucaliptos e mata ciliar preservada, com 145 mil metros quadrados. Podem ser observados vários animais, como araras, pavões, patos e gansos. Foi criado em 22 de dezembro de 1977 e é apropriado para a realização de atividades educativas e eventos como a Expo-verde, feira de plantas e flores que conta com exposição de pesquisas realizados pelas universidades da região.
O Parque Zoológico Municipal de Sorocaba, considerado um dos zoológicos mais completos da América Latina destaca-se por suas características que se apóiam na educação, lazer, pesquisa e conservação. Ocupa área de 150 000 metros quadrados, dos quais 17 000 são ocupados por um lago e outros 36 000 por vegetação natural da mata Atlântica. Está localizado no bairro Vila Hortênsia, na zona leste da cidade. O Jardim Botânico de Sorocaba.
O Parque do Paço Municipal a área onde se encontra o Conjunto Arquitetônico do Alto da Boa Vista (Palácio dos Tropeiros, Teatro Municipal Teotônio Vilela, Biblioteca Municipal "Jorge Guilherme Senger" e Câmara Municipal de Sorocaba). Possui área verde, equipamentos de exercício físicos, Pista de Caminhada ?Odilon Araújo? e playground.
O Parque Carlos Alberto de Sousa está situado na Av. Antônio Carlos Comitre, Parque Campolim (espelho d'água, três pistas de caminhada, com 1.500m, 1.900m e 2.600m, ilha de alongamento, equipamentos de exercícios). O Parque Maestro Nilson Lombardi situa-se na avenida Américo Figueiredo, no Jardim Ipiranga. Conta com anfiteatro para 1 200 pessoas, ciclovia, pista de skate, duas quadras poliesportivas, pista de caminhada, entre outras atividades de lazer.[carece de fontes?]
O Parque Kasato Maru é um jardim japonês situado no cruzamento das avenidas Antônio Carlos Comitre e Washington Luís. Inaugurado em 2008, em homenagem ao centenário da imigração japonesa no Brasil, os projetos arquitetônico e paisagístico do parque trazem elementos presentes na cultura e religião do Japão. Com cerca de 8 mil m² e um espelho d'água natural, a entrada do parque possui um Torii. Na outra extremidade há um globo terrestre metálico, com 4,5 metros de diâmetro, representando a rota percorrida pelo navio Kasato Maru. Sobre o espelho d'água foi implantada uma ponte Taiko Bashi, com formato de arco, estrutura metálica e piso de madeira, um deque de madeira e rochas em suas margens. O espaço ainda oferece pista de caminhada, em concreto estampado, gramado, mudas de árvores e plantas típicas do oriente, como azálea, túia e buchinho, e uma cascata de pedras.[carece de fontes?]
O Parque Miguel Gregório de Oliveira é um dos maiores da cidade e está localizado entre os bairros Júlio de Mesquita Filho (Sorocaba 1) e Wanel Ville. Possui pista de caminhada e é aberto ao público 24 horas. O Parque dos Espanhóis é uma homenagem à colônia espanhola em Sorocaba. O local onde funcionou o Centro Social Urbano - CSU está numa área de mais de 40.000 m² e custou aos cofres públicos quase 1.000.000 de reais em reformas, novos espaços, equipamentos, paisagismo e adaptações.[carece de fontes?]Demografia[editar | editar código-fonte]Crescimento populacional
Censo
Pop.%±
1980269 288?1991379 00640,7%2000493 46830,2%2010586 62518,9%A população de Sorocaba estimada pelo IBGE para 1 de julho de 2018 era de 671 186 habitantes.[6] A densidade demográfica era de 1 431,94 hab./km² (a densidade aferida no Censo de 2010 era de 1 304,18). Em relação a 2010, houve um crescimento populacional de cerca de 10%. Em 2010, as mulheres eram maioria, com 51,1% do total. Em números absolutos, eram 299 611 mulheres e 287 014 homens. Havia em 2010, ampla predominância urbana da população em Sorocaba, com apenas 1% da população (5 970 moradores) vivendo na zona rural, contra 580 655 na zona urbana.[38]
Dentre as maiores cidades do Brasil (em população), Sorocaba está em trigésimo segundo lugar. Já dentre as maiores cidades de São Paulo (em população), Sorocaba está em nono lugar. Atualmente, ainda no quesito população, Sorocaba é maior que nove capitais estaduais.[carece de fontes?]Panorama da cidadeRegião metropolitana[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Região Metropolitana de Sorocaba
Foi apresentado no dia 8 de outubro de 2005 na Assembleia Legislativa de São Paulo o o Projeto de Lei Complementar nº 33/2005[39] com o propósito de criação da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS) e o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba. Até então, o referido projeto tramitava em regime de urgência quando o governo paulista assinou no dia 23 de dezembro de 2013 a mensagem de um projeto de lei com o mesmo propósito. O Projeto de Lei Complementar 01/2004[40] foi aprovado com unanimidade no dia 8 de abril de 2014 e foi sancionado pelo Governador em 9 de maio de 2014.[41]
A RMS conta com 9.382,631 quilômetros quadrados. Com relação à população, de acordo com dados do Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) de 2010, a Região Metropolitana de Sorocaba soma aproximadamente 1.900.000 pessoas. A região inclui 26 municípios que juntos têm Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 48,3 bilhões, 3,5% do PIB estadual.[carece de fontes?]Religião[editar | editar código-fonte]
Catedral Metropolitana de Sorocaba, matriz da comunidade católica local.
Os maiores grupos religiosos do municípios são: católicos (56,45%), protestantes (27,77%), sem religião (7,42%), |espíritas (3,38%), ateus (0,28%), budistas (0,25%), umbandistas (0,14%) e judeus (0,02%). IBGE - Censo Demográfico 2010[42]
A cidade é sede da Arquidiocese de Sorocaba, criada em 4 de julho de 1924. É responsável pelas paróquias dos municípios de Sorocaba, Araçoiaba da Serra, Boituva, Cerquilho, Iperó, Jumirim, Piedade, Porto Feliz, Salto de Pirapora, Tapiraí, Tietê e Votorantim. Tem Nossa Senhora da Ponte como padroeira. É a Arquidiocese Metropolitana da Região Sul 1. Desde 2016, Dom Júlio Endi Akamine é o Arcebispo Metropolitano de Sorocaba[43]. A Catedral Metropolitana de Sorocaba tem história de mais de dois séculos. Situa-se na Praça Cel. Fernando Prestes, no centro da cidade. É também sede da Arquidiocese de Sorocaba.[carece de fontes?]
A Igreja Presbiteriana de Sorocaba é a mais antiga igreja protestante da cidade, é a sexta igreja presbiteriana do Brasil e a quarta igreja presbiteriana de São Paulo. Foi organizada por missionários norte-americanos no final do Império em 1 de setembro de 1869.[44]Composição étnica e imigração[editar | editar código-fonte]
O município de Sorocaba é etnicamente diverso. De acordo com o Censo Demográfico 2010 do IBGE, a população da cidade era composta por brancos (74,45%), pardos (20,26%), pretos (4,06%), amarelos (1,12%) e indígenas (0,10%).[45]
A maior colônia estrangeira de Sorocaba é a espanhola.[46] A numerosa e importante colônia espanhola de Sorocaba é também considerada a maior colônia espanhola do Brasil, sendo composta por 25 mil cidadãos espanhóis e mais de 200 mil hispano descendentes,[47] em sua maioria andaluzes.[48] Os espanhóis começaram a chegar em massa a Sorocaba por volta de 1885. A primeira presença documentada é de António Rodriguez, que chegou nesse ano, empregando-se na fazenda do Coronel José Prestes de Barros; terras que mais tarde iriam dar origem ao bairro do Além Ponte. Com o passar do tempo a colônia se tornou bastante expressiva superando a de portugueses.[46] Entre as famílias aristocratas espanholas que chegaram à cidade, estão a família Ramires (Ramirez), de Andaluzia; Corbalán de Aragão e Martinez, de Almeria.[49][50] Os bairros sorocabanos de Vila Hortência e Barcelona foram formados pela comunidade espanhola. Sua influência também é notória no esporte local, através do Clube Atlético Barcelona; na economia, com diversas empresas e comércios da cidade sendo fundados e mantidos por famílias de origem espanhola e na política, com a presença de muitos políticos de origem espanhola. Na Eleição municipal de Sorocaba em 2016, o prefeito eleito, Caldini Crespo e sete dos vinte vereadores eleitos eram de origem hispânica.[51]
Outra colônia bastante expressiva da região de Sorocaba, com cerca de 25 mil membros, é a de portugueses, principalmente em São Roque,[52][53] que recebeu a alcunha de Sintra brasileira e abriga diversos restaurantes de culinária portuguesa.[54] Em Sorocaba, a comunidade portuguesa é responsável pela Sociedade Beneficente e Recreativa Vasco da Gama, criada em 1898.[55]
Foi também significativa a chegada a Sorocaba de imigrantes italianos a partir de 1885, para trabalhar principalmente nas lavouras de café, na indústria têxtil, que se instalara na cidade por volta de 1880 e no setor de serviços.[56] A colônia japonesa também teve forte influência na sociedade sorocabana.[57]Governo e política[editar | editar código-fonte]
Ver também: Lista de prefeitos de Sorocaba
O Paço Municipal oferece um lago com animais e praças com brinquedos para as crianças, além das ciclovias e bicicletas gratuitas para a população.
