abertura de site em Amaporã


Encontre abertura de site em Amaporã na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Abertura

Acto ou efeito de abrir.
Buraco.
Fenda.


Abertura

Sinfonia ou peça de música orquestral, que precede uma ópera, uma oratória, um drama com música, ou outra composição de grande desenvolvimento.


Abertura

Peça de música para orquestra, destinada a ser executada em concertos ou a servir de introdução ou de intermédio em qualquer espectáculo ou solenidade, e no estilo de abertura propriamente dita.


Abertura

Inauguração.


Município de AmaporãBandeira indisponívelBrasãoHino
Fundação12 de novembro de 1961 (57Â anos)
Gentílicoamaporense[1]
Prefeito(a)Terezinha Fumiko Yamakawa (MDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Amaporã no ParanáAmaporã Localização de Amaporã no Brasil
23° 05' 45" S 52° 47' 16" O23° 05' 45" S 52° 47' 16" O
Unidade federativaParaná
MesorregiãoNoroeste Paranaense IBGE/2008 [2]
MicrorregiãoParanavaí IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofesParanavaí, Planaltina do Paraná, Guairaçá, Mirador, Guaporema, Cidade Gaúcha.
Distância até a capital551[3]Â km
Características geográficas
Área384,734 km² [4]
População6Â 181 hab. estimativa IBGE/2018[5]
Densidade16,07 hab./km²
Altitude512 m
ClimaSubtropical
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,709 alto PNUD/2000 [6]
PIBR$ 48Â 783,741 mil IBGE/2008[7]
PIB per capitaR$ 9Â 070,98 IBGE/2008[7]Amaporã é um município brasileiro do estado do Paraná. Sua população, conforme estimativas do IBGE de 2018, era de 6Â 181[5] habitantes.Etimologia[editar | editar código-fonte]
De origem Tupi, "ama"... o que serve, ser costume + "porã" ...belo, bonito,: Uso bonito, costume bonito.História[editar | editar código-fonte]
A história do município de Amaporã está intimamente ligada à cafeicultura instalada na região de Paranavaí. Em 1948, famílias de agricultores requereram do governo do Estado terras consideradas devolutas e iniciaram o plantio de lavouras de subsistência e de café, que se tornaria, por muitos anos, a principal atividade econômica da região. O primeiro grupo de colonizadores foi integrado por Justino Rodrigues de Souza, Mariano Viana e José Viana. Depois chegou Gustavo Marques de Oliveira e, em seguida, muitas famílias de colonos que formaram o povoado de Jurema.[8]
Logo, o café plantado em terras de clima propício, produziu fartas colheitas, propiciando o crescimento da comunidade, que passou a ser vista com interesse pela classe política de Paranavaí, o que propiciou a criação, através da Lei n° 116, de 23 de agosto de 1955, do distrito administrativo de Jurema.[8]
A sua transformação em município ocorreria em 25 de julho de 1960, através de Lei Estadual nº 4245 e a sua instalação se deu a 12 de novembro de 1961, tendo sido primeiro prefeito eleito Nelson Busato dos Santos. Um ano após ser emancipado, o município de Jurema, por força de lei, mudaria sua denominação para Amaporã.[8]
Os solos de Amaporã, como de toda a região noroeste do Paraná, são arenosos e por isso propensos à erosão do solo, o que exige a adoção de técnicas de proteção. Além do café, o algodão tornou-se lavoura de grande importância econômica no município, mas aos poucos cedeu lugar para a pecuária.[9]
Na última década do século XX, as instituições de pesquisa (Iapar), de extensão rural (Emater-PR), a Embrapa e cooperativas implantaram, na região, o sistema de produção integrada conhecida como lavoura-pecuária, que propiciou conservação do solo, a reversão da baixa produtividade, com o consequente aumento da produção. Nos primeiros anos implantam-se lavouras de soja, aliada a técnicas de conservação e fertilidade, substituídas depois pela pecuária. Esse ciclo de alternância na produção de soja e criação pecuária alterou a economia regional.[9]Referências? «Gentílico - amaporense». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 29 de agosto de 2018 ? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? «Distâncias entre a cidade de Curitiba e todas as cidades do interior paranaense». EmSampa. Consultado em 22 de setembro de 2017 ? IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 ? a b «Estimativa populacional 2018 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de agosto de 2018. Consultado em 30 de outubro de 2018 ? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 ? a b c IBGE. «Histórico» (PDF). Biblioteca do IBGE. Consultado em 25 de novembro de 2012 ? a b INTEGRAÇÃO LAVOURA - PECUÁRIA NO SUL DO BRASIL, Aníbal de Moraes ; Adelino Pelissari ; Sérgio J. Alves ; Paulo César de Faccio Carvalho; Luiz César Cassol
Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

POSTAGENS RELACIONADOS


ABERTURA DE SITE EM AMARAJI


abertura de site em Amaraji

Encontre abertura de site em Amaraji na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ABERTURA DE SITE EM AMARAL FERRADOR


abertura de site em Amaral Ferrador

Encontre abertura de site em Amaral Ferrador na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ABERTURA DE SITE EM AMARALINA


abertura de site em Amaralina

Encontre abertura de site em Amaralina na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

ABERTURA DE SITE EM AMARANTE


abertura de site em Amarante

Encontre abertura de site em Amarante na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO