criar site 1 centavo em Serra Branca

Encontre criar site 1 centavo em Serra Branca na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Centavo

Centésima parte: centésimo.


Centavo

Moeda portuguesa, que é a centésima parte de um escudo e correspondente a 10 reis do anterior sistema monetário.


Serra Branca

Nota: Para outros significados, veja Serra Branca (desambiguação).Município de Serra Branca
"Rainha do Cariri"
BandeiraBrasãoHino
Fundação27 de abril de 1959 (60 anos)
Gentílicoserra-branquense[1]
Prefeito(a)Vicente Fialho de Sousa Neto (PDT)
Localização
Localização de Serra Branca na ParaíbaSerra Branca Localização de Serra Branca no Brasil
07° 28' 58" S 36° 39' 54" O07° 28' 58" S 36° 39' 54" O
Unidade federativaParaíba
Região intermediária
Campina Grande IBGE/2017[2]Região imediata
Sumé IBGE/2017[2]Municípios limítrofesSumé, São João do Cariri,Coxixola,São José dos Cordeiros, Parari e Congo.
Distância até a capital230 km
Características geográficas
Área737,743 km² [3]
População13 637 hab. (PB: 65º) ? estimativa populacional - IBGE/2016[4]
Densidade18,48 hab./km²
Altitude493 m
Climasemi-árido
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,662 médio PNUD/2000 [5]
PIBR$ 56 623,284 mil (PB: 57º) ? IBGE/2008[6]
PIB per capitaR$ 4 436,87 IBGE/2008[6]Serra Branca é um município brasileiro localizado na Região Geográfica Imediata de Sumé, estado da Paraíba. Sua população em 2014 foi estimada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 13.637 habitantes,[4] distribuídos em 738 km² de área.Índice1 História
2 Geografia2.1 Clima
3 Economia
4 Turismo
5 Cultura e tradição
6 Comunicação
7 Referências
8 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
A região do Cariri foi habitada por índios cariris, hábeis oleiros. Próximo de Campina Grande, que se iniciava como vila comercial e caminho de tropeiros, atraiu habitantes de outros lugares interessados em adquirir terras férteis.
Em 1943, o topônimo foi mudado para Itamorotinga - em tupi: pedra-mó-toda-branca, ou simplesmente, pedra branca, alusão à serra Jatobá.
Com o antigo nome de Serra Branca foi elevada à Cidade em 1947 e nela fixava a sede do Município, situação que permaneceu até 1951. A emancipação política foi alcançada em 1960.
Alterações toponímicas distritais
Serra Branca para Itamorotinga alterado, pelo decreto-lei estadual nº 520, de 31 de dezembro de 1943. Itamorotinga para Serra Branca alterado, por Ato das Disposições Transitórias Constitucionais do Estado da Paraíba Promulgado em 11 de junho de 1947.Geografia[editar | editar código-fonte]
Clima[editar | editar código-fonte]
Dados do Departamento de Ciências Atmosféricas, da Universidade Federal de Campina Grande, mostram que Serra Branca apresenta um clima com média pluviométrica anual de 529.7 mm[7] e temperatura média anual de 24.1 °C.[8]
Dados climatológicos para Serra Branca
MêsJanFevMarAbrMaiJunJulAgoSetOutNovDezAno
Temperatura máxima média (°C)32,531,931,330,629,428,428,129,430,832,433,233,2 30,9
Temperatura média (°C)25,425,024,724,423,622,622,122,523,524,625,225,5 24,1
Temperatura mínima média (°C)20,620,620,520,219,618,617,717,718,719,520,120,6 19,5
Precipitação (mm)32,480,8118,2136,039,929,524,410,15,34,95,830,6 529,7
Fonte: Departamento de Ciências Atmosféricas.[7][8][9][10] Economia[editar | editar código-fonte]
Sua economia baseia-se na agricultura,comércio e principalmente no funcionalismo público. As principais culturas são milho e feijão. Na pecuária predomina a criação de caprinos e ovinos. Existe também uma pequena indústria de beneficiamento da castanha de caju na comunidade das Duas Serras (zona rural). Podemos observar também o crescimento da Piscicultura artesanal (com uma associação de pescadores)e da Apicultura em pequena produção.Turismo[editar | editar código-fonte]
