desenvolvimento e-commerce em Santa Clara do Sul


Encontre desenvolvimento e-commerce em Santa Clara do Sul na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

Desenvolvimento

Acto ou efeito de desenvolver.
Crescimento.
Ampliação.
Minuciosidade.


Município de Santa Clara do Sul
"Santa Clara"BandeiraBrasãoHino
Fundação20 de março de 1992 (27Â anos)
Gentílicosanta-clarense
Prefeito(a)Paulo Cezar Kohlrausch (PMDB)(2017 – 2020)
Localização
Localização de Santa Clara do Sul no Rio Grande do SulSanta Clara do Sul Localização de Santa Clara do Sul no Brasil
29° 28' 08" S 52° 05' 16" O29° 28' 08" S 52° 05' 16" O
Unidade federativaRio Grande do Sul
MesorregiãoCentro Oriental Rio-grandense IBGE/2008 [1]
MicrorregiãoLajeado-Estrela IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofesLajeado, Mato Leitão, Sério, Venâncio Aires, Cruzeiro do Sul, Forquetinha
Distância até a capital135Â km
Características geográficas
Área86,752 km² [2]
População6Â 522 hab. est. IBGE/2018[2]
Densidade75,18 hab./km²
Altitude117 m
ClimaSubtropical
Fuso horárioUTC?3
Indicadores
IDH-M0,788 alto PNUD/2000 [3]
PIBR$ 73Â 163,509 mil IBGE/2008[4]
PIB per capitaR$ 12Â 671,20 IBGE/2008[4]Santa Clara do Sul é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.Índice1 História
2 Geografia
3 Cultura
4 Ver também
5 Referências
6 Ligações externasHistória[editar | editar código-fonte]
A denominação de Santa Clara do Sul originou-se de uma das filhas do colonizador Antônio Fialho de Vargas, terceiro proprietário do território atual do município de Lajeado (a partir de 1853), que deu o nome de Irmã Clara de Santa Estanislau da Congregação de Maria (Maria Clara Fialho de Vargas), à fazenda de matas virgens "Fazenda Santa Clara", evento histórico ocorrido em 1869.
Eclesiasticamente o território santa-clarense era subordinado, desde seus primórdios à Freguesia de Santo Amaro e após a de São José Taquari. Em 1873 à freguesia do 2º distrito de paz de Estrela, ou seja, Santo Inácio de Loyola de Lajeado.
Em abril de 1899, Santa Clara sediou o 2º Congresso Geral de Católicos do Rio Grande do Sul. Em 1916 foi inaugurada a atual Igreja matriz e em 1929 foi criada a atual paróquia São Francisco Xavier, de Santa Clara do Sul. Em 1891 foi criada a vila de Lajeado, que em 1944 foi elevada à categoria de cidade.
Em 1914 Santa Clara do Sul foi elevada a categoria de 2º distrito de Lajeado, sendo que em 1938 foi elevada a categoria de vila. Nos conturbados anos de Revolução Federalista de 1893/1895 os colonos santa-clarenses tomaram parte no combate contra o Bando de Zeca Ferreira "Maragatos". Em 28 de maio de 1895 os colonos santa-clarenses, sob a direção de José Diel (Coronel José Diel, comissário e inspetor do quarteirão de Santa Clara, vice-intendente de Lajeado e depois primeiro subprefeito do distrito) proclamado comandante civil da guarda local, e o sub-comandante Nicolau Klein, venceram os maragatos, colocando-os em fuga, fato histórico que muito orgulha a comunidade local.
Em agosto de 1895 foi fundada a Sociedade Alemã de Atiradores de Santa Clara, hoje extinta. Em 1913 teve lugar em Santa Clara do Sul a fundação do "Sindicato Rural para os colonos de Lajeado", que em 1938 se transformou na atual Associação Rural de Lajeado.
Em 1918 fundou-se o Tiro de Guerra 239, o maior e mais organizado do interior do estado, que teve turmas de 130 recrutas. Em 1946 o referido Tiro de Guerra foi desativado, passando a constituir-se na Sociedade Centro de reservistas de Tiro de guerra 239, clube social.
Em 1945 o nome de Santa Clara do Sul foi mudado para "Inhuverá", por lei governamental, nome indígena que significa "Campo Resplandecente", sendo que em 1948 novamente o distrito passou a chamar-se Santa Clara do Sul.
Em 1942 chegaram a Santa Clara do Sul as primeiras irmãs da Congregação da Divina Providência, que assumiram a Escola Paroquial, atual Creche Municipal e o atual Hospital Imaculado Coração de Maria em 1953, que antes pertencia a Carlos Schnorr.
Em 1967 iniciou-se o Ginásio Comercial Santa Clara do Sul, mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade, que em 1975 instalou o 2º grau - Auxiliar de ] Escritório - e atualmente denomina-se Escola Estadual de Ensino Médio Santa Clara.
Em 1969, Santa Clara do Sul festejou o centenário de colonização.
Em 1990, o distrito de Santa Clara possuía 3.000 habitantes, sendo que o núcleo contava com cerca de 2.040 habitantes (IBGE). Santa Clara do Sul foi o distrito de Lajeado com maior índice de alfabetização e foi o primeiro distrito a conseguir escola de 2º grau, que funciona desde 1975. O distrito estava composto pela sede urbana, a vila de Santa Clara do Sul, e mais oito comunidades, que são: Nova Santa Cruz, Sampainho, Alto Arroio Alegre, Chapadão, Picada Santa Clara, Sampaio, Linha Serrana e São Bento, hoje pertencentes ao município de Santa Clara do Sul.