De acordo com a Constituição de 1988, Sorocaba está localizada em uma república federativa presidencialista. Foi inspirada no modelo estadunidense, no entanto, o sistema legal brasileiro segue a tradição romano-germânica do Direito positivo.[58] A administração municipal se dá pelo poder executivo e pelo poder legislativo.[59]
Antes de 1930 os municípios eram dirigidos pelos presidentes das câmaras municipais, também chamados de agentes executivos ou intendentes. Somente após a Revolução de 1930 é que foram separados os poderes municipais em executivo e legislativo.[60] O primeiro intendente que Sorocaba teve foi o Capitão José Vaz Guimarães, que ficou no cargo entre 1895 e 1896. O prefeito do município é José Caldini Crespo, que chegou a ter o mandato cassado pela Câmara Municipal em 24 de agosto de 2017, mas foi reconduzido ao cargo por decisão judicial em 2 de outubro do mesmo ano.[61][62] A coligação de Crespo e Jaqueline obteve 182.833 votos válidos, 58,48% do total.[63]
O poder legislativo é constituído pela Câmara Municipal (em observância ao disposto no artigo 29 da Constituição[64]). Ela está composta por 20 vereadores eleitos para mandatos de quatro anos.[65]Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]
Sha?ar Hanegev, Israel[66] (acordo estabelecido em 1984)
Anyang, Coreia do Sul (acordo estabelecido em 1997)
Wuxi, República Popular da China (acordo estabelecido em 2008)
Nanchang, República Popular da China (acordo estabelecido em 2008)
Divisão administrativa[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Lista de bairros de Sorocaba
Distritos
Sorocaba contava com três distritos que hoje são considerados bairros:Brigadeiro Tobias
Cajuru
Éden
Economia[editar | editar código-fonte]
Panorama da Vila Carvalho em Sorocaba
Edifícios comerciais no Parque Campolim.
Fábrica da empresa ABB
Patio Cianê Shopping, nas antigas instalações da Fábrica Nossa Senhora da Ponte, da Companhia Nacional de Estamparia (Cianê)
Ao longo dos últimos vinte anos, a cidade vem passando por diversos projetos de urbanização, tornando-se, hoje, uma das mais desenvolvidas do país. Sorocaba recebeu urbanização de ruas e avenidas, se preparando para o tráfego intenso que recebe diariamente, principalmente de veículos de outras cidades (microrregião de Sorocaba). Considerado o centro financeiro de Sorocaba, o Parque Campolim é um dos bairros mais caros do país, com o valor do metro quadrado superior a oito mil reais, superando cidades como Londrina, Ribeirão Preto e Campinas.[67][68] Estima-se que cerca de 250 mil carros circulem diariamente pela Avenida Antônio Carlos Cômitre, principal via do bairro.[69] A Região Metropolitana de Sorocaba possui o condomínio mais caro do Brasil[70] e concentra os condomínios mais exclusivos do país.[71] O Aeroporto de Sorocaba, com instalações da Embraer e Gulfstream,[72] é considerado o aeroporto executivo mais movimentado da América do Sul, recebendo mais de 200 voos por dia.[73][74] Em 2017 foi eleita a décima melhor cidade do Brasil para viver.[75]
As áreas produtivas de Sorocaba e Campinas foram as principais responsáveis pela descentralização industrial da região metropolitana de São Paulo entre os anos de 2000 a 2010. A constatação é de um estudo realizado pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), que mostra ainda que o eixo que interliga as duas cidades é responsável por 33,5% do Produto Interno Bruto (PIB) industrial do Estado de São Paulo e 11,2% do nacional.[76][77] A Região Metropolitana de Sorocaba, com R$ 77,8 bilhões, tem o 8º maior PIB do Brasil, ultrapassando países como República Dominicana, Uruguai e Líbano.[8]
A cidade é um importante polo industrial do estado de São Paulo e do Brasil e sua produção industrial chega a mais de 120 países, atingindo um PIB acima dos R$ 32 bilhões, o décimo nono maior do país, a frente de capitais como São Luís, Belém, Vitória, Natal e Florianópolis.[8] As principais bases de sua economia são os setores de indústria, comércio e serviços, com mais 22 mil empresas instaladas, sendo mais de duas mil delas indústrias.[12] As áreas produtivas de Sorocaba e Campinas foram as principais responsáveis pela descentralização industrial da região metropolitana de São Paulo entre os anos de 2000 a 2010. A constatação é de um estudo realizado pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), que mostra ainda que o eixo que interliga as duas cidades é responsável por 33,5% do Produto Interno Bruto (PIB) industrial do Estado de São Paulo e 11,2% do nacional.[76][77] A Região Metropolitana de Sorocaba, com R$ 77,8 bilhões, tem o 8º maior PIB do Brasil, ultrapassando países como República Dominicana, Uruguai e Líbano.[8]
Em 2012, a cidade teve o quinto maior mercado consumidor do interior do país e o segundo do estado, apenas atrás de Campinas, com média de consumo per capita de R$ 19,5 mil por ano. Neste mesmo ano o PIB da cidade cresceu 4,8%, maior que a média nacional, de 2,5%.[78] Em 2015 considerada a 12ª melhor cidade do país para se investir[79] e em 2016 a oitava do país para se empreender.[80] Em 2017 foi eleita a décima melhor cidade do Brasil para viver.[75]Parque Tecnológico[editar | editar código-fonte]
O Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS) é um ambiente criado para atrair e acomodar empresas intensivas em tecnologia, instituições de ensino e pesquisa, assim como empresas de consultoria ou organizações, públicas e/ou privadas, que possam oferecer serviços de apoio técnico e de mercado. Desta forma, o PTS facilitará, às partes interessadas, o acesso ao conhecimento bem como ao mercado, pela aproximação com possíveis desenvolvimentos e inovação tecnológica assim como oportunidades comerciais, em nível nacional e internacional. Com 1 milhão de m² ao todo, o Parque Tecnológico de Sorocaba se diferencia dos demais, por não abrigar o setor produtivo das empresas, mais sim seus laboratórios de Pesquisa e desenvolvimento (P&D). Diferente da maioria dos empreendimentos do gênero, ele reúne em um mesmo ambiente 10 universidades distintas, além de escritórios de entidades certificadoras e registro de marcas e patentes. Foi investido aproximadamente R$ 70 milhões nessa primeira fase, incluindo recursos da Prefeitura e do Governo do Estado.[81]
Em Dezembro de 2013 o Parque Tecnológico de Sorocaba ganhou a primeira unidade do Poupatempo da Inovação. O espaço está à disposição de empresas e empreendedores interessados em agilizar o seu processo de inovação. No local são prestados serviços de orientação para elaboração de projetos, propriedade intelectual, desenvolvimento de produtos, apoio jurídico, captação de recursos e empreendedorismo. Iniciativa inédita no país pretende alavancar o setor de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), influenciando na geração de empregos e no aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de Sorocaba.[82][83]Infraestrutura[editar | editar código-fonte]
