agência comunicação em Itaguaçu da Bahia

Encontre agência comunicação em Itaguaçu da Bahia na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Itaguaçu Da Bahia


Município de Itaguaçu da BahiaBandeira indisponívelBrasão indisponívelHino
Aniversário24 de fevereiro
Fundação24 de fevereiro de 1989 (30 anos)
Gentílicoitaguaçuense
Prefeito(a)Ivan Tiburtino de Oliveira (PMN)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Itaguaçu da Bahia na BahiaItaguaçu da Bahia Localização de Itaguaçu da Bahia no Brasil
11° 00' 43" S 42° 23' 56" O11° 00' 43" S 42° 23' 56" O
Unidade federativaBahia
MesorregiãoVale São-Franciscano da Bahia IBGE/2008[1]
MicrorregiãoBarra IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofesCentral, Xique-Xique, Sento Sé, Jussara e Gentio do Ouro
Distância até a capital544 km
Características geográficas
Área4 451,214 km² [2]
População13 209 hab. IBGE/2010[3]
Densidade2,97 hab./km²
ClimaNão disponível
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,562 baixo PNUD/2010[4]
PIBR$ 49,661 mil IBGE/2009[5]
PIB per capitaR$ 3 742 64 reais IBGE/2009[5]Itaguaçu da Bahia é um município da Microrregião de Barra, na Mesorregião do Vale São-Franciscano da Bahia, no estado da Bahia, no Brasil. Sua população estimada era de 13 209 habitantes, segundo o censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.História[editar | editar código-fonte]
O distrito foi criado com o nome Tiririca do Luisinho por lei municipal de 1900, subordinado ao município de Xique-Xique. Em 1989 foi elevado à categoria de município com a denominação de Itaguaçu da Bahia pela Lei Estadual nº 4839 de 24 de fevereiro de 1989[6]. "Itaguaçu" é um termo de origem tupi que significa "pedra grande", pela junção de itá (pedra) e gûasu (grande)[7].Geografia[editar | editar código-fonte]
A população do município ampliou, entre os Censos Demográficos de 2000 e 2010, à taxa de 1,56% ao ano, passando de 11 320 para 13 209 habitantes. Essa taxa foi superior àquela registrada no Estado, que ficou em 0,70% ao ano, e superior à cifra de 1,08% ao ano da Região Nordeste do Brasil. A taxa de urbanização apresentou alteração no mesmo período. A população urbana em 2000 representava 17,55% e em 2010 e passou a representar 19,67% do total.
A estrutura demográfica também apresentou mudanças no município. Entre 2000 e 2010 foi verificada ampliação da população idosa que, em termos anuais, cresceu 4,2% em média. Em 2000, este grupo representava 7,6% da população. Já em 2010, detinha 9,8% do total da população municipal.Referências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 24 de agosto de 2013 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 ? «Formação administrativa» (PDF) IBGE.? NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição. São Paulo. Global. 2005. p. 132.
Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.