Os moradores mantém um excelente relacionamento e, por isso, realizam freqüentemente ações comunitárias, como a construção da Igreja Matriz, Salão Paroquial, Escola São José, Escola Cenecista de 2º grau Santa Clara, Campo de Futebol, Sociedade Centro de Reservistas, havendo, também, colaboração entre vizinhos por ocasião das colheitas.
Em 20 de março de 1992, por lei nº 9.621, criou-se o município de Santa Clara do Sul, cuja data de instalação é de 1º de janeiro de 1993, fazendo partes as comunidades de São Bento, Nova Santa Cruz, Chapadão, Alto Arroio Alegre, Linha Serrana, Sampaio, Sampainho, Picada Santa Clara e Rua das Flores.Geografia[editar | editar código-fonte]
Localiza-se a uma latitude 29º28'08" sul e a uma longitude 52º05'15" oeste, estando a uma altitude de 117 metros.
Possui uma área de 86,752 km² e sua população estimada em 2018 foi de 6.522 habitantes. Cultura[editar | editar código-fonte]
Santa Clara do Sul possuí um espaço voltado apenas para a cultura. O prédio de 1888, que já abrigou escola, hotel, delegacia e sub-prefeitura, foi completamente reformado e deu origem ao centro cultural, onde está instalado o museu e biblioteca pública municipal da cidade.
O prédio, localizado no centro da cidade, além de valorizar a arquitetura dos antepassados, facilita o acesso da população para retirada de livros e visita a exposições de arte e artesanato. As peças do museu foram todas catalogadas. Lá, a população vai encontrar instrumentos cirúrgicos, ferramentas de trabalho usada pelos agricultores nas décadas de 1940 e 1950, além de fotografias antigas e outras peças. O museu também guarda relíquias dos Maragatos.
A peça mais antiga em exposição no museu é um fuzil usado no dia 28 de maio de 1895, na Revolução Federalista. A arma teria sido usada por maragatos que tentavam invadir a localidade de Picada Santa Clara, interior do município. A arma teria sido usada por um dos maragatos, mas falhou durante o combate, sendo substituída pela arma de um outro combatente que estava com a mão ferida. O maragato ferido pediu socorro a um morador das proximidades e deixou a arma como agradecimento pela acolhida. Posteriormente, o fuzil foi doado à família de Aloísio Schneider e, mais recentemente, passou às mãos do colecionador de armas antigas Leandro Lampert, que doou a arma em 1999 para o museu.
A guerra dos maragatos é um dos episódios mais marcantes da história de Santa Clara do Sul, e é lembrado em vários logradouros públicos. A principal avenida do município faz alusão ao episódio e leva o nome de Avenida 28 de Maio. Outras ruas ainda levam o nome de personagens históricos que participaram dos combates.Ver também[editar | editar código-fonte]
Vale do Taquari
Lista de municípios do Rio Grande do Sul
Lista de municípios do Rio Grande do Sul por população
Lista de municípios do Rio Grande do Sul por data de criação
Naturais de Santa Clara do Sul
Referências? a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008Â ? a b https://cidades.ibge.gov.br/brasil/rs/santa-clara-do-sul? «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008Â ? a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010Â
Ligações externas[editar | editar código-fonte]
Página da Prefeitura Municipal
Secretaria do Turismo do Rio Grande do Sul
Santa Clara do Sul no Wikimapia
vde Municípios do Vale do Taquari
Anta Gorda
Arroio do Meio
Arvorezinha
Bom Retiro do Sul
Canudos do Vale
Capitão
Colinas
Coqueiro Baixo
Cruzeiro do Sul
Doutor Ricardo
Encantado
Estrela
Fazenda Vilanova
Forquetinha
Ilópolis
Imigrante
Lajeado
Marques de Souza
Muçum
Nova Bréscia
Paverama
Poço das Antas
Pouso Novo
Progresso
Putinga
Relvado
Roca Sales
Santa Clara do Sul
Sério
Tabaí
Taquari
Teutônia
Travesseiro
Venâncio Aires
Vespasiano Corrêa
Westfália Portal do Brasil Portal do Rio Grande do Sul
Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

POSTAGENS RELACIONADOS


DESENVOLVIMENTO E-COMMERCE EM SANTA CRUZ


desenvolvimento e-commerce em Santa Cruz

Encontre desenvolvimento e-commerce em Santa Cruz na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO E-COMMERCE EM SANTA CRUZ CABRÁLIA


desenvolvimento e-commerce em Santa Cruz Cabrália

Encontre desenvolvimento e-commerce em Santa Cruz Cabrália na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO E-COMMERCE EM SANTA CRUZ DA BAIXA VERDE


desenvolvimento e-commerce em Santa Cruz da Baixa Verde

Encontre desenvolvimento e-commerce em Santa Cruz da Baixa Verde na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO

DESENVOLVIMENTO E-COMMERCE EM SANTA CRUZ DA CONCEIÇÃO


desenvolvimento e-commerce em Santa Cruz da Conceição

Encontre desenvolvimento e-commerce em Santa Cruz da Conceição na Web4business - Desenvolvimento de Sistemas e Sites Personalizados.

LER ARTIGO