Com um projeto de expansão iniciado pelo governo municipal em 1997, a cidade vem passando por diversos projetos de urbanização, tornando-se, hoje, uma das mais desenvolvidas do país. Sorocaba recebeu urbanização de ruas e avenidas, se preparando para o tráfego intenso que recebe diariamente, principalmente de veículos de outras cidades. Considerado o centro financeiro de Sorocaba, o Parque Campolim é um dos bairros mais caros do país, com o valor do metro quadrado superior a oito mil reais, superando cidades como Londrina, Ribeirão Preto e Campinas.[67][68] Estima-se que cerca de 250 mil carros circulem diariamente pela Avenida Antônio Carlos Cômitre, principal via do bairro.[69] A Região Metropolitana de Sorocaba possui o condomínio mais caro do Brasil[70] e concentra os principais condomínios de luxo do país.[71] O Aeroporto de Sorocaba, com instalações da Embraer e Gulfstream,[72] é considerado o aeroporto executivo mais movimentado da América do Sul, recebendo mais de 200 voos por dia.[73][74] O município conta com cento e seis quilômetros de ciclovias[84] criadas nas avenidas principais da cidade, sendo possível atravessá-la somente utilizando-se bicicletas como meio de transporte. Complementando este projeto, Sorocaba conta desde 2012[85] com um sistema de bicicletas públicas, denominado Integrabike[86], semelhante ao das cidades europeias de Barcelona, Lisboa e Paris. Possui a segunda maior malha cicloviária do Brasil, atrás apenas do Rio de Janeiro.[87][88]Comunicações[editar | editar código-fonte]
Na telefonia fixa, a cidade era atendida pela Cia. Rede Telefônica Sorocabana, que construiu a primeira central telefônica da cidade utilizada até os dias atuais. Em 1976 passou a ser atendida pela Telecomunicações de São Paulo (TELESP)[89], que posteriormente construiu as demais centrais telefônicas. Em 1998 esta empresa foi privatizada e vendida para a Telefônica[90], sendo que em 2012 foi adotada a marca Vivo[91] para suas operações.Educação[editar | editar código-fonte]

Fachada da Faculdade de Direito de SorocabaEscolas Técnica Estadual Rubens de Faria e Sousa.Sorocaba possui cinco universidades, sendo duas públicas: UNESP Sorocaba e Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), duas comunitárias: Universidade de Sorocaba (UNISO) e Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e duas privadas: Universidade Paulista(UNIP) e Universidade Anhanguera.
Possui também sete faculdades, entre elas, a Faculdade de Engenharia de Sorocaba (FACENS), Faculdade Ipanema,[92][93] Faculdade de Tecnologia do estado de São Paulo - Sorocaba (FATEC-SO), Faculdade de Educação Física da Associação Cristã de Moços de Sorocaba (FEFISO), Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação (ESAMC) e União das Instituições Educacionais de São Paulo (UNIESP), entre outras.
São quatrocentas escolas públicas, municipais e privadas, de ensino fundamental a médio, muitas com cursos profissionalizantes. Também estão presentes na cidade grandes instituições como o SENAI, Senac, Escola Técnica Estadual Rubens de Faria e Sousa, Escola Técnica Estadual Fernando Prestes, Escola Técnica de Sorocaba e o Colégio Politécnico de Sorocaba (instituição filantrópica), abriga também o colégio modelo de Sorocaba, a escola Dr. Júlio Prestes de Albuquerque, conhecida também como "Estadão".Saúde[editar | editar código-fonte]
Hospital Santa Lucinda, localizado no Conjunto Hospitalar
A cidade é servida por uma boa infraestrutura na área da saúde com muitos hospitais como o Hospital Santa Lucinda, Conjunto Hospitalar de Sorocaba, Santa Casa de Misericórdia (fundada há mais de duzentos anos), Hospital Evangélico, Hospital Samaritano, Hospital da Unimed, e o Hospital Regional de Sorocaba. Destaca-se o Hospital Oftalmológico de Sorocaba onde foram realizados 2.063 transplantes de córnea em 2007[94] (é o hospital que mais realiza transplante e captação de córneas no Brasil). Foi homenageado no I Prêmio Destaque em Doação de Órgãos da Secretaria de Saúde de SP e já conseguiu eliminar a fila de espera para o transplante na região de Sorocaba e em toda a cidade de São Paulo.
O Hospital Santa Lucinda atingiu o 100º transplante de rim em 2004.[95] Em 2007, foram inauguradas 12 salas com equipamentos de alta tecnologia, resultado de um investimento de cerca de R$ 2,5 milhões por parte da Fundação São Paulo.[96]Transportes[editar | editar código-fonte]
Ponte ferroviária e ciclovia
Trecho da Rodovia Raposo Tavares
A frota circulante na cidade já cresce mais que o dobro em relação à capital paulista, são dois veículos para cada habitante.[97] Sendo portanto a 10ª maior cidade do país com relação a veículo/habitantes,[98] até abril de 2013, a frota no município já somava 403.700 veículos, contra 271.835 registrados em 2008, o que corresponde a um aumento de 48,5% no período.[99]
O motorista enfrenta congestionamentos em todos os horários do dia, apesar do tráfego de caminhões estar restrito na área urbana. A empresa municipal de trânsito de Sorocaba (Urbes), implantou faixas exclusivas para ônibus nas ruas Comendador Oetterer e Hermelino Matarazzo, na região do Além-Linha, embora com previsão futura de expansão também para outros importantes corredores viários da cidade, como as avenidas General Carneiro e São Paulo para tornar mais ágil o fluxo dos ônibus do transporte público.[100][101]
Sorocaba possui 116 quilômetros de ciclovia[102] que cortam a cidade de Leste a Oeste e de Norte a Sul, com predominância na Zona Norte da cidade. Do total, 111 quilômetros são de ciclovias, 3 quilômetros são de ciclofaixas e 2 quilômetros de faixa compartilhada com ônibus (Ruas Hermelino Matarazzo e Comendador Oeterer). O município também possui 50 paraciclos[102] (estacionamentos de bicicletas), sendo um deles no Terminal Santo Antonio (com capacidade para 60 bicicletas). São equipamentos projetados para locais estratégicos para facilitar a integração entre as ciclovias e os demais sistemas de transporte. O programa IntegraBike de empréstimo gratuito de bicicletas teve início em maio de 2012 e disponibiliza os veículos para pessoas com mais de 18 anos e que tenham pelo menos um dos cartões do transporte coletivo, possibilitando assim a integração de modais.[102] O sistema conta com 19 estações espalhadas na região central da cidade e na zona norte, somando 152 bicicletas disponíveis à população. Para utilizar, basta cadastrar-se nos postos de atendimento das Casas do Cidadão e na Central de Atendimento do Terminal São Paulo, tendo em mãos um cartão válido do sistema de transporte coletivo e um documento com foto (RG, carteira profissional, carteira de trabalho, CNH). O tempo máximo de uso da bicicleta gratuita é de 1 hora em dias de semana e 2 horas aos finais de semana e feriados.[102]Aeroporto[editar | editar código-fonte]
Ver artigo principal: Aeroporto Estadual de Sorocaba Bertram Luiz Leupolz
Avião monomotor estacionado no Aeroporto de Sorocaba.
O Aeroporto de Sorocaba é um dos mais movimentados do estado em termos de pousos e decolagens. Atualmente, não há nenhum voo comercial operando no aeródromo, mas, durante alguns anos, a TAM e a Oceanair operaram a rota Sorocaba - São Paulo (Congonhas) e Sorocaba - Rio de Janeiro (Santos Dumont) com aeronaves Fokker 50 e Embraer EMB-120 Brasília. Também chegou a operar em Sorocaba uma rota aérea ligando a cidade com Blumenau, utilizando aeronaves Cessna Caravan da extinta Brasil Central, subsidiária da TAM. O aeroporto já foi um grande centro de operações comerciais do estado de São Paulo, realizando voos domésticos com frequência.[carece de fontes?]