Uma atração turística é a Serra do Jatobá, também conhecida por Pedra Esbranquiçada (origem do nome da cidade), grande rocha de cor branca (que pode ser vista até do espaço), predominando sobre a caatinga e que forma em seu redor área permanentemente verde em função do solo arenoso e a presença de umidade, mesmo nos períodos de seca.O local tem tudo para o turismo, possibilitando voos de asa delta. A pedra tem inclinação adequada, os ventos são fortes e constantes, a luz do Sol é abundante e a paisagem, vista de cima é deslumbrante!
Na serra do Jatobá existe um conjunto de pinturas rupestres em um grande lajedo e caverna. O local é muito interessante para realização de "treking". A Serra Branca ou Serra do Jatobá é considerada o maior batólito da América do Sul, um local perfeito para trilhas, rapel, escaladas, e várias outras modalidades de esportes de aventura. [carece de fontes?]
Tem também o Santuário do Menino Jesus de Praga, situado no Bairro dos Pereiros.Cultura e tradição[editar | editar código-fonte]
Antiga Serra Branca
Banda de Musica Imaculada Conceição, Maestro Apolonio Torreão, 1935
Serra Branca já não apresenta os traços culturais de outrora. Em tempos passados, ainda não remotos, eram impressionantes os Carnavais e as vaquejadas realizadas no município. Atualmente, ainda merecem destaque a festa da Padroeira Nossa Senhora da Conceição e as festas juninas, principalmente, os festejos de São João.
A Banda de Música Imaculada Conceição, atualmente Filarmonica Maestro Joca Lopo, marca presença como item cultural da cidade e como umas das primeiras bandas do cariri Paraibano, que esteve sob a batuta de diversos maestrosComunicação[editar | editar código-fonte]
Serra Branca possui três emissoras de rádio sendo duas comerciais e uma comunitária:Serra Branca FM - 103,3
Ind FM - 107,7
Solidariedade FM - 87,9
Telefonia Móvel
Tim 2G / 3G
Claro 2GVivo 2G / 3GReferências? Editores do Aulete (2012). «Verbete serra-branquense». Dicionário Caldas Aulete. Consultado em 08 de maio de 2019 Verifique data em: |acessodata= (ajuda)? a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 17 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 10 de agosto de 2017 ? IBGE; IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? a b IBGE; IBGE. «IBGE Cidades: Informações completas». Paraíba»Serra Branca. Consultado em 15 de maio de 2017 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? a b «Precipitação Mensal». Departamento de Ciências Atmosféricas. 1911?1990. Consultado em 13 de julho de 2018. Cópia arquivada em 11 de junho de 2014 !CS1 manut: Formato data (link)? a b «Temperatura Compensada Mensal e Anual da Paraíba». Departamento de Ciências Atmosféricas. Consultado em 13 de julho de 2018. Cópia arquivada em 11 de junho de 2014 ? «Temperatura Máxima Mensal e Anual da Paraíba». Departamento de Ciências Atmosféricas. 1911?1980. Consultado em 13 de julho de 2018. Cópia arquivada em 11 de junho de 2014 !CS1 manut: Formato data (link)? «Temperatura Mínima Mensal e Anual da Paraíba». Departamento de Ciências Atmosféricas. Consultado em 13 de julho de 2018. Cópia arquivada em 11 de junho de 2014
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Mapa de Serra Branca
Página da prefeitura
Federação dos municípios da Paraíba
Dados municipais e mapa de alta resolução em PDF
Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Portal do Brasil Portal da Paraíba