criar site 1 centavo em Senador José Porfírio

Encontre criar site 1 centavo em Senador José Porfírio na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Criar

Dar existência a.
Originar.
Inventar.
Gerar; produzir: _criou muitos filhos_.
Instituir, fundar: _criar asilos_.
Amamentar.
Educar.
Promover a procriação de: _criar gado_.
Cultivar.
Adquirir.


Criar

Encher-se de pus (uma ferida), resultante de picada: _tenho um dedo a criar_.


Criar

Ter dinheiro.


Criar

Afagar, acarinhar.


Centavo

Centésima parte: centésimo.


Centavo

Moeda portuguesa, que é a centésima parte de um escudo e correspondente a 10 reis do anterior sistema monetário.


Senador José Porfírio


Município de Senador José Porfírio
"Souzel"BandeiraBrasãoHino
Fundação1639 (380 anos)
Emancipação29 de dezembro de 1961 (57 anos)
Gentílicoporfiriense
Prefeito(a)Dirceu Biancardi (PSDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Senador José Porfírio no ParáSenador José Porfírio Localização de Senador José Porfírio no Brasil
02° 35' 27" S 51° 57' 14" O02° 35' 27" S 51° 57' 14" O
Unidade federativaPará
MesorregiãoSudoeste Paraense IBGE/2008 [1]
MicrorregiãoAltamira IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofesAltamira, Anapu, Porto de Moz, Portel e Vitória do Xingu.
Distância até a capital828 km
Características geográficas
Área14 374,090 km² [2]
População11 587 hab. IBGE/2016[3]
Densidade0,81 hab./km²
Altitude20 m
ClimaQuente úmido
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,514 baixo PNUD/2010 [4]
PIBR$ 98 266,73 mil IBGE/2014[5]
PIB per capitaR$ 8 138,03 IBGE/2014[5]Senador José Porfírio é um município brasileiro do estado do Pará, pertencente à mesorregião do Sudeste Paraense e microrregião de Altamira. Localiza-se no norte brasileiro, a uma latitude 02º35'27" sul e longitude 51º57'15" oeste.[6][7]
É um das três cidades brasileiras que possuem exclaves municipais, com dois territórios totalmente separados um do outro, sendo os outros dois os municípios goianos de Sítio d'Abadia e Mineiros. No caso de Senador José Porfírio, essa separação ocorre pelo município vizinho de Vitória do Xingu, o qual já fez parte do município de Senador José Porfírio.Índice1 História1.1 Missão Aricará
1.2 Colonização
1.3 Restauração da emancipação
2 Geografia2.1 Hidrografia
3 Infraestrutura3.1 Transportes
4 ReferênciasHistória[editar | editar código-fonte]
A história de Senador José Porfírio compreende, tradicionalmente, o período que vai da instalação da missão jesuíta formadora da cidade até os dias atuais. Entretanto o território municipal é habitado, desde tempos imemoriais, por povos indígenas nômades e semi-nômades.Missão Aricará[editar | editar código-fonte]
Orla de Senador José Porfírio, na primeira metade do século XX
Desconhece-se a data da doação da primeira Capitania no Xingu a Gaspar de Abreu Freitas e, também, do revestimento da mesma à coroa. Porém, após esse abandono, os padres da Companhia de Jesus ali chegaram e, em 1639, fundaram juntamente com índios o aldeamento com o nome de Arucará ou Aricará.[8]Colonização[editar | editar código-fonte]
Em 1758 o governador Francisco Xavier de Mendonça Furtado concedeu à Aricará o título de freguesia sob o padroado de São Francisco Xavier. Nessa condição, permaneceu até 1833, quando perdeu a condição de vila.
A segunda elevação administrativa se deu em 14 de abril de 1874, com a criação do município de Souzel, com a sede com a condição de vila. José Porfírio de Miranda Júnior tornou-se seu primeiro intendente, cargo correspondente ao de prefeito. Nesse período a localidade sobrevivia da extração e comercialização da borracha e de outras drogas do sertão, além de se comunicar com Santarém e Porto de Moz por navegação a vapor.[8]
Contudo, em 1921 o município de Souzel novamente foi extinto e o seu território foi anexado ao município de Porto de Moz; posteriormente o próprio município de Porto de Moz foi extinto, integrado ao de Altamira, e restaurado.[9]Restauração da emancipação[editar | editar código-fonte]
Elevado à categoria de município com a denominação de Souzel, pela lei estadual nº 2460, de 29 de dezembro de 1961, desmembrado de Porto de Moz e de Altamira, com sede no antigo distrito de Souzel. Foi formalmente instalado em 11 de abril de 1962. [9]
Pelo decreto-lei nº 164, de 23 de janeiro de 1970, o distrito de Souzel passou a denominar-se Senador José Porfírio,[9] em homenagem ao político José Porfírio de Miranda Júnior.Geografia[editar | editar código-fonte]
Rio Xingu e a Orla de Senador José Porfírio
Localizado a uma latitude 02º35'27" sul e longitude 51º57'15" oeste, estando a uma altitude de 20 metros acima do nível do mar. O município possui uma população estimada de 11 827 mil habitantes, distribuídos em 14 419 km² de extensão territorial.[10][11] Hidrografia[editar | editar código-fonte]
A Hidrografia, destaca-se como acidente hidrográfico o Rio Xingu que ao penetrar no Município, constituí-se em limite natural com Altamira a Oeste, juntamente com o seu afluente da margem direita, o rio Ituna, formando um grande cotovelo até o limite com município de, Porto de Moz onde banha a sede municipal, no seu baixo curso, até desembocar no Amazonas.Infraestrutura[editar | editar código-fonte]
Transportes[editar | editar código-fonte]
A principal ligação rodoviária de Senador José Porfírio com o território nacional se dá pela rodovia estadual PA-167, que liga a sede municipal á vila de Pontal de Belo Monte, na BR-230 (Transamazônica).
Porfírio também depende muito do transporte fluvial, sendo que a principal facilidade do tipo é o Porto de Senador José Porfírio, na sede municipal. Os principais destinos partindo do porto são as localidades de Vitória do Xingu e Porto de Moz.Referências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 ? «Estimativa populacional 2016» (PDF). Estimativa populacional 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2016. Consultado em 2 de janeiro de 2017 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 2 de agosto de 2013 ? a b «PIB Municipal 2010-2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 2 de janeiro de 2017 ? «Estado Pará, Município de Senador José Porfírio». IBGE. 2016. Consultado em 13 de junho de 2016 ? «Senador José Porfírio, Pará - PA.». IBGE. 2015. Consultado em 13 de junho de 2016 ? a b 1600 a 1875: Missões jesuítas e o ciclo econômico das drogas do sertão. Rede Xingu +. 2018.? a b c Histórico de Senador José Porfírio. IBGE Cidades. 2018.? «Estado Pará, Município de Curionópolis». IBGE. 2015. Consultado em 13 de junho de 2016 ? «Curionópolis, Pará - PA.». IBGE. 2015. Consultado em 13 de junho de 2016
Portal do Pará
Este artigo sobre municípios do estado do Pará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.