Atualmente, o aeroporto é usado por aviões de pequeno porte; praticamente não são feitos voos comerciais. Dentre os serviços prestados encontram-se: manutenção de aeronaves, hangaragem e serviços de base fixa. No mês de maio de 2013 foram entregues as obras que custaram 7,1 milhões ao governo federal. Entre as melhorias que foram executadas consta a extensão da pista de pouso em 150 metros, passando dos anteriores 1.482 m para 1.632 m e o aumento em 6 mil metros quadrados do pátio de aeronaves, que conta atualmente com 14,8 mil m². No conjunto de melhorias no aeroporto consta duas novas pistas de rolamento construídas e o alargamento das existentes. Também foi ampliada a pista de táxi e as vias de acesso para os hangares, com construção de vias de serviço.[103]
A Embraer possui no local o Centro de Serviços para jatos executivos com 20 mil metros quadrados de área, o Centro de Serviços da Embraer inclui hangares, salas VIP, salas de reunião para clientes e salas de descanso para tripulação, além de escritórios administrativo, um investimento estimado em USD 25 milhões.[104][105]Transporte público[editar | editar código-fonte]
Rodocenter, o principal terminal rodoviário da cidade
Terminal Santo Antônio
Atualmente, o sistema de transporte coletivo de Sorocaba é constituído por 102 linhas de ônibus, sendo 85 radiais (ligando os bairros aos terminais centrais), quatro centrais, seis interbairros (que fazem a ligação entre os bairros periféricos sem passar pelos terminais centrais), três alimentadoras locais (duas no bairro de Brigadeiro Tobias e uma na Zona Norte) e quatro especiais que fazem o transporte dos funcionários do Paço Municipal. Algumas linhas radiais possuem até sete itinerários diferentes, elaborados para atender bairros distintos de uma mesma região.[carece de fontes?]
Sorocaba possui dois terminais urbanos de ônibus: São Paulo e Santo Antônio, ambos localizados no centro da cidade; neles, é possível fazer a baldeação de linhas sem precisar pagar nova tarifa. A cidade também possui cinco Áreas de Transferência (pontos terminais das linhas interbairros, integradas à rede de transporte) em bairros periféricos: Brigadeiro Tobias; Éden; Itavuvu; Ipanema - Zona Norte; Ipiranga e Nogueira Padilha.[carece de fontes?]
Diariamente, o sistema de transporte urbano de Sorocaba transporta cerca de 150.000 passageiros. O sistema de bilhetagem consiste no uso de cartões em PVC (cartão social), que liberam a catraca quando validados dentro do coletivo. Desde 1992, Sorocaba não possui cobradores a bordo dos ônibus, e os motoristas não estão autorizados a receber o dinheiro da tarifa.[carece de fontes?]
Atualmente, encontra-se em projeto a implantação da rede de Bus Rapid Transit (BRT) em Sorocaba, com dois corredores: Campolim-Pólo Tecnológico (com ramal para o Parque São Bento) e Brigadeiro Tobias-Jardim São Paulo. Sorocaba é uma das poucas cidades do Brasil que não possui serviço autorizado de moto-táxi. O transporte alternativo por meio de vans também está banido da cidade.[carece de fontes?]Cultura[editar | editar código-fonte]
Biblioteca Municipal
Usina Cultural "Ettore Marangoni", antiga sede da estação de energia da Tecelagem Cianê.
Constituída em 1992 como uma entidade civil de direito privado, sem fins lucrativos, a Fundação de Desenvolvimento Cultural (FUNDEC) é responsável por boa parte da agenda cultural da cidade de Sorocaba. Administra a Orquestra Sinfônica de Sorocaba, o Instituto Municipal de Música, os núcleos de Informações, Corais, Danças e Artes Cênicas, o Cineclube Municipal, os grupos de MPB e Jazz, Choro e Cordas, a Banda Sinfônica, o Espaço de Exposições e a Usina Cultural. em sua sede no antigo Teatro São Rafael, construído em 1844 em pleno coração da cidade. Já serviu de abrigo para a Prefeitura de 1935 a 1980 e para a Câmara Municipal de Sorocaba de 1982 a 1999.
Os teatros mais importantes são Teatro Municipal Teotônio Vilela, Teatro 'Armando Pannunzio' (SESI), Teatro América, Teatro do SESC. Entre os museus há o Museu Histórico Sorocabano, o Museu da Estrada de Ferro Sorocabana, Casa de Aluísio de Almeida, Museu Arquidiocesano de Arte Sacra de Sorocaba, Museu do Tropeirismo, Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba, Museu da Imagem e do Som de Sorocaba e Museu de História Militar de Sorocaba.
Os principais monumentos de Sorocaba são: Canhões da Praça Dr. Arthur Fajardo; Pelourinho; Monumento a Baltasar Fernandes; Marco da Revolução Liberal; Monumento aos Bandeirantes; Monumento a Luís Mateus Maylasky; Monumento ao Tropeiro; Monumento ao Algodão; Obelisco ao Pracinha da Força Expedicionária Brasileira; Monumento a João de Camargo; Monumento à Mãe Preta; monumento a Rafael Tobias de Aguiar; Cruz de Ferro, entre muitos outros.
Outros locais de interesse são; Mercado Municipal; Casa de Aluísio de Almeida; Casarão do Brigadeiro Tobias; Espaço Cultural Municipal; Usina Cultural; a Oficina Cultural Regional ?Grande Otelo?; Capela de João de Camargo; Capela do Divino; Igreja de Sant?Ana e Mosteiro de São Bento; Catedral Metropolitana de Sorocaba; Igreja de Aparecidinha; Capela Nossa Senhora da Penha.Esportes[editar | editar código-fonte]
Partida entre Atlético Sorocaba e Palmeiras, em 2014, disputada no Estádio Walter Ribeiro
Ver também: Derby Sorocabano e Campeonato Amador de Sorocaba
No futebol, as principais equipes são o Esporte Clube São Bento, uma centenária agremiação esportiva que disputa a primeira divisão do Campeonato Paulista e a segunda divisão, mais conhecida como Série B, do Campeonato Brasileiro, e o Clube Atlético Sorocaba, time fundado em 21 de fevereiro de 1991 e que disputa a Série A3 do Campeonato Paulista de Futebol. Há também o Clube Atlético Barcelona (amador). O antigo Estrada de Ferro Sorocabana Futebol Clube foi extinto em 1993. No futsal, há o Magnus Sorocaba Futsal. No basquete, Sorocaba é representada pela Liga Sorocabana de Basquete. O Clube Atlético Minercal foi uma equipe feminina que existiu até 1993. No futebol americano, há o Sorocaba Vipers.
O município também conta com estádios e ginásios, como o Estádio Doutor Rui Costa Rodrigues, o Estádio Eusébio Moreno, o Estádio Humberto Reale, o Ginásio Municipal de Esportes Gualberto Moreira e o Estádio Municipal Walter Ribeiro, o maior da cidade, com capacidade para quase 14 mil espectadores.[106]Ver também[editar | editar código-fonte]
Câmara Municipal de Sorocaba
Interior de São Paulo
Lista de bairros de Sorocaba
Lista de prefeitos de Sorocaba
Paulistas de Sorocaba
Região Metropolitana de Sorocaba
Referências? a b Jornal Cruzeiro do Sul (18 de outubro de 2012). «Antiga fábrica Santa Maria deve virar complexo histórico-cultural». Consultado em 16 de novembro de 2012 [ligação inativa]? a b Jornal da Unicamp (3 de abril de 2006). «Como Sorocaba virou a 'Manchester Paulista'» (PDF). Consultado em 16 de novembro de 2012 ? «Entenda como José Crespo voltou a ser prefeito de Sorocaba». G1. 5 de Outubro de 2017. Consultado em 8 de Outubro de 2017 ? «O recorte das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias de 2017» (PDF). Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 2017. p. 20?34. Consultado em 10 de agosto de 2017 ? «Distância entre a cidade de Sorocaba e São Paulo». Consultado em 15 de Julho de 2013 ? a b c d Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de agosto de 2018). «Estimativas da população residente no Brasil e unidades da federação com data de referência em 1º de julho de 2018». Consultado em 29 de agosto de 2018 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 1 de agosto de 2013 ? a b c d e f «Sorocaba sobe para o 19º maior PIB do Brasil». IBGE. Consultado em 14 de janeiro de 2016 ? «Regiões de influência das cidades 2007». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 10 de outubro de 2008. Consultado em 27 de novembro de 2008 [ligação inativa]? Diego Zanchetta (3 de agosto de 2008). O Estado de S. Paulo, ed. «A primeira macrometrópole do hemisfério sul». Consultado em 12 de outubro de 2008 ? «IBGE divulga as estimativas populacionais dos municípios em 2015». Estimativa populacional 2015. IBGE. 28 de agosto de 2015. Consultado em 24 de novembro de 2015 ? a b «Dados econômicos Prefeitura de Sorocaba». Consultado em 29 de julho de 2013. Arquivado do original em 19 de agosto de 2013 ? BONADIO, Geraldo; FRIOLI, Geraldo (2004). Sorocaba: uma história ilustrada. [S.l.: s.n.] !CS1 manut: Nomes múltiplos: lista de autores (link)? ESQUERDO, Wanderson. (1998). Evidencias arqueológicas preliminares en la región de Sorocaba, São Paulo-Brasil. (Textos Antropológicos, La Paz, Bolívia, n.8). [S.l.: s.n.] ? a b c d e f g PETSCHELIES, Erik. «Fragmentos de História: Índios e Colonos em Sorocaba (1679-1752).». REU - Revista de Estudos Universitários ? http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/verbos_primeiraclasse.htm? MONTEIRO, John Manuel (1994). Negros da Terra. Índios e bandeirantes nas origens de São Paulo. [S.l.: s.n.] ? Distância Entre São Paulo e Sorocaba. Página visitada em 17 de julho de 2013.? «Distância Entre São Paulo e Sorocaba». DNIT . Consultado em 19 de Dezembro de 2013. Arquivado do original em 12 de setembro de 2008 ? Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Sorocaba e Médio Tietê? http://www.geografia.ufpr.br/laboratorios/labs/arquivos/FAVERO_et_al_2008_AVALIACAO_CONSERV_NATUREZA.pdf Arquivado em 12 de janeiro de 2012, no Wayback Machine. AVALIAÇÃO DO ESTADO DE CONSERVAÇÃO DA NATUREZA NAS UNIDADES DE PAISAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO SOROCABA (SP) ? CONTRIBUIÇÕES DO PLANEJAMENTO DA PAISAGEM? a b «BDMEP - série histórica - precipitação (mm) - Sorocaba». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 9 de setembro de 2014 ? a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura mínima (°C) - Sorocaba». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 9 de setembro de 2014 ? a b «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C) - Sorocaba». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 9 de setembro de 2014 ? «BDMEP - série histórica - dados mensais - precipitação total (mm) - Sorocaba». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 9 de setembro de 2014 ? «NORMAIS CLIMATOLÓGICAS DO BRASIL». Instituto Nacional de Meteorologia. Consultado em 20 de maio de 2018 ? «Comitê das Bacias Hidrográficas - Rede de Águas». Consultado em 27 de março de 2011. Arquivado do original em 7 de julho de 2009 ? «Sorocaba cidade saudável.». Consultado em 11 de agosto de 2013. Arquivado do original em 14 de maio de 2013 ? «Despoluição do Rio Sorocaba.». Consultado em 11 de agosto de 2013. Arquivado do original em 24 de novembro de 2011 ? «Megaplantio Sorocaba.». Consultado em 11 de agosto de 2013. Arquivado do original em 20 de junho de 2012 ? Para cada carro vendido, uma árvore plantada.? Sorocaba plantará uma árvore para cada carro vendido.? Sorocaba é escolhida pela ONU para participar de projeto sustentável.? Sorocaba é escolhida para participar de projeto da ONU-Habitat.[ligação inativa]? Sorocaba conquista pela 4ª vez selo Verde e Azul.? Sorocaba conquista 1º lugar no Programa Município Verde-Azul.? «Sorocaba conquistou o 1º lugar no Programa Município Verde Azul.». Consultado em 21 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 21 de dezembro de 2013 ? Características da população e dos domicílios? [1]? http://www.al.sp.gov.br/propositura/?id=1188451? http://noticias.r7.com/sao-paulo/alckmin-sanciona-lei-da-regiao-metropolitana-de-sorocaba-09052014? «Censo Demográfico 2010» IBGE. Acessado em 16 de novembro de 2016? «Papa nomeia novo arcebispo para arquidiocese de Sorocaba». G1.com. 28 de dezembro de 2016. Consultado em 18 de agosto de 2018 ? Igreja Presbiteriana de Sorocaba? «Censo Demográfico 2010» IBGE. Acessado em 16 de novembro de 2016.? a b Casa de España Sorocaba > Hitória da Imigração? Mapa identifica de onde vieram famílias espanholas? COELHO DE OLIVEIRA, Sérgio - Os espanhóis. 176 páginas. Editora TCM, 2002 - ISBN 8587452118? «Raízes da Espanha». Consultado em 25 de fevereiro de 2015. Arquivado do original em 13 de julho de 2015 ? «IMIGRANTES ESPANHÓIS EM SOROCABA». Consultado em 25 de fevereiro de 2015. Arquivado do original em 22 de dezembro de 2016 ? Eleições 2016? Portugueses se reúnem na região para acompanhar confronto contra a Alemanha? Portugueses de Sorocaba promovem evento beneficente? Agora o atrativo é a culinária portuguesa? Vasco da Gama de Sorocaba? «A imigração italiana na cidade de Sorocaba e a experiência escolar do final do século XIX e início do século XX» Universidade de Sorocaba, março de 2009? História da UCENS? Organization of American States (OAS). «The Brazilian Legal System» (em inglês). Consultado em 25 de janeiro de 2011 ? Flávio Henrique M. Lima (8 de fevereiro de 2006). «O Poder Público Municipal à frente da obrigação constitucional de criação do sistema de controle interno». JusVi. Consultado em 25 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 8 de setembro de 2012 ? Câmara Municipal de Bragança Paulista. «Câmara Municipal de Bragança Paulista». Consultado em 25 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2012 ? Rede Globo (24 de agosto de 2017). «José Crespo tem mandato cassado pela Câmara Municipal de Sorocaba». Consultado em 24 de agosto de 2017 ? Rede Globo (24 de agosto de 2017). «Manobra de última hora garantiu votos necessários para cassar Crespo». Consultado em 25 de agosto de 2017 ? G1 (30 de outubro de 2016). «Crespo, do DEM, é eleito prefeito de Sorocaba». Consultado em 21 de junho de 2017 ? DJI. «Constituição Federal - CF - 1988 / Art. 29». Consultado em 25 de janeiro de 2011. Arquivado do original em 22 de setembro de 2011 ? G1 Sorocaba e Jundiaí (2 de outubro de 2016). «Veja os 20 vereadores eleitos em Sorocaba». Consultado em 21 de junho de 2017 ? Requerimento? a b «Problema de abastecimento atinge bairro nobre da cidade». Jornal Cruzeiro do Sul. Consultado em 20 de março de 2016 ? a b Campolim, Sorocaba? a b Trânsito de Sorocaba tem dois veículos para cada três pessoas? a b O condomínio em Porto Feliz, São Paulo, onde os ricos descansam? a b http://casa.abril.com.br/casas-apartamentos/5-condominios-de-alto-padrao-no-interior-de-sao-paulo/? a b Embraer no Aeroporto de Sorocaba recebe certificado dos EUA? a b Ministro recomenda a internacionalização do aeroporto de Sorocaba? a b Movimento no aeroporto cresce 7,2% no primeiro trimestre em Sorocaba? a b As melhores e piores 100 grandes cidades do Brasil? a b Polo Campinas-Sorocaba já é 2º maior PIB da indústria[ligação inativa]? a b Sorocaba e Campinas respondem por 33,5% do PIB industrial paulista? Sorocaba é a 5ª cidade do interior do país com maior potencial de consumo? [Sorocaba é a 12ª melhor cidade do País para se investir em imóveis, diz estudo Sorocaba é a 12ª melhor cidade do País para se investir, diz estudo]? São Paulo é melhor cidade do país para empreender; veja o ranking? «Parque Tecnológico de Sorocaba». Consultado em 11 de agosto de 2013. Arquivado do original em 30 de junho de 2013 ? «Parque Tecnológico de Sorocaba inaugura Poupatempo da Inovação e novos laboratórios». Consultado em 21 de dezembro de 2013. Arquivado do original em 21 de dezembro de 2013 ? Poupatempo da Inovação começa a funcionar? Com 106 km de ciclovias, Sorocaba teve só 1 acidente em 4 anos? «Integrabike faz 3 anos com mais de 358 mil empréstimos realizados». Agência Sorocaba de Notícias. Consultado em 17 de março de 2016 ? «Portal da Prefeitura - Prefeitura de Sorocaba». www.sorocaba.sp.gov.br. Consultado em 17 de março de 2016 ? Ciclovia paulista vai ligar Votorantim a Sorocaba? Ciclovias? «Área de atuação da Telesp em São Paulo». Página Oficial da Telesp (arquivada) ? «Nossa História». Telefônica / VIVO ? GASPARIN, Gabriela (12 de abril de 2012). «Telefônica conclui troca da marca por Vivo». G1 ? Faculdade Ipanema? Sorocaba ganha mais uma faculdade? «São Paulo homenageia campeões de transplantes %7c Notícias». Portal do Governo do Estado de São Paulo. Consultado em 27 de outubro de 2009 ? Batista, Evenize (10 de junho de 2004). «Equipe realiza 100.º transplante de rim». Jornal Cruzeiro do Sul. Consultado em 14 de março de 2010. Arquivado do original em 6 de julho de 2011 ? «Inaugurado o novo centro cirúrgico do Santa Lucinda». Jornal Cruzeiro do Sul. 22 de setembro de 2007. Consultado em 14 de março de 2010. Arquivado do original em 6 de julho de 2011 ? Sorocaba, tem dois veículos para cada habitante? Sorocaba é 10ª no país com maior relação veículo/habitante.? Frota de veículos cresce 48% em 5 anos? «Faixas exclusivas para ônibus em Sorocaba.». Consultado em 11 de agosto de 2013. Arquivado do original em 13 de julho de 2015 ? Sorocaba terá faixas exclusivas para ônibus.? a b c d «Sistema Cicloviário de Sorocaba». Empresa de Desenvolvimento Urbano e Social de Sorocaba (URBES). Consultado em 5 de novembro de 2015. Arquivado do original em 25 de julho de 2015 ? Aeroporto receberá novas obras de ampliação? Centro de Serviços para Jatos Executivos em Sorocaba? Embraer fará centro para jatos em Sorocaba? «CNEF da CBF» (PDF). Site Oficial da CBF. Consultado em 9 de março de 2012. Arquivado do original (PDF) em 8 de outubro de 2013
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre SorocabaO Wikivoyage possui o guia Sorocaba
Página da prefeitura
Página da Câmara Municipal de Sorocaba
Sorocaba no WikiMapia
Sorocabavde50 cidades mais populosas do Brasil São Paulo
Rio de Janeiro
Brasília
Salvador
Fortaleza
Belo Horizonte
Manaus
Curitiba
Recife
Goiânia

Belém
Porto Alegre
Guarulhos
Campinas
São Luís
São Gonçalo
Maceió
Duque de Caxias
Campo Grande
NatalTeresina
São Bernardo do Campo
Nova Iguaçu
João Pessoa
Santo André
São José dos Campos
Jaboatão dos Guararapes
Osasco
Ribeirão Preto
UberlândiaSorocaba
Contagem
Aracaju
Feira de Santana
Cuiabá
Joinville
Aparecida de Goiânia
Juiz de Fora
Londrina
AnanindeuaPorto Velho
Niterói
Belford Roxo
Serra
Caxias do Sul
Campos dos Goytacazes
Macapá
Florianópolis
Vila Velha
São João de Meritivde Hierarquia urbana do Brasil
Demografia do Brasil
Municípios do Brasil
vdeMetrópolesMetrópoles globais
São Paulo
Metrópoles nacionais
Brasília
Rio de Janeiro
Metrópoles regionais
Belém
Belo Horizonte
Curitiba
Fortaleza
Goiânia
Manaus
Porto Alegre
Recife
Salvador
vdeCapitais regionaisCapitais regionais A
Aracaju
Campinas
Campo Grande
Cuiabá
Florianópolis
João Pessoa
Maceió
Natal
São Luís
Teresina
Vitória
Capitais regionais B
Blumenau
Campina Grande
Cascavel
Caxias do Sul
Chapecó
Feira de Santana
Ilhéus/Itabuna
Joinville
Juiz de Fora
Londrina
Maringá
Ribeirão Preto
São José do Rio Preto
Uberlândia
Montes Claros
Palmas
Passo Fundo
Porto Velho
Santa Maria
Vitória da Conquista
Capitais regionais C
Araçatuba
Araguaína
Arapiraca
Araraquara
Barreiras
Bauru
Boa Vista
Cachoeiro de Itapemirim
Campos dos Goytacazes
Caruaru
Criciúma
Divinópolis
Dourados
Governador Valadares
Ijuí
Imperatriz
Ipatinga/Coronel Fabriciano/Timóteo
Juazeiro do Norte/Crato/Barbalha
Macapá
Marabá
Marília
Mossoró
Novo Hamburgo/São Leopoldo
Pelotas/Rio Grande
Petrolina/Juazeiro
Piracicaba
Ponta Grossa
Pouso Alegre
Presidente Prudente
Rio Branco
Santarém
Santos
São José dos Campos
Sobral
Sorocaba
Teófilo Otoni
Uberaba
Varginha
Volta Redonda/Barra Mansa
vdeCentros sub-regionaisCentros sub-regionais A
Alfenas
Anápolis
Apucarana
Bacabal
Bagé
Barbacena
Barra do Garças
Barretos
Bento Gonçalves
Botucatu
Cabo Frio
Caçador
Cáceres
Caicó
Cajazeiras
Campo Mourão
Castanhal
Catanduva
Caxias
Colatina
Crateús
Erechim
Floriano
Foz do Iguaçu
Franca
Francisco Beltrão
Garanhuns
Guanambi
Guarabira
Guarapuava
Iguatu
Irecê
Itajaí
Itaperuna
Itumbiara
Jacobina
Jaú
Jequié
Ji-Paraná
Joaçaba
Lages
Lajeado
Lavras
Limeira
Macaé
Manhuaçu
Muriaé
Nova Friburgo
Ourinhos
Paranaguá
Paranavaí
Parnaíba
Passos
Pato Branco
Patos
Patos de Minas
Pau dos Ferros
Paulo Afonso
Picos
Pinheiro
Poços de Caldas
Ponte Nova
Quixadá
Redenção
Rio Claro
Rio do Sul
Rio Verde
Rondonópolis
Santa Cruz do Sul
Santa Inês
Santa Rosa
Santo Ângelo
Santo Antônio de Jesus
São Carlos
São João da Boa Vista
São Mateus
Serra Talhada
Sinop
Sousa
Teixeira de Freitas
Toledo
Tubarão
Ubá
Umuarama
Uruguaiana
Centros sub-regionais B
Abaetetuba
Assu
Afogados da Ingazeira
Alagoinhas
Altamira
Andradina
Angra dos Reis
Araranguá
Araras
Araripina
Arcoverde
Ariquemes
Assis
Avaré
Balneário Camboriú
Balsas
Bom Jesus da Lapa
Bragança
Bragança Paulista
Breves
Brumado
Brusque
Cacoal
Cametá
Campo Maior
Capanema
Caratinga
Carazinho
Cataguases
Chapadinha
Cianorte
Concórdia
Conselheiro Lafaiete
Cruz Alta
Cruz das Almas
Cruzeiro do Sul
Currais Novos
Eunápolis
Frederico Westphalen
Guaratinguetá
Gurupi
Itabaiana
Itaberaba
Itaituba
Itajubá
Itapetininga
Itapeva
Itapipoca
Itaporanga
Ituiutaba
Ivaiporã
Janaúba
Linhares
Mafra
Palmares
Paragominas
Parintins
Pedreiras
Presidente Dutra
Registro
Resende
Ribeira do Pombal
Santana do Ipanema
Santo Antônio da Platina
São João del-Rei
São Lourenço
São Miguel do Oeste
São Raimundo Nonato
Senhor do Bonfim
Tefé
Teresópolis
Tucuruí
União da Vitória
Valença
Viçosa
Videira
Vilhena
Vitória de Santo Antão
Xanxerê
vdeCentros de zonaCentros de zona A
Acaraú
Açailândia
Adamantina
Além Paraíba
Almeirim
Almenara
Alta Floresta
Amparo
Aquidauana
Aracati
Aracruz
Araçuaí
Arapongas
Araxá
Assis Chateubriand
Barra do Corda
Barreiros
Bebedouro
Belo Jardim
Birigui
Bom Jesus
Caçapava do Sul
Cachoeira do Sul
Caetité
Caldas Novas
Camacan
Camaquã
Campo Belo
Campos Novos
Canindé
Canoinhas
Capelinha
Carangola
Carpina
Catalão
Catolé do Rocha
Caxambu
Ceres
Cerro Largo
Codó
Colinas do Tocantins
Conceição do Araguaia
Conceição do Coité
Cornélio Procópio
Corumbá
Corrente
Cruzeiro
Curitibanos
Cururupu
Curvelo
Diamantina
Diamantino
Dianópolis
Dois Vizinhos
Dracena
Encantado
Esperantina
Estância
Estrela
Fernandópolis
Formiga
Frutal
Governador Nunes Freire
Goiana
Goiás
Guanhães
Guaporé
Guaraí
Guaxupé
Ibaiti
Ibirubá
Icó
Imbituba
Ipiaú
Iporá
Irati
Itabaiana
Itabira
Itacoatiara
Itamaraju
Itapetinga
Ituverava
Jacarezinho
Jales
Jandaia do Sul
Januária
Jaru
Jataí
João Câmara
João Monlevade
Juína
Jundiaí
Lagarto
Lagoa Vermelha
Laranjeiras do Sul
Limoeiro
Limoeiro do Norte
Lins
Loanda
Macau
Macaúbas
Mamanguape
Marau
Maravilha
Marechal Cândido Rondon
Medianeira
Mineiros
Mirassol d'Oeste
Mogi Guaçu
Monteiro
Montenegro
Morrinhos
Mundo Novo
Naviraí
Nossa Senhora da Glória
Nova Andradina
Nova Prata
Nova Venécia
Oeiras
Olímpia
Osório
Ouricuri
Palmas
Palmeira das Missões
Palmeira dos Índios
Pará de Minas
Paraíso do Tocantins
Parauapebas
Patrocínio
Penápolis
Penedo
Pesqueira
Pinhalzinho
Pirapora
Pires do Rio
Piripiri
Pombal
Ponta Porã
Porangatu
Porto Nacional
Porto Seguro
Primavera do Leste
Propriá
Quirinópolis
Rolim de Moura
Russas
Salgueiro
Salinas
Santa Fé do Sul
Santa Inês
Santa Maria da Vitória
Santo Antônio de Pádua
Santiago
São Bento do Sul
São Borja
São Félix do Araguaia
São Gabriel
São Jerônimo
São José do Rio Pardo
São Luís de Montes Belos
São Luiz Gonzaga
São Miguel dos Campos
Sarandi
Seabra
Serrinha
Soledade
Sorriso
Surubim
Tabatinga
Taquara
Tatuí
Telêmaco Borba
Tijucas
Timbaúba
Timbó
Tocantinópolis
Torres
Três Corações
Três de Maio
Três Lagoas
Três Passos
Três Rios
Tupã
Unaí
União dos Palmares
Uruaçu
Vacaria
Venâncio Aires
Votuporanga
Xique-Xique
Centros de zona B
Abaeté
Abelardo Luz
Abre Campo
Afonso Cláudio
Água Boa
Água Branca
Águas Formosas
Aimorés
Alegrete
Alexandria
Alto Araguaia
Alto Longá
Alto Parnaíba
Amambai
Amarante
Amargosa
Andirá
Andradas
Anicuns
Anísio de Abreu
Aparecida
Apiaí
Apodi
Araguaçu
Araguari
Araguatins
Araioses
Araputanga
Arara
Araruama
Araruna
Arcos
Arinos
Arroio do Meio
Arvorezinha
Auriflama
Avelino Lopes
Baependi
Bambuí
Bariri
Barra
Barra Bonita
Barra de São Francisco
Barra do Bugres
Barras
Barracão
Bataguassu
Batalha
Bela Vista
Belém do São Francisco
Bicas
Boa Esperança
Boa Vista do Buricá
Bom Jardim de Minas
Bom Jesus do Itabapoana
Boquira
Braço do Norte
Brasileia
Brejo Santo
Buritis
Caculé
Camapuã
Cambuí
Camocim
Campina da Lagoa
Campo Novo do Parecis
Campos Altos
Campos Belos
Canguaretama
Canindé de São Francisco
Canto do Buriti
Capanema
Capão da Canoa
Capim Grosso
Capinzal
Capitão Poço
Capivari
Caracol
Carauari
Carmo do Paranaíba
Carutapera
Casca
Cassilândia
Castelo
Castelo do Piauí
Cerejeiras
Chapadão do Sul
Chopinzinho
Cícero Dantas
Coelho Neto
Colíder
Colinas
Coluna
Comodoro
Confresa
Congonhas
Constantina
Coronel Vivida
Coxim
Cristal do Sul
Crixás
Cruz
Cruzília
Curimatá
Delmiro Gouveia
Desterro
Dores do Indaiá
Entre Rios de Minas
Esperantinópolis
Espírito Santo do Pinhal
Espumoso
Euclides da Cunha
Eirunepé
Extrema
Fátima
Faxinal
Floresta
Fortaleza dos Nogueiras
Fronteiras
Gandu
Garça
Garibaldi
General Salgado
Getúlio Vargas
Gilbués
Goianésia
Goiatuba
Goioerê
Grajaú
Guaíra
Guajará-Mirim
Guaraciaba do Norte
Guararapes
Horizontina
Ibicaraí
Ibirama
Ibotirama
Ilha Solteira
Indaial
Inhumas
Ipanema
Ipu
Iracema
Itaberaí
Itacarambi
Itamonte
Itaocara
Itapaci
Itapajé
Itapiranga
Itápolis
Itapuranga
Itaqui
Itararé
Itaúna
Ituporanga
Iturama
Jaciara
Jacutinga
Jaguaquara
Jaguariaíva
Jaguaribe
Jaicós
Jardim
Joaíma
João Pinheiro
Juara
Jussara
Lábrea
Lago da Pedra
Lagoa da Prata
Lambari
Leme
Leopoldina
Livramento de Nossa Senhora
Lorena
Lucas do Rio Verde
Lucélia
Luzilândia
Machado
Malacacheta
Manga
Mantena
Maracaçumé
Matão
Matinhos
Miranda
Miracema do Tocantins
Mirinzal
Mococa
Monte Alegre
Monte Alto
Monte Aprazível
Monte Carmelo
Mostardas
Muçum
Nanuque
Natividade
Nazaré
Neópolis
Niquelândia
Nonoai
Nossa Senhora das Dores
Nova Londrina
Nova Mutum
Nova Petrópolis
Oliveira
Orlândia
Osvaldo Cruz
Olho d'Água das Flores
Ouro Fino
Ouro Preto do Oeste
Palmeira
Palmeira d'Oeste
Palmeirópolis
Pão de Açúcar
Paracatu
Paraguaçu Paulista
Paraisópolis
Paramirim
Paranacity
Paranaíba
Parelhas
Passa-e-Fica
Patu
Paulistana
Peçanha
Pedra Azul
Pedro II
Pedro Afonso
Peixoto de Azevedo
Piancó
Pinheiro Machado
Pio XII
Piraju
Piracuruca
Pitanga
Pitangui
Piumhi
Poções
Ponte Serrada
Pontes e Lacerda
Porteirinha
Porto Calvo
Porto União
Posse
Presidente Epitácio
Presidente Getúlio
Presidente Juscelino
Presidente Venceslau
Princesa Isabel
Prudentópolis
Quatis
Quedas do Iguaçu
Rancharia
Resplendor
Riachão do Jacuípe
Rio Bonito
Rio Negro
Rio Pomba
Rio Real
Rodeio Bonito
Roncador
Rubiataba
Salto do Jacuí
Salvador do Sul
Sananduva
Sanclerlândia
Santa Bárbara
Santa Cruz
Santa Cruz da Baixa Verde
Santa Cruz do Rio Pardo
Santa Filomena
Santa Helena
Santa Luzia
Santa Luzia do Paruá
Santa Maria do Suaçuí
Santa Vitória do Palmar
Santana
Santana do Livramento
Santo Antônio
Santo Antônio da Patrulha
Santo Augusto
Santos Dumont
São Bento (Maranhão)
São Bento (Paraíba)
São Benedito
São Domingos
São Francisco
São Gabriel da Palha
São Gotardo
São João Batista
São João do Ivaí
São João do Piauí
São João dos Patos
São João Nepomuceno
São Joaquim da Barra
São José do Cedro
São José do Egito
São João do Rio do Peixe
São João Evangelista
São José do Cedro
São Lourenço do Oeste
São Mateus do Sul
São Miguel
São Miguel do Araguaia
São Miguel do Tapuio
São Paulo do Potengi
São Sebastião
São Sebastião do Caí
São Valentim
São Vicente Férrer
Sapé
Seara
Sena Madureira
Senador Pompeu
Serafina Corrêa
Serra Dourada
Serro
Simões
Simplício Mendes
Sinimbu
Siqueira Campos
Sobradinho
Sombrio
Sumé
Tabira
Taguatinga
Taió
Taiobeiras
Tangará
Tapejara
Tapes
Taquaritinga
Tarauacá
Tauá
Tenente Portela
Terra Nova do Norte
Teutônia
Tietê
Tramandaí
Três Pontas
Tucumã
Tucunduva
Turmalina
Tutóia
Uiraúna
Umarizal
União
Uruçuí
Valença
Valença do Piauí
Valente
Várzea da Palma
Vazante
Venda Nova do Imigrante
Veranópolis
Viana
Vigia
Vila Rica
Virginópolis
Visconde do Rio Branco
Vitorino Freire
Xaxim
Xinguara
Wenceslau Braz
Zé Doca
Referências: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Regiões de Influência das Cidades 2007 (10 de outubro de 2008), [2] Configuração da Rede Urbana do Brasil (junho de 2001)vde Região Metropolitana de SorocabaSub-região 1Alambari ? Boituva ? Capela do Alto ? Cerquilho ? Cesário Lange ? Itapetininga ? Jumirim ? Sarapuí ? Tatuí ? TietêSub-região 2Alumínio ? Araçariguama ? Ibiúna ? Itu ? Mairinque ? Porto Feliz ? Salto ? São RoqueSub-região 3Araçoiaba da Serra ? Iperó ? Piedade ? Pilar do Sul ? Salto de Pirapora ? São Miguel Arcanjo ? Sorocaba ? Tapiraí ? Votorantim São Paulo, Brasilvde São Paulo Portal ? Geografia, Política, Cultura, EsportesCapitalSão PauloRegiões MetropolitanasComplexo Metropolitano Expandido ? Baixada Santista ? Campinas ? Ribeirão Preto ? São Paulo ? Sorocaba ? Vale do ParaíbaRegiões AdministrativasAraçatuba ? Barretos ? Bauru ? Campinas ? Central ? Franca ? Itapeva ? Marília ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Santos ? São Paulo ? São José do Rio Preto ? São José dos Campos ? SorocabaRegiões de GovernoAdamantina ? Andradina ? Araçatuba ? Araraquara ? Assis ? Avaré ? Barretos ? Bauru ? Botucatu ? Bragança Paulista ? Campinas ? Caraguatatuba ? Catanduva ? Cruzeiro ? Dracena ? Fernandópolis ? Franca ? Guaratinguetá ? Itapetininga ? Itapeva ? Jales ? Jaú ? Jundiaí ? Limeira ? Lins ? Marília ? Ourinhos ? Piracicaba ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Rio Claro ? Santos ? São Carlos ? São João da Boa Vista ? São Joaquim da Barra ? São José do Rio Preto ? São José dos Campos ? Sorocaba ? Taubaté ? Tupã ? VotuporangaRegiões geográficas intermediáriasAraçatuba ? Araraquara ? Bauru ? Campinas ? Marília ? Presidente Prudente ? Ribeirão Preto ? São José dos Campos ? São José do Rio Preto ? São Paulo ? SorocabaRegiões geográficas imediatasAdamantina-Lucélia ? Amparo ? Andradina ? Araçatuba ? Araraquara ? Araras ? Assis ? Avaré ? Barretos ? Bauru ? Birigui-Penápolis ? Botucatu ? Bragança Paulista ? Campinas ? Caraguatatuba-Ubatuba-São Sebastião ? Catanduva ? Cruzeiro ? Dracena ? Fernandópolis ? Franca ? Guaratinguetá ? Itapetininga ? Itapeva ? Ituverava ? Jales ? Jaú ? Jundiaí ? Limeira ? Lins ? Marília ? Mogi Guaçu ? Ourinhos ? Piracicaba ? Piraju ? Presidente Epitácio-Presidente Venceslau ? Presidente Prudente ? Registro ? Ribeirão Preto ? Rio Claro ? Santa Fé do Sul ? São José do Rio Pardo-Mococa ? Santos ? São Carlos ? São João da Boa Vista ? São Joaquim da Barra-Orlândia ? São José dos Campos ? São José do Rio Preto ? São Paulo ? Sorocaba ? Tatuí ? Taubaté-Pindamonhangaba ? Tupã ? VotuporangaMais de 1 000 000 habitantesSão Paulo ? Guarulhos ? CampinasMais de 500 000 habitantesSão Bernardo do Campo ? Santo André ? Osasco ? São José dos Campos ? Ribeirão Preto ? SorocabaMais de 200 000 habitantesMauá ? São José do Rio Preto ? Santos ? Mogi das Cruzes ? Diadema ? Jundiaí ? Carapicuíba ? Piracicaba ? Bauru ? São Vicente ? Itaquaquecetuba ? Franca ? Guarujá ? Taubaté ? Praia Grande ? Limeira ? Suzano ? Taboão da Serra ? Sumaré ? Barueri ? Embu das Artes ? São Carlos ? Indaiatuba ? Cotia ? Marília ? Americana ? Araraquara ? Jacareí ? Itapevi ? Presidente Prudente ? Hortolândia ? Rio ClaroMais de 100 000 habitantesAraçatuba ? Santa Bárbara d'Oeste ? Ferraz de Vasconcelos ? Francisco Morato ? Itapecerica da Serra ? Itu ? Bragança Paulista ? Pindamonhangaba ? São Caetano do Sul ? Itapetininga ? Mogi Guaçu ? Franco da Rocha ? Jaú ? Botucatu ? Atibaia ? Araras ? Santana de Parnaíba ? Cubatão ? Valinhos ? Sertãozinho ? Ribeirão Pires ? Jandira ? Catanduva ? Barretos ? Guaratinguetá ? Birigui ? Votorantim ? Tatuí ? Várzea Paulista ? Salto ? Caraguatatuba ? Itatiba ? Poá ? Ourinhos ? Assis ? Leme ? PaulíniaSudeste, Brasil
Portal do Brasil Portal de São Paulo
Controle de autoridade
: Q188901
WorldCat
VIAF: 139587210
BRE: 4799364
EBID: ID
LCCN: n82274131
OSM: 298424
MusicBrainz: ID
GeoNames: 3447399